História Meu Amor Misterioso- Imagine Suga - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Um Amor, Uma Dívida
Exibições 365
Palavras 1.936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Incesto, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Sádica


Me assustei, coloquei a língua pra dentro da boca, riu.


-Tá com medo?- Neguei.- Então fala!


-N-não!- Gaguejei, riu mais.- DROGA!- Gritei, fez sinal de silêncio.-


-Vai acordar os outros!- Dei de ombros, me deitei, suspirei.- 


-Têm certeza que quer dormir aqui?- Perguntei o olhando.-


-Estou com preguiça de levantar!- RI.- E ter você no meu colo é bom, me esquenta.- Corei.- Nossa! Falei nada de mais!- Cobri minha cabeça e o mesmo riu, sorri. Acariciou minhas costas, meus olhos foram pesando até que dormi.


Acordei com alguém acariciando minha perna, o olhei. Dormindo, sorri. Isso é reflexo?! Fechei novamente meus olhos, dormi mais um pouco. Quando acordei ouvi alguém me chamar.


-(S/N)!- O olhei.- Tá na hora.


-Sim, estou ótima! Dormi super bem!- Disse sarcástica.- Obrigada por perguntar! Valeu mesmo!- Me estiquei, o mesmo se aproximou e me selou.-


-Melhor?- Perguntou, estava assustada.-


-MUITO!- Disse e o mesmo riu, Sehun apareceu.- Oi!


-Oi fofa!- Disse e eu sorri, Yoongi bufou.- Tudo bem?


-Tudo!- Sorriu, me levantei e abracei o mesmo que selou minha bochecha. Sorri.- 


-Que bom! Treinou bastante?- Assenti e ele sorriu. Yoongi me puxou e sorriu forçado.-


-Vá se arrumar!- Ordenou e eu Assenti rindo.- Para de rir!- RI mais.-


Sobi as escadas e entrei no quarto, coloquei um vestido branco com flores vermelhas e uma sapatilha bege. Sei que estou indo matar alguém mas...Gosto de me arrumar! RI. Escovei meus cabelos e fiz um rabo de cavalo no mesmo, peguei minha adaga e desci as escadas.


-UOU!- Sehun me olhou, sorri.- Que linda!- Veio até mim e tentou me abraçar, alguém o puxou pela gola. Ri.- Hey!


-Linda né?! Pode olhar Sehun! Eu deixo!- Disse, ri mais.-


-Me defende pequena!- Neguei.-


-Eu não! Vai que ele briga comigo!- Disse e Yoongi sorriu.-


-Nossa! Muito obrigado!- Disse se fingindo de ofendido.-


-Vamos!- Yoongi me puxou, saímos da casa.-


Sehun foi nos guiando na frente com seu carro, nós estávamos o seguindo. Suspirei, comecei ruer a unha, estou anciosa! Olhei minha adaga. Suspirei outra vez.


-Tsc...-Fiz barulho com a boca, estalei os dedos.-


-Dá pra parar?!- Perguntou nervoso, me ageitei no banco. Me mexi outra vez, me olhou.- Já acabou?!


-Não!- Falei nervosa.- Garoto chato!- Disse e o mesmo suspirou, apertou o volante.-


-Não me irrita! Só te peço isso!- Disse e eu Assenti.- 


-Pon Pon, way way way, pon ponto way pon way pon pon!- Cantei, amo essa música. Gosto muito da Kyary Pamyu Pamyu! Me olhou.-


-Pedi para que não me irritasse!- Disse nervoso, sorri. Estou entediada.-

 Ficamos em silêncio por um bom tempo, parecia que o lugar era bem longe.


-Yoongi?- O chamei.-


-Que?- Perguntou, sorri.-


-Yoongi?


-Fala!


-Yoongi?


-Que foi porra!- Estava ficando estressado, fiquei quieta, o olhei.-


-Yoongi?- O chamei e ele suspirou.-


-Se você não ficar quieta vou ser obrigado a pegar uma fita!- Ameaçou, sorri.-


-Se você pegar a fita eu vou pegra a minha adaga e te matar!- Sorriu.-


-Esperta!- Sorriu sádico.- Mas eu tenho uma arma.- Se gabou.-


-Você não vai poder atirar se estiver morto antes!- Peguei a adaga.- Tem algo a dizer?


