História Meu Enteado Quase Inocente - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~Lu678

Postado
Categorias Justin Bieber, One Direction, Selena Gomez
Personagens Harry Styles, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Kendall Jenner, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Selena Gomez, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Brigas, Ciumes, One Direction, Perseguição, Revelaçoes, Romance & Suspense, Selena Gomez
Exibições 106
Palavras 4.209
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Droubble, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiii novo Capítulo.... Desculpe qualquer coisa, que não estejam do gostos de vocês é os erros é que ultimamente eu ando passando por problemas pessoas, mais isso não vem ao caso, bem espero que gostem, eu prometo me esforçar nos próximos capítulos. Tchauzinho e boa leituras.

Capítulo 5 - Rebeldia


Fanfic / Fanfiction Meu Enteado Quase Inocente - Capítulo 5 - Rebeldia


Narrador:

Capítulo Anterior:

— Alô, quem fala?— Falou Selena assim que atendeu.

Agora:

— Oi, senhora Selena, aqui é Wilson o diretor da escola do Justin, eu..— Tentou falar, mais foi interrompido por Selena.
— Aconteceu alguma coisa com o meu enteado?— Perguntou Selena arregalando os olhos e o diretor quase engasgou com o susto.
— Sim, na verdade não, mais aconteceu.— Respondeu Wilson, ou tentou responder.
— Responda de uma vez, por favor, será que o senhor não está ouvindo o quanto eu estou angustiada?— Perguntou Selena muito preocupada.
— O seu enteado brigou com um dos  filhos de Desmond Styles, o Harry Styles. Ele socou o garoto e agora o mesmo está todo machucado aqui na diretoria, você pode vir aqui para conversar conosco?— Pediu o diretor enquanto encarava os garotos.
—  Ele o que?—  Perguntou Selena sem acreditar.
— Bateu em Harry Styles.— Completou o diretor.
— Olha, o Justin não é desse tipo de garoto. Pelo contrário, ele é amável, meigo e educado.— Falou ela quase gritando.
— Calma senhora, eu não estou falando que ele não tem essas qualidades, claro que tem, mais eu isso não vem ao caso agora, o que eu estou falando é que  o Justin brigou com o Harry. Tem como a senhora vim aqui para que eu possa conversar com a senhora pessoalmente?—  Pediu Wilson.
—  Claro senhor Wilson, eu já estou indo.— Falou Selena.
—  Que bom senhora Selena, então eu estou te esperando, tchau.—  Se despediu ele.
— Tchau.— Falou ela e então desligou o telefone.
Selena dispensou os seus clientes e pediu para que Leti os agendasse para outros dias. Ela entrou em seu carro e começou a dirigir.

Alguns minutos depois...

