História Meu Enteado Quase Inocente - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Lu678

Postado
Categorias Justin Bieber, One Direction, Selena Gomez
Personagens Harry Styles, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Kendall Jenner, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Selena Gomez, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Brigas, Ciumes, One Direction, Perseguição, Revelaçoes, Romance & Suspense, Selena Gomez
Exibições 172
Palavras 3.681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Droubble, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Minha nossa, o Justin está me surpreendendo a cada capítulo, em um momento ele quer ficar com a Selena, em outro momento ele não quer. Desse jeito ele não vai deixar apenas a Selena louca, mais vai me deixar também. Sem contar que o gostoso do Harry está dando em cima dela, deixando bem claro as suas intenções mais pervertidas. Hey My Loves, comentem e favoritem ai por favozinho, eu preciso disso para continuar a fic. O que será que vai acontecer nos próximos capítulos? será que Justin vai ceder? será que Selena vai continuar ou vai investir em uma aventura com o Harry? não percam... Boa tarde... Boa leitura...s2 Amo vocês.... Beijinhos

Capítulo 3 - Jantar E Provocações


Fanfic / Fanfiction Meu Enteado Quase Inocente - Capítulo 3 - Jantar E Provocações

Selena P.O.V.S

Assim que terminei de  falar com o Justin, eu resolvi caminhar da sala para a cozinha na tentativa frustrada de encontrar a  Liz, mais me decepcionei, pois a mesma já havia ido embora. Eu estava com muita raiva de Justin, pois ele havia destruído o nosso jantar perfeito,  mais tudo bem, Justin querido, você pode até ter arruinado o meu plano
 
″A″
 mais eu sempre tenho um plano ″B″
Não que eu tivesse um bom plano agora mesmo, mais eu pensaria em algo, antes que ele chegasse.
Subi para o meu quarto e fui para o meu quarto, apesar de tudo, não deixaria de me arrumar do jeito que havia pensado, afinal, o amigo dele também viria e eu não queria passar a impressão de que sou velha, afinal, eu só tenho 23 anos. Hoje, na mesa, com o amigo dele junto, eu provocaria Justin, esse seria o seu castigo por querer colocar uma pessoa entre a gente.
 Andei mais um pouco e fiquei de frente para o meu quarto. Abrir a porta e adentrei o mesmo, indo diretamente para o closet, onde procurei uma roupa própria para a ocasião. Encontrei uma blusa branca e uma saia preta colada, que era uma das minhas roupas preferidas. Fui até a gaveta de lingerie e peguei apenas uma calcinha fio dental branca e nada de sutiã, já que com a blusa os meus seios ficavam no lugar.
 Nós pés eu quis apenas usar um carpam preto. Coloquei tudo em cima da cama e fui em direção ao banheiro. Quando adentrei o mesmo, me despi e coloquei as roupas todas em cima do balcão do banheiro e entrei no boxe e liguei o registro, deixando a água morna, tirar todo o estresse e o cansaço do dia de hoje. Quando terminei, peguei a toalha e enrolei em volta do meu corpo, saindo do banheiro e caminhei em direção a cama.  Chegando, enxuguei o meu corpo com a toalha e a coloquei na poltrona que havia perto da cama. Quando vesti a roupa, fui para frente do espelho. Passei o meu gloss, soltei o meu cabelo que eu havia amarrado em um coque frouxo,  dei uma balançada e sorri para o meu reflexo. Resolvi que agora desceria, pois eu precisava tirar as velas que estavam em cima da mesa.
Cheguei a cozinha e comecei a guardar as coisas desnecessárias, foi quando ouvi a porta ser aberta.
— SELENA...SELENA?  ONDE VOCÊ ESTÁ?— Ouvi a voz de Justin vindo da sala. Olhei no meu celular que estava em cima da mesa e vi que era 8:00 da noite.
—  ESTOU AQUI, NA COZINHA.— Gritei de volta ouvindo passos e risadas se aproximando. Ele vinham conversando e rindo com um garoto, lindo. olhos dá cor de esmeraldas, cabelos cacheados e não muito curto, corpo malhado, enfim, assim que o vi sorri, Percebi suas lindas covinhas aparecerem.
— Sele...Se...— Tentava falar enquanto me encarava, parecia admirado com algo e para continuar, ele pigarreou.— Selena, esse aqui é o amigo de quem eu te falei. O Harry Styles.— Falou e eu sorri me aproximando deles.— Harry, essa aqui é a minha madrasta, Selena.—  Nos apresentou.
— É um prazer te conhecer Selena. O Justin falou muito de você.— Falou Harry pegando em minha mão, beijando- a, enquanto me encarava.
— Ah, é?— Perguntei congelando. Será que Justin disse a Harry sobre a gente?— Do que exatamente ele fala sobre mim?— Perguntei com um sorriso e ele me olhou estranho, desviando os seus olhos para Justin e depois me encarando novamente.— Sobre o quanto  você é especial e o quanto você cuida dele, até melhor que a própria mãe.— Falou soltando a minha mão.— Eu também queria ser cuidado desse jeito, nossa como eu queria.— cochichou Harry, me olhando de cima a baixo, enquanto mordia o lábio inferior, e Justin que deu uma cutuvelada nele, o olhando com a cara feia, fazendo o Harry sorrir de lado.
—  Ah, o Justin é que é  um exagerado,  eu só dou o carinho para ele o que eu deveria dar a um filho, que eu não tenho, né Justin?— Falei sorrindo.
— É, verdade.— Confirmou sem jeito.
— Eu só queria ter tido uma madrasta como você, quando a minha mãe morreu.— Falou Harry com a olhando tristonho.

