História Meu enigma - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece
Tags One Piece, Robin, Zoro, Zorobin, Zoroxrobin
Exibições 73
Palavras 1.660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá meus amores, finalmente consegui postar, desculpe a demora!! está complicado arranjar tempo.
Mas cá estou e com capítulo novo, espero que gostem, algumas coisas vão começar a mudar na história, se preparem!!
desculpe qualquer erro okay? espero que gostem, beijão!

Capítulo 23 - "Roubo"


Zoro P.O.V

 

No fim nós dois acabamos dormindo, e de manhã acabei acordando ainda no sofá com um barulho na cozinha. Levantei ainda com sono e fui até lá, o que tinha me acordado era as panelas que Chopper havia derrubado no chão, Robin sorria  do biquinho que ele estava fazendo.

 

- O que exatamente aconteceu? – Quando falei ela viu que eu tinha acordado e sorrio para mim.

 

- Acordou finalmente! – falou e foi até onde estavam as panelas às pegando e colocando em cima da mesa – ele queria me ajudar a guardá-las  - falou olhando o pequeno.

 

- Eu tenho que tomar um banho – falei bocejando.

 

- Sim, pode ir lá no meu quarto que suas coisas estão lá – ela falou e olhou para trás dando um sorriso – Nandi-chan! Já chegou? – me virei e fiz uma referência ao ver Nandi.

 

- Olá – sorriu indo até Chopper! – como eu tenho que fazer compras hoje, resolvi passar mais cedo e pegar Chopper para ir comigo – disso o abraçando.

 

- Boa idéia – Robin falou – tudo bem Chopper? – perguntou.

 

- Não, eu vou gosta – sorriu.

 

Com a resposta de Chopper Nandi-chan foi logo arrumando tudo que precisava para levá-lo e eu fui pegar algumas roupas minhas no quarto da Robin enquanto a mesma dava informações a Nandi sobre o que deveria comprar, depois disso ela saiu com o pequeno Chopper e Robin foi até o quarto.

 

- Certo, agora eu só preciso de uma toalha – falei quando ela chegou e se encostou na porta.

 

- Claro, deixe-me ver – ela foi até seu guarda-roupa e caçou, pegou uma branca e veio na minha direção. – Tome. – disse estendendo-a.

 

- Parece cansada, acordou muito cedo? – perguntei à puxando para perto de mim e a segurando pela cintura.

 

- Não, na verdade não estou nem um pouco cansada – ela me olhou no fundo dos olhos e sorriu, fiquei mais encantado, retribui o sorriso e selei meus lábios no seu, dando um beijo inesperado, que a fez se assustar mas que logo a deixou tranquila.

 

Ela colocou suas duas mãos em meu rosto deixando a toalha cair no chão, apertei mais a sua cintura trazendo seu corpo para mais perto do meu é  com isso ela soltou meu rosto segurando meus braços, o beijo era de tirar o fôlego. Ela mexeu então em minha blusa há levantando um pouco e colocando as mãos por baixo e passando as mesmas pelos meus tórax, fiquei entretido com a sua provocação e apertei sua bunda em troco. Nós separamos do beijo ainda muito próximos, ela riu e beijou meu pescoço, me arrepiei.

 

- Pare de me provocar morena – falei e ela riu.

 

- Não, é divertido. – com isso a olhei e a beijei dando uma mordida no final, ela passou suas unhas as arrastando em meu rosto e depois me empurrou para a parede, me desafiando com o olhar.

 

A virei contra a parede em contra partida, a prensando na parede e beijando o seu pescoço, ela colocou suas mãos nas minhas costas as passando por elas enquanto eu deixava um chupão em seu pescoço. Ela puxou minhas blusa, trazendo meu corpo e me levando pelo quarto até acabar caindo na cama comigo por baixo, dei uma risada abafada pelo beijo, segurando a sua cintura enquanto ela sentada em cima de mim e separava a sua boca da minha, ela sorriu e beijou meu ombro tentando tirar a minha blusa, hesitei no mesmo momento pensando no que estava acontecendo.

 

- O que foi – perguntou.

 

- Você... tem certeza que quer seguir adiante com isso. – perguntei meio sem jeito, não queria que ela fizesse algo sem pensar.

 

- Não se preocupe Roronoa – falou em um sorriso tão doce – eu tenho certeza do que eu quero.

 

Sorri e ela acabou tirando a minha blusa, me observando e passando a sua mão pela a minha cicatriz no peito, e descendo até a minha calça, tentando tira-la, tirei sua blusa amassando os seus seios e os beijando ainda com ela de sutiã, Nisso eu me distanciei um o pouco e peguei uma proteção. Coloquei-a rapidamente tirando o resto da minha roupa e indo até ela ficando dessa vez por cima.

 

Ela mordeu os lábios e eu tirei seu sutiã beijando em seguida os seus seios lentamente, desci pela sua barriga a beijando até chegar em seu short, o tirei e depois tirei sua calcinha, passei a minhas mãos pelas suas pernas macias, comecei a beijá-las e a morde-las lentamente, depois fui até sua boca dando um pequeno beijo em seus lábios e então devagar coloquei  o meu membro em sua intimidade, elas soltava pequenos gemidos e segurava as minhas costas, ela colocou suas pernas entrelaçadas na minha cintura no mesmo momento.

