História Meu coração te escolheu. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasori, Sasuke Uchiha, Toneri Otsutsuki
Tags Drama, Hinata, Naruhina, Naruto, Romance, Sakura, Sakusaso, Sarada, Sasuhina, Sasuke
Visualizações 215
Palavras 1.886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo dessa fic que eu estou amando escrever, obrigada por todos os favoritos, são muitos para apenas 4 capítulos né rs...

Boa leitura.

Capítulo 4 - Sasuke Uchiha.


7 anos atrás...


Era o dia de uma grande festa nas empresas Uchiha, sócios, investidores, famosos, toda a clase alta estaria presente. Era aniversário de 50 anos da maior fábrica de jóias de Suna, e lançamento da nova coleção, onde todas as jóias foram fabricadas com prata e esmeraldas.


O filho mais novo do dono havia acompanhado desde a criação de cada jóia até o acabamento tudo de perto, queria tudo perfeito, era uma homenagem para sua esposa que a poucos meses havia dado a luz a sua primeira filha.


Os telões mostravam cada peça, e em lugares escolhido a dedo elas eram exibidas. A peça mais bela e única era menor e mais delicada, feita exclusivamente para Sakura Haruno Uchiha um Bindi* triplo feito de prata em formato de losango indo do maior para o menor, cravejados com esmeraldas e diamantes, a Uchiha amava esse tipo de jóia que realçava seus olhos esmeraldinos.


Depois da apresentação das jóias, o patriarca foi cumprimentar o filho mais novo pelo ótimo trabalho. Um trabalho de quase 7 meses.


— é uma pena Sakura não poder vir, ela ficaria muito emocionada.— o homem falou dando tapinhas em suas costas, era sua maneira de dizer que estava orgulhoso.


— e é por isso que vou mais cedo pra casa, não quero deixa-lá sozinha, estive muito ausente.— o moreno sorriu para o pai.


— não esqueça de levar o presente dela.— o patriarca falou rindo.— Mikoto está fascinada, provavelmente vai querer uma de cada.


— mamãe é sempre exagerada. — Sasuke riu revirando os olhos.


— cadê o cara mais romântico da família? — o primogênito Uchiha zombou.


— engraçadinho. — falou emburrado mas não pode deixar se rir, Sakura era seu ponto fraco, a amava, por ela passava por cima de todo o orgulho Uchiha.


— irmão, devo dizer que você é o cara, se amarrou cedo. Apesar de achar precipitado, tenho orgulho de você.— Itachi falou puxando o irmão pra um abraço.


Sasuke sorriu, estava feliz, finalmente teria férias para curtir a família. 


— a conversa está boa, mas tenho que ir.— ele falou se despedindo do pai e do irmão.


— não demore a ir em casa, quero ver minha neta.— Fugako repreendeu.


— ta bom pai, avise para a mãe que eu já fui.


— tudo bem.— o patriarca concordou.


O moreno saiu da festa ansioso para voltar para o calor da esposa e filha, Sarada tinha apenas 3 meses e agora tudo que ele queria era aproveitar essa fase com a pequena, daria toda a atenção e carinho que as duas mereciam.


Por sorte a casa que morava não era muito longe, chegou e abriu os portões com o controle remoto, viu a guarida do segurança escura, despediria o homem pela falta de compromisso. Largou o carro em frente a casa e correu pra porta de entrada. Sakura sempre o esperava na sala.


Entrou na casa e não havia ninguém na sala as luzes estavam apagadas, provavelmente as duas mulheres de sua vida estariam dormindo. Subiu as escadas apresado, o coração se apertou, seria um aviso?


Abriu a porta do quarto e nada.


Foi até o quarto da filha e o único movimento alí era o da cortina balançando ao vento, o desespero bateu no seu peito. Sakura teria o abandonado?


Voltou ao seu quarto abriu o closet e todas as roupas da amada estavam ali, abriu o cofre, o dinheiro estava lá, junto das jóias, tudo perfeitamente intacto.


Ele rapidamente tentou se acalmar, tentou puxar na lembrança se a esposa havia avisado que sairia e nada.


Rapidamente puxou o celular ligando para a mãe da rosada. Os olhos já ardiam, um nó se formava na garganta, queria rasgar-lhe o peito.


— alô? — a voz soou na linha.


— senhora Mebuki?


