História Meu Assassino - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~PinkuPinku

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Assassino, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 239
Palavras 2.788
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Lemon, Policial, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hellou my peoples...Tia Mah aqui
Então aqui esta o especial...com muito suspense e mistérios...preparem o kokoro e vamos para o capítulo.

~Tenham uma ótima leitura ♥~

Capítulo 7 - Festa de Halloween ( Especial com spoiler)


 Jungkook Pov 

 

 

A lua chegava junto com o vendo fresco da noite, as flores nas árvores mostravam que era primavera.Crianças e mais crianças andavam na rua com fantasias de personagem de contos de terror.

 

-Sério que vou ter que usar isso? -Me olhava no espelho com uma fantasia ridícula de "Detective Conan".

 

-Claro que tem, é Dia das bruxas e você precisa se fantasiar-Senhorita Boomi, minha vizinha, dizia me olhando dos pés a cabeça-Está uma gracinha querido-Vem até mim apertando minhas bochechas.

 

-A-Ai....Obrigado-Assim que soltou minha bochecha acariciei o local fazendo cara de choro.A porta se abre e logo minha mãe entra vestida de mortífera da família Adams .

 

-Ai como meu filho está lindo-Fala colocando as mãos nas bochechas.

 

-Pode parando mãe, isso aqui não é festa de 15 anos não, é so uma festa de dia das bruxas-Me irrito deixando as duas ali, logo saiu de meu quarto descendo para onde todos estavam, tinha várias pessoas e o som era ambiente.

 

-COMO VOCÊ ESTÁ LINDO!!-Taehyung gritou chamando um pouco a atenção para ele.

 

-Shiu, fala baixo-Falei rindo baixo.

 

-O que achou de mim ?-Ele estava com uma fantasia linda de vampiro.

 

-Ta uma merda-Digo rindo de sua cara.

 

-Vai se fuder-Puxou de seu bolso um salgadinho, começando comer .

 

-De onde você tira essa comida?-Pergunto franzindo a testa.

 

-Do cu, com certeza -Ri alto percebendo que Jimin se aproximava, ele vestia uma fantasia de demônio.-Vish, olha o demônio chegando-Tae encheu sua boca de salgadinho para não falar nada-Tchau-Disse com a boca cheia saindo dali.

 

-O que quer Jimin?-Falo o encarando.

 

- Te fuder-Fala baixinho de um jeito sexy,me fazendo arrepiar, Jimin pega em meu pulso me levando para algum lugar escura.

 

-Ei !me deixa -O empurro sentindo o ódio e o prazer tomar conta de mim.

 

- Te deixo se me beijar-Sua voz sedutora me prendia, eu o queria, agora mesmo.

 

- Aish! Okay, mais se minha mãe ver nós dois estaremos ferrados.- Digo me aproximando de seu rosto.

 

 Nossas respirações se colidem, e cada vez mais junto meu rosto ao seu, nossas bocas se roçam de leve e na mesmo momento eu chuto suas partes íntimas, correndo logo em seguida.

 

- Você se verá comigo moleque! - exclama de um modo só que para eu escute.

 

  Volto para festa e encontro Jin Hyung e Namjoon Hyung.

 

- Oi Hyungs! -Aceno

 

- Olá Jungkook-ah - Falam juntos.

 

- Pensei que não viriam hoje. 

 

- Ohh, não viríamos mais o Jin me encheu dizendo para virmos.

 

- Ah sim, entendi.

 

- Cadê sua omma Kookie? - Pergunta Jin

 

- Deve estar com o Jim... JiHye. -Namjoon arqueia as sobrancelhas.

 

- Namjoon já sabe, fique tranquilo. - Jin diz como se já soubesse do meu desespero.

 

- Jin Hyung... Okay, confio no Nam Hyung.

 

- Que bom, se nós der licença iremos falar com sua omma. - assinto em responda.

 

                      ...

 

 - Filho do biscoito! -Grita Tae.

 

- Já disse pra parar de me chamar assim, seu viado. - Bufo.

