História Metronome. ||AOMG|| - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias GRAY, Jay Park, LOCO, Simon D.
Personagens GRAY, Jay Park, LOCO, Personagens Originais, Simon Dominic
Tags Aomg, Gray, Jay Park, Loco, Simon D
Exibições 64
Palavras 695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Por favor, ler as notas finais.

Capítulo 12 - XII - Lee Sunghwa.


Fiquei uns dez minutos esperando Seokmin que havia sumido. Hayeon havia me dito que ela ficou tirando algumas dúvidas com o professor.

Impaciente entrei novamente no prédio escolar.

Estava andando pelo corredor quando vi uma cena que não me agradou nem um pouco.

Uma menina estava conversando animadamente com outro garoto. Só que a garota era a Seokmin e o garoto nem me importava quem era.

Caminhei até os mesmos segurando no braço dela que me olhou assustada.

"Não foi aqui que combinamos de nos encontrar" Comentei friamente.

"Me solta, Sunghwa!" Pediu ainda assustada.

"Solta ela, cara!" O indivíduo pediu.

"Fica caladinho na sua, cara!" Exclamei puxando Seokmin para fora da escola.

"Mas qual é o seu problema?" Me questionou.

Você.

Ela era meu único problema ali.

"Sunghwa..." Sua voz me tirou dos meus pensamentos. "Estávamos apenas conversando sobre a nova matéria de matemática..." Falou inocentemente.

"Isso não interessa, Seokmin!" Fui rude. "Só não quero você falando com outros meninos sozinha! Ele poderia fazer algo contra você e ninguém iria te ajudar!" Abri a porta do carro indicando para a menina a minha frente entrar.

Fechei a porta com uma certa brutalidade. Dei a volta no veículo e entrei já colocando a chave na ignição. Um silêncio se instalou no local, podia sentir seu olhar fixo em mim mas eu não conseguia olhar para a mesma.

"Sunghwa?" Sussurrou.

Respirei fundo antes de virar meu rosto encarando seus olhos escuros.

"Porque você está assim?" Questionou.

"Você me deixou esperando no estacionamento, quando fui atrás de você, você estava conversando com aquele ser! Você quer que eu fique como?" Apertei o volante vendo as pontas dos meus dedos ficarem sem circulação.

"Não precisa ficar assim... Assim como a gente, eu e o Jongup somos apenas amigos!" Deu de ombros.

Minha boca se abriu para lhe responder mas meu celular me impediu de realizar o ato.

Peguei o aparelho com a minha mão livre atendendo e colocando no viva voz.

"Filho, será que você poderia ir no hospital com a sua mãe hoje?" Ouvi a voz do meu pai.

"Hoje não é meu dia, pai!" Retruquei vendo Seokmin me olhar incrédula.

"Eu sei... Mas teve alguns imprevistos na empresa!" Sua tonalidade era baixa.

"Desculpa me intrometer..." Seokmin se pronunciou me fazendo frear o carro. "Mas ele vai sim, senhor Lee!" Me olhou brava.

"Vou?" Perguntei surpreso por sua atitude.

"Vai!" Afirmou cruzando os braços.

"Está bem. Sunghwa, ela está te esperando em casa. Tchau, e tchau, moça que não reconheço ou simplesmente, não conheço." Ouvi meu pai finalizar a ligação.

"Pode me deixar aqui, posso ir embora andando!" Comentou tentando abrir a porta.

"Você está doida?" Perguntei surpreso por todas as suas atitudes.

"Quem só pode estar doido aqui é você, Sunghwa!" Retrucou. "Você iria recusar de levar sua mãe no hospital por causa de uma garota!" Afirmou e então percebi que ela estava furiosa. "Isso não se faz!" Gesticulou.

Voltei a ligar o carro a vendo mudar sua expressão facial.

"O que está fazendo? Você precisa buscar sua mãe!" Questionou confusa.

"Você irá com a gente!" Afirmei vendo a menina ao meu lado arregalar os olhos assustada.

"Mas..." Ia argumentar mas a interrompi. 

"Sem mas. Te convidei para sair, então agora vamos com a minha mãe ao hospital, ninguém mandou você concordar com meu pai!" Revirei os olhos.

Não vou me estressar. Não hoje!

"Quem é ela, Sunghwa?" Minha mãe me questionou enquanto eu ajudava a mesma sair de casa.

Ela estava tão debilitada por conta dessa maldita doença.

"Você nunca me apresentou suas namoradas!" Falou animada olhando Seokmin dentro do meu carro cabisbaixa. "Ela é bonita?" Questionou tentando acelerar seus passos.

"Ela é apenas minha amiga, mãe!" Revirei os olhos.

"Nunca vi ela com as outras crianças!" Comentou se referindo aos meus amigos.

Nos aproximando do carro chamando a atenção da garota.

"Ela é nova." Vi Seokmin erguer sua cabeça e suas bochechas tomaram uma tonalidade avermelhada.

Seokmin saiu do carro com a intenção de ir para o banco de trás mas minha mãe a impediu.

"Não! Pode ficar ao lado do meu filho!" Falou se aproximando da menina que estava com muita vergonha. "Qual é o seu nome?" Passou a mão nos cabelos da mesma.

Minha mãe era muito simpática e isso me irritava um pouco.

"Seokmin, senhora Lee... É um prazer lhe conhecer!" Se reverenciou fazendo minha mãe sorrir e me olhar. Dei de ombros.

"Você é muito bonita, Seokmin!" A elogiou. 


Notas Finais


Helloooooooo everybody!!!!!!!

Desculpem minha linda pessoa por ter demorado mas fiquei um pouquinho sem tempo de escrever por conta de alguns ensaios e umas últimas coisas para nota da escola.

Já vou logo avisando que por conta do meu espetáculo de dança e faltando apenas duas fucking semanas para o mesmo chegar não sei se vou conseguir escrever. Então, peço paciência com a Unnie|Dongsaeng de vocês.

Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...