História MESMA LUA - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Henrique & Juliano
Personagens Henrique, Juliano, Personagens Originais
Tags Edson, Emil, Flaney, Henrique, Henriqueejuliano, Juliano, Maria, Mohana, Pedro, Thiago
Visualizações 197
Palavras 660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CAPÍTULO NOVINHO PRA VOCÊS <3
BOA LEITURAAAA :)

Capítulo 11 - Onde você pensa que vai?


BEATRIZ POV

Procurei Marília por todo o salão, atrás do palco e nada. Onde essa arruaceira de meteu?

- Maiara – gritei ela que estava com um grupo de pessoas e veio até mim.

- Fala, Biazinha! 

- Viu a Mari? – ela negou – Vou procurar ela! 

- Que pressa é essa, menina? – ela perguntou divertida.

- Minha vida em jogo. – ela me olhou confusa.

- Me explica isso. – e eu comecei a me afastar – Volta aqui!

- Depois te ligo. 

Andei mas um pouco com Maiara no meu encalço, me questionando. Mandei ela calar a boca umas 4 vezes.

- Finalmente te achei. – olhei pra Marília que estava com uma garrafinha de cerveja na mão e com o namorido ao lado.

- Marília, essa menina tá estranha!  - Maiara dizia séria apontando o dedo pra mim – Muito estranha.

- Cala a sua boca. – olhei pra ela e revirei os olhos.

- Está rolando o que? – ele perguntou rindo.

- Tenho que ir embora! – as duas se olharam

- Embora?! – As duas falaram juntas.

- Que bom que você me entende – dei um beijo nela e fui saindo de perto.

- Ei! – Marília saia andando atrás de mim – Me explica isso.

- Depois te ligo. 

- Louca! – Maiara gritou.

Sai correndo tropeçando nos pés. Parei no meio do caminho me sentei em uma mesa e tirei meus saltos. E voltei a andar em direção ao estacionamento. Avistei o carro e me sentei no chão esperando.

 

HENRIQUE POV

- Ei. – fui de encontro a Juliano que estava em uma mesa com Mohana, Emil e Pedro. – Me da a chave do carro?

- Para? – Juliano perguntou desconfiado.

- Eu preciso ir pra casa. 

- Cara, e a festa? – Emil perguntou.

- Ela já foi falar com a Mari, deve ta la fora agora. – deixei escapar e Mohana me olhou rápido.

- Ela quem? – perguntou e meu irmão riu me olhou feliz e me entregou as chaves e sorriu pra mim – Henrique, ela quem?

- Descubra, cunhada. – falei enquanto meu irmão me dava um abraço e vi Marília vindo em minha direção.

- Olha aqui! – ela apontou o dedo pra mim – Você é meu amigo, mas o que você falou pra minha amiga pra ela querer ir embora? – eu ri baixo

- Eu não fiz nada. – Mohana começou a olhar em volta do salão – Ela que fez.

- Você ainda tá bolado com isso, Henrique? – disse séria – Devia deixar de ser besta... – Mohana a interrompe.

- Mari, como é o vestido da Bia? – Mari a olha confusa quanto eu.

- É um longo, tomara que caia, versace eu acho. – Mohana virou a cara pra mim.

- Quer dizer que a minha amiga tá lá fora? – ela apontou o dedo pra mim e sorrindo de lado. – No frio? Com aquele vestido maravilhoso! – Marília nos olhava – Te esperando? – Juliano olhava pra ela rindo – E você tá aqui batendo papo?

- É bem isso. – concordei com que ela falava – Vocês que tão me atrasando – falei divertido. – Essa hora – olhei pro relógio – Já éramos pra estar em casa.

- Tá esperando o que pra ir logo? – Mohana falou sorrindo.

- Vocês me liberarem pra eu ir embora com a minha mulher? – a respondi com outra pergunta.

- Vai logo! – ela falava batendo uma mão na outra – Anda!
 

BEATRIZ POV

DROGA! Eu sou uma idiota em achar que seria tão fácil voltar com Henrique. Fazia mais de 15 minutos que eu estava ali sentada.

Cansei! Me levantei passei a mão em me vestido e peguei meus saltos e comecei a andar na direção da saída do estacionamento para rua. Iria pegar um táxi, ir pro hotel, pegar minhas coisas e ir pra casa.

- Ei! – ouvi Henrique me chamar, ou melhor gritar, e parei fechando os olhos sorrindo. – Onde você pensa que vai? – senti ele se aproximar de mim e me abraçar por trás e instantaneamente meu corpo se arrepiou por inteiro, ele riu baixo e beijou meu pescoço. – Vamos?


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Até domingo eu posto o próximo.
BEIJOSSS MINHAS LINDONAS.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...