História Meu ex-Marido - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Neji Hyuuga, TenTen Mitsashi
Tags Nejiten
Visualizações 111
Palavras 1.823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Motivos de Neji Hyuga


Fanfic / Fanfiction Meu ex-Marido - Capítulo 2 - Motivos de Neji Hyuga

     Tenten estava assustada, completamente. Jamais iria imaginar que depois de dois anos e meio, Neji fosse aparecer em sua frente com um sorriso zombeteiro em seus lábios se aclamando o novo dono da empresa em que trabalhava. Nem em seus maiores e dolorosos pesadelos ela o encontrava sorrindo, como se fosse o dono do mundo, como se fosse o seu dono.

     Porém, não ira negar que prestou atenção dobrada em sua beleza no momento; continuava bonito, Neji sempre foi lindo, e agora, com o rosto limpo de qualquer pelo e o cabelo arramado para trás em um coque moderno, bonito, sensual, sexy, da mesma forma que se lembrava de vê-lo acordar em seus dias de casados. Aquilo lhe trazia sensações maravilhosas, vinha de dentro e se espalhava por todo corpo, e a impedia de agir.

     - Senhor Neji Hyuga, é com muito prazer que lhe entrego a empresa - Gai falou, quebrando o silêncio que invadia o lugar, o silêncio confortável, e o melhor da vida de Tenten. Seu ex-marido parou diante de seu chefe, e só agora Tenten pôde vê-lo parar. Pareciam anos enquanto ele andava em sua direção.

     - O prazer é todo meu, Gai. - Disse com aquele sorriso lindo, mostrando que estava ali por diversão, o que trouxe mais raiva a Tenten, ela jogou o cabelo para trás, trocou a posição de seus pés e sorriu, como se nada tivesse acontecendo.

     Quando os olhares se encontraram pela primeira vez, deixou ambos os corações acelerados, Tenten arfou apenas por lembrar-se de cada momento ao lado dele, de cada beijo, toque, até sua voz causava arrepios, mas com toda essa lembrança gostosa, vinha também aquelas que lhe fizeram invadir uma sala de reunião e pedir o divorcio na frente de todos, achando-se a dona do mundo, a dona de si mesma.

     Neji a olhou profundamente, jamais na vida iria admitir que comprou aquela empresa falida apenas empresa apenas porque Tenten trabalhava nela. Depois de ver sua ex-esposa vagando pelas ruas de Konoha enquanto fazia compras com suas amigas, ele percebeu que os anos separados fez muito bem aos dois, mas que isso não podia mais continuar. Era impossível não demonstrar o sentimento que ainda existia dentro de seus corações, era possível sim, você detestar uma mulher que lhe colocou ao ridículo na frente de pessoas tão importantes quanto o presidente daquela cidade grande. Neji engoliu a seco e deu atenção a Tenten, deixando seus amigos curiosos e Gai mais sério.

     - Senhor Neji, está é Tenten, minha assistente, a melhor que já trabalhei até hoje, espero que possa tirar proveito desse cargo, ela é muito especial para a empresa. - Neji concordou e ergueu a mão para que pudessem tocar.

     Tenten ponderou tocar naquele homem depois de anos separados, não tinha como fazer isso, apenas com o som da sua voz, ela sentia como se o mundo fosse vazio, e existe apenas ela e seu ex-marido, sabia exatamente dos efeitos que Neji lhe causava, e não seria diferente. Com seu silêncio, a mão do homem estendida em sua direção e todo mundo lhe olhando, ela teve que o fazer para agradar não apenas ao seu chefe, mas mostrar a Neji que ela não iria se acanhar diante dele, ou desistir daquela empresa, desistir de seu cargo que ralou para consegui.

     O simples toque foi como acender uma chama em seus corpos, eles sabiam que ainda tinha algo guardado no fundo, uma vez que o divorcio veio após uma briga que definiu o fim, que trouxe o fim daquele relacionamento fechado, não infeliz, não sem amor. Tenten abaixou os olhos, folgando o aperto em seguida, não podia mais se torturar, uma vez que entre suas pernas algo pediu, algo implorou e ela não cederia.

     - Eu sei exatamente de quem se trata - Neji disse apenas para acabar com sua mente, e ganhar a atenção da morena que cruzou os braços em seguida, desviando o olhar.

     - Podemos falar na minha sala, tem muitas coisas que preciso lhe explicar antes de partir.

     - Sim, sim. Podemos ir - Neji ajeitou sua gravata, assentiu para Tenten, e passou por ela seguindo Gai em direção a sala. Tenten virou na medida em que ele passava ao seu lado, e assistiu com desanimo o moreno entrar na sala da presidência olhando ao redor, será que ele ia gostar da decoração? Porque foi ela quem fez aquilo, e Neji odiava qualquer serviço com seu nome dentro de um escritório, ou assuntos de negócios.

     - Tenten - A morena trouxe seus olhos para Lee que cruzou os braços virando em direção a sala da presidência - Eu não acredito que isso está acontecendo... Digo Puta merda, estamos falando de Neji Hyuga ter comprado essa empresa, justo seu ex-marido.

     - Fale baixo, você não quer que todo mundo saiba disso - Sakura quem comentou, parando ao lado do namorado e em direção à sala da presidência também - Não sei se chamo de golpe do destino, ou do golpe quero reatar nosso casamento.

     Tenten a olhou rapidamente - Mas isso não vai acontecer. Neji e eu colocamos um fim no nosso relacionamento anos atrás quando aquele idiota achou que lugar de mulher era apenas dentro de casa.

     - Ainda me pergunto o que passa na cabeça do Sasuke quando ele tem que assumir que sou melhor que o próprio em seu trabalho - Sasuke que estava apenas para acompanhar sua namorada arregalou os olhos e virou para ela. - Diz que tem orgulho dos meus dedinhos.

