História Meu Doce Yoongi - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Tae X Kook X Jimin, Yoonseok
Visualizações 30
Palavras 1.101
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Por pouco eu não consigo a tempo!
oie, leiam...

Capítulo 1 - Uma noite de puro desespero!


Fanfic / Fanfiction Meu Doce Yoongi - Capítulo 1 - Uma noite de puro desespero!

Há 8 anos atrás...

 

- Vamos logo Hobi, sobe ! – Diz Yoongi animado, subindo no cavalo cheio de manchas marrons.

-Calma Hyung, eu nunca fiz isso! – Digo com medo de cair antes mesmo de subir.

-Aish...Coloca o pé nesse negocio e  passa a outra colocando do outro lado – Diz o mais velho ajeitando o chapéu em sua cabeça para não queimar sua pele branquinha – Anda logo, Hobieee... – Vejo o bico do mais velho e faço o que ele me disse logo estando montado no cavalo negro – Viu você conseguiu – Bate palmas animados – Agora vamos passear, está pronto, Tufão ? – Ele pergunta para o cavalo que relincha em resposta – Hobi?

-Vamos nessa, Arion – Sorrio animado e logo os cavalos começam  a trotar em nosso  comando.

-Vamos pelo lago a vista é tão bonita – Diz Yoongi animado.

-Podíamos ir perto do rio – Digo olhando de relance para Yoongi – Assim não vamos pegar tanto sol e a sua Omma, não irá brigar conosco!

-Hobi, ela vai brigar de qual quer jeito ! – Suspira – Ela sempre briga, mesmo eu não tendo feito nada! – Diz baixinho.

- As vezes eu penso se poderíamos juntar seu Appa com minha Omma – Falo sem pensar e ele me lança um olhar curioso.

-Hobi Hobi, o que se passa por sua cabeça – E lá está o sorriso que amo e tanto prezo – Diga diga, me explique isso direito !

- Bem seria legal sermos irmãos, ficar sempre perto de você...Me deixa feliz. Meu pai não gosta de mim, já disse isso ? – Ele afirma com a cabeça – E sua mãe também não gosta de você.

-Ela não é minha mãe, Hobi – Ele diz inflando as bochechas – Minha mãe era uma amante do meu pai.

-Certo, então sua madrasta não gosta de você – Digo – Eu em uma noite vi seu pai e minha mãe se beijando, confesso que fiquei assustado...Afinal é traição, não é?

-Sim é...Hobi, aonde quer chegar com isso?

- Quero chegar no ponto em que minha mão e seu pai se gostam ! – Digo por fim os olhos do pequeno se arregalarem – Mas, eles tem medo de se separarem...Meu pai é desequilibrado e sua madrasta doida de pedra – Digo e ele ri concordando com a cabeça – Eles tem medo de não aceitarmos isso bem!

-Então a sua ideia é junta-los ? – Afirmo com a cabeça – Isso é brilhante, Hobi!

-Obrigado – Sorrio sem jeito e paramos perto do lago, para nossos cavalos descansarem – Meu pai vai viajar na semana que vem de novo, ele viaja muito e eu suspeito disso.

-Minha, madrasta, vai ficar a semana fora, por causa de um desfile de flores que vai ter em Busan  –“  Busan? “ penso e sorrio – Por que sorriu? Hobi Hobi, me fale ! – Diz e pula em cima de mim, levando nossos corpos ao encontro com a grama molhada, começamos a rir com ele por cima de mim. Ele pode ser mais velho, mas sempre fui mais alto. – Diga-me, Hobi Hobi o seu plano genial.

-Hyung, vamos usar a semana que eles estarão fora para juntar seu Appa e minha Omma – Digo e ele abre aquele sorriso que me mata – Planejamos um jantar e convidamos minha Omma para ir comer em sua casa e ficamos sozinhos na minha, deixando nossos pais fazerem o que quiserem lá.

-Amei ! – Diz e deixa um monte de selares no meu rosto, rio animado – Agora temos que voltar antes que aquela enjoada reclame ainda mais... – faz a clássica cara de nojo e eu ri-o.

-Hai, eu não deixarei, ela brigar com você – Digo fazendo posse de super-herói e é a vez dele de rir. Após de se recuperar montamos no cavalo e voltamos para a casa da fazenda. Sra. Lee fez questão de brigar com o meu Hyung e eu como tinha dito e claro não deixei barato. Coloquei muita, mas muita pimenta no prato dela na hora do almoço.

 18 horas :

O horário que estamos nos despedindo de todos da fazendo, o que mais dói é ter que me despedir do Arion. Yoongi está quase chorando por não poder levar o Tufão junto para casa e eu bem,  meu pai já está me arrastando pelos cabelos por chorar por um cavalo. Puxou o meu cabelo, me fazendo ficar cara a cara com ele – Filho idiota ! – Diz e me joga com força dentro do carro. E o caminho para casa foi assim com ele gritando comigo para parar de chorar e eu tentando parar.

21 horas :

O horário em que finalmente pude subir para meu quarto e ligar para o Yoongi.

-Hyung, ele me bateu de novo – Digo entre soluços.

-Esse idiota. Hobi que passar a noite? .

-Mas e sua madrasta, não está aí?

-Não, ela saiu. Meu Appa pode ir te buscar, arruma suas coisas e eu peço para ele busca-lo!

-Hai, Hyung ! – Começo a arrumar minhas coisas animados – Pronto, eu vou descer!

-Vou pedir para ele ir aí, até mais tarde!  - Ele desliga.

 Eu desço para a porta, animado. Sou parado pelo meu pai.

-Aonde pensa que vai? – Ele pergunta com a voz alterada pela bebida.

-VOU PASSAR A NOITE BEM LONGE DE UM DESIQUILIBRADO COMO VOCÊ – grito já cansado e saio de casa batendo a porta, mas é claro que ele não deixou por isso e foi atrás de mim. Puxou-me pela mochila e me derrubou no chão, logo ele me agarra pelo cabelo me levantando 

do chão e me batendo forte na cara, fazendo meu rosto virar e as lagrimas começarem a cair com insistência. Ele me bateria mais se o pai do Yoongi não tivesse chegado a tempo. Ele tira meu pai de perto de mim e manda eu ir para o carro, vou correndo para o mesmo, abrindo o carro vejo o Yoongi lá dentro e não demoro para abraça-lo apertado, deixando todas minhas lagrimas caírem.  

 

.  .  .

Um tiro

 Foi ouvido na direção das brigas dos dois pais.

Sangue

Derramado do corpo do meu pai.

Corpo

O corpo gélido de meu pai ao chão.

Grito e lagrímas

Meu choro alto ecoando pelo carro, mesmo ele sendo horrível comigo ele é meu pai e eu o amo.

.  .  .

E assim se passou o resto da noite, choro, gritos...Dormi em meio ao desespero abraçado ao meu porto seguro, também conhecido com Min Yoongi...O futuro amor da minha vida.

 

Atualmente

-Acorde Hyung – Digo chamando.

-VAI SE  FUDER E ME DEIXA DORMI ! – Ele grita e eu ri-o.

-Outra hora, agora acorde cubo de açúcar, temos que ir para aula! – Ele levanta reclamando e me xingando de tudo qual quer nomes.


Notas Finais


Eai...
4 minutos e eu consegui.
bjs de unicórnio !
FELIZ ANIVERSARIO YUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUKI!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...