História Metástases. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Drama, Fluffy, Namjin, Namjoon, Seokjin
Exibições 22
Palavras 1.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Prometo que essa sinopse vai fazer sentido ainda.

Capítulo 1 - Prólogo.


Seokjin acordou de repente com uma das mãos sobre o peito, totalmente ofegante. Seus olhos estavam marejados, o corpo totalmente suado e os cabelos grudavam em sua testa; fazia tanta força para que o ar entrasse em seus pulmões, que seu torso subia e descia descontroladamente.

Já tivera antes algumas pequenas crises de falta de ar, mas nada como aquela que estava tendo agora. Tal constatação o assustou e tudo o que foi capaz de fazer foi empurrar com força o homem que dormia ao seu lado, afim de chamar sua atenção para que este, enfim, o amparasse. Estava sufocando e precisava de ajuda.

Namjoon dormia tranquilo quando sentiu as mãos fortes e desesperadas balançarem um de seus braços, aos poucos foi acordando e os sentidos voltando à normalidade. Quando a audição se fez desperta, ouviu os primeiros arfares vindos daquele que conhecia como ninguém, seu marido, que forçou mais ainda o aperto em seu braço descoberto.

_ Jin? - rapidamente se colocou sentado ao lado de SeokJin que o olhava, sentindo as lágrimas quentes descerem por seu rosto -  O que está acontecendo? Por favor, respira devagar...

Seokjin focou no tom de voz rouco de Namjoon, e olhou no fundo de seus olhos procurando a calma que havia escapado de si. Já Namjoon estava ficando nervoso, Jin não parava de arfar e estava suando muito, algo estava errado. Era a terceira vez que ele estava tendo uma crise de falta de ar naquele mês, e aquilo, definitivamente, estava errado, mas SeokJin era teimoso demais para ouvir os inúmeros pedidos de Namjoon para que fosse a um médico.

_ Eu vou chamar um médico! - disse depois de longos minutos esperando uma melhora de Seokjin que não acontecia, mas quando esticou o corpo para poder pegar um dos celulares no criado mudo ao lado da cama, a mão que o segurava, o apertou ainda mais.

_ N-Não... Nam... E-Eu... Estou bem...  - de fato, o ar entrava com menos dificuldades em seus pulmões, mas sabia que estava longe de ficar bem, visto que uma dor em seu peito havia se iniciado.

Na verdade, a dor no peito vinha acompanhando suas pequenas crises há algum tempo, mas obviamente não dizia nada a Namjoon. Sabia o quanto seu marido presava seu bem estar e sua saúde até demais, e se preocupava com pequena coisas, como uma dorzinha boba daquelas, não queria preocupá-lo além da conta.

E é claro que Namjoon se preocupava, Seokjin estava estranho nos últimos meses, estava se cansando mais rápido, tossia com frequência durante a noite, e as vezes era pego pelos cantos com uma expressão de dor no rosto. Pedia, implorava para que Jin procurasse um médico, mas ele não lhe dava ouvidos, apenas dizia que estava tudo bem. Os dois até mesmo já haviam descutido por aquilo algumas vezes, mas a teimosia de SeokJin sempre vencia no final.

_ Kim Seokjin, você não está bem! Eu vou chamar um médico! - disse firme enquanto se livrava da mão que tentava impedí-lo de pegar o telefone celular.

_ Não! - Jin dizia alto demais e soando mais rude que gostaria - Eu... Já estou melhor, Nam.

Seokjin olhou em seus olhos, ainda arfando um pouco, querendo lhe transmitir certeza em suas palavras, mas Namjoon era mais perceptivo que aquilo.

_ Não, Jin, você precisa ir ao médico, eu estou preocupado. Por que você nega esse meu pedido, é uma coisa simples, não é? - suas palavras traziam um misto de mágoa, amor e preocupação.

_ De novo essa historia, Namjoon? Eu disse que estou bem agora... Foi só um pouco de falta de ar, não é pra tanto, é só um resfriado! - e virou o rosto suado, escondendo sua expressão de irritação.

_ Eu já tive muitos resfriados, Jin, e nunca fiquei desse jeito! Por favor, eu quero te ajudar.

_ Eu já disse que está tudo bem, não preciso de ajuda. Volte a dormir. - e enfiou-se embaixo dos lençóis novamente, ainda irritado. Pensava que não era nenhuma criança para ser tratado daquele jeito, ainda mais, por seu marido.

