História Meu colega de quarto - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Tartarugas Ninja
Personagens Donatello, Leonardo, Michelangelo, Raphael
Tags Brain, Doni, Humans, Leo, Luiz, Maycon, Mikey, Rapha, Victor
Exibições 22
Palavras 1.721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Hentai, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Tai a segunda parte e PUTA MERDA TEM QUASE 2.000 PALAVRAS.
ta eu acho que exagerei.

Boa leitura.

Capítulo 39 - Especial de halloween parte 2


MAYCON ON. 

 Depois e um tempo escolhendo as fantasia o Leo levou uma de vampiro e eu de Michael Myers. E eu também consegui convencer o Leo a levar a fantasia de gatinho. Pegamos um ônibus e puta merda dentro dele tava com uma catinga de cu e cebo. Manu por que eu ainda ando de ônibus? Há e eu não tenho idade pra dirigir. 

Leo: Maycon tá tudo bem? 

Maycon: não está Leo. Aqui tá fedendo! 

Leo: sério? Eu não to sentindo nada. 

Maycon: porra, acho que eu vou vomitar. 

Leo: ai nos somos expulsos do ônibus. 

Maycon: melhor assim eu não preciso ficar sentindo essa catinga! 

Sabe quando você ta fodido e a vida de Fode mais? Pois é um velho tarado começou a piscar pra min e pro Leo. 

Leo: esse cara ta me incomodando. 

Maycon: se ele pisca pra min mais uma vez eu chuto o pau dele. Ele pode ate não usa-lo mais ainda vai doer. 

Escutei o Leo soltando uma risada baixa e eu também comecei a rir baixinho. Depois e um tempo de catinga a de ver aquele velho tentar seduzir eu e o Leo chegamos na escola. Fui direto pro quarto entrei e vi o Raph dormindo. Nossa ele parece um anjo. Meu anjo. Como ainda tínhamos bastante tempo pra nos arrumarmos deitei e dormi também. 

*--------MCDQ-------* 

Acordei as 18:14 tenho duas horas pra me arrumar. Acordei o Raph. 

Raph: eu tava tento um sonho tão bom. 

Maycon: que tipo de sonho posso saber? 

Raph: você, eu uma cama. 

Maycon: hum esse tipo de sonho. 

Raph: pois e então porque você me acordou em um sonho tão bom? 

Maycon: halloween, festa. 

Raph: a sim. Quem toma banho primeiro? 

Maycon: pode ser eu? 

Raph: tá bem. 

Entrei no banheiro, tirei a roupa e dei uma olhada no espelho, cara eu sou muito gostoso! Liguei o registro e deixei a água quente cair sobre o meu corpo, relaxando meus músculos. Passei sabonete no meu corpo todo e levei meu cabelo. Desligue o registro, enrolei a toalha na cintura e sai. 

Maycon: pode ir Raph. 

Raph: tá bem. 

Vesti minha fantasia e fiz um maquiagem como a do personagem. Depois de um tempo o Raph saiu e vestiu a fantasia dele que era de zumbi. 

*roupas. Maycon- macacão cinza escuro peruca preta e bagunçada e uma faca de plástico, e o rosto branco devido a maquiagem 

Raph- calça preta rasgadas em alguns lugares, blusa branca também rasgada e com tinta vermelha fazendo ficar parecido com sangue. Maquiagem branca e riscos vermelho na boca. 

*roupas off 

Maycon: nossa que gato. 

Raph: obrigado, você também esta muito lindo amor. 

Saímos do quarto as 20:25 encontrando os outros esperando agente. 

Doni: ate que enfim. 

Maycon: não reclama. 

Brain: agora só falta o Mikey e o Victor. 

Victor: faltava Brain, faltava. 

*roupas de novo! 

 Leo - vampiro – calça social preta, blusa preta e capa vermelha por dentro e preta por fora alem de duas presas de mentira. 

 Brain - Jeff the killer – calça preta normal, blusa branca cabelos bagunçado, maquiagem igual a do personagem e uma faca de plástico. 

Doni - medico louco – calça branca blusa branca e jaleco sujo com tinta vermelha simulando sangue. 

