História Meu Cupcake - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo!au, Bts, Chanbaek, Exo, Namjin, Vhope, Vkook, Wolf!au, Yoonmin
Exibições 75
Palavras 4.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Me desculpe pela demora?
Bem eu ganhei um computador novo esse sabado então, foi o mais rapido que eu pude escrever?
Eu ainda estou uma bostinha sem vontade de escrever mas aos poucos os capitulos vão saindo, só não acho que com a mesma qualidade de sempre.

Capítulo 7 - Capitulo 06 - Covardes


 

- O que raios você está fazendo aqui? – Yoongi olhou com sua melhor cara raivosa para o idiota em sua porta, bem ali ele soube que não importa quanto tempo passasse ele se arrependeria de ter aberto a porta para ele uma primeira vez. Na sua frente estava a fonte da maior parte de suas duvidas e problemas, vestindo uma calça jeans preta e uma camisa branca pelo menos três números maior do que ele, e um cachecol azul bonito, assim como o seu sorriso.

- Você desaparece e eu sou obrigado a vir aqui alimentar sua bunda magrela, claro que eu também queria ter certeza de que você ainda estava a salvo e não morto por causa dessa nuvem de câncer que fica no seu apartamento sério como você consegue respirar ar puro ai dentro? Eu só sinto cheiro de cigarro e... O que diabos é isso? Tem cheiro de... – Jimin começou a reclamar e farejar o ar mais ele ainda estava com um sorriso em seu rosto, Yoongi o encarou por longos segundos antes de bater a porta. - O que raios?

- Vá embora. – Yoongi falou simplesmente enquanto se encostava na porta e via o estado do seu apartamento, roupas jogadas por toda parte e móveis fora do lugar, uma onda de “calor” o atingiu de repente, primeiro ele teve espasmos e todos os seus membros começaram a doer como se eles estivessem sendo arrancados, em seguida um frio insuportável que o fez vestir a maior parte de suas roupas de uma vez, e então logo em seguida o calor insuportável surgindo em seu estomago como lava quente, ele conseguiu apenas empurrar algumas pílulas em sua boca antes de se jogar na banheira de agua fria, e agora todos esses sintomas se resumiram a ele estar derramando “seus líquidos”,  e parece que a presença de Jimin na sua porta só estava fazendo com que o seu estado piorasse.

- Ei! Mais que diabos, eu venho até aqui para ver se você esta bem e você bate a porta na minha cara? Que tipo de pessoa ingrata você é? Eu retiro o que eu disse antes sua bunda magrela ingrata! – Ele começou a bater na porta dele frustrado.

- Alguma vez eu disse que era legal? – Yoongi respondeu sarcástico antes de desencostar da porta e soltar um suspiro alto. Ele precisava de mais um banho... Ele definitivamente não se sentia confortável em atender Jimin com sua bunda vazando literalmente. Mas seu lobo estava ronronando na perspectiva de deixar Jimin entrar e possivelmente “cruzar” com ele... E isso definitivamente não estava ajudando seu lado Alpha, e o próprio Yoongi, era desconfortável pensar assim em Jimin, o menino era fofo, literalmente isso então por que ele estava com esses pensamentos?  Como se já não bastasse seus hormônios estarem desajeitados desde que ele apareceu a 2 dias atrás todo molhado lhe abraçando e de repente como um passe de mágica ele estava tirando a roupa no meio da sua sala e Yoongi descobriu que por debaixo de todas essas roupas folgadas havia um bom abs escondido.

Ele sentiu mais uma onda do cheiro de chocolate que ele tanto adorava passar por uma fresta da porta, era doce, muito doce e isso estava mexendo com seu nariz, o mais velho abraçou as pernas pensando no que fazer, ele sabia que por mais que seu lobo quisesse ele não podia simplesmente abrir a porta e deixar Jimin entrar, ele não podia fazer isso. Mas ao mesmo tempo pensar em ter que dizer o real motivo dele não poder abrir a porta o deixava embaraçado, envergonhado. O que Jimin iria pensar dele? Que ele era uma puta-ômega jorrando por causa do cheiro de qualquer um?