 

- Olha... você consegue ser mais viado do que eu. -Diz Hobi.

 

- Na verdade consegue ser mais viado do que nós dois juntos. -Diz Tae. Percebo um certo clima estranho.

 

- Hum... sim, sim. - Concordo em sarcasmo. - Depois iremos conversar - Digo olhando pro Tae. - Hobi você e eu conversamos agora! -Falando andando.

 

- Ok...

 

  Chego em uma área mais reservada e sem pessoas. E Hobi vem logo atrás.

 

- O que aconteceu? - Digo sem mais delongas.

 

- Bem... aconteceu que é... - Tenta dizer, falhando miseravelmente.

 

- Diga logo.

 

- Hum... O Bam Bam voltou... - Diz por fim.

 

- O que ? Aquele que você teve um caso antes? O Taehyung morre de ciúmes dele! Seu idiota - Bato nele.

 

- Ei ei ei!  Mais respeito ainda sou seu Hyung. - Diz afastando minhas mãos dele. 

 

- Foda-se seu idiota, diga que você não fez nada que Tae não gostasse. 

 

- Não, não fiz! Mais não sei o BamBam, ele está diferente.

 

- Diferente como? - Pergunto nervoso.

 

- Eu não sei! - passa as mãos no cabelo

 

- Que seja, se afaste dele de qualquer maneira e principalmente do TaeHyung.

 

- Você está desconfiado de algo? - Pergunta receoso.

 

- Sim, mais não tirarei conclusões precipitadas. Vamos voltar, acho que ja perceberam nossa falta.

 

- Até parace Jin Hyung falando- Eu começo a rir e ele também.

 

- Vamos logo. - Digo ja começando a andar.

 

                      ...

Vou novamente pra onde as pessoas estavam, observando a decoração de minha mãe.

 

-Realmente ela se superou....-Falo para mim mesmo rindo-Esta uma merda-Gargalho alto percebendo uma presença atrás de mim.

 

-Olá Jungkook-Era Bam Bam, o mesmo tinha um sorriso perverso nós lábios.

 

-Olá Bam Bam-Reviro meus olhos começando a caminhar.

 

-Ei-Segurou meu braço me fazendo olha-lo-Fale para Taehyung cuidar de seu namorado, porque Hobi está mesmo muito gostoso-A raiva tomou conta de mim, eu queria apertar sua garganta.

 

-Filho de uma puta-Levanto minha mão para bater em seu rosto.

 

-Nem pense em relar em mim...ou faço Hobi meu hoje mesmo-Em seus olhos continha luxúria e vingança.

 

-Aham, Hobi não quer nem saber de você-O empurro fazendo o mesmo dar três passos para trás

 

 

-O que está acontecendo aqui? -Jimin segurava um copo de vinho e sua outra mão estava no bolso de seu casaco vermelho.

 

-Nada-Bam Bam respondeu antes de mim-Estávamos apenas conversando-Seu sorriso falso me irritava mais.

 

-Isso é certo Jungkook? -Perguntou olhando para mim mordendo os próprios lábios. 

 

-Sim-Concordo olhando para o chão-Foi um prazer te rever Bam Bam-Saiu dali deixando os dois, vou para meu quarto trancando a porta, eu queria ficar um pouco quieto, em meu mundo, fecho meus olhos logo adormecendo.

 

........

 

Halloween combinava com o tempo, era friu e não havia estrelas no céu, tudo era negro e sombrio assim como as vozes que ecoavam no quarto de visita.

 

" Deveríamos mata-lo?"

 

" Sim, aquele moleque não serve para nada"

 

" Yoongi, acho melhor não" 

 

" Como é?....Está me desafiando?"

 

" Não,nunca"

 

" Então mate Jeon Jungkook, Se não matarei você Bam Bam...

 

Sorte ou azar ? O que seria, um garoto passava por ali e escutará tudo , até a última palavra.

 

-Preciso avisar Jungkook-Falava baixo para que ninguém ouvisse.

