História Meu Chefe Irresistível - Livro 1 - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Romance, Violencia
Exibições 117
Palavras 2.594
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá amore último capitulo de meu chefe 😢😰😨😥😞
Eu espero realmente de coração que vocês gostaram da história.
Boa leitura.espero não decepcionar vocês com o final.

Capítulo 40 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Meu Chefe Irresistível - Livro 1 - Capítulo 40 - Epílogo

        9 meses...














      A minha vida deu uma grande reviravolta. Hoje eu me encontro casada com um milionário, muitos me julgam por isso,acham que sou uma interesseira,que engravidei de propósito para segurar um dos homens mais ricos de EUA.No começo isso até me deixou triste e chateada,não gostei dos pensamentos das pessoas sobre mim,mas depois de um tempo me acostumei,também tem aquelas pessoas que realmente acreditam,que apesar das diferenças, o que existe entre mim e meu marido é amor verdadeiro e nunca foi pensado no dinheiro.



   Aprendi que sempre haverá alguém para nos criticar,nem todos pensará igual.

      Alaric e eu ficamos três semanas em Las Vegas,foram os melhores dias de minha vida, aproveitamos cada momentos juntos.Depois da lua de mel,nós nos mudamos do apartamento e hoje moramos em uma mansão,no mesmo bairro que seus pais. Uns dizem que não é muito agradável morar perto de sogros,mas eu digo o contrário.


   Alice esta cada vez mais sapeca e esperta,uma maravilha de criança, ela não vê a hora que seus irmãos nascem.Ela tem um quarto só para ela,os quartos dos gêmeos fica ao lado do meu,para caso eles acordem a noite,eu não tenha que andar um corredor a noite.

     Scott foi embora dias depois do casamento,ele somente mandou uma mensagem à Alaric,ele ficou chateado por Scott não o ter falado da ida para a Rússia, mas depois de Scott o ter ligado e explicado os motivos ,ele entendeu plenamente.Quem não aceitou muito bem essa decisão,foi Kat.Ela quase não sai de seu apartamento,a não ser para trabalhar,ela não sai mais a noite,como fazia na maioria das vezes,Kat esta mais magra,temo que não esteja se alimentando adequadamente. Vou todos os dias a sua casa lhe fazer companhia, mas ela quase não fala comigo,passamos horas e horas em silêncio, uma olhando para a outra,sem nada a dizer.Eu não gosto de ver minha melhor amiga assim,eu sofro junto com ela.Já tentei de tudo com ela,já a convidei para passar uns dias em casa,mas ela não quis,disse que preferia ficar sozinha,nem as crianças a alegra mais.Ela quase não sorri,sempre esta com o olhar baixo e vermelho de tanto chorar.

   Ela amava muito o Scott.Alaric e eu ficamos sem palavras com o término do namoro deles,Scott parecia gostar de Kat,mas parece que isso não passou de um mero...engano.Não sinto raiva de Scott,pois ninguém é obrigado a amar uma pessoa,mas fiquei triste com a atitude dele,eu esperava tudo de Scott,menos isso.







-está sentindo dor querida?

-não- respondo direta.Estou na cozinha conversando com a nossa cozinheira Melina,ela é uma ótima cozinheira e uma boa companhia para conversar.

- e agora?- Alaric pergunta novamente,depois de se passar 20 segundos.

- eu já falei que não - digo exasperada. Ele não para de perguntar se estou sentindo contrações, pois hoje é o dia em que darei a luz aos meus bebês maravilhosos.Faz nove meses que estou a segurar esses anjos.Nove meses de pura emoção e alegria.

- e agora amor?- ele pergunta pela milésima vez.

-eu já disse que não Alaric!- falo irritada.Ele está me deixando irritada com suas perguntas perturbantes- Alaric por favor saia daqui,vai ver se a Alice já acordou, eu não aguento mais você me perguntou de dois em dois segundos se eu ESTOU SENTINDO DOR!

-desculpe querida,é que eu estou nervoso.

-e ansioso também- digo revirando os olhos- vai ver a Alice.

-eu vou- diz Alaric se levantando da cadeira- mas eu volto daqui a alguns minutos, OK?

-OK querido,OK- falo e ele sai da cozinha.Me viro mara Melina e a pego segurando uma risada.

-pode rir,nem ligo- falo brincalhona e me sento em uma cadeira da mesa.

-desculpe Aliça, mas o senhor Alaric esta mais ansioso do que você.

-poia é, e sua ansiedade esta me irritando- bufo.