- Yoongi você está bem? Eu realmente estou começando a ficar preocupado, você quer que eu chame alguém? Uma ambulância?- A voz do outro parecia tão pequena e frágil, preocupada, era isso, Jimin estava preocupado com ele, isso estava claro mais só serviu para confundir sua mente mais um pouco, por que ele estava preocupado? Por que? Se as pessoas só querem tirar proveito uma das outras por que esse cara insiste em se preocupar mesmo quando não vai receber nada em troca?  

- Eu realmente não posso abrir a porta Jimin... Problemas... de Omêga – ele sentiu seu rosto escurecer em quase todos os tons quando ele se sentiu forçado a dizer a razão daquilo. Ele... Ele não queria realmente expulsar Jimin, ele gosta do cheiro dele e do seu sorriso.

- Oh... – ele ouviu a resposta do outro lado da porta e se sentiu mais tímido ainda, ele podia sentir o cheiro de Jimin mudando, era excitação. Mesmo sem perceber Jimin estava perfumando sua porta... Mas por que? Por que? Jimin é um ômega então... Oh... Ele não sente cheiro... Yoongi engoliu em seco quando a realização do verdadeiro motivo de Jimin estar perfumando sua porta o bateu. Significa que não é o lobo de Jimin que gosta do seu lobo... O próprio Jimin estava excitado com a perspectiva de Yoongi. Eram eles e não seus lobos falando...

- Yoongi? Você está bem? – ele realmente não sabia dizer se Jimin já havia dito mais alguma coisa, sua mente estava dando voltas. E ele se permitiu escorregar até o chão e encostar a cabeça contra a porta, o cheiro de Jimin estava tão forte ali...

- Você está perfumando a minha porta Jimin – ele falou tentando não deixar sua voz tremer, sua mente estava começando a dar voltas e ele quase acreditou que pudesse chegar ao clímax apenas com o cheiro de chocolate que estava passando pela fresta da porta.

- Me desculpa... Eu... Eu vou indo e... Eu vou voltar na hora do almoço para te trazer comida – Yoongi sorriu imaginando o outro envergonhado do outro lado da porta, ele podia sentir a tensão e desconforto de Jimin até que ele ouviu os passos indo embora, mas o cheiro dele ainda estava ali o prendendo contra a porta.

 

--------------------------------------------------------------------------------------------

 

- Jiminie você está bem? – Taehyung perguntou quando viu seu amigo pela milésima vez trocar os pedidos dos clientes da mesa 3 com a mesa 5.

- TaeTae eu... Eu não sei – ele finalmente suspirou, enterrando a cabeça sob os braços.

- O que aconteceu? – ele fez um sinal para o irmão mais velho de que eles iriam para os fundos e que Daehyun teria que lidar com tudo por enquanto.

Baekhyun trocou seus horários com o mais velho por causa da segurança dos caçulas, com uma loja apenas com ômegas alguns idiotas tentavam gracinhas com eles, trocando de horário com Daehyun, ele poderia ficar á noite com Jimin e Chanyeol e pela manhã ficaria, Jimin, Daehyun e Taehyung. Era mais seguro, principalmente agora que Taehyung não tinha mais ninguém para o proteger.

- Eu... Eu... Eu quero o Yoongi – ele soltou como se fosse o maior pecado que ele pudesse cometer, e Taehyung olhou para ele com uma cara tipo “Viu eu disse”. – Não me olha assim, eu sei que você tinha me avisado mas... É errado! Eu... O Jungkook ele... Eu amo ele também eu sei que eu amo ele. E... E quando eu tiver a minha natureza ele... Eu sei que eu vou ser um ômega Tae eu sei disso... Quando eu tiver a minha natureza... Ele vai se afastar de mim, ele vai me odiar... Eu não quero fazer isso com o Yoongi! Destruir as barreiras dele e depois ter que o deixar sozinho de novo... Ele está próximo da ruptura TaeTae.

- ...Eu... Eu com certeza sei pelo que você esta passando ChimChim, mas... Se você decidir não se envolver agora, talvez você esteja protegendo os sentimentos de vocês dois, mas... Se fosse eu, mesmo sabendo de tudo que eu passei sendo forçado a ficar longe do Hobi se eu pudesse voltar no passado, eu nunca pensaria duas vezes antes de aceitar namorar ele, eu nunca me arrependerei dele Jimin, mesmo agora feridos assim, eu fui tão feliz na minha vida Jimin, e mesmo quando eu achar meu verdadeiro companheiro, nada vai apagar o que eu vivi com o Hobi... – Taehyung sorriu enquanto brincava com os dedos do melhor amigo. – Eu sei que você viveu boas coisas com o seu prometido mas... Vocês eram pequenos, eu sei que ele foi muito importante na sua vida e você não quer abrir mão disso, mas... Faz tanto tempo que vocês não se veem... E se o lobo dele não gostar de você e...

