História Metal - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 4
Palavras 332
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Suspense
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Espero que gostem, é apenas uma ideia boba que não me saiu da cabeça até eu escreve-la.

Capítulo 1 - Capítulo Único - Metal


Fanfic / Fanfiction Metal - Capítulo 1 - Capítulo Único - Metal

Toquei sua superfície gelada com meus dedos quentes.

Senti meu calor se transmitir lentamente para o metal frio.

Esse metal envolve meus dedos.

Seguro-o firmemente com as duas mãos.

É mais pesado do que eu imaginava.

Levanto-o em direção ao alvo.

Coloco o dedo indicador sobre o atiçador da morte.

Respiro, inspiro...

Eu consigo.

Estou pronta.

Eu consigo.

Na ridícula tentativa de tentar me acalmar, seguro mais firme a arma em minhas mãos.

Dou um passo para frente.

Talvez querendo demonstrar poder.

Coloco mais força sobre o gatilho, empurrando-o para trás.

Muito pouco para disparar.

O metal está mais quente do que devia agora.

A luz acima de mim começa a zumbir.

Aperto a arma em minhas mãos.

Estou ouvindo alguém chorar.

As juntas dos meus dedos ficam brancas.

-Quanto mais enrolar, pior vai ser. –Diz a instrutora perto de mim.

Me pergunto como a voz dela pode estar tão calma.

-Eu sei. – Respondo.

Minha garganta está seca.

Minha voz soou áspera.

Me remexo no mesmo lugar, me sentindo vigiada e desconfortável.

Fecho meus olhos.

Melhor se eu não ver.

Respiro, inspiro...

O alvo está respirando ofegantemente.

Eu não posso errar.

Respiro, inspiro.

Aperto o gatilho.

A luz continua zumbindo.

Mas seu barulho é encoberto pelo som da bala cortando o ar.

A morte foi liberada.

Ouço um som agoniante.

Como o de uma animal sendo estrangulado.

Ouço a carne sendo perfurada.

Consigo até ouvir os olhos do homem girando para trás da cabeça.

E eu só abro os meus quando escuto o som de um corpo morto batendo contra o chão.

Agora não tem mais alvo.

Só um peso morto.

Suspiro.

Eu consegui.

Respiro...

Não consegui inspirar.

Senti algo na parte de trás da minha cabeça.

Algo seco.

Soube que era o cano de uma arma.

A luz continuou a zumbir.

Arregalei os olhos.

O ar ficou trancado para sempre em meu peito.

Ouvi o gatilho da arma cedendo.

Não ouvi o disparo.

Só ouvi o click.

O metal é frio.


Notas Finais


Até a próxima..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...