 Luiz – Freddy Krueger – calça preta, moletom listrado de vermelho e preto, chapéu e garras de brinquedo na mão. 

 Mikey – Meliodas nanatsu no taizai – short preto, blusa branca e uma espada de brinquedo igual a original. 

Victor – Jason sexta feira 13 – calça preta, blusa de jogador de futebol e máscara. 

 (N/A: se tiver errado ou faltando alguma coisa me avisem.) 

 Luiz: o Mikey e o único do contra do pedaço.  

Mikey: porque?  

Leo/Doni/Raph:AFF.

Maycon: e meu querido cunhado, você e o único que não ta usando fantasia assustadora. 

 Fiz aspas no assustadora, afinal não sei se estávamos tão assustadores. Puta que pariu de quatro eu esqueci que íamos pegar ônibus. 

 Maycon: se esse ônibus tiver como o de hoje mais cedo eu me recuso a ir. 

 Luiz: e como tava o de hoje mais cedo? 

 Maycon: fedido. E tinha um velho assediando eu e o Leo! 

 Doni: de novo Leo? 

 Brain: como assim de novo? 

 Raph: e que uma vez agente tava indo na empresa do nosso pai e tivemos que para num parque, então um velho chegou perto de nos e começou a cantar o Leo. 

 Mikey: e ainda passou a mão no cabelo dele e disse: você e tão linda princesa! 

 Victor: princesa? Kkkkkkkkk. 

Praticamente todo mundo riu, principalmente da cara que o Leo fez! 

Leo: hunf...vocês ficam rindo por que não aconteceu com vocês. Depois de mais algum tempo conversando pegamos o ônibus. Chegamos lá depois de uns 45 minutos. Tava pra ouvir a música do lado de fora. Entramos e eu adorei a decoração que era preta mais com detalhes de espantalhos, abóboras e caveiras em laranja. A música que tocava era Monster da Meg e Dia. M

onster. Monstro 

His little whispers “ love me, love me”. Seus sussurros baixos “ me ame, me ame” 

That's all i ask for “love me, love me”. Isso e tudo que eu peço “me ame, me ame” 

 Não prestei atenção no resto da música e comecei a puxar o Raph para o bar. 

Maycon: dois refrigerantes por favor. 

Raph: refrigerante? 

Maycon: e, nem você e não eu não temos idade pra beber. 

 Coloquei meus braços no pescoço dele e começamos um beijo calma e doce. Paramos pela falta de ar, olhei por cima do ombro dele e vi o Leo e o Brain dançando e o Doni e o Luiz praticamente se comendo. Pera cadê o Victor e o Mikey? 

 Maycon off. Mikey on. 

 Depois que entramos eu vi o Maycon puxar o Raph pro bar. E o Leo e o Brain irem dançar e...e o Luiz e Doni irem pra um canto mais escuro. Só que eu e o Victor ficamos parados na porta feito dois retardados. 

Mikey: então o que você faz quanto vai em festas? 

Victor: eu não sei essa e minha primeira festa, e você o que faz? 

Mikey: essa também e mina primeira festa. 

Fomos andando ate a pista de dança. Mas não tivemos coragem de dançar. 

Victor: e pensar que tem um monte de crianças pedindo doce lá fora. 

Mikey: Victor você acabou de me dar um ideia. 

E que grande ideia! 

*-------MCDQ------* 

Toc toc 

 ??: sim? 

Victor/Mikey: doces ou travessuras! 

??: vocês não são meio velhos pra isso? 

Mikey: talvez...mas nunca e tarde pra voltar a ser criança. 

Por sorte conseguindo alguns doces. 

Trim trim. 

Mikey: alo! 

Leo: MIKEY. Cadê você? 

Mikey: hã...pedindo doce? 

Leo: ...agente conversa sobre isso amanhã! 

Droga agora eu consegui tirar ele do serio! 

Mikey: Victor melhor irmos embora. 

Victor: também acho. 

Pegamos um ônibus e fomos de volta pra escola, pelo menos conseguimos bastante doces! 