Narrador:

— Eu sinto muito Harry, muito mesmo.  Já  perdi o meu pai e sei como é.— Falou Selena depositando um beijo na bochecha de Harry e abraçando  o mesmo que não retribuiu. Enquanto Selena abraçava Harry, o mesmo começou a fazer gestos atrás da garotas, como, se estivesse massageando e apertando a bunda de Selena. Se o olhar de Justin fosse feito de algo afiado, ele cortaria Harry no meio. As mãos de Harry escorregaram de verdade para bunda de Selena, fazendo a mesma se assustar e da um impulso para frente e que ela sentisse, o seu membro ereto.
— Ei, vamos parar com essas cenas tristes, eu quero que hoje seja noite divertida, pode ser? Agora vamos jantar, por que eu estou com fome.— Falou Justin. Harry e  Selena se desfizeram o abraço. Eles sentaram na mesa e Selena colocou uma fatia para cada um. Harry e Selena tomavam  vinho branco enquanto Justin tomava apenas com suco de laranja, pois ele se negou, não gostava de beber.
—  E o seu pai é médico?— Perguntou  Selena tentando puxar assunto.
— É, ele tem um grande hospital particular.— Respondeu comendo mais um pedaço de lasanha, enquanto eles comiam Selena teve uma ideia e de repente levou a sua mão para a perna de Justin e passou a mão por sua perna e ficou massageando, fazendo Justin se mexeu um pouco desconfortável, Selena ao perceber que Justin já estava excitado levou sua mão para o membro dele e o apertou, Justin estava tomando seu suco e deu um gemido fazendo Harry o olhar estranho. Harry ao perceber o que estava acontecendo, arqueou as sobrancelhas e passou a língua sobre os lábios fazendo uma cara de malicioso para o lado dos dois, Selena abaixou a cabeça e olhou para sua lasanha um pouco envergonhada, ela tirou a mão rapidamente voltando a comer sua lasanha e mudando de assunto.
— Você pensa em seguir a mesma carreira que seu pai?— Perguntou Selena olhando para o Harry.
— Eu não sei, ainda estou escolhendo o que eu quero ser.— Respondeu a olhando. Selena voltou a mão para o membro do Justin, e ele voltou a gemer.
— Cara, você está bem?— Perguntou Harry preocupado. Selena deu um leve sorriso e olhou para o Justin fingindo também estar preocupada.
— Claro... eu...eu... estou... ah... bem.— Tentou falar.
— Tem certeza cara?— Perguntou o olhando.
— Te... tenho.— Respondeu.— Harry vamos Jogar?— Perguntou Justin.
— Eu ainda não terminei.— Falou apontando para a lasanha Harry.
— Depois a gente come algo.— Falou Jus.
— Mas...— Tentou falar.
— Vamos Harry.— Falou já se irritando.
— Tudo bem.— Falou levantando.— Você não vem?— Perguntou o olhando.
— Já estou indo, só vou colocar a louça na pia e já vou, por que você não vai ligando o videogame?— Perguntou.
— Tá bom.— Falou se retirando da cozinha.
— Você nunca mais faça isso, você está louca?— Perguntou Justin  olhando para Selena.
— Eu não fiz nada, foi você que gemeu.— Falou sarcástica.
— Se você fizer isso de novo eu vou contar para o meu pai, ai vamos ver quem vai gemer.— Falou a olhando com raiva.
— Você não ousa fazer isso.— Falou apontando para ele.
— E se eu fizer, o que você vai fazer? Vai mim bater?— Perguntou com ódio.
— Claro que não!— Respondeu Selena.
— Eu te odeio.— Falou Justin.  Ele dizia aquilo se controlando para não deixar as lágrimas caírem e depois de encara-la, Justin deu as costas, saindo da cozinha.

