História Messages - Justin Bieber - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Barbara Palvin, Cameron Dallas, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kylie Jenner, Nash Grier
Visualizações 543
Palavras 876
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Festa, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Depois de 84 anos., cá estou.

Desculpem á demora.

Capítulo 29 - 26


Fanfic / Fanfiction Messages - Justin Bieber - Capítulo 29 - 26

"Dúvida da luz dos astros, de que o sol tenha calor, dúvida até da verdade, mas confia em meu amor." 


Pov's Justin Bieber

    Fitava o teto branco, em busca de uma simples resposta para as pessoas serem tão cruéis, ou, por que meus pais serem tão cruéis. As pessoas não sabem deixar a outra ser feliz.

  Duas batidas na porta foram bastas para tirar-me de meus pensamentos.

   _ Entre. - disse alto o suficiente para á pessoa que encontrava-se do outro lado. A porta abriu-se, mostrando-se Pattie e um garoto que eu nunca tinha visto.

    _ Filho... - Interrompo Pattie.

    _ Não me chama de filho, você perdeu esse direito há muito tempo. - respondo debochado, fazendo a morena suspirar.

  

    _ Justin, esse é Ethan. - apontou para o moreno. - Ele disse que é seu amigo. - o tal Ethan olhou para mim, tipo; "Concorda".

   _ Deixe-nos a sós. - digo sem dar muita atenção, Pattie saí do quarto, deixando-me sozinho. - Quem é você? - fui direto.

   _ Ethan Park. - respondeu. -  Sou o cara, que os pais, de Bárbara quer que ela namore. - meu sangue ferveu assim que ele terminou aquela frase. Levantei da cama, com os olhos semicerrados. - Calma! - pediu. - Vou ajudar vocês, não quero ser um estorvo. - arqueei uma sombrancelha.

   _ Por qual motivo, razão? - perguntei desconfiado.

   _ Já disse; Não quero ser um estorvo. E é uma vontade minha, Bárbara está mal, na verdade péssima. - meu coração apertou, mordi o lábio inferior olhando pro nada, apenas lembrando dela. - Justin? - Ethan tira-me de meus devaneios.

    _ Posso contar contigo? - ele assentiu estendendo a mão, apertei-a.

    _ Pode. - respondeu simples.

     _ Não podemos falar tudo aqui, sabe? As vezes as paredes escutam. - disse sarcástico, tirando uma risada abafada de Ethan.

   _ Beleza, passa seu número. - fiz o que ele pediu. - Ligo-te assim que conseguir algo. - assenti e ele saiu do quarto.

   "Você não devia estar confiando em um desconhecido, ainda mais se esse é o queridinho dos pais da Bárbara" - Meu subconsciente sempre opinando onde não deve.

   Bufei jogando-me na cama, mais uma vez tentando ligar para Bárbara, mas sempre dava caixa postal.

   Recebi uma mensagem de Ethan, falando que a Bárbara estava sem celular, graças aos pais e que era para mim encontrar-me com ele, na lanchonete aqui perto de casa, as três.

   "Folgado, esse Ethan"

  Tenho que concordar com o meu subconsciente.

 

   Com preguiça, levantei-me da cama, indo tomar uma ducha rápida.

(...)

    Meus olhos passavam rapidamente pelo pequeno local, onde me encontrava. Era pequeno, porém, aconchegante.

    O sino que ficava no batente da porta de vidro, soou pelos ouvidos dos demais presentes no local, Ethan entrou no local, junto com a dona de meus pensamentos, á menina que tira meu fôlego, á loira dona de meu coração e melhores sonhos.

   Bárbara Palvin.

    A mesma me viu e correu até mim, levantei na hora puxando a mesma para um abraço caloroso.

   _ Justin. - sussurou acariciando meus cabelos. Afastei-me um pouco dela, e observei seus lábios por breves segundos e os selei, já não aguentando mais esse desejo sufocante guardando por ambos os corpos.

   Nossos línguas dançavam de um jeito apaixonado, era o encaixe perfeito. Minhas mãos encontravam-se na cintura da loira, as delas estavam em minha nuca, fazendo um carinho gostoso.

  Uma tosse forçada, acabou nós separando.

   _ Ainda estou aqui. - disse Ethan, me fazendo revirar os olhos, mas depois dando um pequeno sorriso.

   _ Obrigada Ethan. - Bárbara sorriu, tirando um sorriso do moreno, bufei.

   _ Ciúmes. - o moreno revirou os olhos, tirando uma risada baixa de Bárbara.

   _ Ethan, obrigado e tals... Mas pode nós deixar á sós por um momento? Vai ser rápido. - ele assentiu. - Vem. - puxei Bárbara para fora do estabelecimento.

  _ O que? - perguntou confusa.

   _ Amo-te tanto. - acaricio seu rosto, apreciando cada, mínimo, detalhe de seu rosto delicado.

   _ Também te amo.  - sorriu dando-me um selinho.

   _ Foge comigo? - perguntei, fazendo a loira me olhar abismada.

   _ C-como? Está louco? - neguei.

   _ Bárbara, eles não irão nós deixar juntos, estamos destinados à outras pessoas! - afirmo, suspirando. - Foge comigo, vamos ser felizes longe de tudo, de todos. - ela me olha e sorri. - Vamos?

_ Planejar tudo, né? - perguntou tirando um risada minha. - Vou convencer, Ethan.

 _ Depois de tudo planejado, iremos fugir, só nós dois, iremos recomeçar. - nós beijamos mais uma vez. - Amo-te quanto em largo, alto e profundo. - ela riu.

  _ Também te amo, Justin. Muito, mesmo. 

Pov's Autora.

  Já estava tudo certo para a possível fuga de ambos, na mente de Justin e bárbara, seria apenas felicidades.

  Mas, o destino prega milhões de peças nas pessoas. Os pais serem o maior desafio que eles irão enfrentar.

   Dizem que o amor quebra barreiras, passa por cima do ódio, do orgulho, de tudo.





"Diga, seguimos pelos dias mais escuros.

Paraíso está a uma decepção de distância 

              Nunca te deixarei, nunca me decepcione. 

Oh, tem sido uma baite de uma jornada.

Dirigido pelo limite de uma faca.

Nunca te deixarei, nunca me decepcione."

- Let me love you. - Dj Snake(Ft. Justin Bieber) 

 

Notas Finais


Até o próximo💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...