História Meu Amor Misterioso- Imagine Suga - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Um Amor, Uma Dívida
Exibições 325
Palavras 1.859
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Incesto, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Festa



Estou deitada em minha cama fitando o teto, suspirei. Aquela tal de Jae-Ho vai me pagar! Quem ela pensa que é pra falar daquele feito comigo?! Coloquei o travesseiro em meu rosto.

-PUTA!- Rosnei contra ele, alguém abriu a porta. Lancei o travesseiro na cara da pessoa.-

-Ai! Pra que isso?!- Jimin, sorri.- Porque me acertou?

-Desculpa! Achei que fosse outra pessoa...- Ele sorriu malicioso.-

-Tipo o Yoongi?- Perguntou malicioso, corei.- É ELE MESMO!- Gritou rindo, peguei outro travesseiro e o taquei.-

-NÃO GRI..ta.- Me olhou.-

-Que bonitinho! Você gosta dele!- Me abraçou.-

-Mas ele não gosta de mim.- Disse simples, ele me olhou de olhos arregalados.-

-(S/N)! POR ACASO VOCÊ É CEGA?!- Sacudiu meus ombros.- CEGA! CEGA! CEGA!- - Segurou meus pulsos, comecei a rir. Alguém entrou no quarto, nos olhou, estávamos sorrindo. Ele suspirou.- Oi Yoongi!

-Oi.- Respondeu seco, me olhou.- (S/N), você já se programou para hoje a noite?- Arregalei os olhos.- Pelo visto não, parece que gosta de chegar nos lugares atrasada! Como consegue?!- Ele estava sendo grosso?! Sorri.-

-Sinceramente...Não sei! Acho que me atraso pois gosto de me arrumar para os outros...- Me encarava de tal forma.- Tipo o Sehun.- Arregalou os olhos.-

-Você.Não.Falou.Isso!- Disse fazendo pausa. Jimin se segurava para não rir.-

-E-eu já vou (S/N)!- Jimin selou minha bochecha me fazendo corar, Yoongi revirou os olhos.- Nossa! Yoongi ciumento!- Disse rindo e saiu do quarto. RI, me encarou e eu parei de rir. Veio até mim e me encarou.-

-Então você gosta do Sehun?- Perguntou.-

-G-gosto!- Disse. Droga! Gaguejei! Sorriu, mas não era qualquer sorriso. Era um sorriso sádico! Fui me afastando, minhas costas bateram na cabeceira da cama. Ele sorriu e se aproximou.-

-Gosta?- Perguntou e eu Assenti, sorriu.- Se eu te foder nesse exato momento...Você vai continuar gostando dele?- Sussurrou em meu ouvido, arfei quando o mesmo mordeu meu lóbulo.- Pelo visto não.- Se separou, ele me provocou.-

-Desgraçado!- Riu.- Você não pode fazer isso!

-Claro que posso!- Disse e eu revirei os olhos.- Se programe!

-O Sehun estará lá?!- Perguntei animada, ele sorriu.-

-Claro que sim!- Sorri.- Só que você não vai ficar com ele.- Disse sorrindo, meu sorriso se desmanchou. Fiz cara de choro.- Não adianta fazer isso, você sabe que eu não vou mais cair.- Dei língua.-

-Porque eu não posso ficar com o Sehun?!- Ele aproximou nossos rostos, conseguia sentir sua respiração. Olhou meus lábios.-

-Porque eu não quero.- Disse e mordeu meu lábio inferior, gemi.- Não faça isso!- Pediu, se deitou. O olhei.- Que foi?- Perguntou.-

-Como consegue agir naturalmente depois dessa cena?!- Perguntei assustada, ele deu de ombros.- Você é maluco?! Me deixou molhada!- Riu.- Não pode sair me provocando! Sou uma menina muito frágil! Qualquer erro seu pode me fazer chorar.- Assentiu.-

-Não vou errar.- Sorri.-

-Assim espero!- Sorriu, se aproximou. Quando o mesmo ia selar eu virei o rosto.- Eu tenho que me programar, não foi você que mandou?!- Olhei para o seu rosto que se encontra incrédulo, sorri docemente. Me levantei e fui até o guarda-roupa, comecei a procurar algum vestido. Ouvi o mesmo suspirar, me virei.- Vá se programar!- Negou e riu.-

-Eu já me programei! Diferente de você eu sou muito responsável.- RI.- Porque está rindo?

-Responsável?!- Pergunto rindo e ele revira os olhos.-

-Tenho que fazer algo hoje na festa.- Diz desanimado.-

-O que irá fazer?- Me olhou e suspirou.-

-Preciso de falar sobre o nosso "casamento".- Disse fazendo aspas com as mãos, assenti.-

-Só quero ver a cara da Jae-Ho.- Digo quase num sussurro, me olha. Sorriu.-

-O que disse?

