História Meu casamento - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 1
Palavras 794
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


 Era o dia do meu casamento com Tommy e estava nervosa demais, mas minha irmã Hanna estava a me ajudar com os preparativos e a me arrumar, para que tudo desse certo e eu entrasse deslumbrante na igreja.
 - Hanna, estou nervosa demais. Será que vai dar certo, que Tommy não me abandonará, e que serei feliz?
 - Calma. É comum as noivas , e os noivos também, ficarem nervosos, pois é um dia importante na vida de um casal, onde unirão suas coisas boas e ruins e só o tempo para dizer se fizeram a coisa certa. E não se preocupe porque Tommy vai estar no altar lindo e loiro te esperando. Coloquei gente de olho para ele não fugir.
 Dizendo isso, fiquei mais calma e tratei de curtir aquele momento de dia da noiva com tudo que tinha direito.
 Depois me vesti, com um belo vestido que tinha um decote bem bonito e um longo véu e um buquê de flores do campo, minhas flores prediletas. Quando estava tudo pronto e dava uma última olhada no espelho antes de ir para a limusine, Adam aparece de fininho - ele seria meu padrinho por parte de Tommy - e pede para Hanna deixar ele ter uma última palavra comigo e então ela sai nos deixando a sós. 
 - Hanna, você está aí para me ajudar com o véu? Ninguém responde. Nessa hora Adam entra na sala onde estou me deixando um pouco surpresa.
 - Nossa, como você está bela dentro deste vestido!
 - O que você faz aqui? Você não tinha que estar na igreja fazendo companhia pro Tommy? Alguém tem que ficar de olho para ele não fugir. Vai que ele desiste de se casar?
 - Acho que se ele te visse vestida desse jeito, nunca desistiria. Tem certeza mesmo do que quer fazer? Tem certeza de que quer se casar com Tommy?
 - É claro que quero! Que tolice perguntar isso agora.
 - Ainda dá tempo de desistir. Pense bem.
 Eu não estava entendendo onde ele queria chegar com essa conversa e estava nervosa, pois já era para ter saído e estar a caminho da igreja. Não queria fazer Tommy esperar mais.
 - Olha, já estou um tanto atrasada e já era para estar chegando na igreja agora. Todos estão me esperando.
 - Xiu! Não fale mais nada. Você perde tempo falando demais.
 Dizendo isso, Adam colocou o dedo em meus lábios e me beijou com todo seu desejo por mim. E mesmo atordoada com aquilo - nossa! Como ele beija bem - pensei e disse:
 - Adam, você está louco? É o meu casamento hoje com Tommy e você é amigo e padrinho dele. Não pode vir aqui e sair me agarrando desse jeito.
 - Sim, estou louco e é por você. Eu sempre gostei de você, mas por respeito e pela amizade que tenho com Tommy deixei as coisas rolarem e tentar te esquecer mas não consegui. Então hoje era a minha última tentativa de te mostrar o quanto sempre te amei e quando te ví linda nesse vestido de noiva, não resisti.
 Eu quase chorei mas não podia estragar a maquiagem.
 - Eu e Tommy nos amamos e é com ele que eu quero me casar, ter filhos e ser feliz ao lado dele. Você vai encontrar quem te queira de verdade. Agora, se me der licença, tenho um casamento para ir: o meu com Tommy.
 Adam ficou arrasado mas acabou reconhecendo que não dava mesmo e correu para a igreja antes que eu chegasse.
 - Cara, onde você estava até agora? Quem chega atrasado é a noiva! Disse Tommy.
 - Eu fui verificar se estava tudo bem e se a noiva não ia fugir, mas pelo visto você é um cara de sorte porque vai se casar com a melhor esposa que poderia escolher.
 - Obrigado! Você é um amigão mesmo. Foi por isso que te escolhi para ser meu padrinho.
 Mal sabia Tommy que era bem outra coisa que Adam tinha ido fazer.
 Eu entrei na limusine e lá estava Hanna com uma cara de curiosidade estampada no rosto.
 - E aí? Como foi lá dentro com Adam?
 - Não foi. Ele disse que gostava de mim e me beijou.
 Hanna deixou o queixo cair meio sem reação.
 - Mas eu fiz ele entender que não queria nada com ele e que amo Tommy. 
 - Menina! Tô passada com essa história! - disse Hanna.
 O casamento ocorreu muito bem mesmo com o Adam a me olhar com um pouco de tristeza no olhar. Eu e Tommy fomos para a nossa viagem de lua - de - mel e ele nunca ficou sabendo daquele dia que Adam me beijou e tentou me convencer a ficar com ele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...