História Mesmo que seja loucura - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Personagens Originais, Rosé
Tags Imagine, Imagine Jennie, Imagine Yuri
Visualizações 105
Palavras 656
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Yuri
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Único


Fanfic / Fanfiction Mesmo que seja loucura - Capítulo 1 - Único

  Você estava quieta, mas não parecia triste. Pelo contrário, já que toda vez que ouvia um comentário engraçado abria um sorriso radiante. Porém ainda não falava, parecia trancada em seu próprio mundo e Jennie sabia muito bem o motivo.

  - Eu vou comprar um café. - Você avisou enquanto se levantava da mesa do restaurante.

  - Acho que aqui vende. - Jisoo disse fazendo careta.

  - Qual é! Isso é só uma desculpa para ver o Ian! - Lisa acusou em provocação.

  Você não discordou, apenas riu. Depois mandou um beijo com a ponta dos dedos as garotas no ambiente , demorando um pouco o olhar naquela que era o motivo de toda a sua confusão interna.

  - S/N está estranha hoje. - Rose comentou, sendo respondida com afirmativas de suas amigas assim que te viram distante.

  - Ela namorava Ian. - Lalisa disse por fim, mas não parecia muito feliz com isso. - Deve estar querendo reviver os velhos tempos.

  Jennie não pode se conter e levantou da mesa, atraindo olhares de todas.

  - Eu vou... HM... Ah, não é da conta  de vocês.

  Depois disso saiu, só podendo ouvir um "Sempre sai antes da conta" de uma das garotas. Teria rido, se seu humor não tivesse tão ruim.

  Desde que viajaram de férias para os Estados Unidos, a garota não esperava coisas muitos proveitosas já que você era a guia turística e bem, você tinha uns gostos um tanto estranhos e totalmente diferente dos dela para que isso fosse algo bom. Mas na noite anterior, tudo havia mudado.

  Se achava estranha por gostar de você quando estavam sempre discordando de tudo  e havia negado isso a si mesma durante muito tempo.

  Ela, fechada, séria, responsável e calma. Você, louca, animada, deixava sempre a vida te levar.

  Nunca entenderia como aquela pirralha, você, havia a fisgado tão intensamente.

  Te olhando de costas, mexendo com o canudinho em seu suposto café puro sem muito açúcar - seu favorito, ela sabia-, Jennie não pode deixar de apreciar o cabelo que caia por seus ombros e o modo como o mesmo se mexia enquanto uma risada baixa era solta de seus lábios.

  A sua frente, Ian, o garoto de olhos verdes, cabelo bagunçado e sorriso preguiçoso, brincava contigo ao invés de fazer seu trabalho. Mas ao reparar a aproximação da terceira, lhe alertou.

  - S/N(Do meio), você tem visita.

  Você ouviu aquele nome, a qual você odiava ser chamada, mas parecia ter esquecido de brigar com o garoto a sua frente para poder virar e observar a garota que vinha ao seu encontro.

  Embora não estivesse surpresa, um sorriso cresceu em seus lábios.

  - Jennie.

  Ela parou ao seu lado, lembrando que na noite anterior havia dito a mesma coisa antes dela lhe beijar. Não haviam falado sobre isso até então. Ela estava bêbada, não faria se não estivesse, e você estava radiante, embora pensasse que aquilo se apagaria da mente da mais velha quando o dia amanhecesse.

  - Podemos conversar?

  Então ela lembrava.

  Você por sua vez deu de ombros, afinal era a primeira vez que ela lhe direcionava a palavra no dia.

  - Estou ouvindo.

  - Sobre ontem... - Casualmente ela ergueu a mão até a nuca, era horrível com aquilo. - É verdade?

  Por pouco tempo, você pensou em se fazer de idiota e fingir que era do beijo que ela falava. No entanto você se recusava a perder aquela oportunidade, já que lembrava muito bem das palavras da noite anterior.

  - Por que você não vem aqui e descobre?

  Inevitavelmente, um sorriso tomou conta dos lábios da coreana que se aproximou o suficiente para envolver sua cintura com os braços depois de você ter se levantado. 

  - Então somos namoradas agora? - Ela perguntou, divertidamente.

  Você não precisou responder. Outro beijo selou o pacto que ocorreu na noite anterior.


  Eu te amo, mesmo que seja loucura.

  Mesmo que seja loucura, eu também te amo.


Notas Finais


A gay do site voltou, aee.
Mandem sugestões de girls se puderem, fico sempre indecisa sobre com quem escrever.
Obrigada por ler! Que a força esteja contigo

Outros imagine's:

[Imagine Kim Hyuna]
https://spiritfanfics.com/historia/bibliotecaria-6926917

[Imagine Kim Taeyeon]
https://spiritfanfics.com/historia/ultimate-8263674

[Imagine Hirai Momo]
https://spiritfanfics.com/historia/namorada-8198784

[Imagine Bae Joohyun (Irene)]
https://spiritfanfics.com/historia/androide-8516866

[ Ahn Heeyeon (Hani)]
https://spiritfanfics.com/historia/conhecimento-mutuo-9192033


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...