História Meu amor te pertence(jikook-namjin-vhope) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Lemon, Namjin, Vhope
Exibições 35
Palavras 1.789
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi^^ta ae um especial de 20 favoritos
obd a tds
obs:o nm do cap é: o começo da história de namjin
boa leitura
~god of destruction

Capítulo 3 - Especial de 20 favoritos


Fanfic / Fanfiction Meu amor te pertence(jikook-namjin-vhope) - Capítulo 3 - Especial de 20 favoritos

Namjoon on

 Eu estava a caminho da faculdade para o primeiro dia de aula, quando eu vejo o Jin. Meu jin, minha princesa o meu marido. Por mais que sejamos casa dos ainda não moramos juntos. Ainda. Corri atrás dele, e parei do seu lado.

-oi amor- ele disse enquanto ainda andávamos

-oi princesa. - falei fui para frente dele o fazendo parar- Cadê o meu beijo?

-tá aqui. -Ele falou com uma voz fofa e logo depois me deu um beijo

  O beijo foi ficando mais feroz até que o jin parou o beijo.

-amor acho melhor pararmos por aqui. -Ele falou

-por quê?-perguntei

-porque hoje é o primeiro dia de aula Namjoon e quando começamos não paramos.- ele me respondeu

-aff Jin. Isso pra mim é cu doce-eu falei destacando o “cu doce”

-como é?- ele falou surpreso-você vai ver quem é o cu doce. -Ele falou enquanto me puxava para casa dele que era próxima dali.

 Entramos na casa dele. Ele fechou a porta e me puxou para o quarto dele.

-mozão fecha a porta pra mim. -ele fala se sentando na cama.

 Eu fecho a porta e depois ele coloca a mão do lado dele fazendo sinal com a mesma para eu sentar na cama ao lado dele. Eu logo obedeço.

-cadê o lado safado do senhor deus da destruição?-ele fala e se senta no meu colo

-ta aqui ue.- eu falo dando um beijo. Ele logo se separa.

-esquece a princesinha comportada então-ele fala botando a mão na minha nuca e me dando um beijo bem intenso. Eu o joguei na cama enquanto ainda o beijava e depois ele se afasta sem folego-que camisa chata essa sua. - ele fala e tira minha camisa bem devagar.

-a sua também tá me atrapalhando. - eu falei e também tirei a camisa dele. Ele me puxa para baixo e beija o meu pescoço e eu mordi a orelha dele. Ele me empurra para perto da cabeceira da cama e se senta no meu membro e se abaixa e beija meu pescoço enquanto rebolava devagar

-ah baby. -eu falei gemendo

-se quiser eu paro. -Ele sorri sem parar os movimentos

-não. Continua. -eu falo arfando de tanto prazer

-e se eu não quiser. -Ele me olha rindo parando os movimentos e mordendo o lábio inferior

-ai eu faço isso. -eu falei e dei um amasso no jin. Ele arfa e fala:

-ah eu continuo... Mas... -ele se levanta tira minha calça depois ele volta pra cima de mim e rebolando com força. Eu gemi e arfei de prazer. O jin realmente sabe como me deixar louco- não faça muito barulho daddy vai acordar os vizinhos –ele se abaixou lambendo o meu pescoço ainda sem parar os movimentos

-não importa baby. Foda-se os vizinhos. -eu falei.

- se acha isso vou fazer você fazer mais barulho então-ele tira minha cueca box e se abaixou se aproximando do meu membro o colocando na boca devagar me encarando e começou a chupa-lo

-ain baby-ele me ignorou e continuou mais rápido. Eu acabo gozando e ele engole tudo e para rindo baixo. Ele se levanta e tira suas roupas

-o que o daddy quer agora?-ele me pergunta com uma voz sexy

-você. - eu falo e o deito novamente na cama comigo em cima dele e dou um chupão no pescoço dele

-ahn. -Ele solta um gemido manhoso baixo. Vou fazendo um caminho de beijos pelo abs dele e chego perto do membro do jin.

-posso?-pergunto olhando pra ele

-... S-sim... -ele vira o rosto corado

- antes quero fazer uma coisa. -Lambo meus dedos depois enfio na entrada dele. Ele geme alto fechando os olhos

-i-isso foi tortura. -Ele fala de um jeito manhoso

-hihi-eu rio da situação

- fica rindo porque n foi com você – ele arfa. Eu o beijo e desço de novo e abocanho o membro do jin. Ele tampa a boca segurando os gemidos altos e eu começo a chupa-lo

- sou sensível ahn p-para- ele geme alto segurando meus cabelos com força. paro de chupar e tiro membro da boca

-então parei. -eu falo e pego ele no colo e beijo o mesmo. Ele recupera o folego se ajeita no meu se encaixando no meu membro soltando um gemido rouco e eu estava arfando entre os beijos que dávamos. Ele para o beijo e começa a quicar. - Ah baby- eu arfo. Ele começa a quicar mais rápido dando gemidos e mordendo os lábios

- AH BABY-eu solto um gemido rouco e alto. Eu coloco as minhas mãos nas coxas dele e as aperto, e ele continua com mais força e ele arranha minhas costas, minha reação foi apertar as coxas dele com mais força. Depois de um tempo fazendo isso ele para ofegante.

- minhas pernas doem... -ele fala com uma voz fofa

-desculpa princesa. - eu falo e solta as coxas dele e lhe dou um beijo. Ele sorri sai de mim e se deita do meu lado

- não é por isso que doem – ele ri. Eu passo minhas mãos massageando delicadamente suas coxas.

