História Meu amor por Lauren Jauregui - Camren - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Machine Gun Kelly
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Ally, Camilacabello, Camren, Celebridades, Dinah, Fanfic, Fifthharmony, Harrystyles, Homossexual, Larry, Laurenjauregui, Louistomlinson, Machinegunkelly, Normani
Visualizações 782
Palavras 1.003
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 02.


Mais tarde.

Camila estava saindo da escola sozinha e seu namorado se juntou a ela para, os dois se beijaram e Machine ofereceu uma carona para ela que aceitou já que estava sozinha.

- Então, como foi na escola? - Machine perguntou dando partida no carro e olhando para Camila.

- Foi legal, e na sua? - Camila acariciou a mão dele.

- Ah, o de sempre. - Machine deu de ombros. - Mas, amor, advinha? Consegui uma hora com o dono de uma gravadora. - Machine falou todo empolgado.

- Sério? Nossa, isso é muito legal! - Camila falou. - Estou orgulhosa de você.

- Obrigado, eu não sei o que eu faria sem você e sem o seu apoio. - Machine sorriu.

Machine havia deixado Camila em casa e depois havia ido embora. Camila estava faminta, entrou na sua casa e foi almoçar, depois de um banho, ela deitou na sua cama e foi pro Twitter.

"@LaurenJauregui: É confirmado, quebrem seus cofrinhos e peguem todo dinheiro... FIFTH HARMONY estará em SP no próximo mês!!!!!!!!!! Dia 09."

Camila pulou da cama ao ler aquilo e gritou igual uma louca, pelo menos seus pais não estavam em casa para ouvir aquele grito agudo. Ela discou o número de Louis rapidamente e nervosamente, depois de algumas tentativas falhas, ela conseguiu.

- Alô? - Louis falou do outro lado da linha.

- Louissssssssss! - Camila gritou e Louis afastou o celular de seu ouvido e depois fez uma careta.

- Fala, mulher. - Ele disse rindo de sua amiga.

- LAUREN JAUREGUI VAI FAZER SHOW AQUI MÊS QUE VEM! - Ela gritou.

- Okay, estou indo até ai. - Louis desligou, ele sabia que no fim das contas estaria lá.

...

Camila ouviu a campainha tocar e correu até a porta para abrir ela as pressas.

- Oi. - Louis disse entrando.

- Louis, as meninas vão vim... Preciso muito ir. - Camila disse animada. - Preciso muito abraçar a Lauren. Só de imaginar poder ver aquele sorriso de perto. - Camila disse e começou a chorar.

- Ei, calma. - Louis puxou sua amiga para um abraço. - Você vai abraçar ela, eu prometo. - Louis falou e ele faria qualquer coisa para que isso acontecesse.

- Ótimo, com que roupa eu vou? Não posso ir com qualquer uma, vou de saia. Af, não é tão boa e...

- Calma, você vai ficar linda em qualquer roupa, Mila. - Louis interrompeu a fala dela que abraçou ele.

- Desculpa, sei que nem é certeza que vou mas estou ficando doida já. - Camila disse rindo. - O que será que o amor da minha vida está fazendo agora?

- Machine deve estar dormindo, ele não faz nada da vida. - Louis deu de ombros e se jogou no sofá.

- Machine, quem? Estou falando de Lauren. - Os olhos de Camila brilharam automaticamente.

- Bom, ensaiando? Trabalhando? - Louis palpitou.

- Quer comer alguma coisa? - Camila perguntou e ele assentiu. - Ótimo, vou fazer pipoca.

Louis se levantou do sofá e foi com Camila até a cozinha.

- Cadê a tia Sinu? - Louis perguntou se escorando na mesa.

- Saiu com meu pai. - Camila deu de ombros e abriu o armário.

...

No dia seguinte.

Camila esperava Machine na porta de sua casa, ele sempre dava uma carona para ela. Ele rapidamente chegou e ela sorriu para ele e foi até seu carro.

- Bom dia. - Machine disse ao abrir a porta do carona para ela e cumprimentou ela com um beijo carinhoso.

- Bom dia.

- Não é certeza mas mês que vem vou gravar uma música. - Machine falou alegre e Camila abraçou ele.

- Parabéns, amor. - Camila falou.

- Poderia me ajudar? - Machine perguntou.

- Claro, se eu puder...

- É que você sabe ocar violão melhor do que ninguém e vou te dar a letra da minha música, poderia cantar comigo? Só até eu arrumar alguém para isso. - Machine coçou a nuca.

- Claro. - Camila sorriu do nervosismo de seu namorado.

- Depois da escola venho na sua casa e ensaiamos juntos, okay?

- Okay.

- Te amo. - Machine acariciou a coxa de Camila e foram juntos conversando durante o caminho da escola.

...

- Fiquei sabendo que alguém vai abraçar a Lauren Jauregui. - Harry disse assoviando.

- Louis já te contou, não foi? - Camila disse chegando perto de Harry, ela havia acabado de chegar na escola. - Aliás, cadê ele? - Camila correu os olhos pelo local.

- Não vem hoje. - Harry disse e os dois foram para a sala de aula.

A aula havia sido cansativa demais para Camila, ela dava Graças a Deus por finalmente ter acabado. Ela se despediu de Harry e ficou esperando seu namorado no estacionamento. Ele apareceu e os dois foram para a casa de Camila ensaiar a música que ele havia feito, Camila estava um pouco curiosa para ler ela.

...

- Boa tarde, Sinu. - Machine disse ao entrar na casa.

- Machine, olá meu querido. - Sinu disse sorrindo e ele retribuiu o sorriso.

- Mãe, vamos até meu quarto, vou ajudar ele com umas coisas. - Camila disse.

- Okay mas deixe a porta aberta, regras são regras.

Os dois subiram e Machine pegou o caderno em sua bolsa. Camila pegou seu violão e se juntou ao lado dele.

- Essa é a música... - Ele entregou o caderno para ela. - Não é nada parecido com as composições de Ed Sheeran mas... - Ele deu de ombros.

Camila leu cada palavra e achou a música linda, talvez ele pudesse algo com ela, porque realmente havia ficado boa.

- Uau... - Camila disse sem saber ao certo o que falar.

- O que? - Machine perguntou encarando ela que sorriu.

- É linda, se inspirou em algo quando foi escrever ela?

- Você.

- Eu? Que honra. - Camila disse com os olhos cheios de lágrimas. - Como é o nome dela?

- Bad Things. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...