- de créditos a ele,o patrão será pai de primeira viagem- diz com um sorriso doce nos lábios- sei que existe a Alice,mas eu quero dizer que ele terá a oportunidade de acompanhar cada passo dos seus filhos.

-é verdade Meline- sorrio.Ouço passos pela casa e depois de alguns minutos,Andy o primo de Alaric aparece. Ele ficará conosco por uns tempos,até sua mãe voltar da França, ela foi a uma viagem de negócios, o qual não podia levar o filho.

-bom dia Aliça, Melina- ele nos comprimento sentando na cadeira ao lado da minha.

-bom dia Andy- digo.

-bom dia,eu já retirei a mesa do café, mas ainda posso lhe preparar algo- avisa Melina- o que deseja?

-somente um suco de limão e torradas com mel.

-vou preparar- responde Melina e logo ela está a preparar o café da manhã de Andy.

-é hoje que meus primos irão nascer?

-sim Andy,só não faço ideia de quando- solto uma risada estrondosa.

-vou adorar conhece-los,quando for a hora, eu irei ficar aqui esperando a sua volta- ele fala contente- será parto normal?

-eu espero que sim- falo meio nervosa.Essa parte me assusta,sei que sentirei uma dor cortante,mas valerá a pena toda dor para lhes trazer ao mundo.













      Depois do café, Andy foi a piscina com Alice,ela gosta muito dele,eles passam muito tempo juntos.Eu convensi Alaric a trabalhar pelo menos no escritório de casa e não da empresa, ele queria ficar ao meu lado o tempo todo,mas eu não aguentaria sua pressão encima de mim.


     Eu estava no jardim, um dos meu lugares favoritos da mansão, quando sinto uma forte dor na barriga. Solto um gemido alto e me curvo para a frente.

-ahhhh- gemo ao sentir fortes pontadas na barriga.Sinto um líquido escorrer por entre minhas pernas,passo a mão e percebo que a bolsa estourou. Me curvo mais uma vez ao sentir mais ondas de contrações- Andy- eu o grito,talvez ele possa me ouvir da piscina- Andy- me ajoelho no chão, não aguentando,meus gemidos aumentando a cada segundo,a dor é insuportável, parece facas me cortando de dentro para fora- Melinaaaaaaaaa- coloco as mãos em minha barriga para tentar amenizar a dor,mas não adianta,a dor só aumenta.Olho para o lado e vejo Andy correndo em desespero em minha direção.

-prima,você.... voc...

-por favor...- respiro com dificuldade- chame Alaric...

- eu...eu vou chamar,aguenta firme- ele sai correndo para dentro da mansão, enquanto fico tentando controlar minha respiração, a dor quase que me matando. Ah meu Deus,eu não fazia ideia que sentiria tanta dor.Nunca mais irei engravidar novamente,um é bom,dois é ótimo, agora três é demais.Três crianças já é o ponto,nada de engravidar novamente.

-Aliça- ouço o grito de Alaric ao longe.Olho para cima e ele vem correndo com Andy e Melina em seu encalce.Respiro e inspiro rápido e doloroso.Alaric se ajoelha ao meu lado e me examina- querida olha pra mim- ele segura minha cabeça entre as mãos- vai fica tudo bem,respira fundo meu amor,Edward está vindo com o carro,vamos leva-la ao hospital.

- Ahhh meu Deus Alaric está doendo muito- sussurro com a respiração regular.

-calma querida,eu estou aqui com você- ele me abraça e então sinto mais dor.

























     ________*_______*_______








 Alaric Zummach










     Faz duas horas que Aliça entrou em trabalho de parto e eles não dão nenhuma notícia.

    Eles não deixaram eu entrar na sala,disseram que eu iria atrapalhar,achei isso o cúmulo, eu deveria estar nesse momento com minha mulher,lhe dando apoio,e não aqui plantado nessa sala de espera.

    Ando para um lado e para outro na sala,não aguento mais a esperar.Essa espera está me corroendo por dentro,deixei Andy e Alice com Melina e os outros empregados da casa.Liguei para Kat mas a chamada caia direto para a caixa postal,então mandei meu motorista ir atrás dela e dar a notícia de que os gêmeos estão para nascer.


      Depois de malditas duas horas,a porta da sala se abre e um médico sai dela.Vou rápido até o médico.

-minha mulher doutor como está? e as crianças?- pergunto sem pausa.

-calmal pai,sua esposa e filhos passam bem- ele fala e um alivio me toma por todo.