Selena Estacionou enfrente a grande escola e saiu do carro, chamando a atenção dos garotos e das garotas que ali estavam. Mais ela não ligava para a atenção de ninguém, ela apenas queria entrar naquela escola e acabar com tudo aquilo.
— Hum... nossa que gostosa, você vem estudar aqui é?—  Perguntou um garoto lindo, parecia ser bem mais novo que ela.
—  Ha, desculpa, mais eu não estou no clima para cantadas baratas, acho melhor você ir procurar uma garota da sua idade.—  Falou Selena parando na frente do garoto.
— Eu nunca  fui chegado em garotas mais novas, eu prefiro as mais velhas, as mais experientes, que marque sabe? e você parece ser desse tipo de garota.—  Afirmou o garoto segurando o braço de Selena, quando a mesma fez mesão de entrar no colégio.
—  Você está me chamando de velha?—  Perguntou ela incrédula.
— Não gata, eu estou dizendo que você é linda.— Tentou explicar. Zayn que olhava toda aquela cena de longe, resolveu se aproximar, já que aquele era um dos garotos dos seus grupos.
— Murilo é melhor você deixa-la em paz, você está vendo que ela é muito para você?—  Perguntou Zayn se aproximando.
— Tudo bem cara, já estou saindo.— Falou o garoto se afastando deles.
—  Oi, desculpe pelo Murilo, é por que ele é muito avoado quando ver garotas bonitas. A propósito, eu sou Zayn.— Falou com um grande sorriso no rosto.
— Eu sou Selena.— Falou ela e  Zayn pegou a sua mão, depositando beijo e a encarando  com o olhar sedutor.— Será que você pode me mostrar onde é a sala diretor?— Perguntou Selena puxando a sua mão lentamente dentre as do garoto.  
 — Claro que sim, vai ser um imenso prazer.— Falou ele sorrindo e já caminhando para dentro da escola.— Você é a Selena Bieber? a madrasta do Justin Bieber?— Perguntou ele enquanto caminhavam pelos corredores.
—  Sim, sou eu, por que? já ouviu falar de mim?—  Perguntou ela.
— Sim, é o que mais se ouve falar pelos corredores: Da madrasta gostosa do Justin.— Falou Zayn e a Selena arregalou os olhos.— Desculpe, eu não queria dizer isso.— Se desculpou.
— Tudo bem.— Falou ela sorrindo.
—   Pronto, chegamos.— Falou Zayn parando enfrente a uma sala, que tinha uma placa
 "Sala do diretor".
— Obrigada. Foi um prazer te conhecer Zayn, a gente se ver por ai.— Falou ela sorrindo.
— O prazer é todo meu.— Falou ele sorrindo de lado. Selena entrou na sala e o sorriso dele se alargou.— Eu também espero, espero muito, gostosa.— Falou ele passando a língua pelos lábios.

Minutos depois de Selena entrar na sala, os garotos saíram e Zayn colocou o braço em volta do pescoço do Justin, fazendo o garoto ter um pequeno susto.
— Você é o meu mais novo melhor amigo. Parabéns, você passou no teste e entrou para o grupo dos pegadores e descolados da escola.— Falou Zayn já caminhando em direção aos garotos que estava a sua frente e viu um sorriso de orelha a orelha surgir no rosto de Justin.—  Olha, esses são Murilo, Louis, Alexander e eu sou o Zayn, você com certeza já ouviu falar de mim, quer dizer, de nós, pois somos os mais populares da escola.— Falou Zayn.
— Oi, eu sou Justin Bieber.— Falou Justin sorrindo.
— Estamos muito felizes de ter você como o mais novo membro do nosso grupo.— Falou Zayn.
— Ah, eu...eu... também eu estou feliz.—Confessou Justin. Harry olhava o grupo de longe e não estava gostando do rumo que a história estava tomando. Ele conhecia muito bem o seu irmão Zayn para saber que não demoraria muito para que Justin ficasse como ele. Harry estava perto da diretoria quando viu Selena sair.
   — Ah, oi Selena, como foi conversar com o diretor Wilson?— Perguntou Harry se aproximando da mulher.
— Chato, como sempre foi.  Conversar com o diretor é uma chatice e tanto, quando eu estudava sempre ia para a diretoria e sempre levava detenção, mais até que essa conversa até que foi suportável eu não sei se é por que eu sou a responsável ou é por que o diretor é menos chato.— Falou Selena com sorriso de lado.
— E como ficou?— Perguntou ele.
— Ele disse que vai colocar uma detenção para você e para o Justin, mais o pior é que vocês vão ter que cumprir juntos.— Falou ela parecendo desconcertada.— Alias, o senhor Wilson me pediu para te chamar.—Falou Selena.
— Nossa, eu acho que deve ser algo muito, muito desagradável mesmo.— Falou ele dando uma risada sem graça.
— É, não é algo tão, tão desagradável assim, mais é bem isso.— Falou ela.
— Tudo bem, eu acho que vou entrar.— Falou ele e Selena pegou na mão do mesmo.
— Você vai ficar bem, Harry?— Perguntou ela agora o encarando.
— Vou sim, eu vou ficar bem, não se preocupe comigo.— Falou Harry.
— Eu sinto muito Harry, eu não sabia que Justin ia procurar confusão por causa daquela roupa.— Falou ela.
— É, eu sei, também você não tinha como adivinhar.— Falou cosando a nuca.
— Claro que tinha, eu moro com ele, sou eu quem pego as roupas limpas dele e as guardo. Como eu deixei isso passar diante meus olhos?— Perguntou  e  Harry percebeu que os olhos dela estavam lacrimejando.  Ele não pensou duas vezes antes de abraça-la. " Selena não parecia ser nada do que o Justin descreveu para o mim, ela parecia ser uma boa mulher. O Jeremy tinha muita sorte de tê-la como mulher e o Justin também, apesar de não merece-la como madrasta. Se alguém merecia chorar, esse alguém era o Justin e não a Selena".- Pensou segurando a raiva que o consumia naquele momento. Harry, agora estava odiando o Justin por  fazer a Selena chorar e com certeza, se não estivesse abraçado a aquela mulher que tanto gostava, quebraria a cara do Justin, até o seu desmaio.
Zayn e todo o seu grupo olhavam essa cena de longe e Justin não estava gostando da proximidade de Harry e Selena, agora ele estava se sentindo mais traído, apesar de não ter nada com a madrasta, mais esse era o seu sentimento, como Harry podia ser tão traidor? tão idiota? ele sabia o quanto Selena era importante para Justin, então por que ele estava fazendo aquilo com o amigo? por que apesar de tudo que aconteceu, Justin ainda o considerava como o seu melhor amigo, isso mesmo, o considerava, pois a partir de agora " O seu mais novo e melhor amigo era o Zayn" No mesmo momento o  garoto sentiu uma mão em seu ombro e quando olhou para o lado pode ver o sorriso no rosto do Zayn, parecia um sorriso sincero, um sorriso acolhedor, um sorriso que o passava confiança e força.
— Desde quando o meu irmão conhece a sua madrasta?— Perguntou ele e eu o encarei.
— Eu os apresente ontem.— Falou ele ainda olhando a cena.
— Nossa cara, a sua madrasta é muito gostosa, o meu irmão se deu bem dessa vez.— Falou Zayn e Justin fechou a cara na mesma hora.
— Não, eles não tem nada, ela é casada com o meu pai.— Assegurou Justin.
— Se você acha isso.— Falou Zayn dando de ombros.

