História Meu chefe-Hoseok-J-Hope - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Personagens Originais
Tags Hot Bangtan, Hot J-hope, J-hope
Visualizações 10
Palavras 1.414
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii obrigado por ler...

Capítulo 1 - 1.Entrevista



    Um dia,como os outros,procurando emprego,bom...acho que tenho um currículo bom,para uma secretária.Atender telefonemas,organizar papéis em ordem alfabética,limpar mesas e armários,isso é fácil...nos outros empregos foi só isso que eu fiz,trabalhei em vários empresas,a maioria de venda,exportação,e importação de produtos.

    Bom...irei me apresentar,sou S/N,tenho 22 anos,divido um apartamento(cubículo) minha melhor amiga Lee,estou desempregada,tenho um namorado chamado Taehyung,precisando de dinheiro se não seremos despejadas,e também tenho que mandar dinheiro para o tratamento da minha omma,que mora em Busan,tenho que comprar um óculos novo,no momento estou usando lentes de contato,que já estão quase desgastadas,Lee me ajuda nas despesas da casa,mas não está dando com essa recessão que estamos.

    Voltando com o agora,bom eu estou indo à um endereço que Lee me deu,para fazer uma entrevista de trabalho,é uma empresa de produtos alimentícios,eu provavelmente e espero também,que eu seja secretaria do presidente da empresa,mas se me contratarem está ótimo.


-Olá,err...eu vim fazer uma entrevista de emprego,com o...-parei um momento para ler o nome que estava no papel.-Ho-Hose...-não consegui ler o resto,realmente a Lee só pelo fato da letra,poderia ser médica,mas pelo resto mataria os pacientes.


-Hoseok?-a recepcionista lembrou-me do nome.

-É acho que é isso Hoseok.-falei entre dúvidas.

-SEOKJIN!-chamou o rapaz alto e bonito por sinal,que estava do outro lado.-Por favor,leve a moça até a sala do senhor Hoseok.-ordenou e ele me levou.Bom ela falou senhor então acho que ele seja uma prioridade naquele lugar.

-Pode entrar,ele já estava à sua espera,ah...ele não é o Hoseok,é o acessor dele,Min Yoongi.-falou Seokjin em frente a sala.-Ah...e à propósito,se precisar de ajuda,pode contar comigo.

-Obrigado.-falei e,ele foi embora,e bati na porta.

-PODE ENTRAR!-ouvi lá de dentro,entrei na sala,na mesa tinha uma plaquinha escrito "Presidente Jung Hoseok",bom eu tenho que ser contratada,e o melhor não é um velho gordo,ele é magro e está de costa não dá pra ver seu rosto ainda.

-Licença!Er...meu...nom...-ele me interrompeu,e virou,cara ele é lindo,não pera...ele é perfeito.

-Eu sei seu nome,seu currículo está na minha mão,não está vendo?Bom e sei que na mesa está escrito Hoseok,mas eu não sou,eu sou acessor dele.-ele é a ignorância em pessoa,ou ele está num mal dia?prefiro ficar com a segunda opção.-Sente-se,não vai fazer a entrevista em pé não é?-falou e eu me sentei.-Bom,vamos começar...Por que quer esse emprego?-indagou e rapidamente pensei em minha situação financeira,mas ele poderia achar que estou tentando me fazer de coitada para arranjar um emprego,mas vou falar é a verdade.

-Bom...tenho que pagar o apartamento onde vivo,tenho que enviar dinheiro para a moça que cuida da minha omma que mora em Busan e é isso...-falei e ele ergueu a sobrancelha direita,e estreitou os olhos.

-Não está tentando se fazer de coitada,certo?-Sabia...Mano,ele é tão bonito,mas tão estúpido.

-CLARO QUE NÃO!-gritei e ele se levantou da cadeira.-Quer saber esquece,isso não vai dar em nada.-falei indo em direção a porta.

-Está contratada!-falou e arregalei os olhos ainda de costas.

-Que?Como assim?Sério? -Falei ainda não acreditando.