-então porque a demora?

-eram dois senhor Zummach, e sua mulher teve parto normal,é normal demorar,ela esta descanso agora e poderá ir embora amanhã de manhã, o senhor os pode ver- assim que o medico autoriaza minha entrada,eu o deixo sozinho e entro como um tsunami na sala.



   Meus olhos se enchem d'agua ao ver a cena mais linda.Minha mulher com meus dois filhos nos braços, me a próximo deles e sorrio emocionado.Aliça me olha,ela está com a aparência cansada e abatida, eu imagino o trabalho que ela teve para trazer esses pirralhos ao mundo.

-você quer pegar um?- ela pergunta em um sussurro.

- eu quero- digo e ela me entrega com cuidado o Christopher. Eu o balanço levemente em meus braços,um sorriso se forma novamente em meus braços, olho para Angeline dormindo no colo da mãe- são tão parecidos- murmuro encantado- ela parece muito com você querida.

-e o Christopher com o pai- ela sorri embalando a filha.

-obrigado Aliça, obrigado por não ter desistido de mim,obrigado por me amar ,por existir em minha vida e obrigado pelos dois presentes- digo e me aproximando lhe dou um beijo casto em seus doces lábios.

-obrigada você meu amor....




























      ______*_____*______*___








  1 ano depois...








- Senhora Chris,a senhora foi acusada de dupla tentativa de homicídio contra a senhora Aliça Green Zummach- o juiz detalha os fatos- a senhora tem algo a se defender?a senhora nega as acusações sobre sua pessoa?


    O silêncio reina na audiência. Kyle veio de Londres,para ver a mãe ser sentenciada, o marido de Chris não quis comparecer a audiência e também não mais manteve contato com a filha.Chris olha de cara fechada para o juiz,ela nada diz,seu silêncio é como uma confirmação de todos os seus atos.

-já que a senhora nada diz,eu a interpretarei como culpada de todos os crimes- o juiz levanta de sua cadeira e todos nós fazemos o mesmo.Alaric está ao meu lado segurando firme minha mão- Senhora Chris,eu a sentencio a pagar 40 anos de prisão ,em regime fechado- e então ele bate seu martelo e tudo esta encerrado, a justiça fora feita.



   Todos saem e quando Alaric e eu estamos quase a sair,os guardas passam com Chris que me olha com puro ódio no olhar,ela faz uma parada brusca em minha frente.

-isso ainda não acabou vagabunda,você irá me pagar,quando eu sair,eu irei atrás de você, irei matar seus filhos na sua frente,e depois vou tortura-la até a morte- ela rosna me fazendo arrepiar.

-já basta Chris,aceite que você perdeu,você está velha,sairá daqui direto para o cemitério- Alaric a olhava com fúria.

-você também não irá escapar Alaric- ela o olhava com nojo e repulsa- irei deixa-lo vivo para morrer lentamente sozinho e sem sua preciosa e inútil Aliça.

-chega mãe, acabou para você- não percebo Kyle se aproximar,eu via dor em seus olhos.

-não me chame de mão, você não é mais minha filha, eu não suporto covardes e isso inclui você sua idiota,tudo que fuz foi por você e agora estou aqui na cadeia por sua culpa!

-leve a daqui agora!- pede Alaric arrogante.

-não ligue para o que ela diz Kyle- eu digo a abraçando, depois que Chris foi levada- eu sinto muito por tudo o que esta acontecendo.

-ela escolheu esse caminho para seguir Aliça, eu tenho pena dela- Kyle sussurra.Eu a solto e Alaric a abraça.

-saiba que sempre que precisar, eu estarei ao seu dispor- ele murmura acariciando a cabeça dela.Kyle sorri confortada.

-eu sei que poderei sempre contar com vocês dois- ela diz e nós damos um abraço coletivo.


















________*_______*_______





    Chris conseguiu se esconder por muito tempo,mas não o bastante, um tempo depois ela foi encontrada no México, os policiais a mandaram de volta para os EUA e aqui ela foi julgada e pagará 40 anos de cadeia,a justiça finalmente foi feita.Eu fiquei cautelosa com suas ameaças, não liguei quando ela me ameaçou,mas fiquei sentida com suas ameaças aos meus filhos.Alaric disse que eu não tenho que me preocupar, pois Chris só sairá da prisão morta, eu espero que sim.Ela me fez muito mal e agora merece pagar por seus crimes, o incrível foi que,mesmo derrotada ela não abaixou a cabeça, continuou com suas ameaças, não dando a minima para sua situação.

