História Meu Amado Meio Irmão - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 213
Palavras 1.817
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiro episódio...aproveitem!
Recomendo lerem o episódio escutando "Nothing Like Us - Cover Jungkook" é bom demais!

Capítulo 1 - O odeio


Fanfic / Fanfiction Meu Amado Meio Irmão - Capítulo 1 - O odeio

 (((((S/N) On)))))

Como sempre estou tentando dormir, mas uma tempestade intensa não deixa, mudo de posição inúmeras vezes, mas não consigo pregar os olhos. Um forte raio me assusta e o quarto é iluminado pelo clarão, e eu me cubro dos pés a cabeça com o cobertor. Minha mãe e meu pai estavam viajando a uma semana, e eu e Taehyung estávamos nos acostumando com a vida de meio irmãos, o odeio tanto, ele vivia pegando no meu pé quando éramos mais novos, ficamos um ano longe um do outro, pois morei com meu pai na Argentina. 

Os raios aumentam na intensidade, e eu me levanto, ponho minhas pantufas, e caminho lentamente, um trovão escooa pelo meu ouvido e eu me tremo de medo, mas continuo andando, abro a porta do quarto e corro para o quarto do Taehyung, não queria, mas essa tempestade ta me assustando, nunca passei por isso sozinha, minha mãe sempre ficava comigo, é meio idiota uma garota de 17 anos passar por isso, mas seguindo em frente...entrei no quarto do Taehyung que dormia feito pedra, Fechei a porta com cuidado e deitei na cama dele ao seu lado.

Tae: O que faz aqui? - Ele disse ainda de olhos fechados - Vá para seu quarto (S/N)! - Ele ainda dormia, enquanto falava. - Ignorei ele, e Fechei os olhos. 

Me aconcheguei na cama, e mais um trovão me fez levar um grande susto, segurei a mão fria de Taehyung, logo que percebi o que havia feito, a soltei. Escutei ele bufar uma leve e baixa risadinha, ele nem siquer abria os olhos.

(S/N) - Taehyung? - O encarava tranquilamente, ele abriu os olhos e disse algo que soou como "Hum?". - Dormir ei aqui , porque tenho medo...medo de trovões e raios. - Ele sorriu debochando. - Não debocha idiota! - Dei um tapa no seu ombro.

Tae - Isso dói caralho! - Ele massageou seu ombro, é eu confesso que Bato forte demais. - Tá pode dormir aqui... - Ele se virou para me encarar, e ficamos nos olhando por uns segundos, depois que percebi a burrada que estava fazendo, fecho os olhos. Sinto a respiração quente dele se aproximar, abro os olhos novamente e ele estava realmente muito perto. - (S/N)...estou com vontade de te beijar, uma vontade muito forte! - Quando escutei ele dizer isso, congelei, e corei  descontrolavelmente.

Ele se aproximou mais um pouco, nossos lábios estavam a poucos centímetros de um toque, estava paralisada, não sabia o que fazer, mas sabia que beija-lo era uma tentação e tanto. Em um gesto calmo nos beijamos, um beijo tão profundo, parecia que eu estava nas nuvens, como posso odiar o Taehyung e gostar tanto desse beijo?

Separei o beijo o empurrando levemente. Aquilo era errado, e eu tive que parar, pois poderia surgir desejo daquele beijo. Ele me olhou confuso.

(S/N) - Não podemos! - Me afastei um pouco. - E você sabe o porquê... - Me virei de costas pra ele, e eu estava com uma imensa vontade de beijar ele mais e mais, mas eu não podia. - Sinto a cama se mexer, ele provavelmente estava se ajeitando na cama. - Boa noite Taehyung... - Eu sussurrei e ele respondeu bem baixinho: "Boa noite pequena".

Fechei os olhos e tentei parar de pensar que ele estava ali no meu lado, e que tanto eu quanto ele queriamos nos beijar, e adormeci...nunca entendi o que sinto pelo Taehyung, é tão confuso, o odeio por ter feito eu sofrer no passado, e o amo por um motivo que não sei, ele sente o mesmo? Ou está querendo me fazer sofrer de novo? Só sei que ele não vai me fazer chorar de novo, eu não vou deixar.