     - Pra ser sincero, espero que eles quebrem um dia - E virou as costas voltando ao seu trabalho. Sakura voltou-se para seus amigos e ambos sorriram.

     Irritar Sasuke era como respirar para Sakura Haruno. Seu namorado de longa data era tímido, pouco falava, prestava atenção em todo e qualquer detalhe ao seu redor, e morria de ciúmes da namorada que com muito esforço, arranjou.

     - Tão orgulhoso - Tenten brincou abrindo um sorriso, e o mesmo foi fechado ao voltar a encarar os olhos claros de seu ex-marido, mesmo de tão longe, virou o rosto encontrando Ino que sorria sapeca, olhava dela para a sala. Tenten não ficaria para ouvir os comentários daquela loira pervertida, não que fosse obrigada.

     Voltou para sua mesa e reorganizou todo o seu trabalho, todos os papéis que continham uma ideia sua para o levantamento daquela empresa. Com Neji na frente ou não aquela empresa não iria cair.

.

.

     - Como você pode notar, todos estão trabalhando bem, nada com que tenha que se preocupar.

 

     - Não foi isso que fiquei sabendo, se não me engano, sua empresa estava para ser vendida por está indo a falência - Gai abaixou a cabeça diante daquela declaração. Neji estava certo, e só aceitou aquela oferta tentadora, porque não queria ser alvo de tabloides quando a falência viesse a tona. - Não se preocupe com ela, estou fazendo bom negocio, acredite.

 

     - Não irei culpá-lo, caso queira desfazer tudo.

 

     - Quero que entenda uma coisa, eu não comprei essa empresa toda apenas para te ajudar, ao algo parecido. Eu tenho interesses em uma pessoa que trabalha nesse lugar. Tenho dinheiro de sobra para levantar este lugar, ela não vai falir.

 

     Com isso, Gai se calou, e se colocou a apenas a lhe dizer como as coisas andavam por ali com ele, e que depois de passar por aquelas portas. Neji podia fazer o que desejasse, e aquelas palavras rapidamente o deixaram feliz.  Está no poder, controlar toda a sutiação ao redor era algo que deixava o Hyuga completamente em extase.

 

     Desde pequeno, o moreno foi ensinado sempre a ser controlador, a andar na linha, a lutar para o que queria e medir suas palavras, ações e comportamento diante de tudo e de todos. Ele aprendeu a fazer isso com muito prazer, sua carreiras nos negocios bombaram, aos vinte anos ele conseguiu assumir sozinho uma empresa de sua familia em uma país fora, e voltou apenas para ser presenteado com a empresa principal da familia Hyuga, já que Hinata, a herdeira de seu tio, não quis saber de nada além de estudos e se tornar uma médica.

 

     Ao voltar para sua cidade, conheceu Tenten, uma garota forte, bonita, que lhe encantou desde o encontro na academia. Sua atração por ela foi forte o bastante para chamá-la para sair, e depois de oito encontros, finalmente, ele pode sentir o gosto daqueles lábios carnudos que tanto o atraia, e aquela noite foi uma das melhores de sua vida. Nove meses depois ele estava no altar, casando com aquela garota que fazia todo seu sangue ferver de desejo e ansiedade para está sozinho e conviver com sua esposa.

 

     Durante três anos as coisas pareciam boas, Tenten era uma esposa perfeita, o esperava em casa, vez ou outra saia com suas amigas, conversavam sobre tudo, eram parceiros, amantes, amigos. Tudo mudou quando Tenten disse que havia cansado de ficar em casa, queria um emprego, queria sair de casa e trabalhar. Neji negou rapidamente, queria sua esposa dentro de casa, pronta para lhe atender quando desejasse. Eles brigaram, brigaram feio, a ponto de Tenten correr para casa de suas amigas e voltar duas semanas depois.

 

     Ambos tentaram viver normalmente, Tenten achou que podia dobrar seu marido apenas sendo manhosa, amorosa, e mostrar que mesmo trabalhando, estaria sempre presente na vida dele. Neji sucumbiu a tudo que acreditou na sua vida, deu-lhe um trabalho na empresa, e todas as vezes que se aproximava, via a seriedade daquela mulher para fazer tudo direitinho, mas além disso, notava os olhares, os sorrisos, gestos e outras coisas de todos naquele lugar para com ela. Tenten era doce, amiga, conversava com todos, e Neji não tinha desconfiança, mas possuia ciumes.

 

     Seus pais o advertiram, trabalhar com sua esposa não seria bem visto por sua familia machista, e Neji a demitiu antes mesmo de entrar para a reunião da sua vida, e foi ali mesmo que seu divorcio foi declarado, e junto a carta de demissão de sua empresa, ficara sua aliança e o par de brincos mais bonitos que já deu a sua esposa.

 

     Depois daquilo, Neji saiu de Konoha, passou anos fora para voltar e encontrar o nome da ex-esposa na boca de um idiota louca, dizendo com todas as letras que Tenten era uma boa mulher e sabia como levar uma empresa muito bem, embora não estivesse na presidencia, mas na que ela trabalhava, todas as suas ideias eram sustentavéis, mas seu chefe não tinha dinheiro para investir tanto... Então...

 

     Está naquele lugar, se dono, presidente daquela empresa que não era da sua aréa, tinha como prestesto publico expandir o nome Hyuga, mas havia um motivo pessoal e intimo para Neji Hyuga: Ele queria sua esposa de volta, e não mediria esforços para saber até onde Tenten ia, até onde sua capacidade podia ser alcançada, explorada, enquanto ele buscaria arduamente trazer seu casamento de volta a tona.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...