História Metades - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Drama, Faculdade, Opostos, Romance
Visualizações 17
Palavras 798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa pode ser aquela típica história de romance entre um garoto rico e uma garota pobre... Estou aberta a aceitar sugestões. (Não é sempre que tenho ideias, ou as vezes fico com bloqueio criativo). Podem comentar se houver algum erro na gramática da história, ou erros de português, por que isso me ajuda a melhorar a escrita etc.
Pretendo fazer uma cena do episódio e colocar como imagem de capa, então quero saber se isso é uma boa ideia ou se não é necessário.

Capítulo 1 - 01


Fanfic / Fanfiction Metades - Capítulo 1 - 01

Acabo de completar dezoito anos, várias responsabilidades estão por vir, e finalmente, vou entrar na faculdade que tanto quis, e tanto lutei para conseguir uma bolsa de 100%, já que minha família não tem as condições para conseguir pagar as mensalidades.

Estava arrumando minhas malas quando meu celular toca, é meu melhor amigo, e garoto no qual tenho sentimentos à mais de 2 anos, mas nunca tive coragem de me confessar.

—Oi! Phil!!-Digo animada.

—Wow, vejo que está animada Ash!

—Claro, finalmente vou entrar na faculdade, minha vida começa agora!

—Quer ir comigo até lá?

—Sim, pode vir me buscar daqui a uns 30 minutos, vou terminar de arrumar as malas.

—Certo, até logo.

—Até.

Ele desliga o telefone, fiquei feliz em ouvir sua voz antes de me despedir de toda a minha família, ela me acalmou. Passou-se os trinta minutos, e Phillipe veio me buscar com seu carro. Minha mãe e meu irmão me deram um abraço antes de eu finalmente entrar no carro e me sentar no banco da frente.

—Eu trago ela nas férias de verão! 

Ele diz, e minha mãe ri.

—Já está prometido ein! 

Phil liga o carro e me diz para colocar o cinto de segurança, acenei para minha mãe, que havia deixado cair uma lágrima, vou sentir saudades dela. E finalmente partimos em direção à faculdade.

—Estou feliz por você vir à mesma faculdade que eu.-Falo quebrando o silêncio que durou alguns minutos.

—Não foi nada fácil convencer os meus pais, já que não consegui 100% como você, se não me engano eles estão pagando 25% das mensalidades, e dos materiais.

—Ah, você não fez tanto esforço como eu! Tive sorte de conseguir os 100%, me falaram que era muito difícil alcançar esse resultado, me matei de estudar durante todo o tempo livre.

—É. eu sei.

Ele ri, ele tinha me chamado para sair algumas vezes, mas eu recusava com muita dor no coração, porque eu tinha que estudar. Posso ter perdido várias chances? COM CERTEZA, mas tento não me arrepender disso, já que ficaremos na mesma faculdade. 

Algumas horas depois chegamos no campus da faculdade, fico observando os dormitórios e o pessoal andando para lá e para cá, cheio de papeladas, ou malas, já que era o dia da cerimônia de abertura. Descemos do carro que ficou estacionado no estacionamentos para alunos, deixamos nossas malas dentro do carro, já que nossos dormitórios ainda não foram decididos.

—Ash, eu vou lá arrumar as papeladas, você vem junto, ou vai querer andar por ai?

—Vou andar um pouco, não quero ficar perdida no meu primeiro dia.

—Você vai acabar se perdendo de qualquer maneira. (-_-;)

—Quanta confiança em sua melhor amiga, relaxa, eu sei me virar... Eu acho.

Ele suspira.

—Tudo bem, qualquer coisa me liga, ok?

—Sim!

Ele pegou nossas pastas, e fechou o carro, guardando a chave dentro do bolso da calça. Ele disse que ia até a secretaria, para resolver tudo que precisava, já que ele não queria ter mais preocupações. Comecei a andar pelo campus, observando tudo, e cada detalhe, de fato meu próximos dias vão ser incríveis aqui. Andando totalmente distraída acabo esbarrando em alguém.

—Oh, desculpe!

—Olhe por onde anda!

Levantei minha cabeça e olhei nos olhos dele, eram verdes como esmeraldas, cabelo liso e loiro, ele parecia... Um Príncipe.

—Vai continuar me olhando por quanto tempo?

Ele me olha e cruza os braços, saio dos meu pensamentos e me desculpo novamente, ele me olha de cima à baixo.

—Você é uma daquelas pessoas que conseguiram bolsa de estudos né?

—Bem, sim.

—Não me admira... Você não teria condições de pagar uma faculdade assim.

Ele me olha com um sorriso de canto, é impressão minha ou ele etá me debochando? Os outros garotos que estavam com ele começaram a rir.

—Algum problema com isso? Acho bem melhor estudar de graça, do que pagar uma fortuna que poderia ser gasta com outras coisas todo mês. -Digo olhando brava para ele.

—Quem tem dinheiro não precisa se preocupar com isso, é até mais fácil.

Ele fica sério e se inclina para ficar à minha altura, ele abre a boca para falar alguma coisa, mas é interrompido, algumas pessoas estavam jogando bola, e acabaram acertando ele, assim fazendo ele cair. Em cima de mim. Fazendo nossos lábios se  tocarem. Ele se levanta rapidamente e vira bravo para os outros garotos, que estavam se segurando para não rir. Enquanto isso, eu me sento no chão e cubro parte do rosto com a mão. E então ele e seu grupinho de amigos vão embora, me deixando lá. Ainda não acredito que isso aconteceu, em todos esses anos, num total de DEZOITO anos, isso, é aquilo que não poderei ter novamente, foi retirado de mim de repente, esse foi, meu primeiro beijo.


Notas Finais


Por enquanto os capítulos não terão nomes, mais para frente penso em nomear cada capítulo, mas por agora vai ser numerado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...