 

-Não.... você não precisa-Yoongi estava atrás dele com um sorriso cínico no rosto,e tudo aquilo foi destruído por apenas uma faca, fazendo tudo ficar preto. 

 

......

 

Deve ser coisa da minha cabeça. É melhor eu ir dormir, será difícil com essa barulheira. Mais eu não posso simplesmente mandarem parar com a festa. Eu não sou tão egoísta quanto pensam. Fico pensando e nem percebo quando caio no sono.

 

Yoongi POV

 

    - Você é idiota? Ande esconda isso e acabe com as provas, ou se não eu lhe mato. - Digo saindo do quarto.

 

   - Sim senhor... -Escuto-o antes de fechar a porta.

 

    Ando pelos corredores e avisto a porta do Jungkook bem ao lado do quarto. MERDA! Ele deve ter escuto á conversa. Abro a porta lentamente e me deparo com ele dormindo, parecia num sono profundo.  Isso não demorará pra acontecer, meu caro Jeon Jungkook

 

  Olho ao redor do quarto e vejo um copo de plástico - vermelho, típico e bebidas - . Menos mal ele deve ter tomado isso sem ao menos ninguém perceber. Esperto, bem isso é tão forte, que nem se lembrará de nada provavelmente. Que seja!

 

 Saio do quarto rapidamente e me deparo com o Jimin. Mais o dia está maravilhoso não? 

 

- O que estava fazendo ai Yoongi Hyung? - Pergunta desconfiado.

 

- Apenas fui observar o pirralho. - Ora eu não menti.

 

- Por que? - Aish, desconfiado como sempre. Mais se eu fosse ele também descofiaria.

 

- Sabe ele eu vi ele um com menino... E desconfiei, e justamente eles foram pro quarto. - Vejo ele ficar vermelho de raiva.

 

- Como?! Ah... que seja! Vamos aproveitar a festa. - Olha! Não é que o menino faz um efeito nele, bom saber Park Jimin, é muito bom saber.

 

               .........

 

 Jisoo POV

 

 - Até que fim lhe encontrei noona. - Diz Jin

 

- Ahh... oi - Digo meio sem emoção.

 

- Aconteceu algo Jisoo? - Pergunta deixando sua leve preocupação transparecer.

 

- Não nada... - Olho para o lado e vejo Namjoon.

 

- Oi Namjoon, desculpe não tinha lhe visto.

 

- Oi! Sem problemas Jisoo. Irei deixar vocês conversarem ás sós. Com licença. - Diz saindo do local.

 

- Enfim, aconteceu algo Jisoo? Não aconteceu? 

 

- Sim, mas vamos para meu quarto as paredes tem ouvidos sabe. - Digo rindo e logo Jin me acompanha.

 

- Certo, vamos!

 

  Chegamos ao meu quarto e tranco a porta por precaução.

 

- Diga... - O ambiente fica mais tenso.

 

- Como você sabe, eu estou grávida. - Ele assenti- E bem eu já disse ao JiHye a reação dele não foi boa...- Ele me interrompe. 

 

- Disso eu já sei, Jisoo - fala calmo -Vai direto ao ponto, certo?

 

- Sim... sim. Enfim, mas não sei se o filho é dele- Sussurro com receio de que alguém escute.

 

- O QUE?! 

 

- Jin fale mais baixo, as paredes tem ouvidos...

 

- Certo, certo, mas como assim você não tem certeza se é dele? - Pergunta baixo.

 

- E-eu me relacionei com um homem antes de ir para a lua de mel.... E me relacionei com JiHye também... Eu estou tão confusa Jin... - Deixo uma lágrima cair.

 

- Não chore Jisoo - Seca minha lágrima com os seus dedos. - Eu irei te ajuda, fiquei calma... Vai dar tudo certo - Me abraça, e eu me permito chorar. - Eu acho - Diz algo que não escuto por causa da música que está alta...

