História Meu Amado Guarda Costas - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Delfina, Jazmin, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Nina, Pedro, Personagens Originais
Tags Conflitos, Drama, Romance
Exibições 143
Palavras 1.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Agradeço aos leitores por lerem...

Capítulo 4 - O sequestro


Fanfic / Fanfiction Meu Amado Guarda Costas - Capítulo 4 - O sequestro

Matteo a observa e ela logo percebe seus olhares...
-Que foi bonito?

/Diz ela saindo da piscina e pegando a toalha que Matteo segurava/

-Nada não,  você precisa de algo senhorita?

-De você somente/da um sorrisinho de lado e olha pra ele soltando a toalha no chão e indo em sua direção /

-Oque está fazendo? /Matteo diz se afastando dela/

-Oque você acha, agora não estou bêbada estou super Sá e te desejo, só isso/Coloca a mão em seu peito e ele continua a se afastar /

-Não é oque parece você não sabe oque ta fazendo /ele para na frente da piscina /

-Ahhh..  Sei sim /Luna o empurra na picina e da uma gargalhada bem irônica e diz/
-é isso que você merece por haver me receitado /ela sai o deixando ali/
Pensamento Matteo on:
Essa garota tem problema, se continuar assim não sei oque eu faço ela me deixa louco, sinto vontade de tela pra mim mais sei que não posso seria descumprir uma importante regra do meu trabalho. /Ele sai da picina e vai se secar no quarto/

Depois de algum tempo
Matteo estava no banho, Luna decide sair sua mãe a vê descendo as escadas
-Onde vai sem o Matteo minha querida?

-Mamãe eu não vou sair sem ele não /mente ela/

-E onde ele está então /a questiona/

-No carro, bye /da um beijo em sua mãe e sai apurada, entra no carro e se sente em liberdade/
-ufahh, já tava me sentindo sufocada por aquele casa, se bem que ele é de matar/sorri e logo liga para Nina/
-Oi amiga

-Oi Luna, você não sabe como foi minha noite /suspira/

-Bom Nina consegui escapar do Meu guarda costas, te encontro no club pode ser?

-ta bom amiga te espero lá, beijos até mais...

Na casa: Matteo tinha acabado de sair do banho quando encontra com Mônica na sala:
-Matteo??? /se aproxima dele/

-Sim

-Oque você faz aqui, não tinha saido com minha filha.

-Não senhora ela não me avisou que ia sair...

-Co... Como assim, ai me deus /coloca a mão na cabeça de preocupação /
Matteo vá atrás dela imediatamente eu te imploro ela não pode andar sozinha por ai...

-esta bem senhora/ele pega o seu casaco que estava em cima de uma cadeira e sai correndo até outro carro que estava ali, mais o corro não pegava..

A alguns metros dali Luna e parada na rua por dois homens de máscara
-Oque vocês querem comigo? /Com medo/

-Você vem conosco garota/Colocam um pano com algo e ela tenta resistir mais desmaia logo eles ligam para Mônica e Amanda atende/
-Alô, quem é?

-Não importa quem eu sou quero falar com a senhora da casa!
-aguarde um instante...

-Senhora é pra você /Amanda grita/

-quem é? /vai se aproximando/

-Não quis dizer toma/da o telefone a ela/

-Oi quem fala?
-já esqueceu de mim/Mônica percebe a voz do bandido /
-Oque você ainda quer comigo?

-estou com sua filhinha, hahaha r quero uma boa quantia em dinheiro por ela

-ai meu deus, eu te pago oque for mais me devolva a minha filha/desesperada e chorando/

-Eu quero 2 Milhões em dinheiro e você tem até está noite pra me dar ou não a vera nunca mais,  me entendeu /ele grita/
-Sim, sim entendi /diz soluçando/

-eu te ligo daqui a cinco horas pra gente negociar /desliga/

Mônica vai atrás de Matteo que estáva tentando fazer pegar o carro o avisa de que aconteceu e ele muito aflito diz pra ela se acalmar que eles iriam recuper-la, Os dois entram em casa e ficam sentados ao lado do telefone esperando notícias as horas logo se passam e o telefone toca, Mônica atende rápido.

-Alô, alô

-Escute bem, quero o dinheiro em duas horas em uma casa abandonada que esta afastada da cidade é perto do hospital local sabe onde é

-Sei,  sei sim

-Você tem que ir sozinha, ou vera do que sou capaz. /desliga/

-E então, oque eles falaram?? /diz Matteo/

-disseram que eu tenho que levar o dinheiro daqui a meia hora em um lugar afastado da cidade mais eu tenho que ir sozinha.

-não senhora de jeito nenhum... / balança a cabeça /

-Sim Matteo eu vou sozinha. /ela se levanta e logo vai para o carro Matteo não conformado pega uma arma e a segue, quando chegam lá Matteo estaciona meio distante e fica observando/

-troxe meu dinheiro /o bandido diz apontando a arma na cabeça de Luna..

-Mamãe socorro eu não quero morrer/Luna grita chorando desesperada/

-Calma meu amor/Mônica fala /

-Trouxe ou não trouxe o dinheiro?? /grita o bandido com muita raiva, Mônica mostra as maletas/

-está tudo aqui/solta as maletas no chão, O outro bandido que estava no carro pega o dinheiro, mais o que estava com Luna decide não soltá-la e diz/
-Sinto muito senhora mais vá se despedindo da sua filhinha... /aponta a arma em Luna/

-Não /Mônica grita e se ajoelha no chão, logo por traz do bandido aparece Matteo e o da um golpe ele desmaia,  e Matteo grita.
-Luna corre para o carro com sua mãe, corre/e ela corre, logo chega o outro bandido e começa a golpear Matteo ele se defende e atira em seu braço ,Matteo corre até o carro dos bandidos pega o dinheiro e foge deixando os dois bandidos no chão /

Chegando em casa
Luna chega no carro com sua mãe e Matteo vem logo atrás, ao descer do carro Luna corre para os braços de Matteo
-Obrigada, se não fosse por você não sei oque podia ter ne acontecido, de verdade muito obrigada/ com voz ranzinza e com lagrimas no rosto/

-só fiz o meu trabalho, não tem nada de que agradecer... /Mais Mônica o questiona?

-Que isso Matteo você foi um verdadeiro herói, muito obrigado por não ter obedecido minhas ordens/sorri pra ele/

-Mais senhora não acha melhor chamarmos a policia?

-é oque vou fazer nesse exato momento
/Mônica entra em casa liga pra policia e eles falam pra que no dia seguinte os três venham prestar depoimento na delegacia pra começar a investigação ,Monica diz a Luna que vai para o quarto e Luna também sobe para o quarto e toma um banho mais não consegue dormir e decide descer ao jardim tomar um ar, Mais la sabe quem ela encontra?  Isso mesmo que você imaginou Matteo ele estava sentado olhando para o céu ela chega por trás...


Notas Finais


Ansiosos? acho que agora vai começar a emoção ...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...