— Sasuke! Aconteceu algo com a Sakura?


— ela sumiu.— as palavras saíram como um sussurro.


           2 dias depois...


O morena tinha olheiras profundas duas noites sem dormir, não comia, o coração doia , sentia saudade, onde elas estariam? E agora o que seria dele sem seu ponto de equilíbrio? 


Sakura era muito mais que sua esposa, era sua companheira, era uma das pessoas que mais confiava, era sua loucura e sua cura...


O sorriso de menina, os olhos de mulher, o corpo de deusa. Ela era sua deusa, um relacionamento de mas de 15 anos que gerou um fruto, fruto esse que ele igualmente amava, tão lindinha, tão pequena, tão frágil.


— eu sinto muito. — o homem mais velho falou suspirando. — Sasori Akasuna foi embora e deixou um rombo na empresa de mais de 40 bilhões de dólares. Tudo indica que ele sequestrou sua esposa e sua filha.


Sasuke fixou os olhos negros no pai parecia que estava preso em um pesadelo.


— não conseguem rastrear pra onde ele enviou esse dinheiro? — Sasuke perguntou se levantando, ia beber outro copo de uísque.


Ali estava o patriarca Uchiha e Shikamaru Nara seu amigo e detetive.


— não, ele fez tudo de um modo anônimo. Talvez tenha contratado Hackers.— Shikamaru passou a mão no rosto, não havia dormido aquela noite. — quando vai contatar a polícia?


— hoje mesmo, queria que seu pai cuidasse desse caso, mas pedirei muita descrição, esse escândalo pode acabar com a empresa, estamos quase quebrados. — fugako falou.


 Sasuke bebeu um gole do líquido e sentiu a garganta esquentar.— obrigado Shikamaru, mas continuo contando com você para investigar.


— não se preocupe quanto a isso, vou investigar o que puder.— ele levantou.— eu estou indo, vê se dorme e para de beber tanto.


— Shikamaru tem razão filho, tem dias que não sai dessa casa.— o mais velho repreendeu.


— não prometo nada.


— Sakura não iria gostar disso. — o Nara argumentou.


— espero que ela volte logo.— ele botou o copo em cima da mesa.


Estavam na casa de  Sasuke.


— vou fazer tudo que eu puder pra traze-las de volta Sasuke. 


O moreno nada respondeu ficou olhando um ponto fixo, parecia pensar os dois resolveram que era hora de ir.


Durante todo aquele tempo ficou ausente na vida da filha e da esposa e isso fazia a consciência do moreno pesar mais ainda, tanto tempo que perdeu, nem lembrava do sorriso da filha direito, na verdade lembrava de pouco dos traços dela. Ele devia ter desconfiado do Akasuna, Sasori sempre foi muito atencioso com a mulher, até quando ela estava grávida, ele sempre dava um jeito de ir vê-lá, levava flores, chocolate. Quando o próprio moreno esquecia datas especias Sasori o lembrava, já ia com o presente pronto só pra que ele entregasse para Sakura.


Seria desde ai que ele havia criado uma obceção pela rosada? Seria ele, Sasuke Uchiha o homem o qual devia proteger sua mulher e filha que havia as deixado a mercê de um homem louco e sem escrúpulos?!


Essa culpa o consumiria...


                  3 meses...


Tanto tempo já havia passado, já era três meses, nem uma pista concreta, a última notícia que a polícia havia conseguido era que um frentista de posto de gasolina havia visto uma mulher de cabelos róseos e um homem ruivo abastecendo o carro e aparentemente estavam indo embora pra outra cidade.


As três cidades vizinhas ( Konoha, uma cidade chamada país do trovão e a cidade das fontes termais) estavam sendo reviradas, claro que tudo as escondidas, ninguém na mídia sabia de tal ocorrido, na verdade apenas policiais de Suna e um ou outro estavam envolvidos no caso.


Hoje era um recomeço para as empresas Uchiha, estavam fazendo uma união com a mineradora Uzumaki. Depois de tantas baixas aos poucos a fábrica de jóias estavam se reerguendo.


Com a união o filho do empresário Minato, Naruto Uzumaki Namikaze foi nomeado como novo CEO da empresa Uchiha.


                 1 ano depois...



Sasuke estava cada vez mais depressivo, bebia todo dia, ia do trabalho para casa e de casa para o trabalho, Naruto era o único que ainda conseguia tirá-lo um pouco da rotina de bebedeira e trabalho incessante.