   Sei que tudo isso é sofrido para a Kyle,eu imagino sua dor,minha mãe não é criminosa,mas me abandonou aos longos da vida.Sei que Kyle sentirá falta da mãe, mas ela tem uma família agora,uma familia de verdade.

     Depois que minha mãe soube que me casei com um milionário, ela veio faalr comigo,exigiu que eu desce dinheiro a ela,pois ela tinha os direitos de mãe, eu não dei esses gosto a ela.Neguei seu pedido e entroca fui xingada por ela.Alaric queria dar uma quantia boa para que ela nos deixasse em paz e sumisse de NY,mas não deixei ele fazer tal burrisse,eu conheço minha mãe e sei que ela pegaria o dinheiro ,mas quando ele acabasse ela viria de novo.

       Eu a expulsei de minha vida,ela não existe mais,percebi que nunca tive mãe.

      Meus filhos nunca saberão dos avós por parte de mãe, eles não merecem passar o desgosto que passei.

    




    Me formei em engenharia, sou uma engenheira de muito sucesso por toda New York e vários estados.

    Montei minha própria empresa,com mais de cinco mil funcionários, estou a todo vapor.Em hora de trabalho eu deixo minhas crianças com a Ary.Ela tornou-se minha babá, foi a pedido dela,eu concordei,pois confio mais nela do que em um estranho.

      Alaric esta expandindo cada vez mais seus negócios, ele esta hoje com um projeto de construir mais uma Zummach no Japão e mais para frente no Brasil.

     Logo irei querer expandir os meus tambem,estou com a ideia de expansão em Londres.

    Kat está bem melhor,seu alto estima melhorou ao passar dos tempos,ela voltou a sua rotina,agora sai todos os finais de semana,quase todo dia eu a vejo com o cara diferente. Sei que ela só esta se distraindo para não pensar em Scott e acho isso ótimo, pois não quero vêla sofrendo novamente.


     Meus gêmeos lindos estão com um ano de vida,já me dão trabalho,Alice esta com quatro anos.Ela já faz aula de canto e balé, é um dos talentos escondidos que ela possui.

     Scott não mais dá notícias, ele conversa com Alaric,pergunta de mim e das crianças,mas eu nunca o ouvi perguntar de Kat...nem ao menos uma vez.

  

    Eu passei por muito coisa,quase morri,quase perdi meus filhos,o homem que amo.Mas Deus deu uma segunda chance a nós e hoje ele me permite ser feliz.









-Querida você viu a reportagem que fizeram de nós?- Alaric pergunta entrando na sala de estar.Ele senta ao meu lado com um jornal em mãos.

-não, estão falando bem de nós?- pergunto tomando meu chá.

-sim,quer ler?

-eu leio- falo lhe dando um beijo.Pego o jornal de suas mãos e começo a ler em voz alta.






     JORNAL DE NEW YORK


EDITORA WIN


ESCRITA POR : KAUH WIN

 

EDIÇÃO: 4





    * Hoje o senhor Alaric Zummach vive casado com a senhora Aliça Zummach, o casal possui várias filiais de grande porte e sucesso,são os bilionários dos EUA,eles vivem em uma luxuosa mansão num dos bairros mais bem frequentados,adotaram uma criança negra chamada Alice e contém um casal de gêmeos, cujo nomes são ANGELINE E CHRISTOPHER.Os três herdaram grandes impérios dos pais.

   Aliça se tornou uma grande engenheira de sucesso,muito conhecido por vários estados.Juntos os dois contém imóveis que valem milhões de dólares por todo os EUA.


    Sem mulheres Alaric Zummach foi enlaçado por uma mulher que antes era pobre,a vida da muitas reviravoltas*



   


   Olho para Alaric e riu.


-a mídia é sempre uma piada- digo revirando os olhos.

-será que a gente poderia dar uma rapidinha no quarto,enquanto Alice está na escola e os gêmeos com a Ary?- ele pergunta.

-hummmmm...

-por favor bebê.... sinto sua falta,os gêmeos não deixam nós dois aproveitar a noite direito- ele pede manhoso.Alaric me pega em seu colo,coloco cada lado de minha perna em sua volta e safadamente coloco minha mão em seu membro e o aperto forte o fazendo soltar um suspiro.

-você está pronto pra mim amor- sussurro sedutora.




















            *um pouco....

               ....demais* 


Notas Finais


Vocês gostaram?eu espero que sim 😢😢 bj.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...