História Meu Amado Meio Irmão - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 148
Palavras 2.305
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Episódio com 🔥no rabo, ou seja, safadeza!

Capítulo 6 - "Eu quero você" 🔥 Hot 🔥


Fanfic / Fanfiction Meu Amado Meio Irmão - Capítulo 6 - "Eu quero você" 🔥 Hot 🔥

TAE ON

Antes que eu pudesse tomar uma providência, (S/N) saiu da minha vista, entrou na multidão, provavelmente foi dançar, atravessei a boate, e tinha realmente muita gente, cheguei em um bar, e me escorei no balcão.

Moço do Bar - Quer algo?  

Tae - Água. - O moço do bar ficou me olhando assustado com a resposta. - "Se beber não diriga!" - Li o que havia escrito em uma placa acima da prateleira do bar cheia de bebidas.

O moço entendeu a referência e me deu um copo d'água, olhei pra multidão e vi (S/N) dançando na pista, estava rodeada de garotos, e garotas também, ela sorria, feliz ela estava e muito.

Moço do bar - Gosta dela né? - Ele também olhava pra (S/N). 

Tae - Sim...e muito. - Eu sorri. 

Moço do bar - Vá lá rapaz...dance com ela, e não deixe aqueles rapazes darem em cima dela. - Ele deu leves tapas no meu ombro, como um incentivo.

Tae - Prometi que não iria ficar no pé dela. - Eu disse em um tom de arrependimento, não deveria ter prometido.

Moço do bar - Entendo... - Ele foi atender outro cliente, e  me deixou olhando (S/N) dançando.

Jimin - E aí Taehyung! Que bom que veio! - Jimin brotou do nada.

Tae - Pois é, eu não poderia perder essa festa. - Nos abraçaramos rapidamente.

Jimin - Onde está sua irmã? - Ele olhou pelos lados - Ela veio né? 

Tae - Sim...e está dançando ali... - apontei pra onde ela estava. Jimin olhou e sorriu. 

Jimin - Os meninos estão por aí...se você andar mais um pouco a frente encontra o Jungkook...vou ali...pegar umas garotinhas, se quiser me acompanhar... - Ele deu um sorriso malicioso, era um mulherengo.

Tae - Não...obrigada. - Jimin saiu, de longe o vi entrando no banheiro feminino com três garotas.

Uma mulher atraente e muito bonita, chegou perto de mim, seus olhos verdes me analisaram, ela me olhou e olhou.

- Oi...sozinho? - A mulher de cabelos longos e negros disse. - Se tiver, posso fazer companhia. - Ela ficou ao meu lado , e colocou sua mão no meu ombro.

Tae - Estou acompanhado. - Tirei a mão dela do meu ombro. - Obrigada. - Disse seco, e rude, queria que ela saísse.

- Meu nome é Lívia...mas podem me chamar de Liv. - Ela disse alisando a gola da minha camisa, me encarando.

Tae - Prazer Liv. - Mais uma vez a tratei de forma rude.

Liv - Que tipo de mulher deixaria um gostoso sozinho assim? - Ela fitou meus lábios.

Tae - Com licença... - A deixei falando sozinha, e andei mais a frente e encontrei Jungkook, como Jimin havia dito, era só andar mais a frente que o encontraria.

Jungkook - Tae! Como vai? - Ele me abraçou, um abraço rápido. - Não encontrei sua irmã. 

Tae - Tô bem...a (S/N)? Ela ta dançando na pista. - Jungkook olhou pra pista.

Jungkook - Não vejo ela! - Olhei pra pista, e nada dela.

Tae - É só eu me destrair que ela some! - Passei a mão pelo meu cabelo tentando me acalmar.

Jungkook - Calma! Ela vai ficar bem...deixa ela se divertir! - Jungkook me puxou para um outro lugar da boate, e logo encontramos os outros meninos, sentamos todos juntos...

(S/N) ON

Dançava loucamente a batida alegre, me fez dançar e muito, o salto já fazia calo, e eu resolvi parar um pouco, fui para o bar...