Harry desfez o abraço com a Selena e eles continuaram se encarando.
— Você vai ficar bem mesmo?— Perguntou limpando uma lágrima que caia do canto dos seus olhos.
— Sim, eu vou apenas falar com o diretor e em seguida vou para casa.— Falou Harry.
— Boa sorte!.— Falou Selena depositando um beijo na bochecha do garoto e um sorriso largo nasceu automaticamente no rosto dele. A alegria que ele sentiu naquele momento era a mesma que ele sentia quando a sua mãe lhe fazia algo, ou alguma comida que ele gostava. Mais depois que a sua mãe faleceu, ele não sentia mais, e esse gesto de Selena fez tudo se reavivar novamente. Depois disso a mesmo viu o seu enteado passar pelo corredor muito furioso, então ela o acompanhou.
Eles caminharam  para fora do colégio e Justin entrou no carro.  Selena também entrou no carro. Ela olhou para o enteado e viu que o mesmo estava de fone então resolveu repetir o mesmo gesto que hoje de manhã: Puxa-lo do seu ouvido.
— O que está acontecendo com você?— Perguntou ela tentando não surtar. Ele não respondeu apenas abaixou a cabeça e começou a olhar para o celular que estava em sua mão.— Eu não transei com o Harry, se isso te deixa mais tranquilo. Ele apenas me emprestou a camisa depois de ver o meu estado, na verdade o estado que você me deixou, depois de rasgar minha blusa e tentar fazer sexo comigo a força.— Falou ela e Justin sentiu vergonha naquela hora. Selena ligou o carro e começou a dirigir.

...

