História Meu amor Gótico - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Mutilação, Naruto, Sasusaku
Exibições 372
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha eu dnovo aki 😌😘.
Td bem com vcs?
Bom pessoal... Sei que os capítulos estão pequenos, mas não é por preguiça de escrever, meu tempo e curto, e as vezes não dá pra mim fazer um capítulo grande, mas como eu já disse vou fazer o possível pra eles ficarem maiores 😘

Capítulo 5 - Novo Lar


Fanfic / Fanfiction Meu amor Gótico - Capítulo 5 - Novo Lar

Eu subi pro meu quarto ou melhor pro meu ex quarto e tomei um banho e me vesti, minhas coisas já estavam todas embaladas e as da mamãe também, não sabia ao certo que horas ela partiria, só sabia que seria anoite, eu estava arrasada, mas não deixaria que ela percebesse isso, quem sabe ela não conhecia alguém nessa viagem e voltasse a ser feliz, não que eu quisesse que substituísse o papai, eu só queria vê-la feliz novamente.

-Querida venha o carro já está pronto.-
Mamãe entrou no meu quarto com os olhos vermelhos e com um sorriso falso nos lábios, era nítida a sua tristeza e isso me machucava por dentro, enquanto eu me levantava o motorista entrou no meu quarto para pegar minhas malas.

-Olha meu amor eu quero que você fique bem, se alimente direito, por favor não esqueça de tomar os seus medicamentos, tenho certeza que Mikoto te tratará como uma filha, eu vou te ligar todos os dias, eu te amo. - Mamãe me abraçava e chorava ao mesmo tempo eu também chorei, não queria ficar longe dela, ela era tudo que eu tinha.

-Eu também te amo mamãe. -

Eu entrei  no carro e ela ficou acenando da porta da mansão, ver ela ficando pra traz era como se o meu coração estivesse perdendo mais um pedaço, e eu chorei... Ao chegar no meu mais novo lar eu pude perceber que era uma mansão maior que a minha, era tudo muito lindo e moderno, uma empregada me recebeu e me levou até a porta da sala, mas antes que ela pudesse abrir a porta um grito ecoou pela sala.

-Não! Ela não vai ficar no quarto do Itachi! -

-Sasuke nos já conversamos sobre isso! Ela vai ficar sim, eu já até preparei o quarto e eu espero que você a trate bem, porque ela já sofreu muito na vida, você sabe disso, ela é uma garota maravilhosa, não vou tolerar ignorância da sua parte! - Essa era da Mikoto.

-Eu não me importo, se ela já sofreu muito na vida a culpa é dela! Tanto faz mãe! -

"A culpa é dela! ", isso ficou ecoando na minha mente, eu sabia que a culpa era minha, mas ouvir isso de outra pessoa era mais orrivel ainda, saber que eu seria mais um peso na vida de alguém  acabou comigo.

Depois de dois minutos de silêncio a empregada bateu na porta e abriu, Mikoto sorriu pra mim, e quando eu olhei em direção a quem estava do lado dela eu me assustei, era o Gótico da escola, o garoto que consegui me deixar fora de órbita, Sasuke Uchiha, então ele não tinha gostado mesmo de mim, seu silêncio no colégio, e o que ele tinha acabado de dizer só confirmava isso. Doeu! E como doeu!

-Oi Sakura, seja bem vinda, Sasuke me disse que vocês já se conhecem, então nem vai precisar de apresentação, venha comigo vou te mostrar o seu quarto. - Mikoto me puxou pela escada enquanto o motorista trazia minhas malas, Sasuke havia ficado na sala com uma cara de desgosto, eu seria mesmo um estorvo pra ele.

O quarto era lindo todo no material vitoriano, móveis rústicos mais elegantes, tinha uma suíte e um closet, as paredes eram em uma tonalidade escura, Mikoto me tratou muito bem, ela era mesmo uma boa pessoa.

