História Meu Amado Meio Irmão - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Fanfic Taehyung +18
Visualizações 40
Palavras 1.895
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie! Episódio novo...
Aproveitem aí...
Kiss 😘

Capítulo 5 - Festa


Fanfic / Fanfiction Meu Amado Meio Irmão - Capítulo 5 - Festa

TAE ON

Ver minha garota com outro fez meu sangue ferver, nunca fui ciumento dessa maneira, mas depois que a (S/N) entrou na minha vida...tudo mudou. 

Ao chegarmos em casa, ela saiu do carro e eu também, ela viciada no celular, quase batia de cara na porta mas eu abri primeiro.

Tae - Precisa dar uma folga pra esse celular! - Eu disse fechando e trancando a porta de entrada.

(S/N) - An? O que disse? - Ela finalmente voltou a terra, e me olhava, esperando que eu falasse. Sem querer deixei um sorriso bobo se formar no meu rosto, as vezes olhar ela me dá vontade de rir, pois ela é tão...tão...sei lá...só dá vontade sorrir. - Ei...agora é você que tá mundo da lua! 

Tae - Disse que você é linda! - O sorriso continuava.

(S/N) - Ata! Pensei que fosse algo importante! - Ela subiu por quarto.

Tae - Essa menina vai ter o castigo que merece! - Disse logo lambendo meu próprio lábio e mordendo o lábio inferior após. - Fui até a cozinha, tentar cozinhar, coisa que não sei muito bem. 

TAE OFF ... (S/N) ON ❤

Estava no quarto em cima da cama, mexendo no celular, minha barriga roncou, a fome se alastrou, e eu desliguei o celular.

(S/N) - Que fome! - Levantei e tirei meu tênis e depois coloquei minha pantufa...desci as escadas e fui até a cozinha. 

Tae - Dá uma ajudinha aqui...não sei como fazer sopa! - Ele disse revirando o armário de comida.

(S/N) - Tá bom... - Fui até ele...e me agachei junto a ele pegando os ingredientes. - Sopa de quê? Não quero apimentada! - Ele pareceu pensativo.

Tae - Sopa de frango talvez...ou... - Ele pausou um pouco...

(S/N) - Ou? - Disse curiosa.

Tae - Comemos fora? - Ele pareceu animado, e na expectativa.

(S/N) - Tudo bem...mas...você paga viu? - Nos levantamos e eu fui calçar um tênis. - Ele ficou sentado no sofá esperando.

Depois de colocar um tênis básico branco, desci e fomos á uma lanchonete a pé mesmo, já que era pertinho de casa...chegando lá...

Sentamos em uma mesa afastada das outras, queríamos conversar longe do barulho. Eu e ele nunca gostamos de lugares barulhentos demais, a não ser festas.

A garçonete chegou.

Garçonete - O que o belo casal quer? - Ela estampava um sorriso lindo no rosto, eu e Tae se entreolhamos.

(S/N) - Não somos um casal... - Tae me olhou decepcionado. 

Garçonete - Ah sim...que pena...mas enfim o que irão querer? - Tae olhou e olhou o cardápio e decidiu o pedido.

Tae - Quero pães de queijo e chocolate quente. - Ele me olhou, esperando eu dizer o meu pedido.

(S/N) - Quero o mesmo...só que com suco de laranja. - A garçonete saiu garantindo que seria rápido. - O que foi? Por que me olhou daquele jeito?

Tae - Era pra dizer que éramos namorados! - Ele ficou emburrado. 

(S/N) - Nunca iria dizer isso! Somos irmãos...MEIO irmãos, caso tenha se esquecido! - É chato conviver com Taehyung sempre querendo que eu minta nas ruas, pois sempre as pessoas nos vêem como dois namorados.

Um tempo depois os pedidos chegaram...começamos a degustar o belo café da manhã. Estava uma delicia, mas não melhor do que o que minha mãe fazia.

Tae - Lembra de quando éramos crianças...eu sempre jogava comida em você? - Ele riu ao lembrar.

(S/N) - Sim...eu lembro...odiava quando você fazia isso! -Disse em um tom de saudade. - Você era um retardado, e ainda é! - Bebi um gole de suco depois de falar.

Tae - E você sempre foi assim...bruta e arisca... - Ele riu sem parar.

Meu sorriso que eu tinha, se desfez, e ele ao percebe parou de rir.