- TaeTae... Eu sei o que você quer dizer mas... É injusto com o Yoongi, eu não posso fazer isso com ele e de repente virar um ômega.

- Você não quer viver a mesma coisa que eu e o Hobi – ele falou simplesmente resumindo o que Jimin queria dizer mais nunca teria coragem de jogar sal em cima da ferida - Eu só quero dizer... Não se prenda, só... Deixa as coisas irem, o Yoongi é importante para você, e se você diz que ele nunca te machucaria então significa que você é importante para ele também.  E talvez... Só talvez. Você precise mais dele do que ele de você Jimin.

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------

 

- Você realmente veio. – Yoongi olhou para o mais novo com um saco na mão e deu alguns passos para que ele pudesse entrar.

- É eu vim decidido a ter um ômega mal criado saindo por essa porta para um encontro – Em dois segundos a porta estava sendo fechada na cara de Jimin pela segunda vez naquele dia.

- Ei eu estava apenas brincando! Eu só estou na minha folga do almoço e a Mama Kim disse que eu podia pegar o resto do dia de folga da loja – ele reclamou e fez beicinho na porta fechada. – Eu te trouxe bulgogi.- ele tentou mas nada – Eu trouxe cupcakes também – ele tentou mais uma vez e quando ele estava prestes a desistir e ir embora deixando a sacola pendurada na maçaneta, a porta se abriu minimamente, apenas o suficiente para olhar os olhos brilhantes do ômega.

- Chocolate?

- Chocolate. – Jimin respondeu com seu próprio sorriso imenso quando o outro o deixou entrar. Rapidamente a sacola de sua mão foi levada e um Yoongi faminto começou a devorar um cupcake, logo ele estava caminhando em direção á cozinha com um Jimin sorridente no reboque.

- De qualquer forma por que você não apareceu no café? – Jimin perguntou enquanto via o outro esvaziando a bacia de Bulgogi em dois pratos. – Não precisa Yoongi, eu não tenho tempo para comer eu ainda preciso ir... – suas palavras foram paradas por um pedaço de carne grelhada sendo empurrado em sua boca.

- Eu pensei que você estivesse aqui para almoçar – Yoongi falou ácido antes de se sentar e voltar a comer – Se você não comer vai morrer.

- Olha só quem fala, o Senhor saúde. – Jimin falou zombeteiro antes de comer mais um pedaço de carne, ele já havia percebido que da mesma forma que ele sentia necessidade de alimentar Yoongi e ter certeza de que ele estava satisfeito, Yoongi também não podia lidar com um Jimin passando fome. - Já se passaram alguns dias desde que eu te vi pela ultima vez, você ficou melhor da sua doença?

- Você é burro? Eu não estou doente eu estou no cio. – Yoongi praticamente rosnou ainda comendo e Jimin endureceu em sua cadeira, a memória viva do que ele havia passado na porta da casa do outro. – Yoongi eu...

Antes que Jimin pudesse dizer qualquer coisa eles ouviram a porta ser aberta e não demorou muito um barulho de algo caindo contra provavelmente o sofá.

- Um ladrão? – Jimin praticamente pulou de sua cadeira enquanto Yoongi apenas farejou o ar e soltou um bufo baixo e voltou a comer como se nada tivesse acontecido.

- Apenas ignore. – ele falou por fim, mas Jimin ainda não estava convencido.

- Mas Yoongi... – Ele ficou olhando na direção da sala e Yoongi revirou os olhos antes de terminar sua comida e morder um bolinho, mais uma vez o nariz dele sujo de glacê roubou toda a atenção de Jimin, bem isso foi por cinco minutos completos antes deles ouvirem um xingamento feminino vindo da sala e o som de botas chegando mais perto da cozinha, então estava lá na porta da cozinha uma garota mais baixa do que eles com cabelos longos prateados e uma expressão incrédula olhando para a cena á sua frente.

