História Meu Coração Estremeceu - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Félix, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Jalil Kubdel, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrien, Adrinette, Alyno, Cat Noir, Ladybug, Marichat, Marinete
Visualizações 26
Palavras 3.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieh gente! Mas um cap para vcs.

Boa leitura! ♥
Mari: é sobre meu casamento pessoal!
Adrien: para amor! deixa o povo ler.
Mari: aff, tá seu chato. Boa leitura pessoal!!!

Capítulo 15 - Casamento♥


Fanfic / Fanfiction Meu Coração Estremeceu - Capítulo 15 - Casamento♥

        Adrien On

     Já havia se passado um ano, desde que pedi a Mari em casamento. Eu estava muito feliz, pois sabia que ela me ama assim como eu também a amo.

   Eu estava em meu quarto me preparando para o café da manhã. Ouço então a porta se abrindo. Era meu pai, e meu tio Egréé Agreste juntamente com meu irmão Félix.

    Há pouco tempo, meu meu pai e meu tio me dissera que eu tinha um irmão mais velho chamado Félix Agreste Beaumont. Eu não fazia idéia de que tinha um irmão; eu fiquei com muita raiva de meu pai por não ter me dito antes, mas depois de sua explicação, eu compreendi. Félix, morava com meu tio Egréé em Fillipinas. Ele era um agente da FBI como meu tio, e foi mandado para lá afim de recolher provas de alguma coisa para os Estados Unidos. Félix, era um ótimo irmão, foi o que reconheci, durante esses meses.

- E aí irmão, animado para o casório? -Disse ele brincalhão, vindo me abraçar.

- Super! Mas um tanto nervoso, também. -Sorri.

- Liga não, é assim mesmo. Você se acostuma.

    Eu havia esquecido. Félix, era casado com América, minha cunhadinha do Coração. Ela é uma menina muito inteligente, linda e especialmente carinhosa. Félix, fez uma ótima escolha; A Meri, pode ser bonita, mas minha Mari, a minha princesa, é mais linda ainda, ela supera tudo. E eu a amo.

- Como está meu sobrinho querido? -Veio meu tio a me abraçar também. - ansioso?

    Ansioso? Eu? Sim, eu estava. Completamente ansioso e nervoso. Só não queria demonstrar.Mas eu estava.

-Um pouco, mas é bem normal né?

- Sim, basicamente.

- Filho, bom dia. - Disse meu pai- temos companhia no café da manhã, e você deve estar presente. Já está pronto?

-Sim, vamos?

-Vamos.

     Saímos do quarto, em direção à sala, onde estariam todos. Quando eu andava descendo os degrais, avistei Alya, Nino, Annelize e um garoto moreno ao seu lado. Ele era bem bonito, fiquei até com ciúme de a Mari poder o conhecer.Falei com todas as pessoas presentes, e lhes recomendei a ir até a sala de jantar, para assim, dermos início ao café da manhã.

-Então, Adrien, está animado para mais tarde? -Disse Annelize- eu nem pude estar presente quando você anunciou a data de seu casamento com a Mari na igreja, desculpe.

- Tudo bem, Lize. E, eu estou bastante nervoso, porém, animado também. -Tomei um gole de suco de uva.-E quem é esse jovem? Você não o me apresentou. -Eu falei, me referindo ao garoto moreno.

-Ah sim, desculpe-me esqueci de o apresentar.- Ela levantou-se da cadeira, chamando a atenção de todos.- Pessoal, esse é meu noivo, Matheus Borgeouis Cullen.

 

      O garoto moreno levantou-se comprimentando todos.

- Olá pessoas, a paz do Senhor para todos, é um prazer conhece-los. - Sorriu, sentando-se novamente.

   Todos em uníssono responderam "A paz Matheus" e depois " O prazer é todo nosso".

    Após o café, eu fui para o meu quarto me arrumar. Afinal, é meu casamento não? Tenho de estar lindo e deslumbrante, para agradar minha noiva. Oh, meu Deus! Como será que ela deve estar? Que vestido será que ela usará?

     

         Mari On

- Pare de se mexer,Marinette! -Disse Alya Impaciente.

- Não dá Alya! Esse negócio faz cócegas. -Pisquei mais uma vez.

 

    Alya, estava contornando meus olhos com lápis de olho. E, sinceramente, eu não parava quieta, pois fazia muitas cócegas.