-Você ganhou!- Comemorei.- 


-Mas eu não estou brincando! Vou mesmo te matar.- Riu.-


-Você não tem coragem!- Disse.-


-Claro que tenho!- Sorriu.- 


-Prove!- Peguei a adaga, retirei sua capa. Descobri o braço do mesmo, passei a lâmina em seu braço.- Ai! Desgraçada!- Ri, balançou o braço tentando aliviar a dor, ri mais.- Isso não é engraçado!- Ri mais ainda, mordia os lábios tentando conter a dor.- Se eu não estivesse dirigindo você estaria ferrada.- Disse e eu sorri.- 


-Nunca duvide de mim!- Disse, e ele me olhou.-


-Ta se achanado só porque tem uma adaga!- Disse e eu dei de ombros.- Agora me diz...Quem te deu ela?- Perguntou sorrindo, revirei os olhos - Hein? Estou esperando sua resposta.- O olhei.-


-Você.- Disse baixo.-


-Não ouvi, pode repetir?- Perguntou sorrindo.-


-Você caramba!- Disse mais auto e o mesmo soltou um "Ahh!" sorri.- Mas quem sabe usar ela?- Perguntei e o mesmo sorriu.-


-Mas quem te ensinou a usar ela?- Abaixei a cabeça e o mesmo riu.- 


-Não tem graça de brincar com você!- Disse tristonha.- Na volta vou vim com o Sehun.- Ele deu de ombros, sorri.- Assim nós podemos nos conhecer melhor.- Disse com uma vo maliciosa, me olhou com o cenho franzido.-


-Tá maluca?!- Perguntou.- 


-Não, só estou dizendo a verdade.


-Até parece que EU vou deixar você vir com ele! Vai sonhando.- Disse nervoso, soltou uma risada nervosa.- Isso já tá fuçando pocessivo!- Disse, assenti.-


-Concordo, mas ao mesmo tempo é fofo.- Disse.-


-Porque?- Perguntou.-


-Isso mostra que você gosta de mim.- Disse e ele sorriu.-.


-Mas gostar não é amar.- Disse simples, nossa! Magoou.- 

 

Ficamos em silêncio, ele não havia nem tocado no assunto. Suspirou, quando chegamos, eu fui a primeira a sair do carro. Fui até Sehun que estava sorrindo, não sorri só o abracei.


-O que ele fez dessa vez?- Perguntou e eu o apertei.- Calma! Ta tudo bem!- Disse e eu Assenti, beijou minha bochecha. Sorri. Yoongi saiu do carro e nos olhou, não reagiu, só passou direto e olhou o portão da casa.-


-Como vamos passar? Tem um segurança bem ali!- Disse, Sehun me olhou, entendi o recado, sorri. Empurrei de leve Yoongi.-


-Licença.- Disse simples, ele levantou os braços em forma de rendição. Peguei minha adaga e Mirei na perna do homem, fechei mais olhos, lembrei da cena de minutos atrás. Os abri, a (S/N) sádica voltou! Lancei a adaga, o homem caiu.- Tadinho!- Falei fofa, Sehun me abraçou por trás.-


-Yoongi, dá ela pra mim?- O olhei e o mesmo negou.-


-Não, ela já é minha.- Disse normal, revirei os olhos. Menino bipolar! Abrimos o portão, fui até o segurança que estava caido no chão. Sorri para o mesmo.-


-Sua puta!- Me fingi de ofendida.-


-Moço, eu sou boazinha!- Disse com voz de criança, girei a adaga em sua perna. O mesmo gemeu de dor, tirei ela de sua perna e a cavei em seu peito, o sangue sujou meu vestido. Ele fechou os olhos, sorri.-


Fui até os meninos que cuidavam dos outros seguranças, os olhei. Yoongi me abraçou.