 

Jimin POV 

 

  Estou até agora pensando no que eu vi e ouvi do Yoongi, será mesmo que o Jungkook estava com alguém. Ah dele se estivesse com alguém. Irá sofrer as consequências. Fico pensando e sou tirado dos meus pensamentos pelo Yoongi.

 

- Ei cara! Aqui sua bebida, está pensando no que eu disse? Deixe disso, você não gosta dele, certo? - Na mesma hora engulo em sexo.

 

- Não, não gosto...- Digo com uma leve pitada de nervosismo.

 

- Que seja - dar de ombros - Vamo aproveitar. - Assinto e tomo um gole da bebida que não sei identificar a cor por o ambiente estar escuro,  apenas com as luzes de neon.

 

Taehyung POV

 

Termino de tomar o último gole da bebida, a mais conhecida - Vodka -, sentindo o descer rasgando pela minha garganta.

 

- Taehyung, que bom te ver! - Exclama uma voz que me dar os nervos.

 

- Que pena pois eu não digo o mesmo - Falo pegando outro copo de bebida.

 

- Tão gentil - Sorri ladino

 

- Gentil?! - Dou uma pequena gargalhada - Gentil com quem merece, ou seja; isso não se refere à você passar bem. - Digo ja pronto pra sair dali. 

 

- O Hobi está tão gostoso - Sussurra em meu ouvido.

 

- Que pena, sinto lhe informar que ele tem um namorado. E ele está gostoso pra mim não para você seu inútil, como eu disse passar mal. - Saio do local e vejo o Hoseok rindo.

 

- Do que está rindo seu idiota? - Pergunto raivoso.

 

-  De cena que acabei de presenciar... - Apenas ri mais.

 

- Está rindo de mim seu filho da minha sogra?

 

- Estou... isso foi maravilhoso, amor - Sussurra. 

 

- Maravilhoso vai ser o tapa que irei dar na sua cara, seu idiota. - Rebato furioso.

 

- "Que pena, sinto lhe informar que ele tem um namorado. E ele está gostoso pra mim." Isso foi maravilhoso amor. Me ensina a dar patadas assim. 

 

- Hoseok, só para por favor. Eu vou embora. - tento sair mais ele me puxa.

 

- Não antes disso. - Enconta seus lábios  junto aos meus.

Iniciando um beijo afoito mais ao mesmo tempo carinhoso, o mesmo pede passagem com a língua e logo eu cedo, podia se sentir o gosto da bebida, mas nada que atrapalhasse. Nós nos separamos por falta de ar permanecendo perto.

 

- Eu te amo muito, amor. - Da um beijo na minha testa e me abraça.

 

- E- eu também... - Sussurro com vergonha.

 

- Você fica mais lindo com vergonha amor, mas agora vamos, certo?! - Diz pegando minha mão  e me levando pra fora da casa.

 

.....

 

*Jungkook POV*

 f

Abro meus olhos lentamente piscando várias vezes me acostumando com o ambiente,olho para os lados sentindo minha cabeça latejar, queria uma solução para aquilo parar, e a solução era beber mais...Levanto-me de minha cama, dando alguns passos para me acostumar com a gravidade por conta de minha cabeça estar doendo, abro a porta, vendo as luzes neons piscaram na sala com a música no último volume, desço a escada segurando nas paredes olhando para baixo.

 

-Esta com uma cara horrível-Olhei para cima para reconhecer a pessoa, era Yugyeom, um garoto de minha sala que se achava por seu pai ser muito rico.

 

-Sério ? A sua sempre está horrível e eu nem posso reclamar porque você nasceu cagado-Respondo bufando e logo saindo dali, vou até a mesa de bebida misturando de tudo em um copo com gelo.

 

-Vai beber isso?-A voz de senhorita Jisoo ecoou em minha mente.

 

-Não, fiz esse copo porque vou jogar na minha cara-Reviro meus olhos.

 

-Olha como fala com a sua mãe garoto-Ela foi até mim segurando em meu braço.

 

-Ta desculpinha-Dou um gole longo em minha bebida, sentindo o líquido queimar minha garganta como fogo.

