História Meu Bonequinho - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Bolinho_17

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Bottom!chanyeol, Chanbaek, Hunhan, Sekaisoo, Sulay, Top!baekhyun, Xiuchen
Visualizações 90
Palavras 893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ficção, Hentai, Lemon, Lírica, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiii , finalmente um capítulozinho saindo do forno , bom....espero que gostem , Boa leituraaaaaaa...

Capítulo 4 - O quarto secreto " Parte 2 "



Ponto de vista BaekHyun

-Nossa o que é isso?! -e então resolvo acender as luzes. 

O quarto tinha uma das paredes era coberta de fórmulas e a parede de frente a porta havia sido pintada de com uma tinta preta. Nela tinha um corpo humano desenhado parte por parte como se estivesse sendo montado um novo ser. 

-Nossa! O que é isso? Parece ser um tipo de fórmula para criar meio humano meio boneco! -diz ChanYeol em choque sem mexer um só músculo. 

-Você esta bem? Se não quiser não precisar entrar comigo. -digo segurando seus braços. 

-O-obrigado por se preocupar comigo BaekHyun! Mas estou bem e eu quero muito entrar, talvez ai tenha alguma coisa que possa me ajudar a voltar a ser humano por completo. Vamos entrar e dar uma olhada! -e logo entra no quarto. 

-É... Então vamos! -digo entrando logo em seguida. 

Ao entrar posso ver de perto o quanto o quarto era grande, e apesar de todo o seu tamanho ele era bem organizado, diferente do porão, mas ele tinha um cheiro de página de livro antigo. O quarto tinha o estilo de escritório americano, tipo o de Sherlock Holmes. 

Continuo observando o quarto e vejo que havia uma escrivaninha de madeira toda talhada e que em cima dela havia um manuscrito. Ele foi usado completamente, nele tinha anotado umas coisa mostrando como montar um frankenstein, meio homem meio boneco. Ao ver estas anotações achei que poderia ajudar em algo, eu o pego e escondo em baixo da camiseta para que o Chan não o visse e procuro sair dali rapidamente. 

-É... eu vou tomar água e pegar a minha máscara, porque esse cheiro esta me matando. Você vai querer alguma coisa? -pergunto para o Chan que responde apenas balançando a cabeça de um lado para o outro dizendo que não.

-Nossa ele esta tão concentrado que nem sequer olhou para trás. Que sorte. -penso já saindo da sala. 

Vou caminhando em direção ao lance de escadas para ir pro meu quarto e então ouço um barulho, só que eu não sabia de onde vinha então não dei muita importância e continuei subindo para meu quarto. 

Chegando lá resolvo dar uma olhada mais profunda no manuscrito, mas quando o abro escuto o barulho de passos subindo as escadas. Imediatamente procuro um canto para guarda-lo, ate porque eu não queria que o Chan o achasse antes que eu desse uma breve lida. O melhor canto que tinha para esconder era a gaveta das minha cuecas. Lá eu tenho certeza que ele não irá mexer, mesmo sabendo que nunca iria fuçar minhas coisas achei melhor fazer isso. Enfio o livro de baixo das cuecas e vou a procura da minha máscara. 

Enquanto eu procurava continuo ouvindo os passos, mas dessa vez estava cada vez mais próximo e enfim encontro a minha máscara. Não sei o que estava me acontecendo mas um grande medo toma conta do meu corpo fazendo com que eu ficasse paralisado de frente pra porta, vejo a maçaneta baixar e o medo começa a aumentar tomando conta do meu corpo. 

A porta começa a abrir vagarosamente me dando uma grande vontade de correr, mas eu estava com tanto medo que estava congelado não conseguindo mexer um só músculo. Finalmente a porta abre por completo, e quem estava atrás dela? O ChanYeol que estava segurando um papel, ele parecia está impressionado ao ver o que tinha naquele papel. 

-ChanYeol, você está tentando me matar de susto. Você esta me ouvindo? 

-D-desculpa não tive a intenção de assustá-lo! Mas você precisa ver isso. -diz me entregando o papel. 

Pra minha surpresa tinha uma garoto desenhado na folha e ele se parecido com o Chan, espera.....é ele! No desenho mostravam as partes que haviam sido substituídos no corpo dele. 

-Isso é bastante revelador, por aqui podemos descobrir exatamente o que seu pai lhe fez e podemos até tentar reverter o que ele fez. -digo animado. 

-Não BaekHyun, acho que não dá! 

-Dá sim, olha isso aqui!! 

-Dá, mas eu não quero! 

-Por que não? 

-Porque se eu voltar ou tentar voltar a ser humano, eu irei morrer! E se eu morrer ficarei para sempre longe de você e eu não quero isso. -diz um pouco triste. 

-Mas como você tem tanta certeza sobre isso? 

-Porque é o que diz nas últimas linhas . Veja! 

E realmente tinha. 

"ESSE EXPERIMENTO NÃO PODE SER REVERSO POIS OCASIONARÁ A MORTE DO MESMO... 

Ass.: Dr. Park" 

Ler aquilo me deixou momentaneamente triste, mas lembrei do que ele havia dito minutos atrás. Não irei negar, aquilo que ele disse despertou em mim um tipo de sentimento que jamais tinha sentido. Todo aquilo que eu estava sentindo fez com que lhe desse um abraço. 

-Não fique triste! Se você não quer, que seja feita a sua vontade. E não se preocupe, não permitirei que fiques longe de mim. 

Ao dizer isso ele me abraça forte e encosta a cabeça no ombro e ambos prolongamos o abraço.  

~Será que esse é o começo de um novo sentimento a além da amizade. Será que eu estava gostando dele e será que ele também estava gostando de mim?~ 

Estava me perguntando mas então... 

BOOM

Um barulho estronda em meio à nosso silêncio, fazendo com que nos soltássemos do abraço. 

-Mas que barulho foi esse e de onde veio? -pergunto olhando pra porta. 


Notas Finais


Oiiiiiiiieeeeeeeeeeeee , espero que tenham gostado desse capítulo , desculpem pela demora e até o próximo capítulo . Beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...