História Mesmo que apenas por agora. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok, Jeon Jungkook, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Park Jimin, Suga, Yaoi
Exibições 28
Palavras 941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que goste.
Boa leitura.

Capítulo 9 - Provocações


Fanfic / Fanfiction Mesmo que apenas por agora. - Capítulo 9 - Provocações

Jimin

Sentamos em ordem, Hoseok, Tae, Jungkook e eu. Tae subiu o braço da poltrona que estava entre ele e Hoseok para se apoiar no peito de seu namorado. Senti necessidade de expressar meu interesse por Jungkook também, botei minha mão por cima da dele que estava apoiada no braço da poltrona, mas ele achou que eu queria apoiar o braço e a tirou. Tentei pegar sua mão mas ele se afastou. Tive que pegar em sua coxa para que entendesse o recado.

-Jimin...por q...-Sua fala foi interrompida por um Taehyung histérico rindo de algo que Hobi disse. Um casal a nossa frente pediu silêncio num "Shh...".

-Desculpem.-Sussurrou Hobi.

Apertei um pouco a coxa de Jungkook para que voltasse sua atenção para mim. Puxei o aproximando nossos rostos, desci meus lábios até seu pescoço, depositando um selar no mesmo. O soltei, vendo um sorriso bobo de formar em seus lábios quando o mesmo se virou para o telão.

Hoseok chorou os últimos 20 minutos do filme e aplaudiu os créditos(Não esperava que esse ser pudesse ser tão sensível), Jungkook estava vidrado no filme, apenas movendo de vez em quando a cabeça em movimentos de sim e não, estava emocionado e aquilo era extremamente fofo. Quando os créditos estavam subindo a tela já a alguns instantes, nos levantamos para sair, Tae afagava os cabelos de Hoseok, dizendo que se ele ficasse tetraplégico nunca o deixaria se matar, nem que precisasse amarrar sua cadeira de rodas no guarda roupa.

Aouvido a cintura de Jungkook por trás, sussurrando em seu ouvido.

-Uma noite contigo e eu te deixo sem andar por uma semana.-Sua postura de enrijeceu em meus braços, seu pescoço estava mais quente.-Vamos pro meu apartamento quando chegarmos?-Pergunto manhoso, passando as costas de minha mão em sua bochecha. Ele segura minha mão e a beija.

-Vou pensar no seu caso, Jimin.-Disse retirando meus braços de sua cintura e se virando para segurar meu rosto entre as mãos.-Pra quem fugia de mim, você anda muito manhosinho.

-É que eu não sabia o que estava perdendo.-Digo selando nossos lábios, peço passagem e ele a cede, nossas línguas se abraçam, eu exploro cada lugar de sua boca, mas somos obrigados a parar a expedição por falta de fôlego.

Hoseok nos deixou na portaria do prédio, nos despedimos do casal mais incomum que eu já vira.

-Vamos subir?-Perguntei agarrando um braço de Jungkook.

-Você não está me dando escolha, está?

Entramos no elevador e as portas iriam de fechar quando alguém botou uma mão entre elas.

-Uuh, quase.-Namjoon entrou rindo no elevador.

Apertei o braço de Jungkook com um pouco de força, o mesmo notou e me olhou com uma expressão que não pude dizer o que era.

-Jungkook?Você também mora aqui?Que coincidência.-Ele não tirava aquele maldito lindo sorriso da cara.

-No segundo andar.-Disse olhando reto e desinteressado. Ele parecia tenso. Namjoon apertou o botão de seu andar e reparou que apenas o quinto fora pressionado, ergueu um sobrancelha e se virou para mim. Virei o rosto, senti minhas bochechas ficarem quentes.

Seu andar chegou e ele saiu, ainda de costas disse.

-Se divirtam e juízo ein.-O loiro virou o rosto sobre o ombro dando um meio sorriso.

Senti meu rosto esquentar, Jungkook estava sério, as portas se fecharam, mesmo com Namjoon

-Você sabia que ele morava aqui?-Perguntou pondo sua mão sobre a minha que segurava seu braço.

-Eu o vi do elevador apenas.-Digo olhando o chão, tentando esconder meu rosto corado.

-Que bom, eu sou ciumento Jiminnie.-Disse levantando meu queixo.-Eu não ficaria feliz de ver meu menininho com mais ninguém.-Acrescentou aproximando nossos lábios."Menininho? Que criança abusada!"

O prensei na parede do elevador, distribuindo chupões em seu pescoço e apertando seu membro por cima do jeans. As portas se abriram, o puxei pelo corredor procurando as chaves no bolço, colei suas costas na porta e o beijei enquanto abria a mesma. Meu corpo estava ficando quente, o peguei em meu colo o fazendo entrelaçar as pernas em minha cintura. Nos levei ao quarto beijando a mordendo seu pescoço, o joguei na cama com certa violência, não tínhamos tempo para delicadezas.

Jungkook estava lindo jogado na cama, uma perna esticada e outra dobrada enquanto mordia a língua entre os lábios.

-Me jogou aqui pra ficar admirando só?-Perguntou erguendo um sobrancelha em tom de deboche.

Me debrucei sobre o moreno traçando um caminho com os dedos de seu abdómen até o peitoral levantando seu moletom.

-Cutucando leão com vara curta, Kookie?-Digo em ouvido.

-Só tem uma vara em  que estou interessado agora.-Disse me virando na cama e com uma mão apertando minha bunda e a outra segurando meus pulsos. Fechei os olhos quando senti Jungkook morder com força meu ombro.

-Fica quietinho, senão vai ser pior.-Disse apertando minha cintura enquanto descia meu short, não conseguia me mover direito, Jungkook era forte. Ele jogou minhas roupas ao lado da cama e ainda segurando meus pulsos desceu a sua calça, senti seu membro ainda preso pela box entre minhas nádegas, soltei um gemido ofegante quando ele apanhou meu membro com força, me masturbando lentamente, deslizando seu quadril contra minha bunda.

-Você geme tão gostoso.- Sussurrou rouco em meu ouvido, sua respiração estava pesada, ele estava torturando mais a si que a mim. Rebolei em seu membro a procura de mais contato.

Jungkook me virou bruscamente na cama, sua língua invadiu minha boca, seu corpo se movimentando entre minhas pernas. O beijo foi interrompido para que Jungkook retirasse a box que vestia, fazendo seu membro saltar para fora, seu corpo era perfeito. Colocando o rosto entre minhas coxas começou a distribuir beijos no interior das mesmas, cada beijo que fazia gemer arfadamente e arquear as costas, meu membro latejava dolorido, eu já não conseguia falar com coerência.

Seus lábios tocaram levemente minha glande, eu sentia sua respiração ofegar sobre meu membro, não estava aguentando mais.



Notas Finais


Tentarei ser mais detalhada no próximo.
Obrigada por ler até aqui.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...