Selena P.o.v.s

 Depois que Justin saiu da cozinha e foi para a sala jogar videogame com o Harry, eu fiquei tirando a mesa. Peguei toda a louça e comecei a lavar. Depois de tudo estar pronto. Fui para sala e vi que eles continuava jogando videogame, sentei  no sofá, ao lado de Justin, e fiquei os olhando jogar.
— Gente eu posso tentar jogar?— Perguntei e eles me olharam.

Narrador:

— Você sabe jogar?— Perguntou Harry.
— Não, mais eu quero tentar.— Falou Selena.
— eu te ensino.— Falou Harry e Justin o encarou feio.— Você pode ensinar a ela se quiser.— Falou Harry e Justin sorriu.
—  Ah Harry, mais eu queria que você me ensinasse, você parece ser bom com as mãos.—  Falou Selena com o olhar malicioso e Harry mordeu os lábios, já entendendo o que aquilo significava. Justin negava com o dedo e com a cabeça, para que Harry não aceitasse. Mais o garoto estava tão destra ido com a mulher em sua frente, que só percebeu depois de alguns minutos.
—  Tudo bem, o Justin também sabe ensinar direitinho.— Falou e Selena suspirou derrotada  aceitando. Harry só abriu mão de ensinar a Selena, por que Justin era o seu melhor amigo e sabia que mesmo que Jus tentasse reprimir que gostava da madrasta ele não conseguia, sempre deixava escapar algo que o integrava.

