História Meu ano inesquecível. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fazendo Meu Filme
Tags Romance
Visualizações 8
Palavras 443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


bem vindos. Espero que gostem.

Capítulo 1 - Prólogo.


Fanfic / Fanfiction Meu ano inesquecível. - Capítulo 1 - Prólogo.

Numa bela manhã de sol, que tinha tudo para ser bela, até ouvir o som do meu irritante. Horrível. Estupido. E inútil. Despertador. Sim, a enfática e pausada afirmativa quem fez fui eu mesma, logo despertei-me, em um rápido e horrível pulo.

Antes que eu comece esta história da minha vida, deixe eu me apresentar. 

Eu me chamo Fani, ou melhor Estefânnia Castillo de Albuquerque. Sim, Estefânnia assim mesmo. Com dois, malditos dois n's, o mal gosto foi por parte dos meus pais mesmo. Mas, eu os perdôo, não fizeram por mal. Tenho 17 anos, sou apaixonada por cinema, inclusive, sonho em ser cineasta. Estudo com o Leonardo, com a Carol e com a Tetê, que são as melhores pessoas que conheço na vida. 

Mas, voltando ao assunto do dia. Assim que acordei, fui logo fazer minhas necessidades, arrumei o meu cabelo, com um coque alto e solto (o que destacava minhas madeixas roxas e longas). Assim que terminei, fui tomar o meu café e fui para a escola. Lá chegando, a primeira pessoa que eu encontro é o Léo.

O Léo é o meu melhor amigo. O conheci no 5° ano, e muita coisa rolou entre a gente, eu desabafava tudo com ele. O mesmo, é loiro, e tem algumas sardas em seu rosto o que deixava a maioria das garotas loucas por ele. Já achei que o Léo fosse gay, pois nenhum relacionamento durava com ele, temos muito em comum, gostamos das mesmas coisas, das mesmas comidas.

-FANI!!!- grita o Léo em minha direção, mas, antes que eu pudesse responder, duas desmioladas também gritam.- FANIIII- as duas "desmioladas" eram Carol e Tetê. Que também as conheci no prézinho, nossa amizade não tem barreira.- Oi galera.- respondo com um sorriso enorme em minha face, todos nos abraçamos.

-Fani- Carol fala quase sussurrando. -Não olhe agora mas, o professor Gustavo, está vindo em nossa direção.- olho disfarçadamente, e sim, era verdade. Gustavo, para vocês que não sabem, é o meu professor, ele é praticamente uma obra prima, utiliza um óculos redondo, o que realça cada curva de seu rosto, que pelo que vejo, parece macio como nuvem. O professor por quem eu tenho uma queda, sou bem apaixonada mesmo. 

- Olá, alunos.- ele se aproxima e eu paraliso. - Olá, professor Gustavo.- falamos em coro. - Espero que se divirtam na aula de hoje.- assim que ele fala aquilo, ele sai, e meu coração, já estava pulando de alegria. O dia passou bem rápido, então, voltei para minha casa, passei o dia conversando com meu pai e minha mãe, sobre minha maravilhosa aula. 

Essa foi a minha breve apresentação, do primeiro dia de aula. Até mais ver.  


Notas Finais


E vocês?! Gostaram da história? Querem que eu continue? Todo apoio de vocês é bem vindo. Obrigada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...