- Pronto! -Disse ela se afastando e sorrindo. - Agora pode ver.

      Me levantei, e fui em direção ao espelho. E meu Deus! Eu estava linda! De verdade! Meu vestido de noiva arrastava pelo chão, o véu era enorme, muito, muito maior que o vestido, era como aquelas capas de reis. A coroa em minha cabeça dava um retoque lindo no meu look. Eu parecia uma rainha. Lembrei- me até de uma música de One Direction chamada They don't Know about us:

  "People say we shouldn't be together

Too young to know about forever.

But say, they don't know what they, talk, talk, talking about.

Cause, this love is only getting stronger

So I don't wanna wait any longer

I just wanna tell the world that you're mine, girl..."

" As pessoas dizem que nós não deveríamos estar juntos.

Somos muito jovens para saber o que é. 'para sempre'.

Mas eu digo, eles não sabem o que estão falando.

Porque esse amor só está ficando mais forte.

Então, eu não quero esperar por mais tempo.

Eu só quero dizer ao mundo que você é minha, garota..."

     Adrien, cantava sempre essa música para mim, falando que eu pertencia a ele, e ele a mim, por exemplo desde o ventre de nossa mãe. E ele me dizia, que foi Deus que uniu a gente. E o que Deus uniu, ninguém separa. Ele dizia estar muito ansioso para se tornar meu marido, eu para se tornar sua esposa, como o trecho da música, neste mesmo dia ele gritou bem alto da varanda dizendo que me amava e que eu seria sua esposa, e que também nós pertecíamos um ao outro: " Você, me ama mesmo, Adrien Agreste?" Perguntei brincalhona "Eu te amo, princesa! Você é minha joía mais preciosa! Eu te amo, muito, muito e muito! Você é somente minha, e eu sou somente seu!" Ele gritou bem alto falando essas palavras, e eu como sempre virei um tomate, de tão envergonhada. Sorri comigo mesma, me lembrando do momento. Logo lembrei-me de Alya.

- Oh...Alya..eu..estou..deslumbrante! Obrigada amiga!-A abracei.

- Está mesmo, amiga. E, de nada.-Ela sorriu- Vamos, já são uma hora, você tem que chegar às duas em ponto.

- Claro, vamos!

    Alya, estava linda. Estava com um vestido azul-marinho e ciano nas pontas do longo vestido de madrinha. Ela estava com o cabelo bem cacheado, nem parecia a Alya de cabelos ondulados. E ainda, estava sem seus óculos, e para ser verdadeira, ela estava muito, muito linda!

 Eu havia chamado Alya e Annelize para ser minhas madrinhas e Adrien chamou Nino, -óbvio- e Félix, como padrinhos.

   Alguém, nesse exato momento, bateu na porta de meu quarto.

- Filha, já está...p-pronta...?-Era meu pai, ele paralizou, quando me viu.

- Sim, estou. Estou bonita papi? -Perguntei, sorrindo.

-Bonita é pouco né seu Tom? -falou Alya.

- Perguntei a meu pai, não a você Alya.-A repreendi, brincando.

-Ai, sua grossa, destruidora de sentimentos! -Nós rimos com o comentário da mesma.

- Sim Alya, ela está mais do que linda. -Meu pai sorriu, vindo em minha direção. - É a noiva, mais linda que eu já vi. Depois de sua mãe é claro. - Ele me abraçou, e depositou um beijo em minha bochecha.

- Nervosa? - Minha mãe perguntou, encostada na porta.

- Um pouco, mamãe. - Fui até a mesma, e a dei um beijo na bochecha.- Você está linda mãe!

-Obrigada, mas você é que está!

Minha mãe, estava usando um vestido vermelho escarlate longuíssimo, e muito, muito lindo.

Meu pai, estava usando um terno cinza-branco, no qual, combinava perfeitamente com o look de minha mãe. Eu. Observava, o quanto eles se amavam, até a roupa as vezes usam em perfeita sincronia. Eu quero muito, que meu relacionamento com Adrien, seja como o de meus pais -feliz-.

Meu pai, estava usando óculos. Ele me disse que era necessário agora, pois tinha muita dor-de-cabeça se não usar. E, eu entendia.

   Descemos as escadas, indo em direção a limusine que o senhor Agreste mandou para me buscar.

   

   Seu Gorila, abriu a porta do carro para eu entrar e alya e mamãe, segurava o véu de meu vestido.