-Pra que isso?!- Perguntei assustada.-


-Você está fofa assim!- Olhei para o mesmo, franzi o cenho.-


-Eu estou suja de sangue!- Disse e ele riu.-


-Por isso mesmo!- Sehun tossiu. O olhamos.-


-Oi!- Disse, ri. Entramos na casa e vimos um homem sentado numa poltrona. Ele nos olhou.-


-Olá (S/N)!- Sorri fofa.- Sehun.- Sehun revirou os olhos.-


-Oi Choi.- Disse desanimado.-


-Caro Yoongi.- O olhou.-


-O próprio.- Provocou, sorri.-


-Resolvi me entregar!- Disse e ele negou.-


-Acha que sou idiota menina! Vi o estrago que fizeram com meus homens lá fora, não sou burro.- Disse nervoso. Tentei ir até ele mas Yoongi segurou meu pulso. O olhei.-


-Que foi?- Perguntei quase num sussurro.-


-Ele pode te matar!- Disse e eu sorri.-


-E você se importa?!- Perguntei.-


-Claro que me importo!- Disse e eu puxie meu pulso.-


-Eu posso cuidar da minha vida.- Usei sua frase e o mesmo riu.-


-Então vai lá!- Disse e eu Assenti.-


Me aproximei do tal Choi, me sentei em sue colo. O olhei.


-Me aceita como sua BabyGirl?- Perguntei com a voz fofa, rebolei. Que nojo! Assentiu. Começou a me apertar, olhei para os meninos. Yoongi tinha uma das mãos nos olhos, Sehun ria de sua cara. Choi apertou minha coxa, mão nojenta! Peguei minha adaga e enfiei em seu peito, o mesmo gritou de dor, Yoongi olhou.- Isso dói Daddy?- Perguntei fofa, afundei a adaga.-


-D-desgraçada!- Disse, me fingi de triste.-


-Não me chingue Daddy! Eu fico triste!- Disse manhosa, retirei minha adaga do seu peito e a cavei em sua barriga, o mesmo gritou.- Está dodói?- Perguntei, Girei a adaga, de sua boca saia sangue. A retirei e enfiei de novo. O mesmo apagou, sai de seu colo, meu vestido estava sujo. Olhei para os meninos, Sehun esamtava com a boca aberta em formato de "O". Yoongi ria da situação.- Ele estava com soninho!- Disse fofa, fiz bico.- Ele não quis mais brincar!- Disse tristonha, Yoongi riu. Olhei para Sehun.- Você está bem?- Perguntei e o mesmo assentiu um pouco assustado. Dei de ombros, sai da casa. Já estávamos pelo lado de fora, eu estava com Sehun, Yoongi estava no carro.- Pra onde você vai?- Perguntei e o mesmo sorriu.-


-Pra casa.- Disse como se fosse óbvio.-


-Não precisa mentir!- Disse, sorri.- Vai me trocar?- Perguntei e o mesmo me abraçou.-


-Nunca!- Disse e eu sorri.- E não estou mentindo, não minto pra você!- Me apertou, selou minha testa.- Tchau pequena!- Acenei, entrou no carro e deu a partida. Entrei no carro sorrindo.-


-Foi legal hoje!- Ele disse, sorri.- 


-Só porque matei uma pessoa?- Perguntei e ele assentiu. Ri.-


-Só não gostei d aoarete de você ter ficado com o Choi.- Disse simples.-


-Eu não fiquei com ele! Só disse que iria ficar, e ele acreditou.- Ri lembrando da cena.- 


- Achei engraçado a cara do Sehun na parte do "Está dodói?"- Tentou imitar minha voz, ri.- Foi hilária!- Riu.- Sua adaga está suja.- Disse, peguei a mesma e a limoei no meu vestido, olhei para o seu braço.-


-O sangue secou.- Disse e ele assentiu.- Que bom!


-Bom nada! Tá ardendo!- Disse, ri.-


Quando chegamos encontramos os meninos sentados no sofá. Kook me olhou e sorriu.