NO DIA SEGUINTE...

Acordei e ao olhar para o lado, ele não estava mais lá, olhei pela janela e seu carro já dobrava na esquina. Me levantei da cama ainda com preguiça do diabo, mas tudo bem, fui para meu quarto e logo entrei no meu banheiro, lavei meu rosto, e escovei os dentes.

Fui pra cozinha, e abri a geladeira, peguei uma garrafa de leite e tomei na boca da garrafa mesmo. Sentei na cadeira do balcão, e enquanto bebia o leite, olhava pro nada, apenas lembrando do beijo da noite passada, quando o leite acabou, eu percebi e parei de pensar, joguei a garrafa no lixo.

Peguei uma maçã na fruteira e fui pra sala, me joguei no sofá e liguei a TV, coloquei em um programa qualquer. Peguei meu celular que por uma obra do demônio tava dentro do sofá, como ele parou ali não sei, respondi mensagens de amigos dizendo que tinham saudades, mas logo eu veria eles, pois a férias estavam próximas do término.

Logo a porta de entrada foi aberta, olhei e era o meu meio irmão com três sacolas nas mãos. Ele sorriu pra mim e colou as sacolas no balcão da cozinha. Continuei mechendo no celular e comendo a maçã. Recebi uma mensagem do meu amigo Jimin...

MENSAGEM ON ❤

Jimin - Oi? Tudo bem?  

(S/N) - Oi...tudo ótimo.

Jimin - Vai ter uma festa aqui na minha casa, amanhã de noite, se quiser vir, está convidada!

(S/N) - Eu irei...e obrigada pelo convite, tchau!

Jimin - De nada...tchau!

MENSAGEM OFF ❤

Tae - Com quem conversa? - Ele senta ao meu lado. Eu mostro a conversa e ele ver que era o Jimin, ele fica sério, tiro do Whats, e começo a ver o instagram, logo chega comentários de garotos da escola dizendo "Que gata!" "Sorte a minha que estudo com essa Lindeza!" ... Taehyung se levanta e vai pro seu quarto, parecia bravo com algo.

Desligo a TV e jogo a maçã no lixo (já havia comido). Subo pro meu quarto, e vou ao meu banheiro e tomo um banho relaxante, lavo meus cabelos e faço uma hidratação intensa, queria ter cabelos sedosos para a festa do dia seguinte. Depois pentei com cuidado e saio do box. Passo um hidratante ainda dentro do banheiro, e saio do mesmo e procuro uma roupa confortável pra ficar em casa, pego um short jeans claro e uma camiseta preta estampada com um filtro dos sonhos, e coloco minha pantufa.

Depois eu desço novamente pra sala, meu celular toca, e eu pego ele do bolso, era minha mãe.

LIGAÇÃO ON ❤

Mãe - Oi filha!

(S/N) - Oi mãe...como vai a viajem?

Mãe - Bem...mas teremos que ficar um mês a mais aqui, ou seja, serão 3 meses de viagem.

(S/N) - Por quê?

Mãe - Porque seu pai encontrou uma promoção para uma viagem para Paris, e você sabe o quanto amo e quero conhecer Paris né?

(S/N) - Tudo bem...aproveitem, amo vocês.

Mãe - Também amo muito você e Taehyung...e dê um beijo nele por mim OK? 

(S/N) - Ta...

Mãe  - Tchau!

(S/N) - Tchau!

LIGAÇÃO OFF ❤

Tae - Quem era? - Ele disse descendo as escadas e logo me abraçando por trás. - Era a mamãe? - Ele disse de forma fofa. Assim como eu sempre foi carinhoso com nossa mãe.

(S/N) - Sim...e ela disse que vai ficar mais um mês com meu pai lá em Portugal, mas irão para Paris também, por isso aumentou o tempo de viajem. - Me soltei dos braços dele. Me virei e o encarei por uns segundos. - E ela mandou te dar isso por ela. - Beijei sua bochecha. Taehyung corou.