- Droga eu bebi demais – ela reclamou por fim antes de levar a mão a cabeça e massagear um ponto na lateral. Seu nariz também se contraia levemente o que mostrava que ela provavelmente estava farejando o lugar.

- Hump – Yoongi se levantou abruptamente e começou a lavar a louça ignorando completamente a existência da irmã mais nova.

Jimin permaneceu calado, ele estava observando a semelhança incrível entre a menina e Yoongi, era quase como se ele estivesse olhando para o ômega mal humorado com cabelo comprido as únicas diferenças obvias eram os olhos dela e seu rosto um pouco mais redondo, ela era bonita, incrivelmente bonita.

- Você vai ficar parada ai o dia inteiro? O que quer Hyeri? – Yoongi não havia parado de limpar os pratos e sua voz saiu fria e raivosa, mais até do que quando ele falava com Jimin, e isso o deixou incomodado, ele nunca teria coragem de falar assim com Jin.

- Ah... Eu vim ver se você estava bem e trazer comida. – ela falou suavemente, Jimin se sentiu mal quando viu traços de tristeza nos olhos da “Hyeri”, ele sinceramente não sabia que Namjoon possuía uma irmã, para falar a verdade ele nunca foi muito curioso em relação á família do companheiro de Jin, as poucas coisas que ele sabia foram por acaso, Namjoon sempre evita falar sobre o passado e bem, qualquer coisa pessoal para falar a verdade.

Ele continuou olhando para ela e divagando até o momento que ela direcionou os olhos escuros para um Jimin ainda estático sentado á mesa, bem isso tudo até que um mal-humorado Yoongi rosnou de seu lugar na pia.

- Se você já me viu pode ir embora. – Yoongi virou para encarar a irmã antes de puxar um cigarro e o isqueiro do bolso e o acender.

- Yah Yoongi você não pode falar assim com ela! – Jimin foi rápido em repreender o mais velho, ele só não esperava essa expressão de dor e traição de Yoongi, era como se essas palavras tivessem acendido a raiva dentro dele, Jimin sabia que ele havia feito uma grande merda no momento em que Yoongi pareceu prestes a chorar antes de virar em completa fúria e começar a caminhar para longe deles.

- Quando eu voltar eu não quero ver nenhum dos dois aqui – ele rosnou antes de sair da cozinha e, pelo som da porta de entrada batendo, do apartamento também. 

Um silêncio incômodo se instalou no lugar até que Hyeri rosnou de raiva antes de socar a parede e sentir sangue quente fluindo pela sua mão.

- Você... Você sabe onde está a caixa de primeiros socorros? – Jimin perguntou preocupado com o ferimento dela, mas a menina apenas soltou um sorriso e fez um movimento com a cabeça como se dissesse que aquilo não era nada, ela apenas envolveu a mão com a beirada do seu casaco e andou até ficar de frente com o mais novo, ela olhou bem para ele, primeiro para o seu rosto, depois para suas roupas e por fim para o seu cabelo.

- Eu sou Min Hyeri a irmã mais nova do Yoongi. – Ela se apresentou com um sorriso gengival – E você é a pessoa que anda mexendo tanto com o meu irmão não é?

- O que? Eu... Eu não fiz nada. – Jimin automaticamente adquiriu alguns tons de vermelho, ele sentiu como se estivesse conhecendo os pais do namorado, a aura dessa menina era muito forte e assustadora, mais ainda do que a de Yoongi. Sem duvidas ela era uma Alpha, ele podia sentir isso nas suas células, ele não precisava do cheiro de forma alguma.

- Seu cheiro está por cima dele garoto. E... Me siga – ela começou a andar pelo apartamento e Jimin não viu outra alternativa a não seguir a mais velha, e então eles entraram em uma porta que ele não havia nem visto anteriormente, as janelas eram altas quase como um porão, as paredes.... Vermelho como seu cabelo, para falar a verdade, exatamente como o seu cabelo.

