História Meu Cunhado (Imagine Jay Park) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jay Park
Personagens Jay Park, Personagens Originais
Tags Fofo, Hot, Jay Park, Romance
Visualizações 98
Palavras 1.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EH HOJE, EH HOJE QUnE VAI COMEÇAR A TRETA

Capítulo 8 - Acidente do Loco & Mentira


Fanfic / Fanfiction Meu Cunhado (Imagine Jay Park) - Capítulo 8 - Acidente do Loco & Mentira

Acordei com meu celular tocando, minha cabeça ja doia por causa de ontem, tantos gritos e berros me fizeram ficar com uma dor de cabeça terrivel, peguei meu celular e vi que era nada mais nada menos que Livya Moon, ótimo, desliguei e voltei a dormir, eram exatamente três da manhã, quem acorda nessa hora? Vai se ferrar. Após um tempo ouvi umas batidas na porta, me levantei na maior lenteza e fui atender, Livya estava na porta com suas malas e do seu lado meu amado cunhado. 

 - Arruma suas coisas vesti uma roupa qualquer e vamos, aconteceu uma coisa com o Loco - arregalo os olhos para tentar ver eles direito, pego minhas coisas, visto um casaco longo e prendo meu cabelo e descemos, entregamos as chaves dos quartos e ok. Corremos para o aeroporto, Jay Park ja tinha marcado o horário para irmos, falou ele que isso aconteceu ontem. 

Depois de esperar muito tempo o avião chegou, fomos logo para o avião e nos sentamos, Livya parecia preocupada, Jay Park ligava pra alguem sem parar com ar de tensão, não sabia oque estava acontecendo.

 - Oque aconteceu com o Loco? - Livya olhou para mim, e seus olhos estavam com algumas lagrimas

 - Sofreu um acidente grave - coloquei a mão na boca, como assim? Ele não esta na China?

 - Ele na-na-não estava n-na china? - perguntei com um fio de voz,

 - Estava sim, porém ontem ele teve um acidente de carro e voltou hoje, e hoje que soubemos, estamos indo para a Coreia por causa disso - dava pra ver o desespero dos dois, Jay Park não parava de ligar para uma pessoa e outra, Livya balançava as pernas olhando de um lado para o outro, eu apenas estava paralisada, como que meu amigo sofreu um acidente?

 (...) 

 Ele estava mal, todo roxo, vermelho, com arranhões, e outras marcas pelo corpo, não podia vê-lo cara a cara mas dava para ver o maior pela janela, me sentei denovo na cadeira no meio do casal.

 - S/n - olho para Livya - Quer um copo de água? - assinto - Espera que eu vou pegar - após ela ir abaixei a cabeça sentindo lagrimas cairem, sinto algo tocar minha mão, levanto minha cabeça e olho para Jay Park.

 - Sei que você esta mal tanto quanto eu, mas se acalma, ele não vai mo.....- eu coloquei um dos meus dedos nos lábios dele. Aaah maldita vontade de beija-lo ali mesmo

 - Não fala isso por favor, não quero pensar em como seria minha vida sem o Loco - tirei meu dedo de seus lábios, ele me olhou e me puxou para um beijo, arregalei os olhos e tentei me separar dele porém ele é maior forte que eu, não correspondi a qualquer momento a Livya podia chegar. 

 - Oque esta acontecendo aqui? - ouvi a voz de Livya e Jay Park se afastou rapido 

 - É que, Livya ele....- o maior me interrompeu

- Sua irmã mandou eu beijar ela se não ela ia falar mentiras minhas para você - olho para ele

 - COMO É QUE É MEU FILHO? - ele da um sorriso sacana no rosto

 - S/n como teve coragem? - Livya me olha decepcionada

 - Livya eu não.... 

 - Como teve coragem de fazer isso comigo

 - Você não ta acostumada com os chifres que ele...- Jay Park da uma tapa na minha cabeça - Ai viado. 

 - S/n, eu sei que ele é lindo, gostoso entre outras coisas, mas você teve coragem disso? Porque? Oque eu fiz para você fazer isso?

 - OLHA AQUI - me levantei para falar, porém o médico estava vindo - Doutor, como esta o Loco? 

 - Ele esta bem, apenas teve algumas lesões, só um pode ir vê-lo - nem olhei para os dois, mas quando Jay Park iria falar eu o cortei

 - Sou a namorada dele - os dois arregalam os olhos e o doutor assente e me leva ao quarto - Loco? 

 - S/n? Você veio - ele sorri - Sim, claro, eu queria te dar um abraço, mas você esta machucado

 - Então vem e deixa eu dar um beijo na sua bochecha - sorri e fui ate ele e ele depositou um beijo na minha bochecha - Oque disse para vir?

 - Que era sua namorada - ele riu alto - Serio? Mas seria bom se isso fosse real - minha vez de rir

 - Nunca perde a graça - ele sorriu - Como que esse acidente ocorreu? 

 - Estava com meu carro voltando pra casa e a Hoody me ligou, eu atendi e disse que estava dirigindo, ela falou para eu não ter atendido mas disse que não aconteceria nada se eu atendesse e pá, bati o carro que capotou - abri minha boca

 - LOCO TU É DOIDO? - gritei e ele mandou eu abaixar a voz - Sabe muito bem que isso é perigoso 

 - Mas não tinha nada demais

 - Para você - meu celular toca, vejo que é a Min - Vou atender espera ai - atendi a chamda - Que foi vaca?

 _ Então, como ta a viagem?

 - eu ja voltei pra Coreia sua tapada

 _ Pera, oque? Por que? 

 - Loco se acidentou

 _ PERA OQUE? LOCO? LOCO LOCINHO? 

- Esse do Locinho ta ruim viu

 _ Mano, como aconteceu? 

 - Na faculdade eu falo 

 _ Ok, até 

 - Ate - ela desliga e eu volto minha atenção a Loco - Espero que se recupere logo

 - Eu também - peguei a mão dele e fiquei acariciando - Não precisa se preocupar, não é tão grave 

 - Como sabe que eu to..... Ah entendi, você me conhece muito - sorri 

 - Você quando esta nervosa mesmo com uma pessoa que conhece acaricia agressivamente sua própria mão, mas quando eu estou perto de você você acaricia a minha 

 - Como me conhece tão bem? - ri e o doutor entrou pedindo para eu sair - Tchau Loco - dei um beijo na testa dele e me virei

 - Tchau amor - ele piscou e eu ri saindo da sala, quando eu bati e frente com o casal eles se levantaram, provavelmente esperando eu falar algo, apenas peguei minha bolça e sai do hospital voltando para casa, depois daquilo que o Jay Park falou, nunca mas quero vê-lo na minha vida.


Notas Finais


VIADO QUEM QUIS DA UMA TAPA NA CARA DO JAY PARK? Eu queria mt? Tava com preguiça que colocar o coiso la na chamada na parte da Min


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...