(S/N) - Moço...quero,cerveja... - Ele me olhou desconfiado. - Vai moço, meus amigos também querem. - Ele pegou uma garrafa de cerveja abriu e me deu. Peguei a mesma e tomei um gole. - Coisa boa! - Tomei outro gole. Segui de volta pra pista. 

Ao chegar lá pego meu salto e jogo pra qualquer lugar, só queria dançar a vontade. Danço e bebo ao mesmo tempo.Depois de tanto beber a cerveja acaba, peço mais pros meus "amigos" e eles pegam vodka dessa vez, bebo vários copos...junto com todo mundo claro, era como um rodízio da cachaça. Cheguei a ponto de cair cambaleando.

TAE ON

Estava nervoso, queria levantar, pegar (S/N) e ir embora, mas meus amigos continuavam a dizer pra que eu relaxasse. Jimin aparece todo sujo de batom, provavelmente foi torturado com beijos.

Jimin - Gente...elas são maravilhosas! - Ele se sentou na cadeira, parecia bêbado. - OOOOHHHH!!! - Ele levantou gritando e foi dançar.

J-Hope - E foi assim que Park Jimin virou um retardado!

Já não aguentava mais, me levantei e começo a andar entre o povo, procurava por (S/N). Escutava os meninos me chamando mas nem liguei, continuei andando.

Ao chegar na pista, a procuro mas não encontro.

Tae - Você viu uma garota de vestido preto justo, com batom vermelho, meio louca e atrevida, que dançava loucamente aqui? - Perguntei para um garoto qualquer.

Garoto - Sim, ela pegou uma garrafa de vodka e saiu por aí...vi ela entrando no banheiro... - Corri para o banheiro feminino. Ao chegar lá...

Vi (S/N) de frente pro espelho, e a garrafa de vodka na sua mão, já estava vazia. Ela me olhou pelo reflexo do espelho.

(S/N) - Taehyung? - Ela se virou pra me olhar.

Tae - SUA LOUCA! TÁ MALUCA...Você é menor de idade! - Alterado eu a segurei pelo antebraço. Ela gemeu de dor e soltei o braço dela. - Você está bêbada!

(S/N) - Eu? Bê-bebada? Nunca... - Ela balbuciava. - Olha aqui eu jsddjdjlzl!sob húngara da essa - Ela não falava coisa com coisa, logo vejo que ela está fora de si, ela cambaleando vem até a mim e me abraça. - Te amo...mas te amo mesmo entendeu? Safado! - Sorri ao escutar isso, será verdade, ou ela só diz isso por estar bêbada? A peguei no colo, e joguei a garrafa no chão. Saí do banheiro, e tentei leva-la até a saída mas era tanta gente, ela já adormecia nos meus braços. 

Jungkook apareceu.

Kook - O que houve? Meu Deus! 

Tae - A encontrei assim no banheiro...avise ao Jimin que irei embora, ela não está bem. - Jungkook assentiu e eu continuei a levando (tentando) até a saída. - SAIAM DA FRENTE BANDO DE PUTA! - disse ao passar por mulheres que se insinuavam pra mim. - Finalmente! - Disse ao chegar na saída.

Saí da boate com pressa e a coloquei no carro, entrei e acelerei, no caminho todo ela dormiu, estava com cheiro forte de alccón...sua roupa manchada de cachaça, e sua pele avermelhada, deve ter sido por ter sido encoxada por muitos caras. 

Tae - Garota inresponsável! 

Chegamos em casa e eu coloquei o carro na garagem, depois saí do carro e logo depois peguei (S/N) no colo a levei pra dentro de casa. Subi as escadas e depois levei ela pro meu banheiro,ela ainda cochilava.

A coloquei sentada na pia, e tirei seu vestido, depois eu tirei seu sutiã, a coloquei na banheira.

(S/N) - AAH! QUE ÁGUA FRIA! - Ela acordou reclamando.