- Bem vindo ao estúdio dele. – ela falou por fim – Ele pintou as paredes á poucos dias, então eu liguei os pontos quando eu olhei para o seu cabelo Park Jimin. Demorou um pouco para eu descobrir quem você era, eu realmente não sabia onde procurar e então eu senti seu cheiro em cima de uma camisa do Jin-oppa e eu perguntei de quem era. Quem diria que o destinado do meu irmão seria o irmão caçula do companheiro do Namjoon... Esse mundo é um ovo. – ela se sentou em uma das cadeiras que estavam dispostas pelo lugar, havia dois cds dispostos em cima do computador de Yoongi, e ela se surpreendeu quando ao tocar em um havia um simples Min Suga escrito. Quer dizer que Yoongi iria produzir um cd sob seu pseudônimo de novo. E ela arriscava dois dentes que o motivo era o garoto ruivo sentado na sua frente, e isso tudo tornou as coisas mais interessantes ainda.  

- Não, ei... Eu não sou o companheiro dele, eu não... Somos apenas amigos. – Ele ainda estava olhando ao redor do cômodo, mesmo estando escuro ele ainda podia ver o vermelho brilhante e também algumas gotas de tinta aleatórias assim como folhas amassadas pelos cantos. Então como um raio Jimin percebeu que não sabia quase nada sobre Yoongi, ele só sabia que ele era o irmão mais novo de Namjoon, o irmão problemático que causou muitos problemas e já matou uma pessoa, ele não conhecia de verdade ele, não sabia sua cor favorita ou comida favorita, não sabia se ele gostava de cantar ou dançar, se ele era uma pessoa de gatos ou cachorro... Ele não sabia nada, a não ser a sua paixão por chocolate.

- Eu sinceramente não acho isso, para mim vocês dois já perceberam isso e estão com medo.

Ele não sabia o que responder á ela, era como se ela pudesse ver por detrás de tudo, como se ela pudesse ler as respostas nos seus olhos, ela tinha uma aura sabia no fundo, a aura sábia que um Alpha possui.

- Olha Jimin... Eu... Eu não sou a melhor pessoa por ai... Eu sou fria, rabugenta, gosto de reclamar e brigar com todos, eu prezo o meu orgulho mais que tudo, mas... Eu estou aqui pronta para ficar de joelhos e implorar para que você fique ao lado dele... Eu... Eu não posso suportar isso... – Ela olhou para o chão e lentamente fez isso, Min Hyeri se ajoelhou perante Park Jimin. – Tudo que aconteceu foi minha culpa, tudo que o Yoongi teve que passar, todas as consequências, tudo foi culpa minha, e... Quando ele mais precisou de mim eu não estava lá! Eu fiquei com medo da única pessoa que me amava e cuidava de mim. Eu... Eu me odeio! Eu não acredito em Deus, eu nunca acreditei... Mas eu rezei todos os dias da minha vida pedindo para que ele encontrasse alguém e fosse feliz. – ela estava chorando, mas em momento nenhum se permitiu falhar a voz ou desviar os olhos do ruivo - eu não quero que ele me perdoe, eu não mereço perdão... Eu só quero que ele viva, eu só quero que ele se dê uma chance para viver, e se você é a única chance dele estar aqui quando eu voltar da minha viagem eu estou pronta para fazer qualquer coisa por isso, eu imploro Park Jimin, não o deixe. E se no fundo do seu coração você sentir que ele é o seu companheiro, ou que ele vale a pena dar a chance... Por Favor... Não tenha medo, eu sei que ele é uma péssima pessoa, mas... No fundo disso tudo ele ainda é o meu irmão mais velho doce e gentil, o melhor do mundo e doce como açúcar... – Jimin percebeu que no final ela estava mergulhando em memórias, provavelmente da sua infância, dos seus erros, memorias com Yoongi.

Ele ainda estava lá parado olhando para a Alpha que teve coragem de se ajoelhar e implorar para que ele não fosse um covarde, ela implorou para que ele fizesse o que todo o seu corpo estava ansiando para fazer, ela pediu para que ele lutasse por Yoongi, para que ele fosse sua cura.

- Eu gosto do Yoongi, e isso me assusta. Eu já tenho alguém mais mesmo assim... Eu estou me apaixonando por ele e... Eu tenho medo. Eu sei que eu sou um ômega Hyeri, isso nunca vai dar certo. Eu não quero machucar a nós dois tentando... Tentando conquistar o Yoongi para depois... Para depois nossos lobos se odiarem.

