História Message - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Titia_Park_Ana

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Kris Wu, Lu Han
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Chanbaek, Chanbaek!flex, Chen!bottom, Hoseok!top, Hunhan, Jimin!bottom, Jin!top, Jinmin, Kai!bottom, Kaisoo, Kyungsoo!top, Lay!top, Lolita, Luhanbottom, Namjoon!bottom, Namtaeseok, Sehun!top, Suho!bottom, Sulay, Taehyung!top, Xiuchen, Xiumin¡top, Yoongi!top, Yoonkook
Visualizações 336
Palavras 581
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu não tenho nada pra falar, dsclp :')

Tenham uma boa leitura :3

Capítulo 3 - Todos temos máscaras


-Yoongi-

Eu queria voltar a dormir? Sim, eu queria muito fazer isso; mas não posso, e a culpa é de Jung Hoseok e aquela maldita faculdade.

Por que? Bem, digamos que eu talvez esteja quase atrasado e que tenha exatos 10 minutos para me vestir, a não ser que eu queira levar uma pancada na cabeça logo pela manhã e ir parar no hospital.

Mas isso é apenas uma hipótese.

Deixando minhas lamúrias e xingamentos pelo caminho, vou ao banheiro fazer minha higiene pessoal e logo após vou em busca de uma roupa para vestir – ninguém merece banho de manhã cedo, pelo amor.

Após estar devidamente vestido, cheiroso e maravilhoso – o que eu sempre estou, sem querer me gabar –, corro para o andar de baixo prevendo que em alguns minutos o Jung estaria tentando arrombar a minha porta.

E como não estou afim de perder a cabeça mais cedo do que se espera, ligo a tevê e começo a zappiar pelos canais para ver se esta passando algo que preste – mesmo que seja segunda, e que nada de bom passe na tevê em uma manhã de segunda – apenas para fingir estar acordado a mais tempo do que realmente estou.

E claro, faço isso com uma xícara de café em mãos, já que preciso de algo para me manter acordado.

O que? Acham mesmo que é fácil ser um sedentário preguiçoso e ao mesmo tempo capitão de um time de basquete?

Vão nesse onda que um dia vocês chegam no Havaí, iludidos.

Assim como previsto por mim, quase um minuto depois de ter decido as escadas e sentado minha bunda no sofá, o Jung começou a esmurrar e chutar minha porta, além, é claro, de estar gritando o meu nome aos quatro ventos. A raiva que meus vizinhos sentem de mim é culpa dele.

— Min Yoongi, se você ainda estiver deitado eu-

— Vou arrancar suas bolas e blá, blá, blá... Eu já ouvi muito dessa ladainha, Hoseok. — falei apoiado ao batente da porta, encarando o ruivo com minha melhor cara de tédio.

— Só vamos logo, hyung. — disse revirando os olhos e me puxando pelo braço.

Eu apenas soltei um risinho e acompanhei os pessoas apresados do Jung.

Ele 'ta estressado, ele.

(....)

Em quanto andavamos pelo caminho, percebi que o ruivo estava incomodado com algo.

Pode até não parecer, pois ele sempre está com um grande sorriso no rosto, mas Hoseok tem sérios problemas com a família.

Nenhum de nós – amigos – sabemos ao certo o que ocorre com ele, mas já encontrei marcas de arranhões e roxos em variados tons em seu corpo enquanto nos trocavamos no vestiário do ginásio.

E, por mais que eu insista, ele não diz absolutamente nada sobre isso.

Só os deuses sabem o quanto isso me frusta...

– Ei, Seokkie, o que houve? Você esta tão murchinho hoje... – falei lhe balançando de um lado para o outro enquanto o mesmo apenas deum um sorrisinho triste e – talvez – amargurado.

— Não é nada, hyung. Eu apenas... Apenas não quero falar sobre isso, não agora. — falou com a voz aparentemente embargada pelo choro que ele segurava na garganta.

— Ok, vou respeitar seu tempo. Mas qualquer coisa, pode contar comigo, tudo bem?

Ele apenas assentiu em um leve movimento com a cabeça enquanto eu me distanciava aos poucos.

É meus caros...

Nem sempre o que esta por fora, o que nós deixamos que nosso exterior mostre ao mundo, é o que realmente estamos sentindo. Todos usamos alguma máscara. Não importa se ela esconde um erro do passado ou um desejo obscuro...

E Jung Hoseok é a maior prova disso.


Notas Finais


Chorei? Mto, doeu no fundinho do kore escrever isso.

E sim, o Seokkie vai ter problemas na family, sinto muito Hoseokas Biased's

Gostam de mim? Querem me perturbar um pouquinho em relação a atrasos nas postagens?

Me sigam no twitter, galerê!
Twitter: https://twitter.com/larinha_kel?s=09

Beijos da Yan e até a próxima! :33


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...