História Meu gamer - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dajan, Dakota, Jade, Kentin, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya, Viktor Chavalier
Tags Armin, Hentai
Exibições 20
Palavras 1.548
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi povo!
Como prometi a mais de 2.000 anos, está aqui.
Espero que gostem beijos💋

Capítulo 1 - O jogo


Fanfic / Fanfiction Meu gamer - Capítulo 1 - O jogo


Júlia: ARMIM! – bato na parede já que seu quarto é ao lado do meu – DÁ PRA DIMINUIR O VOLUME DE SEU JOGO?!
Armim: Dá...
Lysandre: SE ACOSTUME, É O MESMO QUE NADA!
Júlia: Não acredito! – recebo uma mensagem de Lysandre.
“Seria melhor se fosse lá.”
“Ele só vai desligar às três da manhã, se não fizer nada.”
Júlia: ARMIM! POR FAVOR!
Armim: VAI JÁ!
Resolvo ir ao quarto de Armim já que ele não diminui o volume de seu jogo. Bato na porta.
Júlia: Armim diminua o volume por favor, eu quero dormir! – bato freneticamente.
Armim: Tá... – ele simplesmente responde, mas o volume só parecia aumentar.
Júlia: Armim é sério. Estou com sono, será que dá pra me ouvir?
Armim: Dá pra me deixar em paz?
Júlia: Não se responde uma pergunta com outra.
Armim: Não é assim que a banda toca aqui.
A partir de agora vai ser. Abro a porta e vejo a bagunça. Mangás espalhados pelo chão, pacotes de salgadinho e waffles vazios, latas de refrigerante, e um Armim no modo zumbi.
Júlia: Vai me escutar agora? – desligo a TV.
Armim: ME DIGA QUE NÃO FEZ ISSO?!
Júlia: Fiz e faria novamente!
Armim me olha de cima a baixo, coro ao perceber que estava com uma blusinha mostrando parte da barriga e seios e um short curto folgado.
Armim: Por que está assim? Até parece que nunca... – o repreendo.
Júlia: Aquilo não devia ter acontecido! Foi um erro! O que deu na minha cabeça?
Armim: Ótimo jeito de perder a virgindade.
Júlia: CALA A B... – ele põe a mão em minha boca e com uma voz sexy diz:
Armim: Shh... Vai acordar os outros... – estremeço.
Júlia: A-armim... Para. – me afasto.
Armim: Pra quê? Por que os outros podem te tocar e eu não?
Júlia: Armim...
Armim: Já entendi, não faço seu tipo. Quem o faz é o Lysandre, não é? – fico sem palavras – Não faz diferença.
Júlia: Que bagunça! – mudo de assunto – cara, você é bagunceiro demais!
Armim: Esse é meu jeito.
Júlia: Entendo – digo cabisbaixa.
Armim pega em minha mão.
Armim: Isso está uma zorra, me ajuda a limpar?
Júlia: Claro. – Armim é o gamer mais bonito que já vi em toda minha vida.
Armim: Pegue os mangás e eu pego o resto.
Júlia: A decoração de seu quarto é muito bonita. Você que escolheu?
Armim: Sim, obrigada. – seu quarto refletia o quanto amava animes, mangás e jogos – Gosta de k-pop?
Júlia: Está falando com uma Army.
Armim: Então vou colocar uma música. Bts?
Júlia: Que pergunta! – ele põe rise of bangtan em um volume baixo.
Armim: Vai reclamar?
Júlia: Não, está no volume mais adequado aos meus tímpanos. – ele ri.
Armim: Já viu o quarto do Alexy?
Júlia: Não.
Armim: Um universo cor de rosa. – não contenho o riso imaginando como ele é.
Júlia: Não acredito!
Armim: O do Lysandre é uma viagem no tempo, Castiel o mundo mais roqueiro, Nathaniel só livros, Dakota... Só tem pornô.
Júlia: Meu Deus! – abaixo para pegar mais um mangá.
~POR ARMIM ON~
Por que faz isso comigo? Quer me deixar louco me dando uma visão dessas? Acho que sim.
Armim: J-Júlia... – pego um casaco e amarro em sua cintura – Não garantia me controlar na próxima... – ela cora.
