História Meu doce amor - Castiel - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Castiel, Romance
Exibições 224
Palavras 1.042
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


GENTE, 56 FAVS??? UOUUUU NUNCA PENSEI Q CHEGARIA NESSE NÚMERO KKKKKK *--*
Eu sei q é pouco pra alguns de vocês, mas pra mim é muito muito mesmo. Obrigado pelo apoio galeris!!! ❤

Capítulo 10 - Capítulo 10


Juh POV'S on

Acordei quando ouvi as batidas na porta do meu quarto, me levantei em um pulo já pensando oque ia falar para o meu pai.

- Castiel, levanta!!! - Sacudi o braço dele.

- Que? Hãn? - Ele ficou olhando para os lados.

- Meu pai, acho que está na porta. 

Empurrei o Castiel da cama e fui para o banheiro ver como o meu rosto estava, joguei uma água fria e fui abrir a porta.

- Castiel, fica aqui do meu lado. - Ele assentiu e esperou eu abrir a porta.

- Filha... - Meu pai olhou de mim para o Castiel. - Oque isso significa? - Ele cruzou os braços.

- Vai me deixar explicar? - Olhei para o meu pai.

- Prossiga. - Contei nos míninos detalhes tudo que aconteceu ontem no vestiário e como o Castiel me salvou. - Filha... Eu... - Meu pai veio até mim e me abraçou.

- Tudo bem pai, já passou. - Retribui o abraço.

- Jovem, muito obrigado por salvar a minha filha. - Ele sorriu e apertou a mão do Castiel.

- Não há de quê senhor. - Ele sorriu e retribuiu o aperto. - Agora se me dêem licença vou pegar as minhas coisas pra ir para a escola. - Ele me deu um beijo na testa e subiu para o meu quarto.

- Então... Ele é seu namorado? 

- Oficialmente não, ele ainda não me pediu. - Ri. - É como se estivéssemos ficando sabe?

- Sei muito bem... Bom vou voltar para a cama. Tenha uma boa aula. - Ele me deu um beijo na testa e saiu.

Subi para o meu quarto para pegar as coisas, chegando lá viu o Castiel colocando a jaqueta.

- Vamos juntos? - Dei um abraço nele por trás.

- Claro, vá se vestir te espero lá em baixo. - Ele me deu um selinho e saiu do quarto.

Coloquei uma roupa básica e desci para ir para a escola, Castiel me deu um selinho e fomos andando até a escola. Quando passamos pelo portão vimos uma roda em volta de algo.

- Será que alguma coisa aconteceu? - Olhei para o Castiel.

- Não sei, vamos lá ver primeiro. - Castiel me puxou até a roda. Fui abrindo caminho entre os alunos até chegar no centro, quem estava ali eram dois meninos um de cabelo azul e um de cabelo preto, pareciam gêmeos.

- Oi.. - Falei para os dois.

- Oi!! - Os dois me responderam. - Você poderia mostrar onde é o grêmio para nós?

- Claro! Venham. - Peguei na mão de cada um e os levei para o grêmio. - É aqui.

- Muito obriga... - O de cabelo azul foi interrompido por um grito.

- PURPURINAAAAA!!!! - Rosa veio correndo até o menino de cabelos azuis.

- CHUCHUUUUUUU!!! - Ele pegou ela no colo e deu um abraço longo.

- Não acredito que você veio para a mesma escola que eu!! Estava com muita saudade!! - Rosa deu um beijo na bochecha dele e deu mais um abraço.

- Também estava com muita saudade!!! - Ele riu e retribuiu o abraço.

- Acho que vocês já se conhecem. - Ri.

- AMIGAAA!!! - A Rosa veio e me abraçou.

- Oi Rosa, oi. - Ri.

- Depois vamos conversar, quero saber o porquê de você ter ido embora cedo ontem. - Ela me deu uma piscadela e saiu andando.

- Já vou me preparar para o interrogatório. - Suspirei. - Meninos, vou deixar vocês aqui, só falarem com o Nathaniel.

- Tudo bem flor, muito obrigado!!!

Sorri e fui para o pátio atrás do Castiel, vi ele sentando de baixo de um árvore fumando, não sabia que ele fumava.

- Desde quando você fuma? - Sentei ao seu lado.

- Desde de sempre. - Riu. - A fumaça te incomoda? Posso apagar se você quiser.

- Não não, pode fumar avontade. - Sorri e dei um beijo na bochecha dele.

Depois de um tempinho o sinal tocou e fomos para a aula, ele se sentou com o Lysandre e eu com a Rosa.

- Amiga, me conta tudo que aconteceu ontem!! Agora!!! - Os olhos dela estavam brilhando de curiosidade.

- Tudo bem... - Contei tudo oque aconteceu ontem e blá blá.

- COMO ELE OUSA?? EU VOU QUEBRAR A CARA DAQUELE... DAQUELE... - Coloquei a minha mão na boca dela para ela se acalmar.

- Rosa, se acalme!! O pior já passou. - Recolhi a minha mão. - Pelo menos eu nunca mais vou ver ele.

- Tem razão, já que ele não estuda aqui é difícil. - Ela sorriu pra mim. 

O sinal tocou e todos pegaram as suas coisas para irem embora, peguei minha bolsa e fui esperar o Castiel na porta. Ele pegou a minha mão e me levou para o pátio, quando chegamos lá Ambre e suas amigas vieram em nossa direção.

- Garota, você não vai desistir do meu Cassy não? - Ela jogou o cabelo pro lado.

- Primeiro não vou porque eu amo ele, e segundo ele é MEU não seu. - Dei um sorriso irônico.

- Desde de quando ele prefere um mocréia igual a você? - Ela fez cara de nojo.

- Falou a loira oxigenada que se veste com um saco batata. - Todos que estavam a nossa volta riram, até o Castiel.

- Sua.. - A Ambre ficou com a cara vermelha de tanta raiva. - Você vai ver!!! - Ela levantou a mão pra me bater só que eu segurei o pulso dela.

- Você acha que pode encostar essa pata que você chama de mão em mim? - A cada palavra eu apertava mais o pulso dela. - Fique avisada que na próxima vez que você ameaçar eu dou no meio da sua cara, entendeu?

Ela assentiu com medo e saiu com suas cachorrinhas para o banheiro. Peguei a mão do Castiel e saí andando com todo mundo me olhando supresos.

- Cara... VOCÊ FOI FODA!!! - Castiel me puxou e riu.

- A nem é pra tanto. - Ri. - Ela precisava que alguém desse um fora nela.

- Sim, e quem deu esse fora foi a menina mais foda e linda dessa escola. - Ele acariciou minha bochecha. - Você nem tava com ciúmes né?

- Eu? Ciumenta? Nunca!! - Caímos na gargalhada. - Só cuido do que é meu.

- Então quer dizer que você é minha? - Ele estava chegando mais perto.

- Sim, sou todinha sua. - Sorri e nos beijamos.


Notas Finais


Coloquei meio que uma "treta" pelo pedido de uma leitora :3
Sei que não foi algo tipo "QUERO SANGUEEE!!" , deixei mais "Light" dessa vez kkkk. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...