A empresa ia bem, a polícia já havia desistido das investigações, o único que ainda ia atrás de pistas era Shikamaru, durante aquele ano ele havia chegado perto de encontra-los mas todos haviam subestimado o Akasuna, ele estava sempre arrumando um jeito de apagar pistas, de leva-lo a um caminho sem saída...



                 2 anos...



Sasuke já estava mais comunicativo, mas ainda não desistia de encontrar a esposa. Naruto não saia do seu lado.


O loiro tentava a todo custo distrair o amigo dos problemas, durante essa época ele havia se tornado o porto seguro do Uchiha.


                 3 anos...


Durante aquele ano a notícia de que haviam encontrado o corpo de uma mulher e um bebê em estado de decomposição avançado, em um terreno baldio perto da saida de Konoha abalou a família Uchiha e Haruno.


Sasuke teve uma recaída e se isolou em casa, chegou a proibir a entrada da família.


Depois de alguns meses e um exame de DNA compravaram que os corpos não eram de Sakura e nem de Sarada.


Apenas Naruto depois de dar uma surra em Sasuke conseguiu o trazer para a realidade.

 


                 4 anos...


As buscas continuaram, mas dessa vez sem tanta descrição, a mídia já questionava o sumiço de Sakura, sem contar a pressão que família Haruno fazia para expor o caso " Akatsuki" ( deu-se esse nome, pelo envolvimento de Sasori com a organização criminosa.)


Durante aquele ano, Naruto levou Sasuke para uma viagem fora do pais do fogo. O moreno antes alegre, estava cada dia mais fechado e fri, o Uzumaki tinha esperança que o amigo voltasse a ser o que era.



                 5 anos...


A viagem não havia dado bons frutos.


Sasuke voltou ainda mais recluso, durante a viagem viu uma garota de cabelos róseos e pensou ser Sakura, estava bêbado e acabou beijando a mulher, quando se deu conta do que havia feito, saiu do bar atordoado atravessou a rua sem olhar o movimento e acabou sendo atropelado.


Foram dias angustiantes para a família Uchiha, estamos cada dia mais abalados, Fugako  havia deixado a empresa nas mãos de Itachi para se dedicar a Mikoto que cada dia mais sofria pela alto mutilação de Sasuke, ele praticamente não vivia mais.


Nessa mesma época Naruto ficou com remorso, estava se sentindo culpado pelo acidente com o amigo. Minato e Kushina levaram o filho para uma viagem em família ele já estava se envolvendo de mais, o Uzumaki sempre foi o menino alegre, gentil e de coração puro e aqueles problemas estavam começando a o afetar.


Sasuke ficou no hospital durante um mês, ele havia quebrado a perna e algumas costelas. Depois de três semanas Naruto voltou com os pais disposto a resgatar Sasuke da solidão.


    

                6 anos...



Logo no começo do ano Sasuke foi internado em uma clínica de reabilitação para um tratamento em grupo, a família estava arrasada, os Harunos estavam preocupados com o rapaz, Naruto tentou de tudo para o ajudar, mas estava sendo em vão.


Na clínica Sasuke fez terapia, conversou com outras pessoas, teve acompanhamento psicológico, aquele ano quando saiu da clínica familiares e amigos puderam ver pelo menos um pouco do Sasuke que um dia já havia sido.



Ele voltou a trabalhar na empresa, saia mais com Naruto, mas as investigações ele nunca abandonou. Aquele ainda era seu objetivo ter a filha e a esposa de volta.


Nesse mesmo ano seu irmão Itachi resolveu se casar com uma amiga de Sakura e prima de Naruto, logo após o casamento o primogênito Uchiha e Karin Uzumaki foram passar a lua de mel na França, deixando a fábrica em suas mãos.


PareParecia que tudo estava entrando nos eixos, parecia que Sasuke já estava se acostumando com sua solidão. 



Notas Finais


* Bindi= jóia usada por mulheres indianas. É usada na testa.

Achei que esse tipo de jóia combinava com a Sakura.

Bom galera foi um resumo do passado do Sasuke teremos ainda mais dois resumos que seram postados a qualquer momento na fic 😏

Obrigada por ler, deixe sua opinião... Até o próximo✌💜😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...