   

    Segurei a porta do carro, olhei para trás -para a minha já antiga casa, e a padaria de meus pais- a partir de hoje, eu iria morar com Adrien, em uma mansão perto dos Agrestes. Mas claro, que eu iria visitar meus pais sempre que eu pudesse, e minha mãe, prometeu deixar meu quarto, do jeitinho que eu gostava de deixar, para que quando eu viesse sempre os visitar, eu pudesse desfrutar de meu cantinho.

- Adeus casinha, até mais...obrigada, por me aturar, durante, toda minha infância e adolescência...até breve. -Virei-me para o carro, e entrei.

   Alya e mamãe iriam ir no carro de Félix, que chegou para busca-las. Meu pai, estava comigo na limusine, aliás, era meu pai e iria entrar na igreja comigo.

   Seu Gorila, fechou a porta " Você, está linda senhorita ,Marinette. Fico feliz, por você se tornar minha patroa a partir de hoje, pois patroa melhor que a senhorita honesta e simpática, não existiria. Boa sorte!" ele disse, saindo da janela, e se dirigindo até a porta da frente da limusine, para conduzir o veículo. "Obrigada, seu Gorila" susurrei para mim mesma, ainda sorrindo olhando para a janela, cujo o mesmo, não estava mais a minha frente.

Nem havia tido tempo de o agradecer pelas palavras, apenas conseguia sorrir, emocionada com tudo o que seu Gorila dizia.

    O carro, se movimentou, e eu percebi, que já não estava em frente a minha - antiga-casa-.

    Nesse exato momento, senti como se tivessem borboletas em minha barriga. Eu, estava nervosa demais. Balançava, a todo momento os pés. E meu pai, havia notado.

- Você, está, muito nervosa filha. Se acalme. -Sorriu, para tranquilizar-me.

- Nao dá pai..é impossível!

- Para Deus nada é impossível, você mesmo me disse um dia. Então, para você se acalmar, vamos orar.- Ele pegou minhas mãos de olhos fechados.

   O que eu não havia, contado , era que meus pais, os de Adrien, Alya e Nino haviam se tornado cristãos também. E sempre nos cobravam de ler a bíblia e etc...Eles estavam pegando muito no nosso pé, mas eu estava amado tudo isso. Estava mesmo. Comecei a orar.

- Senhor, sei que estás bastante ocupado. Mas por favor, escute-me por um minutinho apenas. Eis aqui, mais uma filha sua, mais uma serva sua, mais uma princesa de seu reino, prestes a se casar. Isso tudo, ou melhor, esse sonho, está se realizando graças ao Senhor meu Deus. Muito, muito, obrigada, por unir Adrien e eu, por ter feito a gente se conhecer, por termos chegado até aqui. Isso tudo é graças a você Senhor, muito obrigada. Senhor por favor, repreenda todo nervosismo que estou sentindo, toda ansiedade também. Eu, estou muito nervosa, mesmo. Não quero que nada dê errado, neste dia tão especial. Muito obrigada Senhor, por até aqui, ter me ajudado. Em nome de Jesus, amém! -Sorri, ainda de olhos fechados, me sentindo bem melhor.

- Amém! -Disse meu pai, abrindo os olhos. -Chegamos.

    Pois é! Eu nem havia reparado, já havíamos chegado a minha igreja, o local de meu casamento.

   Gorila, abriu a porta do carro para eu sair, eu simplesmente paralizei, não conseguia me mover.

- Vamos, senhorita? -Perguntou ele.

- Não consigo me mover...

- Ai meu Deus! -Gorila, ficou nervoso.- Senhor Tom...isso é normal?

- A-acho que sim seu Gorila...vou chamar Sabine..-Disse meu pai.

- Isso, chame minha mãe pai, e Alya também! Por favor! - Gritei, observando meu pai se distanciar.

   Minutos depois, apareceu minha mãe e Alya, juntamente com o papai. E, eu, continuava na mesma posição.

- Filha! O que aconteceu? - Perguntou mamãe.

- Não consigo me mexer, mamãe!

- Deve ser nervosismo, tia Sabine. - Disse Alya.

- Talvez...O.k. Marinete, minha filha, respirei e espire três vezes seguidas, bem rápido, e na terceira espiração, inspire bem fundo e após solte a respiração.

   Eu a obedeci, aliás era ela minha mãe, e mãe, sabe de tudo. Me senti bem melhor. Elas voltaram para dentro da igreja e eu esperei mais um pouco antes de entrar na igreja. Estava tudo decorado, muitíssimo lindo, eu nem havia reparado.

