História Meu falso amor - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Justin Bieber
Personagens Ashley Benson, Justin Bieber
Tags Drama, Justin Bieber, Romance
Visualizações 17
Palavras 1.309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela
Avisos: Cross-dresser, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Namorada?


 

 

                Julie realmente decidiu larga tudo para ir atrás do seu grande amor, não quis contar nada para Justin, preferiu fazer uma surpresa. Julie e Aria pegaram o avião depois de umas 2 horas de voo chegaram ao seu destino, assim que chegaram no aeroporto pegaram um  táxi ate o local que iriam ficar, a sorte delas é que já alugaram a casa completamente mobilhada, então não precisaram gasta dinheiro com cama, fogão, geladeira coisas do tipo. Passaram aquele primeiro dia ali arrumando tudo, Julie quis ir atrás de Justin, mas Aria não deixou, falou que antes ela iria ter que ajuda lá arrumar a casa, e Julie não tinha opção a não ser ajudar.
                No dia seguinte, Julie acordou e fez o café da manhã, Aria acordou e tomaram o café juntas, depois assistiram um pouco de televisão, e depois foram até a faculdade aonde iria termina o período, conversaram com a diretora, conheceram o epaço, já era uma 15:30 quando Julie olhou no relógio, se despediu de Aria e pegou um táxi e pediu para deixá-la  no hospital central, o taxista a levou ate o mesmo, ela pagou a corrida, e quando entrou por aquelas portas sentiu seu chão sumir, suas pernas não queriam lhe obedecer tremiam igual a vara verde, seu queixo batia, com muito custo foi se recuperando e foi ate a recepção.

 

 

 

– Boa Tarde – Julie sorriu para ela e ela retribuiu o sorriso.

 

 

 

– Boa Tarde, em que posso ajuda-la? – disse a mulher a olhando.

 

 

 

– eu queria falar com o Dr. Justin Bieber! 

 

 

 

– e a senhora quem é?

 

 

 

– Me chamo Julie Mitchell, sou a Namorada dele – Julie sorriu e a mulher olhou surpresa.

 

 

 

– Ah, Sim!  Espere só um minutinho que vou anuncia-la

 

 

 

– ok – Julie ficou aguardando na recepção cerca de uns 5 minutos, ate que chegou uma enfermeira.

 

 

 

– a senhorita que é a Julie?

 

 

 

– Sim eu mesma! – sorriu nervosa.

 

 

 

– o Dr. Bieber a aguarda em sua sala – ela já ia saindo, quando Julie pergunta.

 

 

 

– mas onde fica a sala dele? – ela se virou olhando para Julie.

 

 

 

– segue esse corredor – apontou – vira a esquerda a terceira sala.

 

 

 

– muito obrigada. 

 

 

 

                Julie seguiu o caminho indicado pela enfermeira, cada passo dado por ela era a deixava mais nervosa, suas mãos suavam frio, assim que parou enfrente a sala indicada, ela bateu na mesma, e uma voz doce pediu que ela entrasse, ela abriu a porta lentamente e quando olhou, ele estava ali parado em pé ao lado de sua mesa com uma caneta na mão apertando a mesma, tinha um cara sentado de costa para ela, mas ela não quis nem saber, encostei aquela porta e antes que alguém naquela sala pudesse falar alguma coisa ela foi de encontro a ele e lascou aquele beijo, era um beijo agitado cheio de vontade da parte de Julie, já ele estava parado com certeza muito surpreso, porem Julie não se fez de rogada beijou ele com vontade e depois de um longo beijo matando qualquer tipo de desejo o soltou e ele a olhava paralisado sem falar absolutamente nada.

 

 

 

 

 

– é eu acho que estou sobrando aqui – ele riu – Justin depois passa na minha sala – ele saiu da sala e Julie olhava Justin como uma menina apaixonada.

 

 

 

 

 

                                                 

 

-/-

 

 

 

 

 

                Justin acordou como em um dia normal, tomou um banho, fez higiene pessoal,  fez a barba , e foi trabalhar, o dia estava tranquilo nada agitado como costuma ser os dias de trabalho. Por volta das 15:40 Justin estava em sua sala com Christian conversando ate que uma enfermeira entra na sala.

 

 

 

– Dr. Desculpa atrapalhar, mas é que a sua namorada está ai fora e gostaria de dar uma palavrinha com o senhor – Justin e Christian arregalaram os olhos

 

 

 

– minha o que? – disse Justin enrugando a testa

 

 

 

– que é isso Justin? Começa a namorar e nem avisa aos amigos – ele ria

 

 

 

– deve está tendo algum engano, eu não tenho namorada! Deve ser outro médico.

