História Meu Demônio Interior: Era de Trevas. - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Aquarius, Aries, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Crux (Kurukkusu), Erik (Cobra), Erza Scarlet, Frosch, Gajeel Redfox, Gemini, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Horologium, Igneel, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Libra, Loki, Lucy Heartfilia, Lyra, Mavis Vermilion, Metallicana, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Ophiuchus, Pantherlily, Personagens Originais, Romeo Conbolt, Skiadrum, Taurus, Virgo, Wendy Marvell, Zeref
Tags Devil Form, Espiritos Celestiais, Meu Demônio Interior, Rei Das Almas
Exibições 4
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - O retorno do Demônio Vermelho.


Narrador on:


Era um dia normal em Fiore mais numa certa Guild, para ser mais exato na Tártaros, nela estavam seus membros normais e um Devil Slayer.

Akira conseguiu concluir a sua missão de coletar 50 almas em um dia, neste exato momento ela está na Tártaros. 

Gray estava solto das algemas e Ásia vi conversava com o pessoal que estavam treinando os ex-membros da Demons Hunter ( atual Fairy Tail).


Ela havia terminado de conversar com os mestres deles, quando uma espada de Gelo atravessa seu estômago, todos ficam surpresos e chocados principalmente Duke, a Akira entregou uma carta para seu noivo e seu corpo caiu no chão. Acnologia que havia acabado de chegar, olhou o corpo da Akira e ficou com muita raiva do Devil Slayer. 


Acnologia: O Que Diabos tá acontecendo? - olha para o corpo da Akira.


Natsu: O-O Gray M-Matou a Akira. - ele diz tremendo. 


Akira estava envolvida por um fogo negro e no fogo negro que estava cobrindo suas costas surgiu uma capa negra com o final da capa rasgada, e em certas partes do seu corpo ficaram cobertas por tatuagens azuis os lugares eram: braços, ombros e uma parte das costas, e um rabo apareceu. Ela abriu os olhos que agora brilharam num vermelho mais intenso,ela levantou e sorriu. 


Akira: Hahahahahahahah! Como é bom controlar esse corpo! Senti saudades disso.-ela disse com sua voz rouca alongando suas pernas e seu rabo balança em resposta ao alongamento. 


Gray: M-Mais C-Como? Ela está viva?-ele disse chocado. 


Akira: Simplesmente matador de demônios de merda, eu sou um demônio que estava selado pela Akira que você matou.- ela alonga os braços e sorri mostrando os dentes pontiagudos. 


Gray: Como assim?-ele diz confuso. 


Natsu: É simples Gray, a Akira que você matou era boa e essa que esta na nossa frente e seu lado maligno por assim dizer é você matou o que sobrou de bondade nela restando somente seu lado sombrio.-ele diz sério. 


Akira (Youkai) : Arigatou Gray.-ela caminhou até o Duke que estava de joelhos no chão em prantos. 


Duke: P-Porque? Porque você tinha que fazer isso?-ele chora e a Akira chega perto dele e bagunça seu cabelo. 


Akira (ningen) : My King não se preocupe, eu estou bem, e saiba que eu nunca vou te machucar. - ela abraça apertado o Duke que se retribui o abraço e chora, ela faz carinho nele que se acalma aos poucos. 


Duke: Arigatou Akira.-ele sorri e ela também. 


 Uma marca aparece no pescoço da Akira que cai de joelhos no chão com uma de suas mãos no pescoço, Duke vai até ela mais a mesma faz um sinal para ele não chegar perto,ela o olha nos olhos e se levanta com um sorriso divertido no rosto, a capa balança por conta do vento e pode-se ver uma fênix cobrindo toda as costas da Akira. 


Akira (Youkai) :Bom, vou dar 4 anos para vocês fazerem o que quiser e saibam onde haver um resquício de luz será tomado pelas trevas.-ela se levanta pega o Duke e some dali. 


                   Narrador off. 