Selena P.o.v.s

Justin me entregou o controle e ficou me  olhando, enquanto me via manusear o mesmo. Segurei o controle do jeito que o Justin mandou e comecei a jogar, sem querer coloquei o jogo em pause e o Harry sempre enlouquecia, me fazendo rir.
— Ganhei de novo.— Falou Harry me olhando.
— Eu não sei jogar.— Falei entregando o controle para Justin.
— Mesmo assim.— Falou dando de ombros. Me escorei no sofá e fiquei olhando os garotos jogarem.
Depois de um bom tempo vendo eles jogar bateu um tédio e resolvi dar uma ideia para a brincadeira ficar mais divertida.
— Justin, Harry.— Chamei a atenção dos dois e eles pausaram o jogo e me olharam.— Vamos deixar a brincadeira melhor.— Falei e eles enrugaram a testa.
— Como?— Perguntou Harry.
— Tipo assim, vocês vão jogar e quem perder cada partida bebe meia taça de vinho.— Falei e Harry concordou com a cabeça.
— Por mim tudo bem.— Falou Harry.— E você Justin, concorda?— Perguntou Harry o olhando.
— Eu não sei, eu nunca bebi antes.— Falou.
— Ah Justin, você é um fraco, você sabe que eu sempre ganho.— Falou Harry o empurrando.
— Eu não sou não, e você nem sempre ganha.— Falou o empurrando de volta.
— Mais mesmo assim você é um fraco e está com medo de perder.— Falou.
— Então eu aceito.— Falou Justin e eu sorri.
— Eu vou pegar  o vinho e as taças.— Falei me levantado e indo para a cozinha.
Voltei da cozinha com três taças e um garrafa de vinho. — Voltei.— Falei e coloquei tudo em cima da mesa de centro e coloquei um pouco de vinho em cada taça e esperei que alguns deles perdessem para que a brincadeira começasse.
— GANHEI!— Gritou Harry sorrindo.
— Assim não vale, você me roubou.— Falou Justin.
— Eu não roubei ninguém, você que não sabe jogar.— Falou Harry.
— Se você perdeu você tem que beber.— Falei entregando a taça.
— Tudo bem.— Falou pegando a taça e derramando todo o conteúdo na boca. " Isso Justin beba todinho, já que você estragou meu primeiro plano trazendo seu amigo para jantar, eu tenho o segundo plano pra você"— Pensei e um sorriso mal brotou em meu rosto. Eles voltaram a jogar e eu fiquei rindo das palhaçadas que o Harry fazia enquanto Justin bebia as taças de vinho a cada partida perdida.
...
— Nossa cara eu sabia que iria ganhar.— Falou Harry colocando o controle em cima da mesma de centro.
— Is... isso foi por pouco.— Falou Justin todo enrolado.
— Acho melhor a gente parar a brincadeira por aqui, acho que você já está muito bêbado.— Falou Harry colocando  o braço  em volta do pescoço do Justin.
— Eu... eu consigo vamus continuar. Você...Harry... querparar por... quee...pur que... tá pedeno.— Falou já errando as palavras, e nós rimos.
— Cara você nem consegue falar direito.— Falou Harry rindo.
— Eu vou tomar um banho, você da conta?— Perguntou me olhando.
— Pode deixar,  eu consigo, mais obrigada assim mesmo.— Agradeci  e vi ele subir as escadas. Me aproximei de Justin e coloquei minha mão em sua coxa e a apertei, Justin me olhou com a expressão que eu não reconhecia, ele parecia cansado seus olhos estava u pouco vermelhos parecia muito bêbado.
— Nã...não.— Falou e se afastou, me aproximei um pouco dele e passei minha mão por seu membro.— Que tal se nós dois brincássemos agora?— Sussurrei ao pé do seu ouvido e ao final dei uma mordidinha no modulo de sua orelha.
— Não...iss...isso é... erradoo, sabiia?— Perguntou se afastando e eu sorri me aproximando mais dele.
— Não, isso não é errado.— Neguei com o dedo indicador.— Errado é você excitar a sua madrasta e não terminar o serviço.— Falei e assim que me aproximei dele, segurei em seu rosto com uma de suas mãos  e apertei um pouco, fazendo ele me encarar. Não pensei duas vezes e avancei sobre a sua boca começando a explorar cada canto, mesmo sabendo que ele não estava correspondendo. Alguns segundos depois ele correspondeu e começamos um beijo calmo que logo foi ganhando intensidade, mais que ele cortou rapidamente.— O que foi?— Perguntei o olhando.
— Eu...não... não.. "tô" me sentindoo bem.— Falou se afastando.
— Tudo bem.— Falei me aproximando.— Vai ficar tudo bem.— Falei.
— É... sé...sério...— Gaguejou.—  eu não...não... estou me sentindo bem.— Falou me empurrando.
— Não acredito que você está inventando mentira para não ficar comigo.— Falei o olhando. Vi ele tentar levantar e começar a  cambalear. " Ah filho da puta, fingir que estar bêbado, só para não ficar comigo"- Pensei.  Vi ele dar mais alguns passos em direção a cozinha, e de repente vi ele  cair de joelhos no chão de madeira,  começando a vomitar, caminhei em direção a o Justin que estava ajoelhado e vomitando.
— Justin... Justin.— Falei preocupada, caminhando rapidamente em sua direção.— Tudo bem Justin.— Me abaixei perto dele e passei minhas mãos por suas costas enquanto ele ainda vomitava e chorava.—  Vai ficar tudo bem Justin, vai ficar tudo bem.— Repeti a mesma palavra várias vezes, enquanto ele ainda vomitava.