 Mikey off. Brain on. 

Pelo que eu vi o Mikey e o Victor estão encrencados, mas ninguém mandou sair sem avisar ninguém. 

Maycon: então onde eles estão? 

Leo: pedindo doces. 

Doni: doces? 

 Leo: doces. 

Ficamos mais alguns minutos e voltamos pra escola. Chegando lá eu e o Leo fomos pro quarto. Tomamos banho e eu deitei mas o Leo ficou olhando pra uma sacola embaixo da cama. 

Brain: amor? 

Leo: Brain o Maycon me convenceu a comprar uma coisa. Eu vou vestir e você diz o que acha, ta bem? 

Brain: ok. 

Ele pegou a sacola e foi pro banheiro. O que será? Bem, vindo do Maycon talvez não seja boa coisa. Ouvi a porta abri e eu congelei ele tava usando uma saia com rabo de gato um tope branco e orelhas de gato. Fiquei duro só de olhar. 

Leo: então? Ficou legal? 

Brain: ficou ótimo. Vem cá! 

Chamei ele com o dedo indicador, ele veio ate a cama e sentou no meu colo. 

Brain: você ficou lindo Leo. 

 Leo: hum Brain eu to sentindo uma coisa. 

Ele deu uma leve rebolada no meu colo. 

Leo: eu do adorando sentir isso. 

Ele deu um sorriso malicioso e continuo rebolando. Beijei ele de um jeito selvagem, que foi interrompido pela falta de ar. Joguei ele na cama e iniciamos um novo beijo. 

Brain: espero que use essa roupa mais vezes. 

Leo: fetiche? 

Brain: talvez. 

Fui pro Pescoço dele e comecei a morde, lamber e chupar. 

 Leo: sem marcas! 

Continuei lambendo e cheirando aquela pele branquinha. Tirei seu top e desci com beijos ate seus mamilos. Lambi e mordi eles, continue meu caminho imaginário ate seu umbigo onde dei um chupão. 

Leo: hum Brain. 

Voltei meu caminho e lambi o queixo dele ate sua boca e mordi se lábio inferior. Ele me empurrou na cama ficando por cima de mim. 

Leo: minha vez. 

Ele tirou a regada que tinha colocado depois do banho e começou a morde meu peitoral. Ele tirou meu short e sentou no meu colo de novo. 

Leo: eu adoro seu corpo. 

Brain: sabe que você pode fazer o que quiser com ele! 

 Leo: e eu sei. 

Coloquei ele deitado na cama e tirei a sai dele fazendo ele ficar apenas de cueca box preta já melada pelo pré-gozo e com as orelhinhas pretas. 

Brain: você já ta assim Leo? 

Pergunto apertando de leve o membro dele que se contorceu e soltou um gemido mais alto. 

Leo: e você que hummm faz isso comigo Brain. 

 Tirei a box dele e comecei um vai e vem com a mão ouvindo mais gemidos. Peguei um pote de lubrificante e passei em dois dedos, penetrei ele com os dois e beijei ele afim de abafar um gemido mais alto. 

Leo: haa Brain mais...mais rápido. 

Aumente a velocidade das estocadas e quando ele tava quase gozando eu parei. 

Leo: Brain não. 

Brain: calma que agora e a melhor parte. 

Penetrei ele aos poucos, e esperei ele se acostumar. Ele deu uma leve rebolada e eu comecei a estocar devagar, aumentando a velocidade conforme o tempo. 

Leo: Bra-Brain mais, mais forte. 

Brain: haa Leo...hum. 

Coloquei s pernas dele nos meus ombros e aumentei a velocidade por conta da posição. 

 Leo: Brain eu...eu vou goZARRR.

 Ele gozou sujando o abdômen e senti as paredes dele me esmagando e gozei logo depois. Caímos os dois na cama ofegantes e suados. 

Leo: porra eu vou precisar de outro banho. 

Brain: deixa pra amanhã. 

Puxei ele e dormimos de conchinha. Esse foi meu melhor halloween. 


 CONTINUA...      


Notas Finais


Bem e isso ate o próximo
Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...