História Meu anjo em um demônio. - Capítulo 68


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Anjos, Demônio, Hot, Lésbica, Lesbicas, Mistério, Morte, Romance, Sangue, Terror
Exibições 235
Palavras 794
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Já passou da 00:00 então é o de terça feira.

Capítulo 68 - Cuidados


Pov Alexa.

Acordo lentamente, mas não abro os olhos, levo a mão até minha cabeça com dores.

-Alexa? – Escuto a voz da Emily.

-Emily.... – Falo e minha voz sai como um sussurro.  

Abro os olhos devagar, e vejo uma Emily aflita e desconfiada me olhando fixamente.

-Sou eu. – Falo sorrindo. – Bom... pelo menos a parte boa.

Ela abre um grande sorriso, e me puxa para os seus braços e me abraça forte, retribui-o na hora. Como eu senti falta disso, é como se eu tivesse dormindo durante muito tempo.  

-Meu anjo.

Mate-os...

-Ela ainda esta aqui... – Falo saindo dos seus braços e apontando para minha cabeça.

-Eu sei meu anjo... – Ela me olha intensamente. – Mas não deixe mais ela te dominar, eu não posso te perder. 

Emily me puxa novamente e captura meus lábios, um beijo de saudades e amor.

Pov Narrador.

Jessica dirigiu o mais rápido possível e longe, até para em um chalé que ela comprou recentemente. Parou o carro em frente a ele, corre e abriu a porta e voltou para o carro para buscar a Olivia, assim que abriu a porta a olhou desacordada.

-Oliva... – Ela chamou meu sem jeito. – Chegamos... eu vou te pegar no colo de novo ta legal?

Dito isso ela pega Olivia e a leva para dentro no chalé, de dois andares, em baixo havia uma sala com um sofá e a lareira, uma cozinha e em cima ficava um quarto e um banheiro com banheira. Jessica coloca Olivia delicadamente no sofá.

-Olivia... – Jessica a chama e ela abre os olhos rapidamente assustada. – Hey... calma. – Jessica fala colocando a mão no rosto dela para acalma-la. – Ninguém vai te machucar.

-Jessica. – Olivia fala baixinho, pois a dor em seu corpo ainda continua.

-Eu preciso colocar seus ossos nos lugares. – Jessica fala. – Você prefere esperar, ou...

-Faça... – A voz da Olivia é apenas um sussurro.

-Vai doer, sinto muito. – Ela respira fundo. – Estávamos afastadas, então pode gritar o quanto quiser.

Então Jessica começa o processo, Olivia gritou de dor a cada osso sendo recolocado, seus joelhos doeram como o inferno. Depois de muito tempo Jessica terminar.

-Prontinho.... – Jessica fala – Desculpe.

Mas Olivia já havia desmaiado de dor novamente. Ela pega uma manta e cobre o corpo nu menina desmaiada.

Então sobe até o banheiro e enche a banheira com agua quente, Olivia precisaria se limpar certo? Coloca um sapão que forma um pouco de espuma e fica olhando a banheira encher perdida em pensamentos. Até que ela escuta um barulho e sai correndo até a sala, e encontra Olivia no chão.

-O que aconteceu? – Pergunta já pegando Olivia em seus braços e a colocando no sofá.

-Eu só tentei me levantar.

-Olivia, você estava com cada parte de seu corpo quebrado, não irá conseguir se mexer direito por um tempinho. – Ela diz delicadamente. 

-Não custava fazer um teste não é mesmo? – Olivia dá um sorriso fraco.

-Ainda dói muito? – Jessica pergunta coçando a cabeça.

-Você não tem noção do quanto.

Quando ela caiu a manta foi junto e a menina se encontrava nua novamente. Isso lembrou a Jessica que ela deixou a banheira ligada

-Droga! – Jessica vai correndo para o banheiro, e desliga a banheira que já estava transbordando. Volta até a sala. – Olivia?

A chama, pois a mesma está fitando o teto como se realmente tivesse alguma coisa interessante nele, ela desfia o olhar e olha para Jessica.

-É.... E.... eu meio que.... – Ela limpa a garganta e respira fundo. – Eu preparei um banho para você.

-Estou tão fedida? – Olivia pergunta seria.

-NÃO! – Jessica a olha espantada. –É só que... imaginei que.... Precisaria... e.... também.... Ferimentos... limpar. Limpar os ferimentos. Não que você esteja cheirosa. – Olivia a olha mais sério ainda e a ela recua um passo para trás. – Não que você esteja fedida, mas...

-Jessica! – Olivia chama com uma voz firme. – Eu estou brincando, relaxa. – Ela diz sorrindo.

-AH. – Jessica sorri atrapalhada. – Eu vou te pegar no colo, agora...

Ela se aproxima da Olivia, e espera a mesma confirma, quando ela tem sua confirmação a pega nos braços e sobre as escadas até o banheiro.

Chegando coloca Olivia delicadamente na água quente a mesma suspira.

- O que foi? – Jessica pergunta preocupada.

-Arde. – Olivia fala por conta dos vários cortes em seu corpo.

Jessica pega algumas toalhas e senta ao lado da Olivia.

-Posso? – Ela pergunta com uma das toalhas em mãos, para limpas os ferimentos. Olivia sorri e acena que sim.

Então ela começa limpar os ferimentos espalhados pelo corpo da menina. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...