— Faz parar, isso doí, faz parar por favor.— Implorou e eu levantei, arqueando a sobrancelha.
— Do que você está falando?— Perguntei sem entender.
—  Só faz parar, por favor, está doendo lá dentro.— Falou e respirei muito preocupada.
— Faz parar o que Justin? o que está doendo? você está me assustando.—  Perguntei mais preocupada ainda.
— Aqui ó.—  Falou já parando de vomitar e apontando para o coração.
— O que Justin? você está com dor no coração é isso? droga, da bebida a você foi uma  péssima ideia, se o seu pai  descobrir  vai me matar.— Falei passando a mão  nas costas de Justin para ver se aquele mal estar passava, ou se aquela  dor que ele dizia sentir também passasse.
 Ouvi passos rápido vindo em direção as escadas e parar atrás de mim.
 — Selena... Justin, o que aconteceu?— Perguntou ficando em nossa frente e nos olhando.—  Ouvi barulho de alguém vomitando, o que aconteceu?—  Perguntou ainda nos olhando.
— O Justin não está se sentindo muito bem, me ajuda a levá-lo para o  quarto dele. Preciso colocá-lo debaixo do chuveiro.— Falei e vi Harry concordar com a cabeça e logo levantamos o Justin. Começamos a caminhar em passos lentos até a escadas, onde começamos a subi de um em um degrau. Já no andar de cima, caminhamos em direção ao quarto de Justin e eu abri a porta com dificuldade. Continuamos a a andar pelo quarto, até o sentarmos na cama.
— Você fica aqui, cuidando dele, enquanto eu vou limpar tudo lá em baixo.— Falou Harry me olhando.
— Tudo bem. —Falei e vi o mesmo sair do local, deixando Justin e eu  a sós. Aproveitei aquele momento para tirar os meus saltos, que era bastante altos, pois não podia arriscar  cair com ele, no banheiro. Assim que tirei os meus saltos e tirei também os seus sapatos.— Mais primeiro temos que retirar as suas roupas. Levei as minhas mãos para o botão da sua calça, vendo que ele olhava para as minhas mãos, observando, cada movimento meu. E então  desabotoei a sua calça, puxando o zíper para baixo, assim como sua calça dando uma linda visão da sua boxe vermelha.— Vem Justin tenho que te colocar debaixo do chuveiro, só assim você vai melhorar.—Falei levantando ele com um pouco de dificuldade. Entramos no banheiro e achei melhor o colocar escorado na bancada, para que eu terminasse de tira a camisa dele e a sua boxe.—Segura firme Ok? —Falei colocando ele encostado na bancada.—Agora eu vou retirar sua camisa.—Falei me aproximando mais ainda dele.—Agora eu quero que você levante seus dois braços para que eu possa retirar a sua camisa, tá?—Falei e o mesmo começou a subir os braços com dificuldade. Depois de alguns minutos, conseguir retirar a camisa do Justin, agora vinha a melhor parte, retirar a sua boxe. Me abaixei e eu vi que o seu pau estava muito ereto, não havia percebido antes, por que estava muito preocupada com ele. Segurei em cada lado da sua boxe a fim de retirá-la, mais quando comecei a puxá-la para baixo, fui impedida por ele, Me fazendo o encara.— N...não..eu...—Não o deixei terminar.
—Tudo bem Justin, eu prometo não tentar nada, eu só quero te  dá um banho, para que você melhore logo.—Falei e ele permaneceu segurando a minha mão, mais depois de alguns segundos ele retirou suas mãos, então eu entendi o que aquilo significava. Comecei a descer a sua cueca lentamente, olhando cada parte do corpo dele, que era descoberto pela boxe, ele tinha um  lindo corpo, mesmo não sendo tão forte e malhado. Quando retirei toda a sua boxe vi seu pau saltar batendo no meu rosto, fiquei chocada mesmo bêbado Justin tinha o seu pau ereto, coisa que não havia notado. A três meses desejava vê-lo pelado e aqui está,  ele pelado bem na minha frente, e o melhor é que o pau dele é quase a mesma coisa do pau de Jeremy, o que era bem melhor pra mim. Me concentrei para não agarrar seu pau e chupa-lo ali mesmo.
Levantei e o encarei, Justin mantinha os olhos em um ponto fixo do meu corpo, sim Justin estava encarando os meus seios por cima do fino pano da minha blusa branca e o  bom era que eu estava sem sutiã. O puxei pela mão até o boxe. Quando chegamos, vi que ele ainda mantinha os olhos em meus seios. Justin rasgou minha blusa e ficou encarando meus seios, me agarrou pela cintura e me puxou para mais perto do seu corpo, o mesmo apertou meu seio com bastante força me fazendo gemer de dor, eu não estava esperando por aquilo, eu fui pega de surpresa. Ele segurou em meu rosto e me beijou, no começo não retribui mais depois eu resolvi ceder.
— Ah... Justin para.— Pedi o olhando. Ele tentou arrancar minha saia mais eu não deixei, senti quando o mesmo enfiou sua mão por baixo da minha saia e puxou minha calcinha fio dental fazendo ela rasgar. Justin estava muito bruto.
— Eu sei que você quer.— Falou beijando meu pescoço e dando um grande chupão em meu pescoço.