 

 

 

– não! Não senhor é o senhor mesmo, ela disse Justin Bieber, e com esse nome aqui só tem o senhor.

 

 

 

– ué, manda a menina entrar – disse Christian dando ombro

 

 

 

– é, faz isso, deve ter sido algum mal entendido, pede para a moça entrar!

 

 

 

– sim Dr. – ela saiu da sala.

 

 

 

– namorada? Namorada Justin? – ele ria demais

 

 

 

– eu não tenho namorada nenhuma deve ser algum engano. – foi ai que alguém bateu na porta – Pode entrar. – Quando a porta se abriu Justin pode encarar uma bela mulher que entrará na sua sala, ela tinha seus cabelos loiros e um olhar penetrante, ela o olhava no fundo dos olhos e ele não entendia o porquê, ela encostou a porta sem tirar os olhos dele e antes que ele pudesse pergunta algo, ela veio para cima dele e lascou um beijo, não era um beijo calmo e nem delicado, era um beijo feroz um beijo como se matasse seu maior desejo, Justin apenas ficou sentindo aqueles lábios pois não tinha nenhuma reação, Ate que ela se afastou e ficou o olhando nos olhos.

 

 

 

– é eu acho que estou sobrando aqui – ele riu – Justin depois passa na minha sala – Justin assentiu com a cabeça e ele saiu da sala.

 

 

 

– é....é...eu – Antes que Justin pudesse falar alguma coisa ela lascou lhe um novo beijo

 

 

 

– não sabe como eu esperei por isso – sussurrou entre o beijo. Ele acabou começando a corresponder aquele beijo, levou suas mãos ate a cintura dela e as mãos dela acariciavam sua nuca. Foi ai que a porta se abriu era outra enfermeira.

 

 

 

– Dr. Bieber, temos uma emergência! – foi ai que ela percebeu a situação que acabará de estragar  – ai meu Deus, me desculpe Dr.

 

 

 

– tudo bem! O que aconteceu? – ele disse serio a encarando.

 

 

 

– um homem baleado, levaram ele para a sala de operação!

 

 

 

– estou indo – disse saindo de sua sala deixando ali a menina que ele se quer sabia o nome e a enfermeira.

 

 

 

 

 

                Justin fez a operação que demorou 1 hora e meia, assim que saiu da sala de operação foi direto para a sala de  Christian, quando abriu a porta ele começou a rir.

 

 

 

 

 

– o que foi aquilo? – ele ria muito

 

 

 

– você viu? – disse se sentando.

 

 

 

– isso que é mulher com iniciativa. 

 

 

 

– né! – os dois começaram a rir

 

 

 

– mas você saiu no lucro porque é bem bonita! – Justin assentiu com a cabeça - ... sua Namorada – ele ria

 

 

 

– que mane namorada! – Justin revirou os olhos.

 

 

 

– depois de um beijo daqueles vai dizer que nunca tiveram nada?

 

 

 

– cara eu nunca tinha visto aquela mulher na minha vida!

 

 

 

– uhun, você quer que eu acredite que uma mulher entrou no hospital do nada falando que é sua namorada e o que é pior saiu te agarrando sem nem te conhecer? Para né Justin.

 

 

 

– cara mais é a verdade!

 

 

 

– serio mesmo cara? 

 

 

 

– serio! Ela é louca – os dois começaram a rir novamente.

 

 

 

                O resto do plantão de Justin foi normal não teve nada de diferente, terminou seu plantão e ele foi para a sua casa, estava cansado, seus olhos já se fechavam sozinhos, abriu a porta de casa, passou pela sala e viu a Eduarda em um canto chorando, logo ele foi ate ela pois queria saber o que estava acontecendo, a Duda é sobrinha de Justin, filha de seu irmão Ryan com Hanna, a Duda é tudo para Justin, é o grande amor de sua vida, é a garotinha mais maravilhosa desse mundo, ela para justin é como se fosse uma filha, então vê-la daquela forma o deixava chateado, ele foi ate ela se abaixei na frente dela e quando ela viu o tio o abraçou forte.

 

 

 

– Tio Justin!

 

 

 

–  minha menina, por que tá chorando? – limpou o rosto dela que escorria uma lagrima

 

 

 

–Titio! Meus pais estão brigando de novo.

 

 

 

– princesa, não chora! Fica aqui que eu vou lá falar com eles. 

 

 

 

                Justin deixou a Duda na sala e foi ate o quarto deles, abriu a porta e acabou com aquela brigalhada toda. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...