História Meu Final Feliz com Lysandre - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Violette
Tags Amor Doce
Exibições 117
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Saga, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi, deculpa a demora pra postar capítulo novo, mas aqui está. Eu quero agradecer a todos que vocês que lêem a fanfic.


Aviso capítulo narrado por Lysandre

Capítulo 12 - Pedido de Ajuda


Mesmo eu tendo percebido que existe algo errado com meu pai, eu não consigo me lembrar.  Vasculhei a minha memória, mas não consegui encontrar a resposta, então resolvi deixar o assunto de lado pelo menos por enquanto.  Por hora, eu preciso cuidar dos assuntos que eu me lembro e um desses assuntos é a Rosa.
- E a Rosa, Leigh? Você pode chama-la aqui para que eu possa me desculpar com ela. - pergunto para o meu irmão.
- Tudo bem, eu vou chamar. Já volto.
Meu irmão não demorou para voltar e trouxe consigo a Rosa. Quando eu a vi fiquei muito envergonhado, não consegui sorrir e me apressei em pedir seu perdão.
- Rosa, eu lhe devo um pedido de perdão. E eu quero que saiba que eu não fiz por mal. Não foi minha intenção causar esse constrangimento. Eu perdi minha memória.
Enquanto eu esperava a resposta de Rosa, eu alternei meu olhar da Rosa para o Leigh e do Leigh para Rosa em busca de algum sinal de raiva ou magoa comigo. A única reação que Rosa teve foi se virar para meu irmão e perguntar.
- Leigh, ele recuperou a memória?
- Ele está começando a se lembrar de algumas coisas. - respondeu meu irmão.
Ao ouvir isso, Rosa se virou na minha direção e falou.
- Está tudo bem, Lysandre. Não é para mim que você deve pedir perdão, é para Jane.
Jane. É exatamente sobre ela que quero conversar. Pelo olhar triste de Rosa quando falou sobre ela, acho que uma de minhas perguntas já foi respondida.
- Sim, você está certa Rosa. É para Jane que devo pedir perdão e eu farei isso. Preciso ver ela e principalmente preciso saber se é verdade que ela sofreu um acidente por minha causa. Imagino que vocês dois saibam a verdade.
Leigh suspirou e respondeu a minha pergunta.
- Sim, é a verdade, Lysandre. Quando Jane saiu correndo daqui ela não estava prestando atenção na direção para onde ia e quase foi atropelada por um carro, mas eu consegui tirar ela da frente no último segundo e a empurei para a calçada. Na queda ela torceu o tornozelo e caiu encima de alguns cacos de vidro que estavam na calçada. - Meu irmão deu uma pausa na conversa antes de continuar com um olhar arrependido. - Eu não queria que ela se machucasse, não foi a minha intenção.  Eu só queria impedir que ela fosse atropelada.
Leigh salvou a vida de Jane. Não foi isso que Castiel me falou.
- Leigh, foi você que salvou a Jane? Castiel me falou que foi ele quem salvou a Jane.
Rosa que até agora estava em silêncio, escutando nossa conversa, se mostrou indignada.
- Claro que não foi o Castiel que a salvou. A Jane estava com o Leigh e o Castiel chegou e a arrancou praticamente a força de lá e não deixou que nos aproximassemos mais dela.
Leigh complementou o relato de Rosa.
- Assim que Castiel levou Jane de volta para o hospital, eu também entrei correndo e fui procurar Rosa. Nos dois iriamos conversar com ela, explicar o que aconteceu, esclarecer tudo o que ela não sabe. E depois eu iria confia-la aos cuidados da Rosa. Quando chegamos na recepção do hospital vimos Jane sentada chorando e o Castiel indo conversar com a recepcionista. Nos começamos a andar em direção a ela, mas Castiel se colocou na nossa frente para nos impedir de chegar perto dela. Eu não insisti, porque queria evitar um escândalo e principalmente porque sei que Jane está magoada conosco e não quer nos ver tão cedo. Ela não chegou a nos ver.
Preciso fazer agora a principal pergunta sobre o estado de saúde da Jane.
- Qual é a gravidade dos ferimentos de Jane?
Foi Rosa quem me respondeu.
- Quando Castiel nos impediu de ver Jane, eu fiquei escondida espionado enquanto Leigh voltou para ver você. E eu soube também por meio de uma ligação que fiz para a mãe de Jane hoje de manhã que os estado dela não é grave. Ela precisa de uma semana de repuso para a torção no tornozelo e alguns curativos para os cortes, mas não levou pontos. Logo ela estará nova em folha.
Saber que Jane logo irá se recuperar preencheu meu coração com alívio.
- Rosa, preciso perguntar para você que observou Jane e Castiel juntos.  Eu corro o risco de perder a Jane para o Castiel?
- Infelizmente sim. Você corre esse risco, Lysandre. Jane está cansada dessa situação e é muito doloroso para ela que você não a reconheça.
Com essas revelações eu fiquei completamente abismado, nuca imaginei que o meu melhor amigo seria capaz de fazer essas coisas e principalmente que o meu melhor amigo seria capaz de roubar a minha namorada.
Eu preciso me lembrar, preciso força a minha memória ao máximo, meu namoro com a doce e adorável Jane depende disso. Se eu não me lembrar, Jane cansará de mim e uma hora acabará sedendo as investidas de Castiel.
Rosa me tirou dos meus devaneios.
- Lysandre, Castiel quer roubar a Jane de você. Você precisa fazer alguma coisa.
- Sim, Rosa. Eu sei que Castiel quer isso. Ele deixou isso bem claro quando veio aqui. Eu vou lutar, Rosa. Não aceitarei perder Jane assim. Vou tentar me lembrar a qualquer custo e precisarei da ajuda de vocês dois para me reconciliar com Jane. Posso contar com vocês? Serei eternamente grato.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
O próximo capítulo também será narrado pelo Lysandre.
Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...