-Querida sei que esse quarto é  um pouco masculino, mais é  porque ele era do Itachi, meu filho que faleceu no início do ano passado, eu não quis te colocar em um quarto de hóspede porque você é praticamente da família-
Ela falava tudo sorrindo,mas quando ela citou o nome do filho eu pude notar tristeza em seus olhos.

-Eu sinto muito por Itachi. -

-Obrigada. -

-E sinto muito pelo incômodo. -

-Que incômodo? Jamais! Fugaku e eu adoramos a ideia, sempre quis ter uma filha, e Sasuke só está fazendo birra isso é normal, você não é um incômodo. Bom vou descer enquanto você arruma as suas coisas, qualquer coisa pode mandar me chamar, O quarto de frente pro seu é o do Sasuke e o do final do corredor é o meu.-

Mikoto saiu e eu fui arrumar o meu quarto. Devia ser por volta das sete horas da noite quando ela me chamou pra jantar. Sasuke e seu pai já estavam mesa, Sasuke sequer me olhou, eu sei que eu devia manter distância mas era impossível não sentir o seu desprezo, ele estava lindo como sempre.

-Boa noite Haruno! Gostou do seu novo lar?- Fugaku me perguntou sorrindo.

-Sim. -

-Veja Mikoto temos mais um Sasuke na família agora! - 

-Fugaku! Ela só é tímida.-

-Sakura sinto muito pelo seu pai ele era um homem invejável. - Fugaku falou com pesar e eu simplesmente acenei que sim com a cabeça,Sasuke não dizia nada, ele nem sequer me olhava.O  jantar foi rápido, apesar da ausência de palavras do filho eu percebi que eles eram uma família amorosa.
Terminamos o jantar e eu subi para o meu quarto, tomei os meus medicamentos, mamãe me ligou e disse que tinha acabado de entrar no avião,falou que estava sentindo minha falta e  é pediu para ir visitar o túmulo do papai, eu falei que eu iria visitar, mas era mentira, eu não teria coragem nunca de ir, a culpa pesava demais, e foi uma péssima ideia pensar nesse assunto, voltei a me lembrar do acidente, comecei a escutar as vozes denovo, e eu chorei, me lembrei de ouvir o Sasuke dizendo que era minha culpa, chorei, era como se os remédios não fizessem mais efeito, pois quando eu recobrei a realidade minhas coxas já estavam merejando sangue,era como se eu não estivesse mais tendo o controle sobre o meu corpo, minha cabeça estava a mil, escutei minha porta se abrindo e vi um vulto entrar no meu quarto, era o Sasuke ele me pegou no colo e me sentou na cama.

-Você... O que aconteceu? Você tá bem? - Ele olhava um pouco espantando pras minhas pernas, eu não queria que ninguém visse isso. Não queria ser um estorvo maior pra ninguém.

-Por favor me deixe sozinha. - Lágrimas rolavam pelos meu rosto, Sasuke me olhou e passou as mãos nos cabelos em um ato de nervosismo, ele saiu do meu quarto e voltou rapidamente com uma caixa de primeiro socorro.

-Me deixa sozinha. -  eu pedia pra ele sair, mas ele simplesmente se ajoelhou na minha frente e começou a cuidar dos meus machucados,percebi então que ele não iria sair do quarto.

-Não conta pra ninguém por favor. - Sasuke me olhou e deu um sorriso de lado, o sorriso mais lindo que eu já vi, e terminou de fazer os curativos.

-Eu não vou contar.- ele falou se levantando e se sentando do meu lado na cama - Agora dorme, amanhã agente vai ter muito o que conversar.-

-Obrigado. - Eu deitei na cama e fechei os meus olhos, e rapidamente apaguei.


Notas Finais


O capítulo não está grande eu sei, mas é porque não deu tempo de fazer um maior e nem de revisar, então desde já me perdoem pelos erros ortográficos, Comentem e me digam o que vcs acharam 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...