 

Comecei os movimentos enquanto Robin gemia e ria ao mesmo tempo, ela arranhava as minhas costas e o meu pescoço, aquilo me deixava louco, fui indo mais rápido com cada arranjada. Ficamos nos amando por um tempo até paramos de exaustão, no final ela se deitou na cama ao meu lado ofegante.

 

Olhei para ela já cansado e fiz carinho em seu rosto, a beijei de leve e ela sorriu, foi quando eu me toquei que teríamos que ir ao colégio, me levantei rápidamente da cama.

 

- Temos aula hoje, acho melhor nos arrumarmos.- falei sentado na cama.

 

- Tem razão, vou um banho no outro banheiro... – ela deu um beijo no meu pescoço, pegando uma toalha no guarda roupa e saindo.

 

Eu fiz o mesmo e fui tomar um banho, depois disso descemos e tomamos o café da manhã. Trancamos tudo e saímos.Não fomos com pressa para o colégio, mas na hora de entrar  vimos um tumulto na frente, sendo que a maioria já deveria ter entrado, aquilo havia nos pegado de surpresa.

 

 

Robin P.O.V.

 

 

Depois de sair de casa até o caminho da escola eu só conseguia pensar no que tinha feito com Zoro, estava tão feliz, não só por aquilo mas por que sabia que podia confiar nele e aquilo me  trazia uma sensação muito boa e indescritível.

 

Mas meus pensamentos foram interrompidos assim que chegamos na frente do colégio, estava uma bagunça e todos pareciam perdidos. Puxei Zoro até Hancock que foi a primeira pessoa que vi e que estava acompanhada de Sabo e Koala.

 

- Vocês sabem explicar o que está acontecendo aqui? – Perguntei enquanto Zoro os cumprimentada com a cabeça.

 

- Vocês não viram os jornais? – Hancock perguntou. – a escola foi “roubada”.

 

- Espera... o quê? – fiquei tão surpresa quanto Zoro que estava ao meu lado.

 

- Bem, como todos sabem a escola tem vários patrocinadores, é muito deles são anônimos. – concordei – é parece que um desses ao invés de ajudar a escola começou a rouba - lá.

 

- Por isso estão todos aqui na frente, ninguém sabe direito se terá aula ou não,  o caso já esta na policia  e está sendo investigado, mas isso acabou abalando todos e a reputação da escola – Sabo explicou.

 

- A situação está pior do que eu pensava – Zoro suspirou.

 

- Mas ninguém pode informar isso? – Perguntei.

 

- Estamos esperando alguém aparecer... – Hancock falou entediada.

 

Não demorou muito Aokiji-sensei apareceu mandando todos irem até ao ginásio onde o diretor estaria esperando para esclarecer alguns fatos. Dito isso todos se dirigiram ao mesmo. Chegando lá os professores estavam todos enfileirados e o diretor Shanks permanecia no centro esperando os alunos se acomodarem nas cadeiras. Visto que todos já haviam sentado ele pegou o microfone para falar.

 

 

- Peço a atenção de todos para esclarecer alguns fatos – ele respirou fundo. – como todos sabem devido ao anuncio no jornal... Algum dos nossos patrocinadores acabou retirando alguns bens do colégio, isso afetou bastante o colégio devido à alguns projetos e por conta disso eles foram cancelados até que tudo seja resolvido, isso incluindo o passeio escolar que eu havia informado a todos aqui. Eu espero que vocês não se preocupem com isso pois tudo já está sendo investigado pela polícia. Estou aberto a perguntas. – disse e eu vi algumas mãos se levantando, ele apontou à Nami que estava um pouco a frente.

 

- Senhor, no caso não séria impossível saber quem exatamente fez isso já que os envolvidos ou envolvido nisso era anônimo? – a ruiva disse fazendo o local se encher de murmúrio.

 

- Creio que a polícia sabe como resolver isso senhorita, como disse vocês não precisam se preocupar. – Koala levantou a mão também logo em seguida.

 

- Mas em relação às aulas? Teremos elas normalmente hoje? – perguntou.

 

- Já iria comentar exatamente isso, obrigado senhorita – ele assentiu a ela. – hoje teremos somente as três primeiras aulas, no caso duas por que a primeira foi perdida com essa organização. Então eu dispenso vocês e todos com calma podem se dirigir a suas aulas.

 

E no fim acabamos indo para as sala de de aula, as duas aulas foram completamente sem sentido para mim, e acho que ninguém prestou atenção além disso, todos ficaram a comentar sobre o ocorrido e os professores não pareciam ligar para isso

 

Depois que as duas aulas terminaram finalmente fomos dispensados, me despedi de todos e de Zoro que disse que ficaria um pouco a mais no colégio, aproveitando para resolver algumas coisas já que não iria ter aula. E com isso fui direto para casa.

 

O caminho até em casa foi completamente tranquilo, fui devagar ouvindo música e observando a linda paisagem do lugar onde morava. Já ao chegar em meu condomínio vi uma movimentação estranho, havia dois carros da polícia e muitos moradores conversavam entre si bem a frente entre cochichos. Subi rapidamente até a minha casa tentando entender, até que percebi que a porta da mesma estava aberta e sua marcaneta quebrada, corri desesperada para ver o que tinha acontecido.

 

- Robin-chan! - Nandi exclamou a me ver, abraçada a Chopper fortemente ao lado de dois policiais enquanto outros revistavam a casa. 

 

- O que aconteceu aqui Nandi-chan? - perguntei.

 

- A casa foi assaltada! - falou. 


Notas Finais


obrigado por ler <3 agradeço todo apoio!! até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...