Eles estacionaram enfrente a grande mansão e Justin logo saiu do carro, andando em direção a porta. Selena o acompanhou só que quando chegou a  sala, ela resolveu ir em direção a cozinha.  Justin verificou se a madrasta, havia mesmo ido e quando teve certeza, ele foi até a grande estante e de lá tirou todos os filmes pornôs e lubrificado que Harry havia lhe dado. Jus colocou tudo dentro da mochila e logo subiu as escadas, indo em direção ao seu quarto, quando chegou, ele colocou a sua mochila sobre o criado mudo e se deitou na cama, já  começando a pensar em  tudo que havia acontecido desde ontem.

Na cozinha:
 
Quando Selena entrou na cozinha, ouviu a sua barriga roncar, assim sentiu o cheiro da comida mais que gostosa da Liz. Ela não havia comido nada desde o café, mais estava se sentindo muito cansada e esgotada. Não só pelo seu trabalho e sim pela preocupação com o Justin, ultimamente ele andava muito rebelde, nem parecia aquele Jus meigo e fofo que ela havia conhecido.
— Liz, o almoço já está pronto?— Perguntou se aproximando com um sorriso.
— Ainda não, só mais alguns minutos e estará pronto.— Falou Liza enquanto ainda estava de costas para Selena.
— Nossa, que cheiro gostoso, o que você está cozinhando?— Perguntou ela se aproximando.
— Espaguete à bolonhesa.—
— Humm.— Exclamou inalando o cheiro da comida.— E a sobremesa?— Perguntou com um sorriso sapeca no rosto.
— Bem, de sobremesa, eu resolvi fazer sorvete de chocolate.— Falou e o sorriso dela se alargou.   
—Eu amo sorvete de chocolate, mais o seu Liz, eu tiro o chapéu, por que é o sorvete de chocolate que eu mais amo. Você é uma ótima cozinheira.— Elogiou Selena e Liz sorriu.
— Obrigada senhora.— Agradeceu ainda sorrindo.
— Liz, quando terminar o almoço, será que você pode chamar o Justin no quarto? pois eu, vou subi, tomar um banho e deitar um pouco, por que eu estou muito cansada.— Pediu Selena.
— Claro, pode deixar.— Respondeu Liza.
— Obrigada.— Agradeceu ela sorrindo.
Selena saiu da cozinha e caminhou pela sala, já subindo as escadas e então foi em direção ao quarto. Assim que entrou,  jogou sua bolsa no criado mudo e caminhou até o closet, procurando um vestidinho qualquer e caminhando de volta para o criado mudo, ela procurou uma lingerie e caminhou em direção ao banheiro.
 
30 minutos depois...

Selena saiu do banheiro e caminhou até a cama, a mesma olhou no despertador e viu que era 11:02 da manhã, ela desviou o olhar do despertador para um pequeno espelho e viu o quanto os seus olhos estavam vermelhos por todas as lágrimas que derramou durante o banho. Selena estava se sentindo cansada e sem valor, depois de tudo que Justin disse e o que mais doeu, foi saber que ele a acha uma vadia que não seria digna de tirar a sua virgindade.
Com esse pensamento a mulher deitou na cama e depois de molhar todo o seu travesseiro com as suas lágrimas, ela apenas adormeceu chorando.

Justin P.o.v.s

Continuava deitado na minha cama e algumas lágrimas  já escoriam pelo meu rosto. Eu não sabia por que, mais estava sentindo um sentimento de arrependimento. Deve ter sido o jeito como tratei a Selena, ela não merecia que eu a chamasse de vadia e o pior é que eu nem sabia   que realmente havia acontecido. Fui interrompido dos meus pensamentos com batidas na portas.
— Entre.— Falei vendo a porta sendo aberta.
— O almoço já está pronto, o senhor vai querer descer agora?— Perguntou Liz.
— Claro Liz, o que é o almoço?— Perguntei levantando e virando para o espelho.
— Espaguete à bolonhesa.—Falou e eu sorri.
— Eu amo espaguete à bolonhesa.— Confessei limpando o canto dos olhos, ainda de frente para o espelho.
— É por isso mesmo que eu fiz.— Falou ela.
— Obrigado, Liz.— Agradeci me aproximando dela e depositando um beijo em sua bochecha.  
Descemos as escadas e fomos em direção a cozinha, já sentando à mesa.
— A Selena não vem almoçar comigo?— Perguntei dando mais uma garfada na comida.
— Não, ela está indisposta.—
— O que aconteceu com ela?— Perguntei preocupado.
— Eu não sei, quando ela entrou na cozinha eu percebi que, por mais que ela estivesse sorrindo, ela estava triste, acho que a senhora brigou com o seu pai. pois a mesma nem desceu para comer a sua sobremesa preferida.— Explicou ela e se antes eu estava me sentindo culpado, agora então.
— É, deve ter sido isso mesmo.— Falei mexendo no prato sem interesse nenhum na comida, agora.      
   