(S/N) - Só não ouse jog... - Antes de mais nada quero dizer que odeio o lado infantil dele, sim...ele jogou comida em mim. - Eu te mato! - Me levantei, chamando a atenção de todos, forçei um sorriso envergonhado e sentei novamente.

Tae - "Eu te mato!" - Me imitou, ou melhor, me provocou.

(S/N) - Espere...você vai ver! - Continuei comendo.

Depois de comer ele pagou a conta e eu peguei ele pela orelha até fora da lanchonete.

(S/N) - Seu idiota! Me fez passar uma vergonha! - Tae ria ao me olhar. - O que foi?

Tae - Tem pedaços de pão de queijo aqui... - Ele colocou o dedo no quanto da minha boca. - Pera deixa eu tirar... - Ele se aproximou e deu um beijo no canto da minha boca. Depois do beijo... - Pronto...limpei.

(S/N) - Taehyung filho da mãe... - Olhei pros lados, analisando se alguém tinha visto a cena de dois irmãos se beijando. E belisquei a mão dele.

Tae - AHR! DOEU! 

(S/N) - Era pra doer mesmo! - Bufei uma risada.

Tae - Vamos pra casa...no almoço comemos sopa okay? - Ele pegou minha mão, e saímos andando até em casa.

Chegamos em casa e ele sentou no sofá e ligou a TV, comecei a subir as escadas, mas no penúltimo degrau.

(S/N) - Não vai se masturbar aí não viu? Como na última vez... - Ele me encarou sorrindo.

Tae - Só se você quiser... - Ele pegou no seu próprio membro por cima do tecido da calça, fiz careta e fui pro meu quarto.

NA HORA DO ALMOÇO...

Desci as escadas e vi Tae chegando com uns amigos e sacolas nas mãos.

Tae - (S/N) trouxe o almoço e alguns amigos. - Contei quanto eram mentalmente e eram 6, entre eles Jimin e Jungkook.

(S/N) - Oi meninos! - Caminhei até Tae e peguei as sacolas das mãos deles.

??? - Quero dormir! - Um carinha que parecia um vampiro de tão branco disse sonolento. 

Tae - Calma Suga! (S/N)...esses são Suga, J-Hope, RapMon, Jin e Jimin e Kook você já conhece... - Ele apontava pro dono de cada nome enquanto falava.

Suga - Hum...prazer...agora quero dormir! - Tae revirou os olhos.

Tae - Durma no quarto de hóspedes...no final do corredor á direita. - Suga sorriu e subiu as escadas, o tempo todo de olhos fechados, ele é zumbi? Garoto estranho.

Jin - Vou fazer o almoço! - Arregalei os olhos, um homem cozinhando? - Sim...eu cozinho. - Disse ele pegando as sacolas cheias de compras das minhas mãos e indo pra cozinha.

J-Hope - Eae! Vamos fazer o que? - O garoto sorridente disse se jogando no sofá.

Tae - Sei lá...que tal assistir uma série? - Ele se sentou no lado de J-Hope. - Talvez Super Natural...o que acham meninos? 

Jimin - Boa ideia! - Ele se sentou ao lado de Taehyung. Logo todos estavam sentados e não tinha lugar pra mim sentar. Revirei os olhos e fui pra cozinha.

(S/N) - Que cheiro bom! - Disse inalando o cheiro gostoso que exalava a comida. Jin sorriu ao ouvir isso.

Jin - Eu sei...cozinhar é meu talento. - Ele olhava a comida e sorria, parecia se orgulhar de sí mesmo.

(S/N) - Hum...queria um irmão como você...Taehyung nem sabe cozinhar! 

Jin - Hum...podemos ser irmãos menina...só que de coração. - Ele me deu um rápido abraço, e depois eu sentei na cadeira de balcão. - Tá quase no ponto...só falta um pouco de cebola, e tomates junto com pimenta.

(S/N) - Pimenta? Nem pense nisso! Odeio! 

Jin - Ah...okay... - Ele disse colocando a pimenta no armário de volta.

Voltei pra sala...

Ao passar em frente a TV , do nada uma cena horripilante apareceu , me assutei com o barulho e soltei um grito, todos riram de mim.

Jimin - Medrosa! - Ele emitia uma risada linda e fofa.

J-Hope - Verdade! - Ele tentava esconder, mas também tinha se assutado , o olhei um pouco.

