História Meu Anjo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Anjo, Bts, Dreça, Jhopeidou, Jimin
Exibições 11
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olha eu aqui, ando sumida mas as férias ja a começam e eu irei ser toda de voes novamente ;) Irei concluir os projetos que estão em andamento em breve. Por enquanto fiquem com mais um ;) Espero que gostem.

Capítulo 1 - Poder da Cura




 

Só Deus sabe o quanto eu oro para que nada de ruim me aconteça, para que tudo que me atormenta caia por terra, para finalmente eu conseguir ser feliz, eu preciso que todos me deixem em paz, eu preciso que todos me aceitem como eu sou, eu preciso que todos ao menos saibam meu nome, eu preciso que todos me queiram por perto, eu preciso que todos e mais uma vez repito ‘’todos’’ ao menos saiba quem eu sou. No Eul, eu sou a No Eul.

 

Jimin observava a garota repetir a mesma coisa todos os dias, um tipo de discurso para que ela não esqueça quem ela é, de onde ela veio, e quais são seus piores problemas…  O que deixava o anjo protetor confuso era que No Eul, nunca se aceitou verdadeiramente como ela é e vive buscando quem aceite-a.

 

‘’Mais uma vez observando ela? Está tudo bem?’’ - Miguel um anjo protetor assim como o garoto se juntou para observar a terra.

‘’O mesmo discurso de sempre, acho que ela não se cansa..’’ - o anjo riu

‘’ E como foi essa semana? Tentou se matar mais uma vez? ‘’ - No Eul era uma pessoa problemática, cheia de manias e defeitos que o anjo jamais poderia entender, tentava se matar a cada semana, seja na bebida ou até mesmo nas drogas, ele havia perdido as contas de quantas vezes ele a salvou de algo pior.

‘’Não, até agora sua tentativa falha de comer porcarias não a matou’’ - Mais uma vez o anjo ria, ele se divertia ao ver a menina todas as manhãs.

 

***

 

‘’ Merda, fala sério…’’ - praguejava a garota sozinha, No Eul procurava por seus óculos de grau no meio da pilha de bagunça misturada com caixas de pizzas vazias, ‘’ Ahan, achei!’’ - A garota sorria contente enquanto pegava a sua bolsa e saia correndo pra aula já que estava atrasada.

 

No Eul corria, iria se atrasar para aula de Estatística, não poderia perder já que as provas estavam em cima e a mesma não sabia de absolutamente, NADA! Ela odiava seu professor mandão, mas decidiu tentar estudar para não ficar na final.

Ela passava pelas as pessoas apressada, parou no sinal olhando o mesmo impaciente, ela odiava esperar, e aquele momento de esperar o sinal abrir para os pedestres estava a irritando, faltavam 10 minutos a garota atravessou durante esses dez segundos e tudo a sua volta se tornou estranho, a mesma sentiu que foi empurrada com muita força, sua cabeça girava, seus olhos teimavam em fechar e ela só conseguia ouvir ‘’Liguem para uma ambulância’’ a última imagem que viu foi de um garoto loiro olhando-a com preocupação.

 

***

Jimin suspirou frustrado, será que ele era tão ruim assim? Que ao menos consegue proteger uma pessoa? Olhou mais uma vez para garota, ela estava péssima, um carro havia a atropelado, ele conhecia a garota sempre apressadinha, essa pressa toda está levando ela a morte, a sonhada e cobiçada morte que No Eul tanto almejava.

‘’Desça!’’ - Castiel, o anjo protetor líder dizia entredentes

‘’Mas porque?’’ Perguntei ainda tonto, toda vez que No Eul tentava se matar ela me matava aos poucos, sempre me sentia mal, mas  agora era hora dela morrer e eu ser escolhido para outro humano.

‘’Como se diz ser um anjo protetor  se almenos se esforça para que sua protegida fique bem?’’

‘’Eu já perdi as contas de quantas vezes a ajudei… Eu não sei se consigo.’’ suspirei, a garota era difícil de lidar ainda mais porque ela não podia me ouvir, ela não me deixava falar, nunca conversava com  anjo em suas orações e muito menos fazia orações.

‘’Você está desistindo dela?’’ Castiel falou incrédulo, não acreditava que logo Jimin iria desistir, logo jimin que sempre foi bom anjo.

‘’Sim, eu estou’’ O garoto observou mais uma vez a menina entubada na UTI, ela não iria passar de uma semana.

‘’Eu estou decepcionado com você’’  mais velho o olhou com fúria

‘’O que quer que eu faça?’’ Jimin havia falado por falar, ela não tinha mais jeito.

‘’Desça e faça o papel de Anjo protetor!’’ esbravejou Castiel

‘’Anjo de casta pequena igual a mim, não tem o direito de viver entre eles, o senhor como líder deveria saber! ‘’ Jimin estava farto, o mais velho sabia que ele não poderia descer e ainda insistia.

‘’Você se acha de casta pequena?’’ Castiel tinha os olhos esbugalhados, ele não acreditava que logo Jimin iria dizer uma coisas dessas.

‘’Eu sou só um anjo protetor.’’

‘’Você é um anjo protetor que também tem o dom da cura, ou esqueceu?’’

‘’Eu não sei como curar alguém…’’

‘’Eu estou te dando a oportunidade de curá-la’’

‘’E como irei fazer isso?’’

‘’ Descendo até lá e virando um deles, o poder está dentro de você basta confiar’’ Castiel passava as mãos no cabelo do menor

‘’Mas e se eu não conseguir?’’ Perguntou apreensivo.

‘’Você vai conseguir!’’

 

***

 

‘’Como ela está doutor?’’ Mia melhor amiga de No Eul perguntava ao médico

‘’ O estado dela é grave, sinto muito..’’ O médico sabia que a garota não tinha chance alguma de sobreviver após desligar os aparelhos mas queria dar um tempo até os familiares e amigos poderem se despedir.

Mia estava em choque, suas mãos tremiam e seus olhos transbordavam de lágrimas, no fundo ela sabia, No Eul iria deixá-la, só que era difícil de aceitar, se abraçou ao namorado que estava na mesma situação, eles eram grandes amigos, No Eul iria deixar saudades.

 

***

 

Jimin olhou mais uma vez para seu líder Castiel, que fazia sinal para que o mesmo fosse logo, o garoto acenou com a cabeça como se dissesse que iria tentar seu melhor e voou até

a terra, onde sua missão tinha acabado de começar. Ele iria proteger esse bem precioso, ele

iria curá-la.


Notas Finais


Meu twitter: @jhopeidou
espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...