Akira (Youkai) on:


Levei o Duke para minha antiga casa, ele estava dormindo pós a viagem foi cansativa, estalei um dos meus dedos e a casa estava limpinha, coloquei o Duke na cama e dormi ao seu lado, ele me agarrou igual a um bichinho de pelúcia, minha calda se enrola no seu copo e assim ficamos por um tempinho,eu não consegui dormir e fiquei analisando cada detalhe dele e acabo sorrindo, faço carinho nos cabelos castanhos do Duke que acaba acordando sem querer. 


Duke: O-Onde e-estamos?-ele pergunta corando o que foi muito fofo. 


Eu: Estamos numa antiga casa onde eu morava.-ele assenti e olha nos meus olhos. 


Duke: N-Nos n-não f-fizemos n-nada inapropriado fizemos?-ele gagueja e fica mais vermelho que um tomate. 


Eu: Se tivéssemos que fazer algo eu iria fazer com o seu consentimento e também somos noivos então não tem porque ficar assim, My King.-ele assenti e olha para o chão. 


Duke: Hm... Obrigado por não ter feito nada. -ele me abraça e eu dou um sorriso. 


Eu: Não tem de que, My King. Ah! Queria te fazer uma pergunta,posso?-ele se senta na cama e pega minha mão. 


Duke: Pode sim.-o mesmo sorri e junta minha mão nas suas. 


Eu: Hm...Você ainda me ama mesmo eu estando assim?-ele me olha surpreso e minha calda se solta do corpo dele. 


Duke: Mesmo você estando assim ou não, eu te amo de qualquer jeito.-olho para ele com os olhos com algumas lágrimas e minha calda balança feliz. 


Eu: Obrigado por esclarecer isso, Duke.-dou um sorriso e o aperto sua mão. 


Duke: De nada.-ele me dá um beijo na bochecha. 



Abraço o Duke apertado e o mesmo retribuiu, ficamos um bom tempo assim abraçados quando o Duke se separa de mim e levanta. 


Duke: Onde fica o banheiro?-ele pergunta corado. 


Eu: Eu te levo lá.-ele estende a mão para mim e a pego, o mesmo me ajuda a levantar, puxo seu braço e o levo no banheiro. 


O banheiro e bem grande, tem um chuveiro elétrico a água estava no quente, o banheiro e tão grande que cabe mais de duas pessoas ali dentro. Ele me olhou com a camisa um pouco levantada e com o rosto completamente corado, pego as toalhas e volto para o banheiro e me deparo com o Duke só de cueca box vermelha, escondo meu rosto que estava vermelho e saio dali mais sou puxada para dentro de novo. 


Duke: Onde pensa que vai? Você não vai sair impune por ter me atrapalhado duas vezes.-ele sussurra no meu ouvido,me arrepio pós não esperava isso, minha calda arrepia, ele a segura claro sem me machucar. 


Eu: Nem pense nisso.. - ele puxa e estica minha calda o que doeu para cassete,gemo de dor com pequenas lágrimas nos olhos e ele sorri. 


Duke: Pare com isso nem deve ter doido tanto para isso.-ele me olha com um sorriso divertido no rosto e ele repete a mesma coisa novamente, eu soltei um gemido.


Eu: Nyaaah.. P-Para com isso, t-ta doendo. -ele sorri e me dá um mordida no meu pescoço. 


Após a mordida no meu pescoço saio dali mais sou puxada para lá novamente, ele segura minha calda e me olha. 


Duke: Você não vai sair daqui tão cedo. - ele ri. 


Eu: Cara, se quiser que eu tome banho com você não é tão complicado pedir.-digo e minha calda balança. 


Duke: Então, você quer?-eu olho nos olhos dele, o mesmo sorri. 


Eu: Depende se você não tentar abusar de mim no banho sim.-vejo o sorriso dele sumir. 


Duke: Sem graça você em! Deixa por favorzinho. -ele pede de joelhos, sorrio e assinto para o mesmo parar de me perturbar. 

Eu: Você é bem, chato,mais eu aceito sim.-ele sorri.


          Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...