História Meu amor em vão... - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Iris, Jade, Kentin, Kim, Li, Lynn, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Viktor Chavalier, Violette
Tags A Violette É Protagonista
Exibições 53
Palavras 695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi migos!Tudo bem?
Segui dicas de algumas pessoas que realmente querem ajudar a fic melhorar! Desculpem pelo o cap anterior está meio curto,estou sem tempo por causa da faculdade e eles pediram para fazer um livro,e sabe quando você não tem nenhuma gotinha de criatividade? Pois é...Esse livro não chegou em uma boa hora!
Mas chega de enrrolação e bora com a cap...

Capítulo 3 - "Eu perdi o controle,me desculpe!"


Olhei em volta da sala,todos estavam rindo ou conversando.Nenhum estava triste por dentro,só eu!

Mais...Eu estava mostrando isso da maneira mais chamativa possível! Eu prescisava me descontrair,de algum modo...

Meus olhos percorreram a sala novamente,observando o outro lado da sala,onde estava o outro grupo. Logo observei alguém que poderia me ajudar e envergonado o bastante para me divertir...Nathaniel!

Presa fácil,lugar teria que ser único,roupas provocantes,como o da Debrah,mais sem enganar todo mundo é claro!

Eu estava olhando fixamente o Nathaniel e mordendo minha caneta,imaginando como o Nathaniel iria deixar seu lado certinho para mostrar seu lado mal! Esses pensamentos sacanas passaram pela minha cabeça até que fui interrompida por Alexy:

- Vio,está tudo bem? -ele lançou um sorriso,um belo e encantador sorriso.

- S-Sim, e-eu estou ótima!-forcei um sorriso.

- Legal! -ele riu novamente- Nós queriámos saber o que você quer fazer na maquete.

- P-Pra mim,qualque coisa está ótima! -passei a mão no meu cabelo.

- Mais você é a mais talentosa daqui,Vio!Queremos destacar o seu trabalho!- Lynn falou sorridente e confiante.

- Para de mentir,Lynn! Aposto que essa daí só sabe desenhar alguns garranchos,nada de mais! -Falou Ambre,cruzando os braços.

- Ei Não fale assim da Voilette! - falou Alexy.

- Você não sabe o quanto a Violette é talentosa! - Lynn exclamou,apontando pra ela.

- E quem liga? Sabemos que o Violette,não presta! E mesmo se prestasse,serviria como empregada! -ela riu da piada egocêntrica dela.

Eu me senti tão furiosa que resolvi protestar.

- Se toca,Ambre!Quem não presta aqui,é você! -me levantei da cadeira e fui em sua direção- E não querendo me gabar,mmas eu ganho de 0 á 10 em você no desenho! Quem é você pra me julgar?

- Afz,cala a boca! Ninguém liga pra você mesmo! -ela cruzou os braços.

Não pensei duas vezes e dispositei um tapa na cara da Ambre,sem hesitar. O barulho foi alto o bastante para que fizesse um grande eco. Eu estava pronta para pular em cima daquela baranga até que fui segurada pela Lynn.

- Calma Violette! -ela segurava meu pulso- Por que você fez...

Ela foi interrompida por outro tapa meu. Ela me soltou e cambaleou para a direita,depois eu falei:

- Isso...É por você roubar a antenção de quem eu amo! -eu cerrei os punhos.

- Violette,você sabe a gravidade do que fez? -Nathaniel falou furioso- Para a sala do grêmio,agora! Melody,será que você pode levar a Violette até o grêmio,por favor?

A faz-tudo de Nathaniel chegou próximo de mim e me empurrou até a saída,onde eu tirei as mãos dela de mim bruscamente e falei:

- Não toca em mim! Eu sei o caminho! -abri a porta.

Eu fui até o grêmio e esperei o Nathaniel chegar! Até a porta foi aberta e vi Nathaniel,que soltou un suspito e disse:

- Você está ai! -e fechou a porta.

- Onde mais eu estaria? -cruzei os braços.

Eu vi que a chave do grêmio estava na porta,então fui correndo até a porta e a fechei. Nathaniel notou que eu não estava na cadeira e olhou diretamente para a porta que me encontrou segurando a chave.

- O que pensa que está fazendo? - ele me olhou confuso.

Eu rasgei a renda branca que ficava no meu vestido na parte do decote,amostrando uma boa parte dos meus seios e joguei as chaves entre eles e disse:

- Agora você vai ter que pegar aqui! -apontei pro meu seio.

- Isso é loucura! Me dá esta chave! -ele foi em minha direção.

Ele foi em minha direçào,tentando me impedir,até que eu o empurrei contra a padere.

-Sabe...-falei desabotoando sua camisa-Tem outras formas de sair daqui!-eu dei um sorriso malicioso.

- Violette,você está passando dos limites! Pare já...

Eu o interrompi com um beijo,intenso e molhado. Eu passei a mão em seu peitoral,mas ele me empurrou e desencostou as costas da parede e logo se virou para a porta,onde ela abriu e encontramos uma diretora furiosa.

- O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI? -ela berrou.

Acabei levando uma semana de suspensão e Nathaniel ficou impune. Meu pai ficou sabrndo e eu fiquei de castigo durante todo o tempo.

Mas...Quem mandou a Ambre ser tão...tão estúpida?


Notas Finais


Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...