Selena P.o.v.s

Acordei com o  celular tocando na minha bolsa, apesar de está abafado, eu havia escutado. Deveria ser o Jeremy, ele sempre me ligava para saber como eu e o Justin estava. Quando peguei o celular  vi que realmente era ele. Atendi e ele perguntou a mesma coisa das outras vezes: Como o Justin está, se ele estava se comportando bem, como eu estava e tudo isso. Enquanto eu ainda falava com ele, ouvi minha barriga roncar alto e Jer também ouviu, então eu falei que iria comer. Desci as escadas e  fui em direção  a cozinha, vendo Justin sentado á mesa, ainda almoçando. Fui até a geladeira e abri a mesma tirando de lá o sorvete  e colocando em cima da mesa. Ainda sem o encarar, eu peguei uma tigelinha de colocar o sorvete e uma colher e comecei a depositar o sorvete na tigela. Quando terminei, levei o sorvete novamente a geladeira e coloquei a colher grande na pia, pegando uma pequena e colocando no meu pratinho.
— Selena... Eu estava pensando e... acho que te devo desculpas. Desculpa Selena por te...te chamar de... de vadia.— Falou ele cabisbaixo e eu peguei o meu pratinho, saindo da cozinha e ignorando os seus pedidos de desculpas.
Voltei novamente para o meu quarto e quando terminei de tomar o meu sorvete, que estava maravilhoso, resolvi deitar e então peguei no sono novamente.

***
Acordei  e quando abri os olhos, vi que o meu quarto estava iluminado apenas pela luz da lua, que entrava pela janela, que eu havia deixado aberta mais cedo. Não precisei ligar o  abajur para ver a hora, era exatamente 7:30 da noite, mais mesmo assim liguei o abajur, procurei uma roupa qualquer e uma lingerie, logo indo em direção ao banheiro.  

Minutos depois...

Sai do quarto e caminhei pelo corredor, já descendo as escadas e indo em direção a cozinha, chegando lá encontrei a Liz lavando a louça.
— Boa noite!— Saudei entrando na cozinha.
— Boa noite senhora.— Falou sorrindo.— Você parece está melhor.— Afirmou enquanto me encarava.
— É, aquela soneca me fez um bem nadado.— Falei sentando na mesa,  enquanto ainda a via lavar a louça.
— É. A senhora anda falando com o senhor Jeremy?— Perguntou me dando as costas e continuando a fazer o seu trabalho.
— Sim.— Respondi.
— Ele já falou quando via?— Perguntou sem me olhar.
— Ele ainda não tem planos, Raul, que é senhor que ele foi convencer é muito resistente, alguma coisa me diz que ele não voltará em uma semana.— Falei.
—  É muito difícil tentar convencer esse tipo de pessoa.— Falou me olhando e eu concordei com a cabeça.

Narrador:

