História Meu Amigo Virtual - VSuga-Taegi - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amigo Virtual, Jikook, Kookmin, Namjin, Taegi, Taeseok, Vhope, Vsuga, Yoonseok
Visualizações 400
Palavras 1.995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fluffy, Luta, Mistério, Romance e Novela, Slash, Suspense, Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei? Demorei, mas até quem enfim, me formei e estou de férias (Tem mais 3 anos de aula, mas vamos comemorar meu tempo livre por enquanto ;-; ).
Bom, espero que ninguém tenha morrido com o capítulo anterior :v.
Boa leitura.

Capítulo 21 - Me perdoa, por favor


Fanfic / Fanfiction Meu Amigo Virtual - VSuga-Taegi - Capítulo 21 - Me perdoa, por favor

 [...]  - Taehyung? Cadê vo- Antes de eu terminar de falar, que na verdade, como minha boca estava amordaçada minha voz falhava, todas as luzes do local se acenderam. - Tae...? - Tae estava com o corpo também amarrado sobre uma cadeira, e estava cheio de cortes, os quais escorriam muito sangue. - TAEHYUNG!

A última coisa que pude ver foi Taehyung fechando seus olhos e depois abaixar a cabeça, como se estivesse... morto.

- TAEHYUNG! - Gritei em desespero. - Ahh, socorro!

- Filho? - Minha mãe apareceu na porta do meu quarto.

- Mãe? Mas cadê? - Perguntei confuso.

- Filho, você estava gritando. - Minha mãe disse se sentando ao meu lado, na cama. - Tudo bem? - Disse acariciando meus cabelos.

- Mãe, eu… - Comecei a chorar. - Sonhei que… - Abracei minha mãe e chorei mais forte. - Eu fui sequestrado. Vi Taehyung morrendo. E… não aguento mais mãe, eu quero esquecer ele.

- Filho, se acalma. Você chegou aqui bêbado, seu amigo que te trouxe, e você precisa pensar, descansar, faça isso.

- Não mãe, eu já pensei.

- Filho… - A interrompi.

- Eu já disse adeus pra ele.

- O que?! Suga, a senhor Yang-Mi conversou com Taehyung, ela disse que ele contou tudo pra ela, e o Namjoon também.

- Eles podem estar mentindo.

- Mas não estão Yoongi! Taehyung está muito abalado com isso e espera seu perdão.

- Ah é?

- Sim.

- Pois meu perdão ele não vai ter. - Filho…

- Boa noite mãe. - Digo me deitando e me embrulhando.

- Espero que não se arrependa da sua escolha depois. - Minha mãe diz fechando a porta do meu quarto.

Suspiro e olho para o relógio em cima do criado-mudo, ao lado da minha cama, eram 04:00 da manhã e eu estava sem sono. Liguei a TV do meu quarto e quando vi que não passava nada de interessante a desliguei. Minha mãe disse que um amigo me trouxe… Quem? Pego meu celular e vejo uma mensagem, meu amigo “barman”, vulgo Dong-yul.

MODO MENSAGEM ON

Dong: Cara, se tá bem?

Yoongi: Estou sim. Foi você que me trouxe?

*Dong está online*

Dong: Acordado a essa hora?

Suga: Nada pra fazer.

Dong: Você chegou aí as uma da manhã bêbado, nem dormiu direito.

Suga: Então… Foi você que me trouxe?

Dong: Claro né, se não meu patrão que iria te levar, só que levar pra rua e te deixar jogado lá.

Suga: Espera, eu tô meio confuso sobre algo. Tem como me ligar agora.

Dong: Tem sim.

MODO MENSAGEN OF

MODO CHAMADA ON

- E então, o que foi? - Dong disse do outro lado da linha.

- Eu não lembro do que eu fiz antes de chegar aqui.

- Você foi pro bar onde eu trabalho e disse que tinha acabado de vir da casa do Jungkook e tinha conversado com Jimin e ele não tinha te ajudado em nada. Daí você ficou falando comigo e eu estava atendendo os outros clientes. Eu achei estranho algo.

- O que?

- Você bebeu um suco de laranja e apareceu bêbado depois, começou a xingar um cara que quase te bateu.

- Obviamente tinha algo no suco.

- Sim, mas eu te servi direto da máquina, e não tinha nenhuma alteração nela.

- Tinha alguém do meu lado?

- Tinha uma mulher, alta, cabelos loiros, não muito gorda nem muito magra, era ate que bonita.