-ELA NÃO MORREU!- Gritou feliz.- TÁ ME DEVENDO TAE!- Disse apontando para o outro que ria.-


-Matou quantos?!- Perguntou Nam, ri.-


-Só dois.- Disse triste.-


-Isos já é muito pra mim!- Disse Hope, sorri.-


-Você está suja!- Disse Jimin.- A coisa foi bem séria hein!- Disse, rimos.-


-O Yoongi deixoumesmo você matar o Choi?- Perguntou Jin, Assenti sorrindo.- Nossa! Impressionante!- Sorri.-


-Como se sente?- Tae perguntou, pensei.-


-Me sinto...satisfeita!- Disse e eles riram.- Mas preciso de matar mais alguém.- Olhei Yoongi que observava sua ferida, me olhou. -


-O que?- Perguntou, peguei a adaga.- Nem vem! Você já me cortou!- Disse, ri.-


-Porque o cortou (S/N)?- Kook perguntou, sorri.-


-Porque eu quis, estava entediada.- Arregalou os olhos.-


-O que fez com a (S/N) Yoongi?!- Perguntou Jin, rimos.-


-Não fiz nada!- Disse, sorri.-


-Imagina!- Disse, subi as escadas para tomar banho. Entrei no quarto e tomei um banho bem longo, quando terminei coloquei meu pijama. Decai as escadas.- Tem algo pra comer?- Perguntei pra Jin.-


-Matar da fome?- Perguntou rindo, assenti rindo. Comi um bolo. Me deitei no sofá, somente Kook, Tae e Jin estavam na sala. Me deitei num sofá, coloquei minha cabeça no colo os Jin.-


-Hoje o dia foi bem cansativo! Estou cansada.- Disse, Jin fez cafuné em minha cabeça, sorri.-


-Percebe-se!-Disse Tae, Kook riu. Yoongi desceu as escadas, olhou para mim e para Jin.-


-Já trocou o Sehun?- Provocou.-


-Pra você vê! Sou bem rápida. E você? Já me trocou pela moça da loja, e agora vai ser quem?- Pegruntie sorrindo. Sorriu.-


-Sabe que eu não sei!- Disse pensando.- Tem alguma amigo agora me apresentar?!- Arregalei os olhos, peguei a almofada e taquei e seu rosto.-


-Babaca! Não precisava falar isso!- Disse e ele sorriu.-


-Que a verdade seja dita!- Disse, o encarei nervosa. Taquei outra almofada, se aproximou e beliscou minha coxa.-


-Ai! Desgramado!- Dissepassando a mão no local.- Isso dói!


-Juura?! Eu não sabia!- Provocou, dei dedo do meio. Beliscou outra vez, só que dessa vez na nádega.-


-Desgraçado!- Mel evantei e o soquei.-


-Fraca!- Disse rindo.-


-Vou pegar minha adaga pra ver se sou fraca mesmo!- Disse e ele sorriu.-


-Tu não é a única que REM adaga aqui não filha! Eu também tenho! Alias várias!- Disse, sorri.-


-Tem mais do que mulher?!- Arregalou os olhos, Tae soltou um "WOU!". Pegou meus dois pulsos.-


-Me respeita desgrama!- Ri.-


-Não! Respeito se eu quiser!- Falei rindo.-


-Você está me irritando!- Disse, sorri.-


-Juura?! Nem percebi!- Disse rindo.-


-CHEGA!- Disse Jin.- UMA HORA VOCÊS ESTÃO BEM, OUTRA BRIGANDO! SE DECIDEM CARALHO!- Arregalei os olhos.- EU SEI QUE CHINGUEI (S/N)!


-Casal bipolar!- Disse Kook, Tae concordou.-


-Essa é a nossa forma de se amar.- Disse Yoongi, o olhei. Percebeu o quen tinha falado.- Não pede aí...


-ASSUMIU OTÁRIO!- Gritei de frente para o seu rosto, Kook riu.- ASSUMIU! ASSUMIU! ASSUMIU! ASSUMI...


-TÁ BOM CACETE! ENTENDI!- Gritou, ri.Sentou no sofá, ri.- Foda-se também!- Disse, ri mais.-


-Ele não consegue aceitar!- Disse Tae rindo, concordei. Me sentei em sue colo.-


-Te amo também tá?- Rimos.


































Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...