História Meu anjo em um demônio. - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Anjos, Demônio, Hot, Lésbica, Lesbicas, Mistério, Morte, Romance, Sangue, Terror
Exibições 222
Palavras 726
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 65 - O que vai ser?


POV NARRADOR

Hoje foi mais um dia que Emily voltou para a cabana frustrada sem informação de onde Olivia pode estar, é assim já faz messes. Ela sempre volta sem nenhuma informação, Alexa aparece de vez em quando, mas por segundos, ela está perdendo sua batalha e todas estão frustradas por não saberem o que fazer.

Sandra foi vê como a filha está, mas também recebeu ameaças e sai do quarto mais triste do que entrou.

-Eu não sei mais o que fazer. – Ela diz se juntando as outras na sala. – Sabe como é difícil para uma mãe ver sua filha naquele estado? – Diz e as primeiras lagrimas começam a cair.  

Emily fecha as mãos em punhos não aguentando mais aquela situação, respira fundo. Vai até a cozinha para pegar um copo de agua para Sandra e vê uma pulseira, a mesma que ela achou ao lado de Piter ensanguentada, a pega e coloca no bolso de sua jaqueta. Ela pega a água e entrega para Sandra.

-Obrigada. – Agradece já dando um bom gole.

Emily respira fundo e vai até o quarto da Alexa, e assim que entra tranca a porta. Alexa a olha confusa, Emily vai até o banheiro e joga a chave no vaso e dá descarga. E volta até onde a menina mais nova está.

-Agora é só eu e você. – Emily fala se aproximando, se agacha perto da Alexa e solta suas correntes.

Alexa rapidamente se levanta e lhe acerta um soco, mas Emily está determinada e seus olhos ficam brilhantes, e acerta um soco em sua amada a fazendo ficar tonta por alguns segundos e nessa oportunidade Emily coloca a mão em sua barriga e pega sua adaga, empurra Alexa para a parede atrás de si, e coloca a adaga no pescoço dela.

-Se você se mexer você morre. – Fala Emily firme, Alexa dá um sorriso e meus olhos ficam negros com a íris brancas.

-Você nunc....

-CALA A BOCA! Você não é a Alexa! Sim eu faria. – Diz quase em um rosnado. –Alexa eu sei que você está ai, e agora você vai me escutar.

-Desista! – Alexa Fala, mas Emily se afasta por um segundo e lhe acerta um soco e volta a coloca sua adaga em seu pescoço.

-Eu já disse para calar essa boca! – Fala pressionando sua adaga, fazendo um corte leve. – Me escute com atenção! Sua mãe foi mantida em cativeiro, mas nunca desistiu de você, seu pai deu a vida para salvar a filha que ele amava, ele deu a vida por você Alexa! Odeio admitir, mas a Paola sempre esteve aí para te proteger. Eu quase morri nesse caminho, a Olivia provavelmente está sofrendo nas mãos do Tomaz, ela ficou para nos proteger, TE PROTEGER! Todos fizemos tudo para te proteger Alexa, e na hora de você se proteger de si mesma você perde?! VOCÊ não tem o direito de perde. ESTA NA HORA DE VOCÊ SE PROTEGER DE SI MESMA, ESTÁ NA HORA DE VENCER ESSA BATALHA!

Emily respira fundo, Alexa não parece se abalar ainda é seu demônio que está no comando. Emily coloca a mão no bolso e pega a pulseira, e mostra para ela que olha atenda para o objeto.

-Eu achei essa pulseira ao lado do Piter, seu melhor amigo. Que está MORTO! Lembra-se dele?! O que ele acharia de você agora? – Emily por 1 segundo vê o olhar da mulher que ama. – Seu melhor amigo está morto Alexa. – Emily pega o pulso da Alexa e coloca a pulseira em seu pulso. – Agora é com você Alexa, escolha se vai perder ou vencer essa batalha que todos lutamos juntas, mas você que tem que dar o golpe final.

Emily retira sua adaga do pescoço da Alexa e coloca em sua mão na mesma que colocou a pulseira, e leva a mão da menina até seu próprio pescoço fazendo uma leve pressão com a adaga.

-Então Alexa o que vai ser?! –Ele pergunta, soltando a mão da sua amada, a deixando livre para tomar sua própria decisão.

Agora sua vida estava nas mãos da Alexa.

(...) (...) (...) 

Jessica entra apresada na sala onde está Olivia, e vai até a mesma.

-Eu vou te tirar daqui. – Fala Jessica para Olivia. – Não temos muito tempo. – Ela vai para os ganchos nas costas da Olivia, e respira fundo. – Isso vai doer, me desculpe. 


Notas Finais


Gente acho que só vou conseguir att domingo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...