História Meu boneco inflável ganhou vida - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol
Exibições 833
Palavras 867
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Como o título diz qqqq /corre
Mentira, é só uma piadinha, esse meu ChanYeol é trouxão mesmo. É. q
Enfim, relevem qualquer erro e MUITO OBRIGADO PELOS 800 FUCKING FAVORITOS <3

Capítulo 7 - Todo trouxa merece uma explicação


Sabe quando você acorda naqueles dias estranhos que se pergunta se faz parte do mundo mesmo ou se só dormiu demais e estava vendo alucinações?

Pois é, eu estava com aquela sensação, mas bem acordado e querendo saber o que estava acontecendo para ter BaekHyun, SuHo e a maldita cigana que eu acreditava ser o meu Baek bem a minha frente.

Mas antes de descobrir o que era aquela reunião da esquisitice, deixem-me contar o que aconteceu nesse um mês que moro em Bucheon. Transei com BaekHyun até sair sangue do meu prepúcio de tanto que meti nele, vivia com cãibras na língua por usar ela demais em dois lugares que prefiro não mencionar e fiz uma tatuagem com o nome dele no meu pulso, me julguem. 

Agora vamos a realidade.

- Eu vou apagar de novo e acordar agarrando meu boneco inflável? Tô de nóia com alguma droga que usei naquela festa ou o que? – Indaguei já bem putinho, ver que eu estava errado com minhas teorias de que BaekHyun era a cigana, me deixou muito incomodado.

- Não não, e é isso que vamos te explicar agora. Baek, comece com a sua parte. – SuHo começou e deu espaço para BaekHyun ficar a minha frente. E cara, mesmo estando puto, aquela carinha linda dele ainda me causava coisas, minha cabeça ficava louca, e a cabeça de baixo também. Mas né. Relevem.

- Bom, você sabe que eu sou BaekHyun, certo? Certo. Nos conhecemos no primeiro ano da faculdade de astrologia, eu sempre te encarei, mas você nunca me notou por causa do seu boneco. Então, eu pedi ajuda para o SuHo e para a cigana, que tem um nome e é Hyorin, um dia qualquer na faculdade, ela sussurrou meu nome e você colocou ele no seu boneco, ou seja, estou na sua vida desde a faculdade, mas só naquela festa conseguimos agir.

- Hyorin, sua vez. – SuHo falou de novo e a garota de pele morena passou a frente quando BaekHyun deu um passo para trás, daqui a pouco expresso minha opinião. Esperem.

- Eu fiz você colocar o nome do seu boneco pouco tempo depois que ganhou ele. A nossa intenção era fazer você se apaixonar pelo boneco e depois pelo Baek, mas ele foi transferido para Bucheon assim que começou o estágio e perdemos todo o plano por anos. Mas 3 meses atrás, conseguimos colocar tudo em prática de novo, SuHo me ligou e disse que você ainda tinha o boneco e que supostamente o amava acima de tudo, foi fácil te induzir ao medo quando eu já conhecia sua história, agora a parte dos sonhos, foi tudo manipulação mental, a dita cuja hipnose, consegui com sucesso te fazer acreditar que foi real depois de te mostrar uma foto do BaekHyun atualmente em todos os tipos de situações antes de você apagar. Te deixamos em casa depois de tudo e o restante, você já sabe.

- A minha, você já sabe, informações rolando aos montes por ser seu melhor amigo. Mas não foi por mal. Juro, a gente só queria te ver bem.

Bom, vamos ao que pensei depois dessa informação toda.

BaekHyun era apaixonado por mim desde a faculdade e fez o que estava ao seu alcance para me conquistar, mesmo que tenha demorado um certo tempo e me feito sofrer por alguns dias.

SuHo se aproveitou da minha boa vontade e da minha amizade para conseguir me arrumar um namorado.

A cigana só fez o que lhe foi mandado e eu com a minha cabeça fraca, caí rapidinho.

Mas o foco de tudo era: eu fui enganado, usado e manipulado sem saber de absolutamente nada disso, era apenas um brinquedo na mão de três pessoas estranhas e que fizeram tudo para conseguir o que queriam.

Eu tinha 3 pares de olhos esperando minha reação, eu estava com uma cara de porta tão séria que SeHun sentiria inveja e me daria o título de sem expressão do séculos, mas tudo drama, eu estava me segurando para rir.

- Nada disso me importa. Eu tenho meu BaekHyunnie e nada nesse mundo me deixa mais feliz do que saber que ele é real. Mesmo que eu tenha sido um brinquedinho na mão de vocês, o resultado foi maravilhoso e me deixou extremamente feliz. Então, só tenho a agradecer, obrigado SuHo, obrigado Hyorin. E Baek, seu agradecimento fica para quando chegarmos em casa.

Ah, esqueci de mencionar, minha vida estava seguindo exatamente o que acontecia na primeira realidade estranha. Um pseudo casamento, sexo todos os dias, café gostoso na mesa e um namorado tão inteligente que me fazia querer transar com ele todas as vezes que abria aquela boca linda e maravilhosa.

Além é claro daquela sensação maravilhosa de amor preenchendo completamente meu corpo enquanto eu tinha o prazer de o olhar de perto.

Fui trouxa?

Fui.

Você foi trouxa?

Foi também.

Valeu a pena?

Meu pinto responde isso por você, está duro e igual minhoca querendo uma terrinha para se enfiar e foi exatamente por isso que enxotei os dois incômodos dali e... bom, o resto vocês já sabem.

 

Fim

 

 

 

Agora é fim mesmo, vão cuidar da vida de vocês e deixem a minha. 


Notas Finais


Quem aí acertou nas teorias? q
Meu twitter é @byunbibu, me chamem lá para surtar, me xingar, desbugar o bugado dos caps anteriores e etc q


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...