- Espera… ela falou o nome dela?

- Não.

- Ah. Então, depois de eu ter ficado bêbado do nada, xingar o cara e quase ter apanhado, o que houve?

- Meu patrão chegou na hora que o cara ia te bater, daí foi uma distração pra te puxar pra fora dali. Antes de sair falei que ia te trazer pra sua casa, e foi isso que fiz. E no meio do caminho você começou a dormir, só acordou pra sair do carro e ir deitar na cama.

- Entendi, valeu Dong, até mais.

- Não foi nada, até.

MODO CHAMADA OF

Ainda era 04:25, como ainda estava sem sono resolvi tomar um banho. Levantei e se senti uma enorme dor de cabeça. Abri uma das gavetas do meu guarda-roupa e tomei um remédio, logo após isso fui para o banheiro, entrei no mesmo e me despi, joguei as roupas no cesto de roupas sujas e entrei no box do chuveiro. Enquanto eu tomava banho fiquei pensando na mulher que o Dong-yul descreveu, com essa descrição aparentava ser a Yun-sei,  a mulher que atormentou a vida de Jungkook. Acabei o banho, me sequei e enrolei a toalha na minha cintura para buscar uma roupa e me vestir. Assim que abri a porta do banheiro para ir até meu guarda-roupa pude ouvir que meu celular não parava de tocar o típico barulho de mensagens, ignorei o mesmo e fui procurar uma roupa. Assim que me vesti fui ver oque meu celular tinha, não parava de apitar. Ah, mensagens…

MODO MENSAGEM ON

*Você tem 24 novas mensagens de 5 conversas*

*chat do Dong*

Dong: Cara, olha os jornais da madrugada

Olha logo

Cara, aparece

Suga, aparece logo

APARECE LOGO, DESGRAÇA!

VAI APARECER NÃO? :D

*Chat do Jimin*

Pequeno aprendiz: Suga Hyung!

Olha os jornais

Ouve algum rádio

Entra na Internet

Ou sei lá

SUGAAAA

*Chat do Jin*

Omma Jin: Suga

Pela mor de Deus

Olha os jornais

Sugaaaaaaa!

*Chat do Jungkook*

JungK: Suga

Olha os jornais

Olhe logo

Aparece logo e olha os jornais

MODO MENSAGEM OF

Não olhei as outras mensagens mas fiz oque todo mundo falou. Liguei a TV e coloquei em um jornal que passava, a jornalista que apresentava o clima estava falando como ficaria o clima pela sema e logo em seguida a câmera foi passada para a jornalista principal, logo ela começou a falar.

“ - Nesta madrugada a família Kim voltava de uma viagem de negócios, não era muito longe e estavam de carro. Ao chegarem no meio do caminho para casa o carro foi abordado por ladrões fortemente armados, eles mandaram todos saírem do carro, roubaram o dinheiro que a família tinha e também sequestraram Kim Taehyung. Eles colocaram o mais novo da família no carro deles e deixaram o resto da família amarrada dentro do próprio carro. Por enquanto essa são as informações que temos.”

- Filho? - Minha mãe disse abrindo a porta do meu quarto. - Você viu?

- Vi sim mãe.

- A senhora Kim está na linha. - Ela disse me entregando o telefone que fica no quarto dela.

MODO CHAMADA ON

- Alô? Senhora Kim? - Disse após pegar o telefone.

- Suga! - Ela estava soluçando. Muito.

- Sim?

- Você viu o jornal?

- Vi sim.

- Meu filho, estava muito triste, ele estava sem comer, de novo. Quando os homens que abordaram o carro o chamaram ele estava pensando, pensando em você, por isso ele não prestou atenção nos homens, então eles acharam aquilo um desrespeito e o sequestraram.

- Espere, a senhora está querendo botar a culpa em mim?

- Não Suga, só estou falando que meu filho ainda pensa em você e te ama. Taehyung me contou algumas coisas do que houve naquele dia. Hoseok o agarrou ali naquela rua, o beijou a força e se Namjoon não tivesse chegado ele poderia fazer coisa pior.

- Está tentando me convencer de que Taehyung não queria Hoseok?

- Só estou tentando te mostrar a realidade. Taehyung te mandou uma mensagem antes de ser sequestrado, espero que a leia. Provavelmente ele conta na mensagem oque não conseguiu me contar. Não vou pedir para perdoá-lo, mas leia a mensagem.