 

-Jeon Jungkook!-Ela grita meu nome mais eu não dou a mínima.

 

-Bye bye omma-Me enfio no meio das pessoas, dando outro gole em minha bebida.

 

-Ei-Esbarrei em uma pessoa sentindo alguns pingos de sua bebida em minha blusa.

 

-Sorry baby-Tento sorrir apertando suas bochechas.

 

-Jungkook é melhor parar de beber-Reconheci aquela voz, era Hani.

 

-Vai se fuder Hani, eu bebo mesmo, v-você não é minha mãe-Aquela frase saiu um pouco estranha, sorri de lado mostrando meu dedo do meio para ela.

 

-Agora já chega vamos para cima-Ela tenta me puxar para escada.

 

-Não quero-Faço biquinho cruzando os braços.-Eu amo essa música-Tocava "Somo-Make up sex", levo minha mão a boca chupando meu dedo, dançando conforme o ritmo da música.

 

-Para com isso Jeon-Hani gritou e eu apenas ignorei.

 

-Make up sex-Canto o refrão abrindo um botão de minha camiseta

 

-Chega!-Jimin me puxa fechando meu botão novamente.

 

-Me deixa, quer saber VÃO TODOS SE FUDER-Gritei subindo as escadas entrando em meu quarto.

 

Entro em meu quarto saindo em minha sacada, observo o céu e as ruas com enfeites de abóboras, bebo mais uma vez minha bebida gélida

 

-Eu realmente sou um idiota-Coloco minha bebida no chão de minha sacada e logo olho para baixo vendo alguém carregar um saco branco bem grande, rio alto colocando a mão na cabeça-Ai estou tendo alucinações-Entro no quarto, sentando em minha cama deitando novamente, ouço gritos la em baixo e começo achar estranho.-O que está acontecendo ?-Falo para mim mesmo levantando da cama indo em direção a sala novamente.

 

-T-Tinha s-sangue l-la-Alguma amiga de minha mãe dizia apavorada para ela.

 

-No quarto de visita?-Minha mãe perguntava confusa.

 

-S-Sim-A mulher parecia apavorada.

 

-Amor poderia ir la confirmar?-Omma disse para Jimin e o mesmo assentiu subindo as escadas para ir até o quarto.

 

-Eu acho que vi alguma coisa-Falo chamando atenção para mim.

 

-Como é?-Minha mãe perguntava franzindo a testa.

 

-Eu vi uma pessoa carregando algo no quintal-Dou de ombros coçando a nuca.

 

-E por que não disse nada? -Se levantou do sofá batendo o pé.

 

-Porque eu achei que era uma alucinação, eu estou bêbado-Rio alto fazendo minha mãe fechar a cara.

 

-Já imaginou que poderia ser um assassino? -Ela começou se alterar vindo para cima de mim.

 

-Eu ja disse, estou bêbado, e foda-se se for um assassino, não fui eu que morri, deveria estar feliz por não ter sido a senhora também.-Sorriu cínico sentindo um tapa em meu rosto, mordo os lábios sentindo meus olhos encherem de lágrimas-Quer saber...acho que estaria feliz se soubesse que a senhora era a vítima do tal "assassino"-Me viro subindo as escadas.

 

-Jeon Jungkook volte aqui agora-Ela gritou mas apenas ignorei.

 

-Vai se ferrar-Cuspi as palavras indo para meu quarto, tudo aquilo estragava a noite, eu apenas queria morrer...

 

 Jimin POV

 

    Termino de subir as escadas entro no quarto de visitas, e me deparo com uma pequena poça de sangue. 

Ora, ora. Não é que alguém morreu aqui mesmo e não foi eu que matou. 

Ri com meus próprios pensamentos. É melhor eu limpar e fingir que nada aconteceu, suspeito quem possa ter morrido. Ou melhor que foi o assassino, Yoongi... Isto está ficando divertido.


Notas Finais


Então é isso...Até o próximo capítulo ~bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...