-Sim,seu currículo é bom,e não custa nada tentar,começa mês que vem,porque esse mês temos poucos afazeres.-falei e se ele não fosse tão frio e grosso,iria correr e abraçá-lo de tão agradecida que estava.

-Muito obrigado mesmo senhor.-Curvei-me agradecendo.


   Sai de dentro da sala e encontrei-me com Seokjin,andei até ele,eu não sei o que ele faz nessa empresa,eu apenas o vejo conversando com mulheres.

-Oi Seokjin!-falei e ele sorriu.

-Oi!E aí?Conseguiu o emprego?-falou meio que ancioso.

-CONSEGUI!-gritei e todos me olharam.

-Que bom!Começa amanhã,certo?-perguntou,e meu celular toca,era Lee.


-E aí amiga?conseguiu o emprego?                  


-Sabia que eu ainda poderia estar no meio da entrevista?Mas SIM!Consegui,irei trabalhar só mês que vem -Falei e ela gritou.-Da próxima vez avisa quando for gritar!-falei,e ela riu


-Aish...estressada hein?                        


-Essa entrevista me deixou bastante...amiga agora eu tenho que desligar,tchau, beijos.


-Tchau...beijos.                        


       Me despedi de Seokjin,e saí da empresa,recebi uma mensagem no kakao.

-Seu namorado está com uma mulher,no hotel do Centro de Seoul.



    Claro...poderia ser trote,ou algo do tipo,mas o que custa eu ir?Eu irei,mas pode ser mentira,então irei como uma garota enganada,mas e se for verdade?O que eu vou fazer?Devo falar algo,ou fazer?

     Vamos lá,pra saber,primeiro preciso ir até lá.Estava do lado de fora,ia atravessar a Rua,mas um idiota veio em alta velocidade.


-Ahh...seu idiota...presta atenção!Não tá vendo?Estou na faixa de pedestres,ou é cego?Aigoo...seu idiota.

-E você vai continuar na minha frente?-falou botando a cabeça de fora da janela.


   Fui até o Centro e entrei no hotel,sim,ele estava com uma garota,estavam abraçados,minha reação?ah...apenas ficar olhando,esperar até que note minha presença,e sim ele ao virar em minha direção notou,e veio até mim.


-Não é nada disso que está pessando!-falou colocando as duas mãos em cada lado dos meus ombros,eu estava paralisada.

-Não me toque!-finalmente algo saiu da minha boca.-O que eu estou pensando?Me responda com sinceridade.-falei segurando as lágrimas,naquele momento um filme de momentos de suspeitas de que ele estaria saindo com outro alguém:

-Aish...atende!-falei grudada no telefone,e...sempre dava ocupado ou desliga.

-Oi!Ham...o banco está de modo diferente...-falei ajeitando-me no banco, e o nervosismo dele se devastou dentro do automóvel.

-hum...comprou um novo perfume?Bem cheiroso.-falei e ele se afastou.


-Eu posso explicar!-falou e esfreguei os olhos com lágrimas insistentes,que queriam porque queriam cair,e uma das minhas lentes veio em minha mão.

-Vai em frente pode falar!Fala que você tá aqui nesse hotel de luxo,com aquela mulher...enquanto eu ligo preocupada com você seu...safado,filho da mãe.-falei e as lágrimas caíram.

-Não faz tempo que eu tô com ela...-falou e percebeu que se confessou.

-Ah...então você sai com a primeira vagabunda que surge na sua frente?Então é assim?Eu juro que por isso eu irei dormir com o PRIMEIRO HOMEM QUE APARECER NA MINHA FRENTE,aí ficaremos quites,certo?-falei e me levantei,quando ia me virar,tive que me esquivar,me apareceu um velho gordo,não poderia fazer esse juramento com um velho gordo,não é?Caí de cara no chão,por um momento achei graça de mim mesmo,mas depois levantei-me chorando.

-É sério isso?-falou irônico. Eu não estava enxergando quase nada,ia andar quando dei de ombros com um homem,não muito alto,mas parecia ser bonito,não estava enxergando nada.