MODO CHAMADA OF

A senhora Kim desligou a chamada, eu me levantei da cama onde eu estava sentado e fui devolver o telefone para minha mãe.

- Você vai ler a mensagem? - Minha mãe disse pegando o telefone de minha mão.

- Vou. Mas…

- Você quer ler sozinho? Ok. - Ela disse saindo do quarto.

Fechei a porta do quarto, peguei meu celular que estava encima do criado-mudo e me sentei na cama. Liguei o celular e abri o único chat que eu não tinha visto, o chat de Taehyung.

MODO MENSAGEM ON

Tae: Suga, não sei se ainda devo te chamar pelo apelido, então Yoongi.

Yoongi,

" Saiba que mesmo você não acreditando em mim eu te amo muito. Desde a primeira vez que Jin me apresentou você eu já estava apaixonado, eu só tinha vergonha para falar oque sentia por você, eu também estava muito confuso quanto a meus sentimentos. Sobre o ocorrido com o Hoseok… Vou começar desde quando eu acordei naquele dia, vou resumir: Eu acordei com meu pai quase destruindo minha porta, falando que tinha visita, eu fui cumprimentar as visitas, eram Hoseok e o pai. Nós fomos apresentados e o pai de Hoseok foi embora e deixou ele aqui, nós tomamos café e depois ele pediu pra apresentar o interior pra ele, e ele escolheu ir e voltar a pé pro shopping. Depois de ir no cinema e andar pelo shopping nós fomos embora, a pé. No caminho do shopping tem uma rua vazia, foi nessa rua que Hoseok me parou e disse:

- Taehyung, eu sei que você está com o Suga. Seria uma pena se acontecesse algo.

Então ele me prendeu contra a parede e começou a me beijar, eu tentei me soltar, só que Hoseok é mais forte que eu, então não consegui. Ele começou a passar a mão pelo meu corpo, e eu comecei a chorar, daí ele disse que ia fazer coisa pior comigo, e foi nessa hora que Namjoon chegou e me ajudou. "

Isso deve ter ficado um texto enorme, então já vou terminando.

[Áudio]: Você é um tudo na minha vida, a tornou completa, sempre me ajudou quando eu precisava, você praticamente foi um irmão quando não tínhamos assumido que gostávamos um do outro. Você foi Meu amigo virtual que eu verdadeiramente amei, a única pessoa por quem senti algo diferente. Não peço que volte a falar comigo. Me perdoa, por favor, por qualquer coisa. Eu te amo.

MODO MENSAGEM OF

Suspirei e me deitei na cama, coloquei o celular do meu lado e me ajeitei para dormir. Dormi pensando no que teria que falar para minha mãe e a senhora Kim.

POV AUTORA

Nesse mesmo dia, agora de manhã.

Taehyung acordou e se viu todo amarrado, sobre uma cama, aparentava estar em uma casa velha, uma mansão antiga para falar a verdade. Rodeou o local com os olhos e viu o quanto aquele quarto onde estava era grande e bonito.

- Senhor Kim Taehyung? - Viu uma das empregadas de sua casa na porta do quarto. - Vou te desamarrar e explicar um pouco do que está a vendo, não grite e nem tente correr, eu e nem um dos outros empregados daqui lhe farão mal, mas as pessoas que estão lá fora sim.

A empregada, senhora Ari, andou até a cama que Taehyung estava e tomou cuidado ao desamarra-lo.

- Senhora Ari, por que isso?

- Taehyung, seu pai tem um inimigo, esse inimigo estava planejando um sequestro, seu pai foi mais rápido, ele percebeu que iam sequestrar você e fingiu aquele assalto e sequestro. Entendeu?

- Sim.

- Bom. Você vai ficar aqui até as coisas se acalmarem. Essa mansão é bem antiga, bem vigiada e bem escondida pela floresta, não tem risco de ninguém achar a você.

- Espere, e minha faculdade?

- Seu pai vai contratar professores para virem aqui te dar aula particularmente.

- Não, eu preciso ir pra faculdade senhora Ari.

- Senhor Taehyung, me desculpe, mas são ordens do seu pai, agora preciso ir. - A senhora Ari disse saindo pela porta do quarto.

Taehyung ficou confuso com tudo aquilo e resolveu passear pela mansão, na verdade, iria começar a fazer se plano de fuga daquele lugar o mais rápido possível. 


Notas Finais


O acham que vai acontecer e o que acharam do capítulo? Espero que tenham gostado e me desculpem pela demora.
~♡ Até mais ♡~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...