Tae - Quem mandou ficar bêbada! - Eu peguei um sabonete liquido e comecei a passagear o braço dela, depois o rosto. - Sua menina sem juízo...por que bebeu sendo que não pode?

(S/N) - Porque eu quis...só queria me divertir!

Tae - Bela maneira arranjou pelo que vi, poderia apenas ter dançado. - Comecei a descer a minha mão pra limpar todo o corpo dela.

(S/N) - Faço isso sozinha! - Ela tirou minha mão dela. - Sai, vou tomar banho sozinha.

Tae - Não! - Comecei a tirar minhas roupas.

(S/N) - Ei...o que está fazendo? 

Tae - Tô fazendo o que deveria ter feito a tempos! - Tirei a última peça de roupa, estava pelado, (S/N) virou o rosto, eu mordi os lábios e entrei na banheira. - Eu quero você! 

A puxei e ela se colou a mim, ela hesitava, tentava se soltar, mas a segurei com força, me aproximei e a beijei, estava louco por ela, a queria de todas as maneiras, pegava nas suas coxas e as apertava com força, certamente eu deixaria marcas. Ela mais uma vez apertava meus ombros e clavícula, como se descontasse raiva e dor em mim.

Desci mais um pouco e abocanhei seu pescoço, e rosto, ela gemia e arfava, me apertava contra sí, a inclinei e a apoiei na borda da banheira.

(S/N) - Eu também quero você! - Ela sussurrou no meu ouvido, era tudo que eu menos esperava ouvir, mas que me deixou feliz. 

Abri suas pernas e me encachei entre elas, ainda não havia penetrado, mas a vontade era imensa, meu membro ereto e excitado, pedindo descontrolavelmente por (S/N).

Passei minha mão pelas costas dela, e a beijei novamente, depois desci minha mão direita para a intimidade dela, tirei a calcinha dela (a rasguei na verdade).

Penetrei dois dedos meus, mas depois de um tempo coloquei três. Ela gemia e arranhava minhas costas...a velocidade era rápida, seus gemidos agora altos pediam por mais. E eu dei mais do que ela pediu, penetrei de imediato.

(S/N) - Aahwn Taehyung... - Ela mordia os lábios enquanto eu dava estocadas, fui rápido demais e ela fechou os olhos e me abraçou com força.Eu também gemia e arfava mais do que ela mesmo...

Tae - Gema meu nome (S/N). - Eu sussurrei em seu ouvido e mordi o lóbulo da orelha dela, e ela gemeu...

(S/N) - Tae...Oppa...Oppa... - Aumentei mais e mais. E gozamos.

Mas cheguei a um ponto que minhas coxas doíam pelo esforço , meus músculos de contraíram e eu parei, joguei meu peso sobre ela, sem machuca-la claro.

Meu ápice havia chegado e ela ainda me abraçava.

(S/N) - TaeTae...meu amado meio irmão! - Doeu ouvir isso, mas é a verdade, somos parentes, e de qualquer maneira isso sempre me afeta.

Dei um último beijo nela, e saí da banheira, a peguei no colo e peguei roupões...ela estava sem forças cansada assim como eu. 

Mas vesti meu roupão enquanto ela ficava sentada sobre a pia me olhando, vesti o outro roupão nela, e a levei pra cama. 

Tae - Descanse Maninha! - Eu dei um beijo em sua testa. - Ela já dormia, havia caido no sono antes mesmo deu coloca-la sobre a cama. - Te amo também... - Eu disse encarando ela dormir, mas logo fechei meus olhos e dormi.

No dia seguinte... (S/N) ON 🌇

Acordei com uma forte dor de cabeça, me espreguiçei ainda de olho fechado, e senti um cheiro familiar, perfume de Taehyung. Olhei pro lado e vi ele dormindo.

(S/N) - AAH!!!! - Gritei e ele acordou.

Tae - Ai meus tímpanos! Quer me deixar surdo? - O olhava de olhos arregalados.

Por baixo do coberto vi que estava de roupão, o que me deu esperança de que não havíamos transado.

