História Meu colega de apartamento - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Davina Claire, Elena Gilbert, Enzo, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson
Tags Bonenzo, Delena, Klaroline, Kolvina
Visualizações 259
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amorzinhos :3
Espero que gostem
Desculpem os erros
Boa leitura 💜📓

Capítulo 21 - Ayana Marinwood


Fanfic / Fanfiction Meu colega de apartamento - Capítulo 21 - Ayana Marinwood

Caroline Forbes


Desesperada.

Era como eu estava naquele momento. Meu vestido simplesmente sumiu. Eu não sabia o que fazer e eu tinha que ficar pronta em pouco tempo.

Klaus: O que está acontecendo, love? Por que não se vestiu ainda?- estranhou ao me ver ir na sala ainda de roupão.

Car: Meu vestido sumiu! - choraminguei. - Quem poderia ter pego ele? Como vou achar outro vestido rosa a tempo?

Klaus: Você quer usar um vestido da mesma cor que o de Elena? Pensei que não quisesse estar da mesma cor que uma de suas amigas.

Car: Como é? A Elena estava usando rosa?- estreitei os olhos.

Klaus: Sim.

Car: Aquela vadia! Como ela fez isso comigo?- fiquei irritada.

Klaus: Mantenha a calma. Tem alguma coisa em mente sobre o que poderá fazer?

Car: Não, eu nã... - parei ao analisar a cortina da sala. - Sua cortina é italiana, não é?- abri um pequeno sorriso.

Klaus: Sim. - disse desconfiado.

Car: Klaus, pega a tesoura. 

°•°•°

45 minutos depois...


Car: E então, como eu estou? - dei uma voltinha.

Klaus: Você está maravilhosa, Sweet. - abriu a boca. - Ainda não acredito que você fez o vestido sozinha.

Car: Não estou cursando moda a toa. - joguei meus cabelos para o lado. 

A cor da cortina era verde água e com ela eu fiz um vestido curto com duas alsinhas simples. Coloquei um cinto brilhante, juntamente com os saltos brilhantes e um colar de tamanho médio. No corpete eu coloquei alguns brilhos que eu tinha, que era próprio para costura e voalá. Maravilhosa estou, completei meu look com um par de brincos e uma pulseira. Enquanto fazia meu vestido, mandei Klaus ir rapidinho em uma loja de ternos que era aqui perto para comprar uma gravata na cor verde água.

Como meu cabelo já estava pronto, não mexi nele. Minha maquiagem eu já tinha feito assim que saí do banho. E agora eu estou incrível!

E atrasada. Droga!

Car: Vamos logo para o baile. - puxei Klaus, apressada de casa.


Elena Gilbert


Dam: Certo.. O que está te incomodando?- Damon perguntou ao me ver batucando os dedos na mesa do baile.

Ele estava lindo, uma decoração incrível. Cheio de gente para lá e pra cá.

Lena: Esse vestido é de Caroline. - soltei, não aguentando mais guarde só para mim. - Só estou usando porque -A me ameaçou e rasgou todo meu outro vestido. Caroline deve estar super irritada comigo.

Dam: Explica para ela. Tenho certeza que ela vai entender.

Lena: É, pode ser.

Instantes depois, Kol e Davina junto com Bonnie, Enzo, Stefan e Katherine se juntaram a nós e todos nós começamos uma conversa.

Fiquei ainda preocupada com Caroline ainda não ter aparecido. Será que ela conseguiu arranjar um outro vestido? Espero que sim.

Sorri ao ver que a loira tinha chegado e estava na mesa dos ponches. Estava indo em direção a ela quando meu celular apitou.


Chegue em Caroline e pergunte como está

Lembre-se estou por perto

Mais perto do que você imagina

- A


Com um aperto no coração, me aproximei de Caroline, que assim que me viu, logo fechou a cara.

Lena: Então, como estou? - mordi o lábio inferior.

Car: Está falando sério? Parece uma vadia traidora. - disse irritada. - Fala sério, você nem gosta tanto de rosa.

Lena: Car, olha eu posso explicar..

Car: Não quero ouvir. Se quisesse tanto meu vestido assim, era só vir falar comigo, a gente resolvia numa boa. - virou as costas pra mim e antes de sair, se virou de novo. - Ah, e não precisa mais vir comigo até o hotel. - saiu andando.

Suspirei fundo, sentindo meus olhos marejados. Mas não iria chorar ali no meio de todo mundo. Vi Damon se aproximar de mim e este tocou com carinho no meu braço.

Dam: Como você está? Pelo que vi a conversa com Caroline não foi nada bem. 

Lena: Ela não quer me escutar.