  Annelize, veio nos avisar, que já era a minha vez de entrar. As minhas daminhas era a Manon, de quem sou babá e a irmã de Alya, Perséfone.

  Saí do carro, ajudada por meu pai.

Subimos as escadas, nos posicionamos em frente a grande porta da igreja.

- Está pronta, filha? -Papai perguntou.

- Acho que sim....-Sorri, olhando novamente para frente, encarando a porta.

    A música começou a tocar. Minha música preferida: A Thousand Years da Christina Perri. Que eu pus de entrada. Começei em pensar, momentos que passei ao lado de Adrien, a porta se abriu, e todos amigos e familiares me observavam.

   " Hearts beats fast

Colors and promises

How to be brave

How can I love when I'm afraid to fall

But watching you stand alone

All of my doubt sunddenly goes away somehow

One step closer..."

***

- Adrien, me desça já daqui! Não consigo descer, essa árvore é grande demais! -gritei com raiva.

-Só se você dizer que me ama! - ele gritou lá de baixo.

- Eu não vou fazer isso! Seu idiota! Me tire já daqui Adrien Agres...Ah!!! -Escurreguei de cima da árvore, mas não havia caído no chão.

- Está, tudo bem, princesa?

  Eu estava nos braços de Adrien

- Sim, obrigada! Mas ainda estou com raiva de você! -Cruzei os braços. -Agora, me solte, quero descer.

- Só se me der um beijinho.

- Eu não vou fazer isso, convencido!

- Então, permanecerá em meus braços!

- Adrien, me solta! - Bati em seu peito, mas ele parecia não se importar.

   Acabei o empurrando, e caímos no chão. Abri o olho, e deparei-me com duas esmeraldas-olhos verdes- a minha frente. Adrien caiu por cima de mim, ele estava paralizado me olhando, com os braços em volta de mim.

- Você, é linda! -Ele disse- eu te amo, princesa.

 - Também te amo, gatinho. Agora, me ajude a levantar, por favor.

- Como desejar, my lady.

***

Aquele foi um dia muito doido, e eu ainda estava com raiva dele, mesmo depois do beijo, acho que fiquei duas semanas dando uma de dramática e durona com ele.

Lembrei de vários outros momentos, felizes e tristes ao lado de meu príncipe, Adrien.

  " I have died everyday waiting for you

Darling don't be afraid I have loved you

For a thousand years

I'll love you for a thousand more

Times stands still

Beauty in all she is

I will be brave

I will not let anything take away

What's standing in front for me

Every breath

Every hour has come to this

One step closer

I have died every day waiting for you

Darling don't be afraid I have loved for you

For a thousand years

I love for a thousand more

One step closer

One step close

I have died everyday waiting for you

Darling don't be afraid I loved you

For a thousand years

I'll love you for a thousand more

And all along I believe I would find you

Time has brought your heart to me

I have loved you for a thousand years

I'll love for a thousand more."

" O coração acelerado

Cores e promessas

Como ser corajosa?

Como posso amar quando estou com medo de cair?

Mas vendo você sozinho

Todas as minhas de repente vão embora de alguma forma

Um passo mais perto

Eu tenho morrido todos os dias esperando por você

Meu amor não tenha medo eu tenho te amado por mil anos

E vou te amar por mais mil

O tempo para

Beleza em tudo o que ela é

Eu serei corajoso

Eu não deixarei ninguém tirar

O que está na minha frente

Cada respiração

Toda hora tem caminhado para isso

Um passo mais perto

Eu tenho morrido todos os dias esperando por você

Querida não tenha medo eu tenho te amado por mil anos

E vou te amar por mais mil

E o tempo todo eu acreditei que te encontraria

O tempo trouxe o seu coração para mim

Eu tenho te amado por mil anos

E vou te amar por mais mil

Um passo mais perto

Um passo mais perto

Eu tenho morrido todos os dias esperando por você

Querida, não tenha medo eu tenho te amado por mil anos

E vou te amar por mais mil

E o tempo todo acreditei que te encontraria

O tempo troxe o seu coração para mim

Eu tenho te amado por mil anos

E vou te amar por mais mil."

    Lá estava ele no altar, tão lindo! O meu quase marido. Meu Adrien, meu Agreste. Ele estava com aquele sorriso lindo no rosto. Parecia nervoso, mas eu sorri para o tranquilizar.

