História Meu Anjo da Guarda 3 - Capítulo 18


Escrita por: ~ e ~YangMinHee

Postado
Categorias Infinite, UP10TION, VIXX
Personagens Dongwoo, Hongbin, Hoya, Hyuk, Jinhoo, Ken, Leo, Myungsoo (L), N, Personagens Originais, Ravi, Sunggyu, Sungjong, Sungyeol, Sunyoul, Woohyun, Wooshin
Tags Drama, Infinite, Revelaçoes, Romance, Vixx, Yaoi
Exibições 33
Palavras 2.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esperamos que gostem...

OBS: Está fic contém conteúdo Homossexual e cenas de sexo. Se não gosta ou é menor de 18 não leia. Gostaria de lembrar que está é uma fic Yaoi, mas isso não significa que os cantores da banda sejam Homossexuais, muito pelo contrario.

Capítulo 18 - Prometer


@Dong

O que ele queria dizer com aquilo. Prometer?

-O que eu tenho de prometer?

Era melhor eu não dizer que prometia porque eu tenho sempre medo do que posso vir da boca dele, ainda mais ultimamente, já que ele tem passado por tanta coisa.

 

@Hoya

-Promete que se a cirurgia não der certo vai dar uma chance a ele.

Eu falei e vi o Dong ficar branco como um papel.

-Olha a cirurgia tem 70 por cento de chance de dar certo, mas se não der eu não quero que você fique sozinho. Que tenha que cuidar do Dae sozinho. Ele estar fazendo isso é mais que uma prova de amor por ti.

 

@Dong

Eu não sabia como reagir aquilo. O que ele quer que eu prometa num momento como este? Ele não devia dizer estás coisas.

Saber que mesmo assim ele ainda se preocupava com todos.

-Não posso – baixei a cabeça

Eu não ia prometer aquilo. As lagrimas desceram pelos meus olhos de forma descontrolada.

-Eu posso prometer que não ficarei sozinho. Mas não te posso prometer uma coisa dessas!

 

@Hoya

-Por favor, eu quero saber que se algo der errado você vai ter em que se apoiar.

Eu implorei e falei:

 -Olha eu não estou dizendo que vai ocorrer. Também não quero que ocorra, mas se der errado quero saber que posso ir em paz.

Ele começou a chorar e eu falei:

-Desculpa.

 

@Dong

Porque é que ele me estava a fazer uma coisa destas.

-Por favor não me peças isso.

Abanei a cabeça e limpei o nariz na manga

-Eu tenho os meninos e o Dae, posso apoiar-me neles.

Limpei as lágrimas e olhei-o

-Não há nada para prometer porque tu vais fazer aquela operação e vais ficar bom..

 

@Hoya

Eu sabia que não ia ficar em paz se ele não falasse isso. Contudo ver ele chorando tanto, me fez entender que não adiantava obriga-lo. Abracei-lhe e falei:

-Vou tomar um banho.

Peguei minhas coisas e fui para o chuveiro. Queria chorar em meio à confusão de sentimentos. Não esperava, porém que o Dong entra-se no chuveiro e notando sua presença eu falei:

-Não estou a fim de fazer amor agora.

 

@Dong

Porque é que eu não posso dizer aquilo para o fazer sentir melhor? Pelo menos hoje? Assim ele vai descansado para a cirurgia. Acalmei-me e pensei um pouco sobre o assunto.

Tirei a roupa ao ouvir a água a cair. Entrei no chuveiro atrás dele. Eu podia dar-lhe algum mimo.

-Não vim para isso.

Passei as mãos pelas costas dele.

-Eu prometo. Se isso te deixa descansado!

 

@Hoya

Fiquei surpreso, mas falei:

-Obrigado.

Eu comecei a chorar como um louco e pedi que ele me abraçasse. Olhei para ele e falei:

-Podemos ficar abraçados assim? Quero colo. Quero mimo.

Ele concordou e após o banho eu fiquei em seu colo a noite toda.

 

@Dong

Eu quase não dormi. Depois do banho ele apenas se agarrou a mim e eu mimei-o. Acho que ele está a guardar tanta coisa dentro dele que só lhe faz doer ainda mais a calma.

Durante grande parte da noite eu fiquei a lembrar alguns dos momentos mais importantes que vivemos os dois e as lagrimas molharam as minhas bochechas.

-Como eu te amo… - beijei os cabelos dele

 

@Hoya

Fomos para o Hospital na hora combinada e logo o encontramos. Eu o olhei e falei:

-Não tenho como te agradecer. Você está me dando a chance de continuar vivo.

Ele não falou nada e logo o médico veio falar que tinha que nos preparar para a cirurgia. Ambos fomos para o local e Dong ficou ali na sala de espera com o Yeol que tinha nos acompanhado.

 

@Dong

Sair de casa de manhã já me deixou com um friozinho na barriga que me deixou desconfortável. Antes de sairmos o Yeol veio e insistiu que vinha connosco para não me deixar sozinho e o os restante ficaram em casa depois de dizer que iam torcer para que tudo desse certo.