Justin acordou suado e ofegante, e quando lembrou do que ele havia sonhado, o mesmo sorriu. ele olhou para baixo e pode ver que estava excitado. Justin Havia sonhado fudendo a madrasta no banheiro. Sentiu o seu pau latejar e lembrou dos filmes. Então por um momento pensou em se aliviar, por isso, levantou da cama e caminhou até o criado mudo. Jus pegou o seu notebook e a sua mochila e voltou para a cama. Ele tirou os seus sapatos, a sua calça jeans e logo em seguida a sua boxe, ficando apenas com a camisa. Justin puxou o notebook para a sua frente, puxou também para junto dele a mochila. Ele abriu a mesma e de lá tirou os filmes, espalhando pela cama. Jus ficou olhando para os filmes e para cada nome do filme.
"Ninfetas das xoxotas rosadinhas"
" Asiáticas peitudas "  Mais ele escolheu o do nome mais interessante " A casa erótica".
     Ele tirou o disco da capa e abriu a gavetinha do CD, que havia no notebook, colocando o disco lá dentro, fechou e  em seguida apertou play. Ele não sabia muito bem como fazer aquilo, mais ia tentar, pois havia pesquisado algumas coisas junto com Harry ontem a noite e não  queria ser totalmente inexperiente quando fosse ficar com Selena. Justin pegou o lubrificado, abriu a tapa e deixou que o liquido caísse em sua mão  esquerda. Quando colocou uma quantidade razoável, fechou o vidro o colocando perto do abajur.  Ele esfregou a mão uma na outra, até que a sua mão deslizasse com facilidade e então Justin segurou na base do seu membro e começou e estimular, sentindo um enorme prazer, na verdade bastante prazer. Tanto que ele não conseguia segurar seu gemidos que escapavam de seus lindos lábios rosados.— Oh... isso... minha nossa...— Gemia aumentando os movimentos, mais claro que ele não iria até o final, já que ele ainda era virgem. Jus nunca havia feito aquilo, mais era uma imensa sensação de prazer. Tudo o que ele queria naquele momento era que a Selena estivesse ali para presenciar aquela cena de prazer, para ver o quanto ela o deixava excitado a ponto de fazer uma coisa que ele nunca pensou em fazer.

Na cozinha:

Selena agora sorria de algo que Liza havia contado sobre a sua família.  Liz não estava mais lavando louça, ela agora estava terminando o jantar. Ela  estava se sentindo bem por está proporcionando um pouco de alegria para a patroa, pelo menos, o bastante para que ela pudesse esquecer a vida.
— Nossa, a sua sobrinha é muito engraçada.— Falou Selena gargalhando e sentindo a sua barriga doer.
— Isso não é nem  metade do que ela faz, ela não é engraçada, ela é louca.—Falou Liz sorrindo.— você não sabe, mais uma vez ela se maquiou feito uma palhaça, vestiu uma blusinha curta, que mostrava toda a sua barriga, uma mini saia e por baixo ela pós um calça de malha. Bom, no cabelo ela amarrou de Maria- Chiquinha, um em cada lado da cabeça, um salto alto de 10 centímetros e foi para uma balada, pois soube que o seu marido estava lá, com outras mulheres. Quando viu o seu marido beijando outra, ela começou a sensualizar e mesmo ela não estando nada bonita, vários homens começando a fazer uma rodinha. No final, ela e o marido dela voltaram para casa cambaleando de tão bêbados que estavam.— Falou ela rindo e Selena gargalhou novamente, mais dessa vez bem mais intenso, se segurando para não fazer xixi na roupa.
— Nossa, Liza você é muito engraçada.— Falou Selena tentando cessar as risadas.
— O jantar já está pronto.— Falou ela.
— Que bom.— Falou Selena.
— Senhora, eu posso fazer uma pergunta?— Falou e Selena a olhou.
— Claro!— Respondeu Selena.
— eu notei que a senhora não desceu para almoçar é algum problema com a  minha comida, é isso? é o tempero? está ruim?— Perguntava Liza sem parar.
— Claro que não Liza, a sua comida é ótima, é só que hoje eu estava bastante cansada e decidi que iria descansar, pois o trabalho anda sendo muito puxado e então eu esqueci de comer, mais eu vou recompensar agora no jantar.— Falou Selena sorrindo fraco.
 