- Você não acha que vale a pena tentar ser feliz?

“Eu só quero dizer... Não se prenda, só... Deixa as coisas irem, o Yoongi é importante para você, e se você diz que ele nunca te machucaria então significa que você é importante para ele também.  E talvez... Só talvez. Você precise mais dele do que ele de você Jimin.”

Taehyung também disse algo parecido... Será que ele deveria lançar todas as suas duvidas para o alto... Sera que ele deve... Tentar conquistar Yoongi? E Jungkook? O que ele vai fazer se um dia se transformar em um ômega? Ele realmente....

- Fique aqui eu vou atrás dele, você ama seu irmão e ele tem o direito de saber isso, e se ainda assim ele te odiar, o Yoongi é um babaca - Jimin não perdeu tempo em sair correndo e ir atrás do mal humorado, ele tentou o seu melhor para tentar seguir o cheiro dele, ele podia sentir de leve a fragrância, mas ainda assim ele estava confuso, mais uma vez Park Jimin se odiou por ter nascido diferente, por ser anormal.

E então ele se pegou pensando se mesmo que ele quisesse Yoongi, mesmo se ele corresse o mais rápido e finalmente pudesse abraçar ele... O ômega não merecia um companheiro defeituoso e feio como ele, uma pessoa tão bonita como ele... Merecia apenas o melhor... Não ele.

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------

 

- Ele é diferente dos outros... Yoongi. - ela falou por fim enquanto se levantava do chão e direcionava o olhar para a outra porta do corredor.

- Não pense que tudo o que você disse muda alguma coisa Hyeri. - ele falou frio, mas sem encarar a irmã, uma mão estava sob a cabeça que provavelmente estava latejando por causa das memorias que ele provavelmente estava revivendo em sua cabeça.

Ela ficou parada por um tempo apenas observando seu irmão, ele é quase uma copia da sua mãe, ele também tinha essa aura que sempre a fez lembrar dela. Yoongi sempre esteve ao seu lado, mesmo as suas mais antigas memorias são do lado dele, então por que? Por que ela fez isso? Por que ela deixou ele sozinho? Por que ela fingiu que não viu? Por que... Por que ela não foi mais forte?

- Eu sei disso.

- Você não ouviu quando eu disse para ir embora? – Yoongi resmungou quando abriu a porta do seu estúdio completamente e passou por ela sem direcionar um segundo olhar, ele se sentou na cadeira do computador e pegou os dois cds que estavam na sua mão. – Você já deve ter visto que um deles é o meu próximo álbum, fale com Namjoon e faça com que ele organize uma viagem, eu quero que o vídeo seja gravado em Cheongdu.

- Yoongi... Eu vou embora por alguns meses eu não vou poder ajudar a organizar isso.

- Então volte logo, por que eu preciso que você faça todo o planejamento do MV.

Ela não disse nada, ela apenas sorriu e permitiu que uma lágrima rolasse pelos seus olhos, mas aos contrario das outras essa era de felicidade, mesmo que Yoongi diga que tudo isso não fez diferença, ela sabe que fez. Ela sabe por que ele mesmo que indiretamente esta pedindo para que ela volte, está dizendo que ela é útil para ele, que ela é necessária, e isso sim já é mais do que o suficiente.

- Eu nunca disse isso Yoongi mas... Obrigado por ter salvo a minha vida, eu realmente.... – ela ia falar mais alguma coisa mais o breve olhar que ele a deu a fez engolir as ultimas 3 palavras proibidas.

- Por que você não cala a boca e vai embora logo, pensei que fosse viajar.  – ele falou ríspido, é... Ainda não era o momento certo.

- Eu vou indo Yoongi... Seja feliz.

- Por que você foi embora? - ela se surpreendeu com isso, Yoongi estava ali falando sobre o passado pela primeira vez. 

- Por que eu sou uma covarde. 

E assim ela foi embora mais uma vez, mais uma vez ela estava sendo covarde e deixando o irmão perto da morte, só que dessa vez.... Dessa vez ela acredita que tudo vai ficar bem. Por que Park Jimin entrou na vida de Yoongi.

---------------------------------------------------------------------------------------------------


Notas Finais


Eu não tenho nada a dizer realmente, só que eu não revisei nadinha.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...