No hospital encarar o JinHoo foi estranho e quando o Hoya lhe agradeceu ele não disse nada apenas ficou no cantinho dele.

Assim que eles desapareceram pela porta que levava a sala de cirurgia eu apenas agarrei a mão do Yeol.

 

@Yeol

Eu vim para dar um pouco de força ao Dong já que o Myung ficou com as miúdas e o Woo a tomar conta de um Gyu gravido que está a ter uma gravidez complicada.

Não sabia muito bem como apoiar o Dong naquele momento então apenas deixei que ele segurasse a minha mão.

Acabamos nos sentar mas com o tempo a passar o Dong não conseguia estar quieto.

-Não fiques assim. O doutor avisou que seria demorada!

-Eu sei Yeol mas é difícil.

-Vamos beber um chá! Ainda vai demorar!

 

@Wooshin

Eu não entendi absolutamente nada da mensagem que o Jinhoo me mandou pela manhã, mas confuso segui acompanhado do Bit-to para o hospital. Este não gostou a minha preocupação com o mesmo, mas acabou entendendo. Quando cheguei lá a surpresa. Dong estava na sala de espera. Ele me olhou e eu falei:

-O que está acontecendo?

 

@Dong

Quando vi o Wooshin ali com outro homem do lado apenas os olhei.

-Não sabes? – perguntei

Ele encolheu os ombros

-O Jinhoo vai fazer o transplante para o Hoya. Ele é compatível.

 

@Wooshin

Fiquei completamente pasmo com aquilo e falei:

-O Hoya estava doente?

Logo eles explicaram tudo e eu sem chão me sentei e comentei:

-Isso não faz sentido. O JinHoo não é o tipo de pessoa que faria algo assim. Ele não gosta de se sacrificar pelos demais e....

 

@Bit-to

Eu não gostei de ter de vir até ao hospital e não gostei de ver o Wooshin assim. Porque é que ele se estava a preocupar com aquilo?

Mas depois eu pensei que talvez eu não me deveria afastar.

Aproximei-me dele e deixei a minha mão sobre o ombro dele.

 

@WooShin

-Desculpe eu acabei nem te apresentando a eles.

Eu falei enquanto os dois nos olhavam e logo expliquei:

-Este é o Bit-to. Meu namorado. Estou me divorciando do JinHoo oficialmente ainda, mas como podem ver tenho outra pessoa comigo.

 

@Dong

Ah. Agora eu entendia. Então o Jinhoo agora estava novamente sozinho? E mesmo assim está a fazer isto pelo Hoya? Como é que eu o vou perceber? É quase missão impossível!

-Olá, eu sou o DongWoo, ele o SungYeol mas como podes perceber não estamos como muita vontade de falar neste momento.

O Yeol estendeu-lhe a mão

-Consegues imaginar o que o levou a fazer isto?

 

@Wooshin

Não sabia se era certo dizer isso, mas fui sincero:

-Você.

Ele me olhou e eu comentei:

-Olha eu sei que você ama o Hoya, mas sempre foi você que ele amou. Por isso o nosso relacionamento não deu certo.

 

@Dong

Eu não devia ter perguntado se eu já suspeitava que ele me ia responder aquilo. Ele realmente fez o que eu lhe fui pedir.

Baixei a cabeça deixando-a quase entre as pernas.

-Desculpa – foi a única coisa que eu soube dizer – eu não queria ter sido a causa disso. Mas a verdade é que eu amo mesmo muito o Hoya apesar das tolices que ele me faz prometer.

Suspirei

 

@Wooshin

-O que você quer dizer?

Eu perguntei e falei:

-Eu não estou entendendo o que você quer dizer. O que ele te fez prometer?

Eu perguntei olhando fixamente nos olhos.

 

@Dong

-Desculpem não quero falar disso agora. Eu começo a ficar mesmo nervoso.

A verdade é que me tinha arrependido de ter dito aquilo mas como era tarde não havia nada a fazer. Exceto encerrar a conversa.

-Mas tu estás aqui porque?

Perguntei meio confuso já que ele tinha dito que estavam a divorciar-se.

 

@WooShin

-Ele me mandou uma mensagem sem sentindo dizendo que estava vindo ao hospital e que sentiu muito por ter me feito sofrer.

Eu não entendi nada e vim com o Bit-to para cá.

-Podemos não estar mais juntos, mas me preocupo com ele. Fomos casados.

 

@Dong

-Entendo

O Jinhoo tem agido de forma estranha. Afinal não percebo o que ele quer. Fá-lo por mim mas manda mensagens ao Wooshin. Eu acho que ele é apenas uma alma triste.

-Yeol, eu não quero sair daqui podes ir buscar-me um copo de água? – pedi e o mesmo assentiu que sim.

 

@WooShin

-Porque quis ficar a sós comigo?