(S/N) - Tae...nós não...fizemos aquilo né? 

Tae - Aquilo o que? - Ele disse esfregando os olhos.

(S/N) - SEXO SEU LERDO! - Eu dei um tapa nas suas costas. Ele ele gemeu de dor.

Tae - Sim...nós...fizemos... 

(S/N) - O QUE? MEU DEUS! QUE BURRADA! Taehyung isso é errado! Somos... 

Tae - Mulher e Homem que se amam e se desejam. - Me interrompeu antes que eu dissesse "irmão". - Me levantei da cama.

(S/N) - Usou preservativo? - Ele me olhou e com o seu olhar ele disse que não. - AH Taehyung COMO EU TE ODEIO! 

Tae - Espera! - Ele levantou - Por que não esquecemos do passado, já pedi perdão não pedi? 

(S/N) - Sim... - Abaixei a cabeça, as lágrimas estavam por vir. - Mas não te perdoei do fundo do coração...foi da boca pra fora. - Ele segurou meu rosto, e olhou no meus olhos.

Tae - Pode fazer isso agora não pode?

(S/N) - Não sei se consigo! - As lágrimas me surpreenderam, e tirei as mãos dele do meu rosto. Caí de joelho no chão. - Eu não posso... - Ele ficou de joelho a minha frente.

Tae - Eu sei que consegue...pode demorar o tempo que for, mas vou esperar! - Ele me abraçou, um abraço que me confortou, e eu chorei...chorei por ter o mesmo sangue que ele, e não ter a liberdade de ser dele, somente dele.

(S/N) - I hate You! I love You!  - Disse um trecho de uma música que eu escutara, ainda nos abraçavamos.

Tae - Diga apenas que me ama...e esquece esse ódio, que apenas nos separa e nos faz brigar. - Ele me abraçou com mais força. - I love you too! 

(S/N) - Inglês bosta! - Bufei uma leve risada.

Tae - Hum...não debocha! - Ele separou o abraço, e me deu um beijo na bochecha. Ele levantou e me levantou junto. - Irei sair , enquanto isso se vista.

(S/N) - Aonde irá? - Segurei sua mão.

Tae - Comprar nosso material escolar, a aulas estão perto de voltar esqueceu? - Ele soltou minha mão. - Também irei comprar remédio pra prevenir que você engravide... - Ele foi até seu closet, e minutos depois voltou já vestido, me deu um rápido selinho e saiu. Fui pro meu quarto me vesti.

Enquanto me vestia tentava lembrar da noite passada que passei com Tae, mas nada vinha a minha mente, queria de certa forma lembrar.

Depois eu arrumei meu cabelo, e pus acessórios em mim, e uma leve maquiagem, nada de reboco.

A dor de cabeça prevalecia, então fui a cozinha pegar remédio pra acabar com essa maldita dor. A campainha tocou. Atendi e era Jungkook.

Jungkook - Oi! - Ele era tão tímido.

(S/N) - Oi! - Ele me entregou um envelope.

Jungkook - Aí está o novo horário de aulas...

(S/N) - Obrigada Koockie! - Sorri pra ele e ele pra mim.

Jungkook - De nada...é...você tá melhor? 

(S/N) - Ah...sim, estou melhor.

Jungkook - Que bom...tenho que ir...tchau! - Ele me deu um beijo na bochecha rápido.

(S/N) - Tchau...até mais! - O vi entrar em um carro preto, e Fechei a porta. Mas ao abrir o envelope...havia outra coisa lá...um bilhete.

Nele dizia...

"(S/N)! Sou tímido demais, para consegui te falar isso, então irei escrever...desde que te conheci, te achei uma garota legal, divertida, e...gosto muito de você! Entende como? Espero que sim! Ass: Seu Biscoitinho Kook"

Taehyung chegou.

Tae - Voltei! O que está lendo? 

 












Notas Finais


Gostaram?
Se tiver erros ortográficos...mil desculpas!
🔥💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...