-Nada!- Falo inocente, hoje ela me paga!-

-Ok.- Me sentei na cama.- Como será que eles iram reagir?

-Não sei, talvez irão querer nos matar.- Digo, sorriu, um sorriso de insegurança.-

-Acho que eles não são capazes, depois da morte do seu pai, vários empresários estão a sua procura.-Diz sério.- Eles não sabem que você está comigo, vão saber hoje.- Suspira.-

-Vai dar tudo certo!- Digo confiante, me encara e sorri.-

-Tomara.- Ele parecia temer algo.-


-Você está bem?- Perguntei preocupada.-


-Na medida do possível... Só estou um pouco apreensivo.- Sorri de lado.-


-Mas pra que essa apreensão?- Encaro seu rosto.-


-Estou com medo...- Arregalo os olhos.-


-Yoongi com medo?!- Pegunto.- Sei que você é humano e também tem seus problemas mas...Não se abale a eles! Você é forte! Não tema a eles!- Me olha e sorri.-


-E porque diz isso?- Pegunta me encarando, nossos olhares se encontravam.-


-Digo isso pois sei o que é ficar com medo, durante toda a minha vida presenciei o sofrer dos outros sem fazer nada.- Sorriu fraco.- Acho que está na hora de fazer algo ao invés de ficar parada.- Acaricia minha bochecha, sorriu. Cola nossos lábios em um beijo lento, apenas com um beijo pude ver todos os nossos sentimentos. Eles se misturavam, viravam um só. Mas...Que sentimento é esse? Carinho? Talvez. Amor? Impossível! Pediu passagem e eu cedi, nossas línguas dançavam uma com a outra. Acariciava meu rosto, minhas mãos foram para sua nuca arranhando a mesma. 


Nos separamos graças a falta de ar, eu estava vermelha! Sentia que meu rosto iria explodir. Nos olhamos.


-N-não se atrase.- Disse recuperando o fôlego, assenti. Saiu do quarto me deixando só, suspiro.-


-Vai ser uma noite difícil.- Digo séria.-


Me levanto e começo a vasculhar meu guarda-roupa, achei um vestido azul escuro. Não me lembro de telo comprado, dou de ombros. Ele era longo, possuía um fecho atrás, seu decote era curto porém nem tanto. Eu iria com um salto da mesma cor. Ainda era cedo, resolvi descer para comer algo. Desci as escadas e encontrei os meninos.


-Oi gente!- Os comprimentei.-


-Oi!- Responderam em uníssono, sorri. Fui para cozinha e encontrei Jin com um avental cor de rosa. Sorri.


-Oi princesa!- O comprimentei, ele riu.-


-Oi pequena!- Disse sorrindo.- Tudo bem?


-Mais ou menos...-Franziu o cenho mas depois assentiu.-


-Vai ficar tudo bem.- Disse e eu sorri. Comemos e ficamos conversando, fui para sala. Não havia ninguém, subi as escadas e entrei no quarto. Olhei para o relógio. MEU DEUS!-


Tomei um banho e arrumei meus cabelos com pressa, fiz um penteado bem simples no mesmo. Coloquei o vestido e fui para frente do espelho, preciso fecha-lo! Tentei fechar o zíper, não estava conseguindo.


-Fecha! Por favor!- Pedi tentando puxar o mesmo para cima. Alguém entrou no quarto.-


-Está pron...- Parou de falar e começou a rir.- O que está fazendo?


-Devo estar dando banho num macaco! O que você acha Yoongi?! Que pegunta besta!- Falo nervosa  e o mesmo começa a rir.-


-Quer ajuda?- Pergunta se aproximando.-


-Se não for incômodo!- Consigo ver nossos reflexos no espelho, ele olhava minhas costas, suspirou. Fechou o zíper devagar, selou meu ombro. Me arrepiei.- O-obrigada!


-Nada.- Disse simples, coloquei meus saltos e peguei a adaga, afinal..Hoje é festa!.- Está pronta?- Assenti.- Ótimo!- Me puxou.- Estamos atrasados!- Disse nervoso, bipolar! Saímos da casa e entramos no carro, ele deu a partida.-


Seguimos o caminho todo em silêncio, acho que o que aconteceu hoje cedo foi muito estranho para nós dois. Suspirei, o olhei. Ele estava concentrado na estrada. Parou o carro em frente de uma casa, olhei para a mesma de boca aberta.


-UOU!- Ela era enorme, era branca, havia um jardim na frente. Abriu a minha porta, sorri. Sai do carro, me puxou para dentro. Avistei Sehun conversando com algumas pessoas, ele me olhou e sorriu, acenei. Meus olhos foram em direção a uma mesa, haviam várias pessoas da empresa sentada na mesma. Incluindo Jae-Ho, ela nos olhou. Sorri para ela que revirou os olhos. Solteira uma risadinha.-


-O que foi?- O olhei.-


-Nada.- Ele não parecia ter acreditado.- Só estou um pouco nervosa.- Sorriu.-


-Não fique, a festa não durara por muito tempo.- Disse sorrindo, assenti.- Vem! Vou lhe apresentar a o dono da casa.- Me levou até uma mesa, havia um homem e duas mulheres sentadas. Elas estavam o acariciando, olhei com nojo.-


-Isso é nojento.- Falei em voz baixa, sorriu. O homem nos olhou e sorriu.-.