-cuidado pra não quebrar minhas coxas. –ele fala

-nossa kkkkk. Com minha Pink princess eu sei ser delicado

- nunca se sabe. - ele fala e me puxa pra deitar junto dele e me abraça. Eu retribui o abraço e dei um selinho nele.

-tá carinhoso... – ele fala e me da um beijo rápido

-Claro depois do que aconteceu como não ficar. - eu falei

-agora me responde... Quem é cu doce? –ele me pergunta

-você é que não é. – eu respondo

- finalmente paro com isso- ele fala me apertando

-kkkkk-rio e depois começo a acariciar o rosto do jin- te amo.

-também te amo. –ele coloca a cabeça no meu peito e eu começo a acariciar os cabelos dele e nós dois adormecemos

Jin on

  Eu me acordei e fui me levantar. Quando passei pela janela vi que o sol estava se pondo e a paisagem estava linda. Dei um sorriso bobo ao lembrar do que eu e o Nam tínhamos acabado de fazer. Olhei pra trás e vi que ele ainda estava dormindo então decidi ir acorda-lo para comer, até por que não tínhamos almoçado. Subi encima dele que ainda estava deitado e dei um beijo nele. O mesmo se acordou e eu me levantei, e desci para a cozinha, e ele veio atrás de mim. Eu cheguei na cozinha e comecei a preparar alguma coisa para comermos. O namjoon se sentou na cadeira da bancada da minha cozinha americana e ficou me olhando pensativo.

-o que foi amor?-perguntei o tirando de seus pensamentos

-eu tava pensando... Por que eu não venho morar aqui com você?-ele falou

-por que vocês nunca pedido antes. Sou emancipado e somos maiores de idade, e seus pais apoiam nosso namoro, então já podemos morar juntos. –eu falei. Ele veio até onde eu estava e me abraçou por trás.

-então vou vim morar aqui com você. –ele sussurrou na minha orelha me fazendo arrepiar, qlq começou a rir baixo da situação. E mesmo sabendo do que ele ria eu perguntei.

-por que está rindo?-perguntei me virando e saindo do abraço

-de você e do jeito que eu te excito fácil. –ele falou com um sorriso no rosto

-isso é mentira. –Falei com os braços cruzados

-isso é o que vamos ver. –ele falou rindo e se aproximou de mim devagar e foi direto pro meu pescoço e deu um beijo delicado. Eu fiquei de olhos fechados com um sorriso no rosto e soltei alguns gemidos sem perceber. Por mas que eu dissesse que não o Namjoon me excita muito fácil, ele sabe todos os meus pontos fracos e como me fazer ceder. Quando fui ver eu já estava no sofá com o Namjoon em cima de mim. Na hora me sentei no sofá tentando processar como me deixei levar mais rápido dessa vez. Ele percebendo que eu não tinha nem lutado contra aquilo começou a rir e se sentou do meu lado sem parar de rir. Minha reação foi cruzar os braços, fazer um biquinho de raiva e colocar as minhas pernas pra cima do sofá.

-eu disse que você não resistia a mim. -ele falou

-aff Namjoon. -eu falei irritado e ele começou a rir-qual é a graça? Eu tenho cara de circo por acaso?

-nada amorzinho. –Ele me respondeu ainda rindo muito. Eu voltei a fazer um biquinho de raiva e o Namjoon começou a se aproximar e ele mordeu meu biquinho.

-ai isso dói Namjoon. -eu falei reclamando da dor e joguei uma almofada nele e o mesmo começou a rir de novo.

Algumas semanas depois...

 

Namjoon on

  Já faz algumas semanas que eu e o jin moramos juntos, eu pensei que seria um pouco mais difícil mais convencer meus pais mais consegui com facilidade. Eu estava no sofá assistindo alguns filmes e eu escuto a porta do banheiro abrir. Eu olho para a direção do banheiro e vejo o jin saindo de lá praticamente se rastejando de tanto que ele andava devagar e olhando para o chão com o seu lindo rosto vermelho e enxado. Na hora desliguei a TV.

-o que foi amor?-perguntei fazendo movimentos com as mãos para o mesmo sentar no meu colo. Vi seus olhos encherem de lágrimas e o mesmo correr até mim e se sentar no meu colo-princesa? O que aconteceu?-ele não disse nada só chorava e se aconchegava em meu colo. Depois de algum tempo ele já estava mais calmo eu resolvi perguntar novamente-princesa oque aconteceu? Me fala por favor eu já to ficando preocupado amor.

-E-eu... Eu estou grávido Namjoon. -Ele fala com voz de choro. Eu abri um sorriso. Eu realmente estava muito feliz. - do que está rindo? Ter filhos é uma responsabilidade enorme.

-por isso você está triste? Acha que não vai ser uma boa mãe?-perguntei

-... S-sim. –ele falou e abaixou a cabeça

-como pode pensar isso de você? Você é uma pessoa maravilhosa. Tenho certeza que você vai ser uma boa omma. -eu falei levantando a cabeça do jin

-você acha? Não sei se serei bom o bastante para...-eu o interrompi com um beijo

-tenho mais que certeza. -eu falei

-okay.-ele falou olhando pra baixo novamente

-sei que você tá se segurando pra não surtar. Amor você vai ser mãe. Pode surtar. -Eu falei e ele me olhou com um sorriso enorme no rosto e se levantou bem rápido e começou a dar pulos e a gritar bem alto. Eu realmente estava feliz por ver o jin dessa maneira. E eu estou mais feliz ainda pelo fato de que eu vou ser pai. Já até pensei em um nome.

Vai ser Min Yoongi. 


Notas Finais


obd por ler
próximo especial vcs escolhem o casal pra eu contar a historia
n sei se vou postar no sábado pq a semana ta mt corrida
~god of destruction


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...