     Adrien On

E lá estava ela, minha atrazilda, minha princesa, minha rainha, minha quase esposa, minha mulher, minha garota,minha vida.♥

   Ela estava linda! Não consegui me segurar de felicidade, comecei a chorar perante a todos de tanta felicidade. Meu sonho havia se realizado, graças a Deus, meu sonho de se casar com a mulher certa, a mulher da minha vida, a minha Marinete Dupain Cheng.

  Finalmente ela chegou no altar.

- Cuide bem dela, filho. -Disse meu sogrão, me dando um tapinha no ombro, Mari ainda apenas sorria.

  Sorriso lindo o dela♥

- Pode deixar seu Tom. Se eu não tomar conta dela, Plag..é...quer dizer o senhor pode me bater. -Sorri, caramba quase falei de Plagg.

- Assim espero.-Ele saiu sorrindo.

-Olá, princesa. Você está linda- Estendi a mão para ela.

- Olá, meu gatinho. Obrigada, você também está lindo, um arraso.

    ♥ Adrien/Mari♥

  Demos as mãos, cruzando os dedos. Sorrindo sempre um para o outro. Eo pastor Gústavo começou a cerimônia.

         N/A On

Pr.Gústavo: Estamos hoje aqui reunidos para celebrar essa união tão linda, de Adrien Agreste Beaumont e Marinete Dupain Cheng......

 O pastor, falou , falou e falou. Logo após chegou a parte mais importante da cerimônia.

Pr.Gústavo: Marinete Dupain cheng, aceita se casar com Adrien Agreste Beaumont, e se tornar Marinete Dupain Agreste, ser fiel na saúde, na doença, na alegria ou na tristeza, até que a morte os separe?

Mari: Aceito! Mas tira a parte do "Até que a morte os separe",pois quando morrermos aqui, viveremos na Glória, com Jesus, então morrer quer dizer viver, e ficaremos juntos para todo o sempre.

Pr.Gústavo: Que assim então seja.

                      Adrien Agreste Beaumont, aceita se casar com Marinete Dupain cheng, e se tornar Adrien Dupain Agreste? Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que a vida não os separe?

Adrien: Mais é claro que eu aceito! É tudo o que mais quero! -Sorriu para Mari, a encarando.

      Colocaram as alianças, retirando as de noivado, e pondo as de casados.

Pr.Gústavo: Então, pelos poderes investidos a mim. Eu os declaro, marido e mulher. Pode beijar a noiva!

          Adrien On

Beijei minha Mari, minha esposa, minha mulher, minha garota, minha princesa.

Eu sou o homem mais sortudo do mundo, por tê-la ao meu lado.

Segurei-a pela cintura, e ela segurou meu pescoço.

Um beijo, diferente dos outros.

        Eu a amava com todo meu coração. E sei que ela também.

 - Eu te amo, senhora Agreste. -susurrei para ela.

- Também te amo, gatinho bobo.-me beijou mais uma vez. E todos os presentes na festa. comemoravam juntamente conosco.

       

    Esse não é o final de nossa historia, ou de nossa vida. Creio, que temos muito pela frente ainda para viver.

     Era mais que um felizes para sempre, era mais que um simples "Eu te amo" Era mais que tudo isso.

E isso tudo, foi graças a Deus.

- Porque até aqui, nos ajudou o Senhor! -Mari e eu respondemos juntos, ainda olhando um para o outro, sorrindo.

****

*É melhor serem dois do que um, porque têm melhor e paga do seu trabalho. Porque, se um cair o outro levanta seu companheiro; mas ai do que estiver só, pois caindo, não haverá outro que o levante.(Eclesiastes 4:9-10)

--Eleve ao mais alto seu pensamento. É preciso ter fé, é preciso dar tempo ao tempo.-Samii B.S.Schreave.

-- As únicas pessoas que você tem

que ter em sua vida, são as pessoas que provam que precisam de você, na vida delas.

-- A verdadeira beleza, não está no rosto, onde muitos procuram, mas no coração, onde poucos encontram.

--Creia, espere no Senhor, Ele tem o melhor para você, e no momento certo, colocará a pessoa certa em sua vida.

 

                  Samii Schreave♥

                 Continua.....2*temporada.



Notas Finais


Espero, que tenham gostado.
Perguntas?Comentários?

São todos bem vindos


Beijão! ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...