Namjoon também irritou-se, Seokjin era irritantemente infantil as vezes, e nem fazia questão de entender que suas preocupações eram por puro instinto de cuidar do mais velho. Jin era precioso demais e precisava ser bem cuidado, três anos casados, e todo esse tempo ainda não havia sido suficiente pra Seokjin entender aquilo de uma vez por todas. Namjoon  estava cansado daquelas constantes negações, mas como não podia amarrá-lo e arrastá-lo para uma consulta, apenas lamentava internamente, e tentava não ficar magoado.

_ Eu vou dormir na sala. - se levantou, deixando um Seokjin supreso, um pouco arrependido, e ainda assim, um tanto orgulhoso para pedir desculpas, para trás.

E assim o fez, caminhou até a sala com um travasseiro alto e um lençol amarelo que havia pego do guarda-roupas deles. No sofá, tentou ficar o mais confortável que pôde, o que não foi difícil, ja que o móvel era espaçoso e bem acolchoado. Logo estava dormindo outra vez, a respiração pesada preenchia o cômodo, e o som um pouco alto demais pôde ser ouvido por Seokjin do quarto.

Namjoon dormia quando ficava triste, já Jin ,não pregava os olhos. Realmente ficou assustado com aquela crise, e talvez tenha se desesperado um pouco, mas não havia nada de errado consigo, ele saberia se estivesse, certo? Ainda assim, pensou um pouco sobre a pequena discussão que teve com Namjoon, pensou também que deveria pedir desculpas a ele, mas quando ouviu os sons vindos da sala, soube que ele já estava dormindo. Falaria com ele de manhã, melhor ainda, faria um super café da manhã para ambos, seria um ótimo pedido de desculpas, não acha? Namjoon amava quando Jin cozinhava.

Depois de algum tempo, Seokjin conseguiu dormir, ficou um pouco receoso de adormecer e ter uma outra crise como aquela e Namjoon  estar dormindo na sala, mas logo a preocupação deu lugar ao ao sono. Dormiu tranquilo dessa vez, com o fluxo de ar passando normalmente por seus pulmões.

      ◆◆◆

Namjoon acordou com o estômago roncando, e sentindo o cheiro de café da manhã feito por Jin pairando no ar, sorriu para si mesmo, seu wangohan* queria pedir desculpas, e do jeito que sabia que Namjoon  não resistiria.

Levantou-se ainda meio sonolento e foi em direção ao cheiro bom da comida, mas quando chegou à cozinha, Jin não estava em frente ao fogão como costumava ser á aquelas horas. Achou aquilo estranho, pois umas das bocas do fogão ainda estava com as chamas azuis acesas e Seokjin era muito cuidadoso com fogo, nunca faria algo do tipo.

Saiu da cozinha por um instante para procurá-lo, foi até a área de serviço e não havia ninguém lá, na garagem também não e nem no quarto do casal. Quando estava prestes a fechar a porta do quarto, foi que notou que a luz do banheiro presente no cômodo estava acesa. Jin devia estar ali.

Namjoon riu curto da própria preocupação que julgou ser desnecessária, mas quando ouviu a tosse seca de Seokjin e alguns arfares também, seu senho se franziu e entrou de uma vez no quarto, já parando em frente à porta do banheiro .

_ Jin, você está bem? Abra a porta, por favor! Jin?!  - a cada palavra, as batidas na porta ficavam mais intensas.

Por alguns minutos a cena se repetia, Namjoon chamava por Seokjin, que nunca respondia pois estava tossindo muito, as batidas na porta estavam cada vez mais altas, e a preocupação de Namjoon era tanta, que sentiu um bolo se formar em sua garganta.  De repente, silêncio. Jin havia parado de tossir, e Namjoon apenas percebeu isso alguns segundos silenciosos depois, parou de bater na porta desesperadamente, e viu quando a maçaneta girou. O que viu, machucou seu coração de forma inimaginável.

Seokjin abriu a porta e encarou Namjoon, ele estava chorando, o corpo suado, como ocorrera naquela madrugada, os cabelos bagunçados... A pele tinha um tom diferente do habitual, estava com um aspecto meio azulado, seus lábios estariam visivelmente roxos, se não fosse a enorme quantidade de sangue presente neles. O sangue vinha de sua boca, e na tentativa de conter as tosses, Seokjin acabou o espalhando pelas bochechas, desesperado por se limpar acabou manchando também sua camiseta clara. A garganta queimava e doía, sua voz estava quase sumindo, mesmo assim se forçou a dizer:

_ Me leva pro hospital, por favor, Nam...


Notas Finais


Wangohan* é a palavra coreana para "teimoso".

Me digam o que acharam ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...