Tae - Que beijo bom...mas queria que fosse em outro lugar. - Ele me puxou pela cintura, e nos chocamos. - E você sabe onde... - Se aproximou mais e mais...mas o empurrei.

(S/N) - Para Tae...somos irmãos esqueceu? - Estava brava com aquela atitude. - E você sabe...que eu te...ODEIO!

Corri pelas escadas e Tae correu atrás de mim, entrei no quarto, mas ele empurrou a porta, e entrou. Tentei empurrar ele pra fora, mas ele é forte demais, ele segurou meu pulso direito e com a outra mão ele trancou a porta. Depois me segurou pelos braços e me jogou na cama.

Tae - Agora irei fazer o que sempre quis! - Ele ficou por cima de mim...e mais uma vez tentou um beijo, mas virei o rosto. - Não...(S/N)...não me deixe louco...quero tê-la pra mim! Por favor...nossa mãe e seu pai estão fora...vamos aproveitar.

(S/N) - Não KIM TAEHYUNG! - Me debati, mas ele pressionou seus músculos firmes contra mim, e eu fiquei imóvel. - Me solta... - Ele segurou meus braços acima da minha cabeça e olhou nos olhos. - P-para...eu tô mandando... - Minha voz estava baixa, queria convece-lo de me soltar de vez. 

Tae - Não...NÃO, E NÃO! - Ele me beijou ferozmente, pareceria que minha boca era sua salvação e que estava louco por ela. Tentei me soltar, mas o mesmo me segurava com força, por isso o odeio mais e mais, ele sempre usa a força pra me intimidar e conseguir o que quer.

O beijo estava me dando falta de ar, mas ele não parava, sua lingua ia em cada canto da minha, pode parecer nojento, mas a sensação era boa. Sua mão direita foi descendo, eu já estava tão louca quanto ele. Massageou minha coxa, e eu apertei seu ombro, queria descontar meu ódio e desejo deixando marcas nele. Nos separamos por falta de ar, nossas respirações eram ofegantes, mas ele continuava por cima de mim.

Tae - Seja minha... - Ele abocanhou meu pescoço, e desceu sua mão para minha intimidade, desabotoou o short e o tirou com minha ajuda. Depois por cima do tecido fino da calcinha fez movimentos circulares. Deixei escapar um gemido e morei o lóbulo da orelha dele. Eu me arrepiei ao sentir o toque dele. - Isso...gema... - Os movimentos circulares aumentaram na velocidade. 

(S/N) - Arr...Tae...por que te odeio tanto? - Arranhei suas costas com força. - Ele tirou a calcinha, e logo depois sua camisa. Mordi o lábio inferior, e tirei minha camisa. Tae aprofundou dois dedos na minha intimidade, e eu gemi mais uma vez, o abracei forte contra mim, enquanto ele brincava.

Tae gemeu um pouco, estava muito excitado. Depois de tanto me torturar, ele voltou a me beijar, mas enquanto me beijava massegeava meus seios, e eu seu membro.

(S/N) - Tae...

Tae - Hum? 

(S/N) - Não...podemos...paramos por aqui! - O empurrei, e peguei minha calcinha a vesti rapidamente. Ele me segurou pelo braço.

Tae - Não fuja...sei que você quer também! - Me "soltei" brutalmente dele. - Ei (S/N)... - Ele tentou me segurar, mas me afastei. Peguei minha camisa e vesti. - Por que me ignora? Sabe que me deixa louco!? 

(S/N) - Me poupe das suas mentiras! Você só quer me enganar como fez no colegial anos atrás. - Eu disse, enquanto vestia o short. - Sai do meu quarto... 

Tae - Não tô afim... - Dei um tapa no seu ombro, e o empurrei até a entrada, peguei suas roupas e joguei nele. 

(S/N) - Saia já! - Destranquei a porta, e abri a mesma. - Vai logo! E isso que aconteceu nunca mais vai ocorrer entendeu? - Ele assentiu e saiu.













Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...