Dam: Dê um tempo pra ela. Vocês são melhores amigas, relaxa. - assenti com a cabeça e Damon me abraçou.

Uma música lenta começou a tocar e os casais começaram a ir para a pista. Damon deu um sorriso e me deu a mão me convidando para dançar. Peguei em sua mão e caminhamos até a pista. Coloquei minha mão sob seu ombro e nos moviamos lentamente de acordo com a música.

Quando a música estava quase no fim, nossos olhares se encontraram e foi como se o mundo tivesse parado, como se só existisse nós dois ali. Foram questões de segundos até nossos lábios se encontrarem.

E naquele momento, eu tive a certeza... Eu tinha me apaixonado pelo idiota de olhos azuis. Me apaixonado por Damon Salvatore!


Caroline Forbes


Quando tinha sobrado só Katherine, Stefan, Klaus e eu na mesa, o casal foi pra pista de dança, sobrando só Klaus e eu. Ainda tinha a história de onde Klaus conheceu a menina com a cara de Elena martelando na minha cabeça, por isso perguntei logo.

Car: O que aconteceu entre você e Katherine?

Klaus: Como?- perguntou surpreso.

Car: O que aconteceu entre vocês? Sei que vocês tiveram um caso.

Klaus: Nós namoramos por um tempo. - deu de ombros e tomou um gole de ponche. - Quer mesmo falar sobre isso aqui? 

Car: Quero.

Klaus: A conheci em uma boate de stripper. Ela era loira naquela época. Não tinha me dado o nome verdadeiro, começava com A, não me lembro. Transamos no banheiro da boate. - fez uma careta e eu fingi vomitar. - Encontrei com ela dois dias depois quando fui visitar nosso tio Jerry no hospício. Ela disse que foi visitar a mãe. Desde então, começamos a sair e em um mês já estávamos namorando. Seu nome na verdade é Katerina Petrova mas ela mudou quando completou 18 anos. 

Car: Ah. - disse com desdém.

Klaus: Você sabe que eu amo apenas você, certo? - beijou meu pescoço.

Car: Será?

Klaus riu e me beijou. Nosso beijo não durou muito tempo pois alguém nos interrompeu. Era Bonnie.

Bon: Está na hora, Car. Vamos?

Car: Vamos.

Me despedi de Klaus com um selinho e saí com Bonnie até o estacionamento.

Bon: Elena não ia com a gente? - perguntou assim que entramos no seu carro.

Car: Não mais. - disse com um misto de raiva e decepção na voz.

Bon: Você quer bala?- mostrou algumas que estavam em sua mão.

Car: Não gosto de bala de Tutti Frutti. 

Bonnie não disse mais nada até o caminho do hotel, o silêncio chegava até que a ser chato. Quando chegamos no hotel, Bonnie avisou que ia ao banheiro e parecia um tanto quanto desesperada. 

Bon: Não tem problema você ir pegar a chave né? Afinal, você teve a ideia de virmos aqui, então deve saber como pegar a chave certa, não é mesmo? - saiu quase que correndo ao saguão, devia estar apertada mesmo. Me perguntei por breves segundos, como ela sabia onde era o banheiro mas deixei pra lá.

A verdade é que eu não fazia a menor ideia de como faria para pegar aquela chave. Como eu não tinha pensado nisso antes? Puta que pariu.

Ah, verdade, Elena estava encarregada disso. Porém, duvido que ela tenha procurado ir atrás disso. Tinha que ser ela, né, caralho.

Meio sem saber como agir, me aproximei perto do cara que cuidava das chaves do quarto. 

??: Qual o número do quarto? - o cara que apresentava ter uns 20 anos me olhou de cima a baixo.

Car: Aí é que está, eu acabei esquecendo. - bati na testa, fingindo uma falsa preocupação.

??: Certo, gatinha. - sorriu com segundas intenções. - Me dê apenas o seu nome e procuro a chave do seu quarto para te dar.

Estranhamente, me passou alguns flashbacks pela minha cabeça e um nome surgiu em minha mente.

Car: Ayana Marinwood. - disse um tanto incerta mas me aliviei ao ver que o cara sorriu e procurou algo no computador.

??: Aqui está, Ayana. - me entregou a chave juntamente com um número de telefone. Revirei os olhos e joguei no primeiro lixo que apareceu na minha gente.


Notas Finais


O que acharam?
Comentem aí galerinha❤
Quem será Ayana? 🤔
Tem a ver com -A?
Que lembranças seriam essas?
No próximo terá mais revelações
SIM, ESSAS REVELAÇÕES 🌞
Até o próximo ✨
Beijinhos ❤🍭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...