— Que bom, assim espero. Eu fico mais aliviada de saber que o problema não era a minha comida.— Falou Liz.— Será que a senhora pode ir chamar o Justin? por que eu vou terminar algumas coisas aqui.— Pediu Liza. Selena fez uma cara nada boa, mais assentiu, saindo da cozinha. A mesma passou pela sala e subindo as escadas e caminhando em direção ao quarto de Justin que por sinal, estava entre aberta.
— Ohhh... Selena... — Ela Ouviu o seu nome e se aproximou ainda mais. Assim que olhou para dentro do quarto, ela  abriu a boca incrédula, ao ver a imagem de Justin se masturbando e o pior é que ele gemia o seu nome.— Nossa como você é apertadinha...— Ele já sentia as gotas de suor escorrer por seu rosto.— Isso gostosa... deixa eu entrar essa sua bundinha gostosa... — Gemia repetindo as palavras que o homem do vídeo falava enquanto colocava a garota de quatro. Ele não parava de pensar em colocar a Selena naquela posição enquanto comia sua bunda gostosa que ele tanto deseja.
— Oww... Selena...— Selena arregalou os olhos novamente, quando ouviu o garoto gemer o seu nome.— Chupa... Chupa meu pau... enquanto eu enfio meu dedo em sua buceta molhada e rosadinha... — Naquele momento Selena resolveu que iria descer, em outra ocasião, a mulher entraria no quarto e o ajudaria, mais naquele momento, o que ela mais queria era ficar o mais longe possível do enteado. Ele já não aguentava mais aquele peso dentro dele, ele precisava tirar aquele peso que tanto o perturbava. — Selena... ah... hum... ham... você é minha... sua bunda é minha...—
Gemeu.— AAAHHHH..... OOHHHH.... Toma toda minha gala gostosa... OOHHH....— Gemeu jorrando sua gala, que caia em sua perna.

Na cozinha:

Selena entrou na cozinha e caminhou, sentando à mesa.
— Ele não vem?— Perguntou Liza colocando a mesa.
— Ham... claro...claro, ele já está descendo.— Respondeu Selena.
—  A senhora vai querer jantar agora ou vai esperar por ele?— Perguntou ela.
— Eu prefiro jantar agora, pois quero ir dormir.—Falou Selena.
— Tudo bem.— Concordou ela servindo o jantar para Selena.— Senhora, eu posso ir?— Perguntou ela.
— Claro, claro que sim.—Respondeu e Liz sorriu.
— Boa noite senhora.— Saudou ela.
— Boa noite!— Falou Selena vendo Liza sair.

Algum tempo depois...

Selena continuava mexendo no prato, mais não havia comido nada, ela ouviu passos se aproximando e  deduziu que seria o Justin. Ele pegou o seu prato e colocou o seu jantar, sentando à frente de Selena. Ela despejou mais um pouco do vinho branco dentro da sua taça e continuou tomando mais nada de comer, apenas continuava brincando com a comida. Eles ficaram em silêncio e Selena levantou da mesa, pegando o seu prato e caminhando em direção a  pia.
— Selena, você se importa se eu trouxesse alguns amigos hoje para assisti um filme?— Perguntou Justin e Selena virou é sorriu sarcástica, caminhando de volta para a mesa, pegando a sua taça e a garrafa de vinho branco.
— Como você disse mais cedo,  você é o dono da casa, por isso você manda aqui, pode trazer quem você quiser.— Falou Selena caminhando em direção a porta da cozinha.
— Ma...mais....— Tentou falar, mais a madrasta já se aproximando da mesma.
— Espero que tenha lavado bem suas mãos, pois nunca se saber as bactérias que nela há. — Falou Selena dando uma piscadela para Jus antes de sair  cozinha.  Justin arqueou a sobrancelha mais depois que lembrou que tinha se masturbado, sentiu o sangue subi para as bochechas. " Será que ela viu, ou ouviu alguma coisa?"   

Continua...


Notas Finais


Gente iaêêê o que acharam do Justin ter batido uma chamando o nome da Selena?
Ham...Selena...Oh rsrsrsrs e também de que ela viu o que acharam da reação dela? comentem ai, dê a sua opinião, fale coisas que vocês acham que deve melhorar, coisas que vocês acham que devem colocar, enfim comentem, me ajude a deixar a fic a o seu gosto, pois o que tiver ao meu alcance, eu colocarei. Favoritem ai amores mio... amo vocês lindas(os) beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...