 " Droga, amanhã eu vou ter que colocar um pouco de maquiagem para disfarçar a mancha que iria ficar".

Ele segurou em minha mão e colocou em cima do seu  membro deduzi que ele queria que eu o masturbasse. Apertei seu membro e ouvi ele gemer.
— Ahhh... — Gemeu apertando em minha bunda.
— Eu quero mais que tudo, só que não com você nesse estado.— Falei o empurrando de leve.
— Mais eu quero você agora, eu preciso de você agora.— Insistiu.
— Justin para.— Falei e senti sua mão em minha intimidade.— Justin por favor.— Falei já perdendo a paciência.— JUSTIN DÁ PRA VOCÊ PARAR?— Gritei e ele me olhou.
— Mais...Mais... eu...eu pensei que você queria tanto quanto eu.— Falou já voltando sua voz ao normal.
— Justin você está bêbado e eu não quero tirar sua virgindade assim, quero que seja especial pra você, quero que você possa lembrar de cada toque, cada coisa que eu fizer.— Falei e ele baixou a cabeça.— Vou pegar um roupão pra você.— falei saindo do box e indo para o quarto, onde peguei um roupão e levei para o Justin, que ainda estava no box. Peguei a toalha que estava no torno e a entreguei para que ele pudesse se enxugar antes de vestir o roupão já que eu não iria procurar roupa para ele, depois de se enxugar Justin estendeu a mão e eu o entreguei o roupão vendo ele vestir o mesmo em silêncio.
Ele saiu do box  e eu o acompanhei para evitar que o mesmo caísse. Vi Justin se deitar na cama e se enrolar, meio sem jeito.
— Boa noite.— Falei me aproximando e lhe dando um beijo na testa.
— Boa noite.— Respondeu me olhando sem jeito.— Selena...— Chamou.
— Oi?— Respondi me virando para ele.
— Desculpa pelo o que aconteceu hoje.— Falou me olhando.
— Está tudo bem.— Falei saindo do seu quarto. Assim que sai, fui para o corredor andei para meu quarto e encontrei Harry no corredor.
— Selena, o que aconteceu?— Perguntou me olhando enquanto me via segurar a minha blusa, que estava rasgadas .
— Na... nada.— Respondi tentando cobrir ainda mais os meus seios.
— Por que você está assim?— Perguntou. Vi que os seus olhos não saia a nenhum momento dos meus seios.
— O Justin, quase caiu no banheiro e puxou minha blusa para se equilibrar.— Falei e vi ele tirar sua camiseta e me entregar.
— Olha aqui, veste.— Falou me entregando e eu tirei minha blusa e vesti.
— Obrigada.— Agradeci e ele sorriu.
— De nada.— Respondeu.
— Bom eu vou descer para tomar um pouco de água.— Falou saindo.
— Tá, tchau.— Falei.
— Tchau.— respondeu. Fui para meu quarto e tirei minha saia, a jogando em um cesto de roupa suja, fui até o meu closet e procurei um um shortinho de baby doo e o vesti. caminhei até a cama, e me deitei na mesma senti meus olhos pesarem e depois não vi mais nada.

Continua...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...