(S/N) - Você também se assustou, que eu sei. - Sentei em cima do tapete. - Medroso é você! Apenas me assutei com o barulho e não com a cena.

J-Hope se calou.

Jin - TA PRONTO! VENHAM LOGO! - Ele gritou da cozinha. Fomos até lá e todos sentaram a mesa, sentei entre Jimin e Tae.

Jin serviu a sopa cheirosa.

Tae - Humm...parece gostosa! - Ele deu a primeira colherada, e continuou a comer.

(S/N) - Ei...retardado...agradeça pela COMIDA e deixe o mais velho se servir primeiro! - Sempre respeitei e aderi os costumes coreanos.

Tae - Tudo bem.

Todos agradecemos a comida, e Jin se serviu, depois os outros também. Comemos em silêncio.

Recolhidos os pratos , Jin os lavou, caramba, ele é tão gente boa, queria eu tê-lo como parente ou namorado, pois além de tudo é lindo.

Fomos pra sala, e mais uma vez não sobrou lugar pra mim e nem pro Jin.

(S/N) - Jin Oppa vamos conversar e deixar eles aí, já que lugar não tem pra nós. - Disse pegando sua mão.

Tae - Não precisa...J-Hope dar seu lugar pra ela.- J-Hope o olhou com cara de ódio, mas se levantou e eu sentei.

Jin - Vou na casa de um amigo aqui perto okay? Já volto... - Ele saiu. Porém J-Hope se sentou no chão.

Tae - Agora silêncio...que vai começar o episódio novo! - Ele ligou a TV e colocou na série que ele mais gosta "Super Natural", eita série do capeta...

Jimin - (S/N) não esquece que hoje a noite... - Ele deu uma piscadela. E eu pisquei pra ele de volta. 

(S/N) - Não esquecerei...vocês vão também?

Meninos - Sim! 

Jungkook - Essa festa vai ser o bicho! - Rimos da animação dele.

Passou-se um tempo...e já passava das seis horas, os meninos foram embora...

Tae - Vai mesmo pra festa? 

(S/N) - Hurum...e você? 

Tae - Também...

(S/N) - Mas Tae...não fica no meu pé, me perseguindo, ou me protegendo o tempo todo...

Tae - Tudo bem! Mas...não fique bêbada entendeu?

(S/N) - Okay... - Fui pro meu quarto , já iria começar a me arrumar e escolher a roupa.

Horas depois...

Estava pronta...me olhei no espelho, o vestido preto justo realçava o que toda brasileira tem, a maquiagem era marcada, mas ao mesmo tempo neutra, e o salto também preto me deixava mais alta e com as pernas mais bonitas.

Passei um perfume e dei uma volumada no cabelo, e respirei fundo...

Tae - Vamos... - Ele disse , batendo na porta.

Abri a porta, e ele me olhou de cima a baixo, assovios ele deu, como forma de elogio.

Tae - Ta uma...Gata! - Ele me girou. - Mas esse vestido...tá curto demais.

(S/N) - Ah...vai querer mandar na minha vida agora? 

Tae - Troca de vestido! 

(S/N) - Não! - Ele me puxou pela cintura, e nossos olhares se encontraram, ele olhou meus lábios e voltou a olhar nos meus olhos.

Tae - Não me faça borrar esse batom vermelho...

(S/N) - Ah fala sério! Eu visto o que quero...e você também...olha só...vestindo essa calça colada que mostra suas coxas grossas e esse teu volume do teu pinto duro e tarado. - Analisei o visual dele.

Tae me soltou.

Tae - Tudo bem...mas não provoque os garotos lá, nem flerte com nenhum deles...

(S/N) - Como se você mandasse em mim... - Passei por ele, e desci as escadas e ele veio logo atrás.

Ele pegou a chave do carro e sua carteira em cima da mesinha de centro, e fomos pra fora, ele tirou o carro da garagem, e abriu a porta pra mim, eu entrei.

Tae - Se o Jackson estiver lá... 

(S/N) - Você vai se controlar e se comportar como gente. - Eu o interrompi.

Na festa...

Chegamos a música alta me fez ir pro iio do povo e começar a dançar, sinto alguém segurar meu braço, era Taehyung.

Tae - Opa...calma aí...me espera...

(S/N) - Dança com tuas puta...e me deixa em paz! - Me soltei dele e caminhei entre a galera pra dançar.













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...