-Olá Jay!- Yoongi o comprimentou, ele se levantou e apertou sua mão.-


-Yoongi!- Me olhou e sorriu malicioso.- Quem é? 


-Essa é a (S/N)!- Sorriu mais ao ouvir meu nome.-


-Então você é a famosa (S/N)?- Assenti, olhou Yoongi.- Não sabia que ela estava com você. 


-Pois é, ela precisa ficar comigo.- Disse sério, Jay franziu o cenho.-


-E porque? Por acaso são parentes?- Negamos.-


-Porque ela é minha noiva.- Disse sorrindo inocente, sua cara era de "Se ferrou!" sorri de lado. Jay parecia não acreditar, ele nos olhava com raiva.-


-Você sabe o quanto ela é importante para os nossos negócios, não sabe?- Assentiu.- Precisamos dela! Aliás... Eu preciso dela!- Disse, ele estava vermelho. As duas garotas me olhavam com desprezo, sorri para as duas.- (S/N)? O que acha de nos conhecermos?- Perguntou me olhando, olhei para Yoongi que assentiu. Fui até Jay.-


-Ok.- Fonos para seu jardim, nos sentamos em um banco e ficamos olhando o céu.-


-Yoongi é realmente um homem de sorte!- Disse sorrindo, me olhou.- Se conhecem a quanto tempo?- Suspirei.-


-Há um ano.- Menti.-


-Tão pouco tempo e já vão se casar? Devem mesmo se amar.- Assenti, outra mentira.- Como se conheceram?- E agora?!-


-B-bem...Prefiro não comentar essa história com ninguém.- Disse, sorriu malicioso.-


-Entendi... Não quer espalhar.- Assenti, ele estava mesmo pensando isso?!  Acariciou meu rosto.- Tão linda. Mas ao mesmo tempo tão... Tola.- Franzi o cenho, senti meu rosto arder, senti o gosto de sangue em meus lábios. Puxou meus cabelos me fazendo olha-lo.- Você acha mesmo que me engana?! Sei dos seus planinhos com o Yoongi!- Socou meu rosto, gemi de dor. Se levantou e colou nossos corpos. Sorriu.- Não se iluda com Yoongi, acha mesmo que ele te ama?- Perguntou rindo.- Logo logo ele se cansa de você e te vende pra qualquer velho que queira se satisfazer.- Meus olhos estavam marejados.- A verdade dói não é mesmo?- Puxou meus cabelos para trás, gemi de dor.- Será que ele se importa se eu te provar?- Sussurrou, selou meu pescoço. Peguei minha adaga dentro do vestido, a puxei devagar.- Se importa (S/N)? Assim você se acostuma.-Tomou meus lábios para si, mordia os mesmos com força. Enterrei minha adaga em suas costas.- Ahnn...- Gemeu de dor, caiu no chão e me olhou.- F-filha da puta!- Me ajoelhei em sua frente, tirei minha adaga de si, olhei para ela que estava manchada de vermelha. Sorri fofa.-


-Vermelho é uma cor tão linda né?- Perguntei inocente, ele me olhava com raiva, sorriu. Franzi o cenho, senti alguém me puxar por trás, me enforcou. Não via a pessoa, ela me dava uma chave no pescoço.-


-S-se acha esperta (S/N)? V-você é apenas uma putinha.- Jay dizia, seu sorriso era vermelho por conta do sangue.- Mate-a!- Ordenou para a tal pessoa, começou a apertar me enforcar. Meu ar estava indo embora, não conseguia me mover! Ouvi passos atrás de mim, os braços que envolviam meu pescoço soltaram. Coloquei minhas mãos no pescoço, olhei para o homem caido no chão. Olhei para Yoongi.-


-Não posso virar as costas que você apronta (S/N)?!- Perguntou nervoso, sorri. Se aproximou e olhou para Jay.- Oi Jay! 


-D-desgraçado! Pensei que fossemos amigos!- Disse incrédulo,Yoongi sorriu.-


-No nosso mundo não existe amizade Jay.- Me puxou para si, abraçou minha cintura. Mirou em Jay.- Te encontro no inferno.- Disse simples e atirou em seu rosto, seu sangue espirrou em nossos rostos.-

































Notas Finais


OBRIGADA PELOS FAVORITOS MONAS!
EITAAAAAAAA! ALTAS TRETAS!

💙IMAGINE TAE:💙
https://spiritfanfics.com/historia/meu-querido-irmao--imagine-taehyung-7077986


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...