Eu perguntei quando ambos se retiraram e falei:

-Me conta de uma vez o que está acontecendo.

 

@Dong

-Eu tenho a certeza que eles foram os dois para aquela cirurgia a achar que não voltavam. Será possível. Porque o Hoya me pediria para ficar com o Jinhoo se ele morresse. É estupido não é? eu sei que é. Wooshin podes até dizer que o Jinhoo o fez por mim mas porque preocupar-se em mandar-te mensagens? Eu não acho que o Jinhoo esteja bem!

Suspirei

Eu também já não sabia. Era difícil estar ali e eu não sabia que porcaria pensar.

 

@Yeol

Quando fui buscar água para o Dong o Bit-to seguiu-me. Realmente a vida é engraçada.

-Há quanto tempo – disse-lhe

-Digo o mesmo – brincou – afinal tudo o que dissemos quase se concretizou. Tu tornaste-te um ídolo e eu um programador famoso

Rimos com aquilo e eu caminhei com a água na mão.

Eu e o Bit-to moramos na mesma rua quando eramos mais pequenos e quando nos encontrávamos ele sempre dizia que ia criar jogos famosos. Não achei que o destino nos fizesse cruzar assim.

-Sempre conseguiste? – perguntei

-Claro!

-Afinal temos o que sempre quisemos – sorri

-Quase isso. Eu agora queria não ter de me preocupar com tanta coisa

Encolhi os ombros.

-Nem tudo é bom.

 

@WooShin

-Olha eu sinto muito por tudo que está ocorrendo. Eles vão ficar bem.

Eu comentei e o médico apareceu. Ele nos olhou e falou:

-A cirurgia correu bem. Agora é esperar e ver se o corpo do Hoya se adapta ao órgão novo.

-E o JinHoo?

Eu perguntei e o médico falou:

-Ele está lúcido em seu quarto seu quarto se quiserem vê-lo.

 

@Dong

Quando o médico se aproximou dizendo que tinha acabado eu suspirei de alivio e agora ia rezar.

-Eu posso ir lá primeiro? – perguntei ao medico que me respondeu de forma positiva.

Eu precisava de agradecer ao Jinhoo por isto e talvez levar-lhe alguma coisa se fosse preciso.

Apesar de não gostar muito da situação.

-Doutor quando o Hoya irá acordar?

Recebi um encolher de ombros que me deixou aflito.

 

@WooShin

-Ocorreu algum problema com o Hoya doutor?

Eu perguntei quando o Dong saiu:

-Na verdade não. Eu só descobri algo que não esperava durante a cirurgia.

Falou ele e eu perguntei:

-Como assim doutor?

Ele sorriu e falou:

-Descobri que o tratamento que o Hoya fez deu certo.

Fiquei sem entender nada e ele explicou:

-Antigamente o Hoya era fértil, mas fez um tratamento para parar de ser. Isso há muitos anos atrás. Depois que se casou com o Dong ele fez o tratamento reverso. Ele estava ciente dos riscos, mas queria ser capaz de dar um filho segundo filho ao Dong e agora pode. Ele voltou a ser fértil. Descobri pelos exames.

Dong que havia voltado do quarto do JinHoo tinha nos escutado e parecia pasmo.

 

@Dong

Assim que entrei no quarto vi o Jinhoo deitado na cama que estava meia levantada. Assim que me viu ficou a olhar na minha direção.

-Estás bem? – perguntei

Ele apenas balançou a cabeça de forma positiva.

-Obrigado – disse – por teres feito isto

Ele apenas sorriu levemente.

-Jinhoo, porque fizeste isto perguntei?

Ele fechou os olhos e eu achei que ele ia ignorar a minha pergunta.

-Fi-lo porque te magoei no passado. Eu sei que o fiz, tenho perfeita noção disso. E agora mesmo que ninguém soubesse eu sabia que te iria voltar a magoar se não o salvasse ou pelo menos tentasse. Eu não me iria perdoar se te voltasse a magoar.

O olhar dele fixou o meu e ele apenas continuou

-Tu já deves ter percebido que eu não te esqueci, apenas aprendi a viver sem te ter perto de mim, por acaso encontrei o Wooshin que encheu um pouco o vazio mas quando descobri que tínhamos um filho, eu não podia mais ficar longe, não podia ficar longe do meu filho Dong e depois voltei a ver-te e as coisas complicaram-se.

Suspirou e virou a cara para o lado

-Espero que o Hoya esteja bem.

Eu não sabia o que lhe dizer então apenas caminhei para a saída

-Obrigado. Ele vai ficar.

Sai do quarto para voltar a sala de espera já que o Yeol devia ter ficado confuso de não me ver lá e tudo mais mas quando passei a porta de saída e ouvi o médico a falar com o Wooshin sobre o Hoya ser fértil novamente fiquei parado no tempo.

-O que? – perguntei de forma confusa.


Notas Finais


Gostaram?
Logo tem mais galera..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...