História Meu Amor Swag'- EM REVISÃO! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Drama, Imagine, Namjin, Suga Imagine, Vkook, Yaoi, Yoongi, Yoongi Imagine
Visualizações 233
Palavras 1.064
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pra quem chegou agora, Sejam Muito Bem vindos!
Pra quem ja e antigo, Saiba que a fic esta sendo revisada e algumas partes estao sendo reescritas :3
Entao varias coisas vao mudar (ava)
Me perdoe qualquer erro mesmo assim..
Mais e isso
Beijos
PEGA O CAFEZINHO E VAI!

Capítulo 1 - Capitulo 1


Fanfic / Fanfiction Meu Amor Swag'- EM REVISÃO! - Capítulo 1 - Capitulo 1

O mundo era muito Grande e eu era pequeno

Agora eu não posso nem sequer imaginar

Estava sem cheiro e completamente vazio

Eu rezo
                                                                                                           Begin✿


                                                                                     Capitulo 1

Já era cinco da tarde ou ao menos eu pensava que era, eu não pensava que iria terminar assim, eu só conseguia imaginar a minha vivendo uma vida boa e eterna ao lado de meu pai, e que viveríamos uma vida boa e feliz como uma família deve ser .Em um dia chuvoso ou não, não me lembro bem, Foi tudo diferente do que eu pensava, depois que descobrimos que ela tinha câncer foi tudo muito rápido, Não podíamos fazer nada ,Eu estava sofrendo ,meu pai estava sofrendo, eu  não poderia fazer nada.

O câncer terminal levou minha mãe, o exame foi tarde demais, então só aproveitamos ela enquanto podemos, quando ela se foi –dormindo em sua cama tranquilamente –eu e meu pai sofremos muito, digamos que meu pai bem mais, pois meio que o filho desde que nasce esta se preparando para perder a mãe, não pronto, mas ao menos esta numa constante adaptação para a independência.

Poucos dias depois sem ela, meu pai entrou em uma depressão profunda, eu tentava a todo custo o fazer sorrir, mas a cada dia se tornava mais difícil.

Um dia eu voltava da escola, destranquei a porta e o chamei, e ele não me respondeu, quando subi ate seu quarto eu me deparei com uma cena que eu nunca vou conseguir esquecer, uma corda amarrada no gancho em que ele usava para malhar, e com o final dela amarrada em seu pescoço, uma carta ao seu lado e o anel de casamento dele e de minha mãe.

Na carta dizia que ele foi fraco para cuidar de mim sozinho, e que sabia que não iria para o mesmo lugar que minha mãe, mas ele sentia que assim poderia ficar mais perto dela e assim sua dor iria embora, ele também pedia desculpas por me deixar sozinha, falou também para eu encontrar alguém que me ame o tanto que ele amou minha mãe e que faça eu me sentir amada o tanto que a minha mãe o fez ele sentir e finalizou com um sincero e melancólico ‘’Eu te amo’’.
                                                                             X

Poise, eu realmente não esperava que terminaria assim, que nessa tarde depois de 2 semanas do enterro da minha mae, eu esteja voltando do enterro de meu pai, as duas pessoas mais importantes da minha vida. Voltando totalmente sozinha, encontrei com alguns familiares no enterro, mas preferi não tocar no assunto, nem pedi para que eles me levassem para casa, eu precisava ficar sozinha.

                                                                 X

Na manha seguinte, me levantei da cama de casal de meus pais e fui ate o banheiro para tomar um banho e me limpar, chorei a noite inteira, mal dormi, talvez cerca de 1 hora. Não estou com animo para nada e muito menos de ir para escola e ter que encarar os olhos de dó de todas as pessoas ali. Eu estava triste sim, perder os pais e a pior dor do mundo, mas eu sei que meu pai se foi por amor, pelo simples fato dele amar demais a minha mãe e não conseguir ficar longe dela, mesmo sabendo que ela nunca iria voltar.            

Eu pensei em desistir, acabar logo com tudo, acabar com essa família, mas eu sonhei com algo lindo e digamos que esse sonho me salvou. A minha mãe tinha vestes brancas e uma asa dourada dignas de um anjo, o lugar era lindo e parecia tudo banhado a ouro, eu estava sentada em um banco no qual ela se sentou do meu lado e pairou a mão sobre meus cabelos com um lindo sorriso nos lábios.

'' Amor,Tudo vai ser difícil no começo, mas no fim disso tudo vai valer a pena e você será uma pessoa feliz, com alguém que você morreria para ficar perto dela, uma pessoa em que você choraria dias e noites se você a perdesse, alguém que as palavras não seria capaz de demonstrar tudo aquilo que você sente por ela, pode ser um amor de amizade ou um amor de namorados, pode demorar para você encontrar esse alguém ou ele pode simplesmente aparecer na sua frente, não pense que sua vida esta acabada, por que ela mal começou. Era a minha hora, mas não a sua, viva a vida meu amor e seja feliz. E nunca se esqueça que daqui de cima eu e seu pai estaremos orando por você e que nos dois te amamos infinitamente.''

E com aquelas palavras ela se transformou em petulas de rosas brancas que se dissiparam por todo o vasto campo que havia ali. Eu acordei assustada, feliz e reconfortada.

Fiz Minhas Higienes , que foram escovar os dentes e da só uma penteada no cabelo, e descer pra fazer algo pra eu comer, alias ainda não me ‘’apresentei’’, Me chamo Nicole, Tenho cabelos castanhos quase um ruivo, meus olhos são castanhos, Sou magra e tenho 18 anos,  moro no brasil, Falo fluente coreano e Inglês e ate um pouco de francês, sou descendente de coreano, meus avos eram de lá e vieram morar aqui por causa de dinheiro, queriam tentar uma vida nova, Mais morreram já faz muito tempo .

Fiz um bacon com ovo e pus no prato para comer, segui ate o sofá da sala e liguei a televisão. Passava um documentário sobre como a coreia aumentou o numero de estrangeiros nos 5 últimos anos  e por um momento tudo fez sentido na minha cabeça, se eu quisesse uma vida nova a melhor coisa seria era voltar para minhas terras.   

Sem nem mesmo pensar duas vezes corri para meu quarto, peguei meu notebook que se encontrava em cima da minha cama, e entrei em site de viagens. Ir para coreia não era nada fácil mas com minha ascendência tornaria bem mais fácil eu só precisaria de fotos, documentos dentre varias outras coisas.. Talvez não seria tão fácil assim, mas não custa nada tentar.

Se tudo der certo, vou morar perto de onde meus avos moravam em Seul, e arrumaria trabalho por lá mesmo.

Desliguei o computador e o pus do lado da cama na escrivaninha me ajoelhei aos pés de minha cama e orei, orei para que tudo desse certo e para que eu conseguisse dormir em paz.

Espero que saia tudo bem.


Notas Finais


┗(^0^) ┓Entao :3 Esse foi o capitulo
Espero muito que voces gostem <3
Tem muita coisa pra acontecer <3
Eu te amo voces tchau◕ ◡ ◕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...