-Quer dormir comigo?-falei ao virar em sua direção,ele poderia ser um estranho mas,era um dos jeitos de me vingar de Taehyung.

-Vamos!-Huhn acho...eu conheço essa voz...o idiota do trânsito.

-Você...quase...me atropelou hoje...seu idiota.-falei tentando enxergar,estreitando os olhos,aproximando nossos rostos,e ele saiu me puxando pra fora do hotel.

-Vamos,esquece isso,vamos pra outro lugar,mais reservado.-fomos pra frente do hotel.

-Não vai dormir comigo não é mesmo?-falei entre dúvidas,será que ele esbarrou em mim por acaso?Ou de propósito?

-Lógico que não!-falou e chamou um táxi.

-Então vamos beber!Eu pago pra você.-falei indo atrás dele,ao ouvir Taehyung gritando vindo em minha direção,corri e entrei no táxi junto com ele.Taehyung ficou nos olhando de dentro de fora do hotel,apenas sorri e dei tchau.

-Me desculpa...vamos beber por favor?-falei quase implorando.

-Você está convidando um estranho pra beber?E é assim que você resolve as coisas enchendo a cara?-falou me fazendo refletir.

-Prazer...meu nome é s/n,e eu nunca mais bebi,então queria beber e você é a única pessoa aqui que pode não é?O senhor pode Sr. taxista?-perguntei e me inclinando pra frente esperando uma resposta do taxista.

-Não.-ele respondeu e homem com quem eu provavelmente beberia ou dormiria segurou o riso.

-Ahh...Então me deixe aqui mesmo.-falei apontando pra próxima rua,que tinha um bar.Ele obedeceu e eu desci.

-O senhor vai cobrar isso?-perguntei do lado de fora do carro,e os dois soltaram um riso nasal.-Se cobrar ele paga.-falei e saí correndo.


       Cheguei em frente ao bar,entrei e sentei-me,em minha frente havia um casal,pareciam bem apaixonados,pois é...eu e Taehyung éramos assim...não estou falando que vai acontecer com eles o que aconteceu comigo,mas quando é tudo perfeito assim,sempre acontece algo de horrível pra acabar,fazer sofrer,chorar.Já tive vários relacionamentos,nas nenhum foi como o meu com o Taehyung,nos éramos companheiros em todos os momentos estávamos juntos,nunca brigamos,sempre foi tudo perfeito,deve ser por isso que terminou desse jeito,as brigas que não tivemos durante o relacionamento se juntou para fazer-mos terminar de jeito tão ruim.


 -Garçom!...um wisky por favor,não um copo mas sim uma garrafa.-falei e o garçom fez uma expressão assustada.-O mais forte que tiver.-falei e ele obedeceu.

-Aqui está senhorita!...Está esperando alguém?-perguntou ao reparar que olhava para a porta de entrada várias vezes.

-Hum...estou...ele vem se olhar para o banco do carro.-falei e ele ficou com expressão de desentendido.-Oh...ele olhou.-falei ao ver o homem do trânsito.Ele me viu e veio em minha direção. 

-Deixou isso de propósito não foi?-falou,enquanto eu enchia dois copo com wisky,olhei para sua mão que havia meu pó compacto,peguei e lhe dei o copo com a bebida.-Mas...eu...-mexi as mãos para que ele bebesse,e ele bebeu.

-Talvez agora beba.-enchi denovo seu copo.Meu corpo já estava cedendo ao álcool,já não falava mais coisa com coisa,até chorei por Taehyung.

-VOCÊ NÃO PODE FICAR ASSIM,NÃO TEMIS CULPA DE NADA,ELES QUE ERRARAM,NÓS SOMOS AS VÍTIMAS, NÓS APENAS ACREDITAMOS NELES E ELES BRINCARAM COM AGENTE,NÃO PRECISA ENCHER A CARA POR CAUSA DAQUELE IDIOTA.



Notas Finais


Desculpem os erros ortográficos,como sempre o teclado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...