História Meu doce amor - Castiel - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce, Castiel, Romance
Exibições 108
Palavras 1.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


NOTAS FINAIS ↓↓↓
Desculpa o capítulo ter saído tarde, tava com preguiça kjjkk ❤

Capítulo 12 - Capítulo 12


Lysandre POV'S on

Vamos lá Lysandre, é só perguntar " Que tal ir no baile comigo?". Nada demais, tenho que ser corajoso. Arrumei meu casaco e fui para a sala que a Juh me falou, espero que ela ainda esteja lá.

Quando cheguei lá abri a porta devagar e vi que ela estava sentada na cadeira fazendo seus desenhos. Fui até o lado dela e me sentei, ela não me viu.

- Violette? - Toquei no ombro dela.

- AHHHHH!!!! - Ela deu um pulo por causa do susto. - L-lys? M-me desculpe...

- Eu que me desculpo não queria te assustar. - Dei um sorriso tímido. 

- Ah tudo bem, oque veio fazer aqui? - Ela se sentou no meu lado de novo.

- Vim te pedir algo. - Vamo Lysandre você consegue!! É macho alfa ou não??

- E-e oque você quer me pedir? - Ela fica tão fofa quando está vermelha.

- Bom.. o baile é daqui a dois meses... Então queria saber.. se você.. quer ir comigo? - Fiquei vermelho.

- V-você está falando sério? - Ela me olhou com os olhos arregalados.

- Claro, porque não estaria? Gosto de você então...

- V-você gosta de mim? - Ela aos poucos abria um sorriso.

- Claro!!! Você é fofa e bem bonita. - Olhei para ela e sorri. - Então, aceita ser o meu par?

- Claro.. - Ela sorriu timidamente para mim e abaixou a cabeça.

- Vai ser um prazer ser seu par - Sussurei no ouvido dela e depositei um beijo na bochecha dela. - Nos vemos mais tarde!

- Tudo bem... - Ela estava com um sorriso bobo no rosto.

Saí da sala com um sorriso triunfante no rosto, agora é esperar pacientemente o baile.

Lysandre POV'S off / Juh POV'S on

Quando chegamos na casa do Castiel, ele destrancou a porta e me mandou sentar no sofá. Ele ficava andando de um lado pro outro na minha frente, já estava ficando chato.

- Castiel, dá pra parar de ficar andando de um lado pro outro? - Olhei ele. - Vai me explicar quem é aquela menina ou não?

- Minha ex namorada... - Ele sentou e colocou as mãos no rosto. - Ela me abandonou à 2 anos atrás...

- Foi difícil para você não é? - Abracei ele de lado. - Mas porque ela voltou pra cá?

- Isso que eu quero saber, fiquei em choque quando vi ela. - Ele suspirou. - Espero que ela não arme nada pra cima de mim...

- Porque ela armaria pra cima de você?

- Porque agora que encontrei alguém que amo, ela vai estragar. - Ele me olhou. - Não é estranho ela ter voltado do nada?

- Não estive aqui no tempo dela, mas acho estranho também. - Olhei para ele. - Porque ela te abandonou?

- Eu, ela e Lysandre tínhamos uma banda e depois de alguns meses ela quis seguir carreira solo. - Ele suspirou. - Mas antes disso ela deixou uma vingança e beijou meu melhor amigo que na época era o Nathaniel em vez do Lysandre.

- Então por isso você e o Nathaniel se odeiam... - Suspirei. - Não fique com isso na cabeça Ok? Não quero te ver triste.

- Vou tentar... - Ele deu um meio sorriso.

- Temos coisas mais interessantes para fazer. - Mordi o lábio e subi no colo dele.

- E que coisas interessantes são essas? - Ele me olhou maliciosamente.

Sorri e beijei ele com desejo e paixão, ele explorava cada canto do meu corpo. Até eu parar o beijo para tirar a minha blusa e ele fez o mesmo, nos beijamos mais intensamente ele tentava desabotoar o meu sutiã até a hora que conseguiu, na mesma hora ele abocanhou meu peito esquerdo e ficou massageando com a mão do direito. Não vou falar muitos detalhes mas vocês sabem oque fizemos. Depois de terminamos deitamos lado a lado.

- Juh? - Ele quebrou o silêncio.

- Sim? - Olhei para ele.

- Eu sei que é meio bobo perguntar isso mas... Aceita ir no baile comigo? - Ele riu.

- Realmente é um pergunta boba!! - Ri. - Claro que eu quero ir com você!! - Ele ia falar mais alguma coisa mais a companhia tocou. - Vou lá abrir.

- Tudo bem, já desço!

Peguei um roupão que estava no banheiro dele e desci as escadas até a porta, quando abri fiquei surpresa a ver aquela garota de mais cedo.

- Oque você quer?

- Quem é você? - Ela me perguntou com desdém.

- Desculpa não me apresentei formalmente, sou Julia mas pode me chamar de Juh. - Dei o sorriso mais falso que pude.

- Sou Debrah... - Ela me olhou de cima pra baixo. - Então, o Castiel está?

- Porque você quer saber linda?

- Não posso ver um "amigo" agora? - To me segurando pra não voar na cara dela.

- Amigo? Desde quando vocês são amigos?

- Desde de sempre, agora saia da frente. - Ela ia me empurrando só que fiquei na frente dela.

- Juh, quem está aí? - Castiel gritou do alto da escada.

- Vem cá ver AMOR. - Gritei a palavra "amor" bem alto. - Ela me olhou nos olhos com ódio e eu retribui o olhar.

- Oque você está fazendo aqui garota? - Castiel ficou do meu lado e cruzou os braços.

- Vim te ver, não posso? - Ela fez bico.

- Não, não pode. - Respondi pelo Castiel.

- Quem é você pra falar se eu não posso ver ele? 

- A N-A-M-O-R-A-D-A dele, entendeu? - Minha paciência já está se esgotando.

- Eu sei que ele ainda me ama, não é Cassy? - Ela foi pra cima dele dar um beijo mas eu dei um tapa na cara dela antes.

- Você é surda ou oque? - Olhei para ela. - Ele tem namorada ouviu? Não pense chegar perto dele.

- Isso não vai ficar assim... - Ela bufou e saiu batendo pé.

- Vadia do caralho!! - Falei bem alto pra ela ouvir.

- Calma lá gatinha. - Ele riu. - Vem, vai se arrumar seu pai ligou e pediu pra você ir pra casa já ta tarde.

- Ok. - Dei um selinho nele e subi.

Depois de me vestir tive que apelar para o Castiel não me levar, quero ir de ônibus hoje. Ele me levou até o ponto e ficamos esperando um pouco, quando o ônibus chegou dei um beijo nele e subi. Fui o caminho inteiro pensando naquela garota, vamos ver quem joga melhor.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...