Júlia: Desculpa. Você deve estar achando que estou fazendo de propósito... – nego com a cabeça.
Armim: Não pensaria isso... – quando olhares de encontram o que acontece? BEIJO! E foi isso que aconteceu. Selo nossos lábios em um beijo calmo e cheio de desejo. Ela o interrompe.
Júlia: Não... – contínuo dando selinhos e mordidas leves em seus lábios macios.
Armim: Por quê?
Júlia: Não queira entender... Por favor...
Armim: Tarde demais... – eu te amo I need u – Não negue a si mesma, não vou te obrigar a nada, mas se realmente quiser estou aqui... – digo em sei ouvido, provocando arrepios.
Júlia: Ah... – ele geme quando minhas mãos de encontram dentro de sua blusa.
Armim: Eu queria tanto isso... Você mexeu comigo desde que te vi... Parecia tão perto e tão distante...
Júlia: Shh... Não fala nada... – ela me beija de um modo provocante.
Enlaco suas pernas em minha cintura e a encosto na parede e ligo a repetição automática, essa música sem dúvida será a minha favorita. Isso está acontecendo? Sim Armim, está. Minha consciência dizia. Em poucos segundos minha camisa já estava no chão junto a sua blusa. Abocanho seu seio e os sugo enquanto apalpo o outro.
Júlia: Ah... A-Armim... – minha vontade era dizer isso geme meu nome, princesa, mas estava muito concentrado pra isso. Ela me empurra e me beija novamente, deito-a delicadamente na cama.
Tiro seu short e acaricio sua intimidade por cima da calcinha, percebo que já está bem molhada. Volto ao que estava fazendo momentos antes. Ela gemia loucamente e quando coloco minha mão dentro da calcinha e a penetro com dois dados ela solta um gemido alto. Retiro sua calcinha e passo meus lábios pelo seu corpo até chegar a sua intimidade.
Júlia: A-Armim... para de brincadeira e vá logo...
A obedeço e coloco o terceiro dedo juntamente com lambidas em seu clitóris. Pouco depois ela geme roucamente e um líquido escorre sem pensar engulo tudo.
Armim: Já? Não sabia que eu tinha tanto potencial.
Júlia: Convencido... Não acredito que ainda está de calça! Estragou tudo Armim, parabéns!
Armim: Cuido disso num instante... – retiro a calça e a cueca – pronto?
Júlia não responde apenas me joga na cama e fica por cima. Ela faz uma trilha de beijos que foram da minha clavícula até meu membro. Ela começa masturbando vagarosamente e após algum tempo põe a cabecinha em sua boca e passa a língua ao redor da mesma. Gemi.
Armim: Júlia... Hm...
Ela o coloca até onde pôde na boca e o restante ela masturbava no mesmo ritmo, solto um gemido rouco e ela para imediatamente. A puxo para outro beijo e a ponho por baixo de novo e a penetro.
~POV JÚLIA ON~
Armim me penetra, as primeiras estocadas foram mais fracas mas logo ele aumenta a intensidade delas me levando a loucura.
Julia: M-mais fundo...
E ele o fez a cada estocada eu sentia mais prazer.
~POV LYSANDRE ON~
Ouço gemidos vindo de um dos quartos. Meus palpites são: Armim ou Castiel. O quarto de Castiel é ao lado do meu e o do Armim ao lado do quarto da Júlia que é em frente ao meu. Saio e digo o barulho. Castiel estava saindo do quarto também.
Castiel: Se não é você então quem é?
Alexy: Cassy! Para com esses gemidos!
Castiel: Não sou eu!
Alexy: Lys,  é você?
Lysandre: Não sou eu. Para de me chamar pelo apelido, não te dei essa liberdade. – digo encarando o quarto do Armim.
Nathaniel: Ahhh... Meu Deus o que é isso? Ow Dakota! – ele diz bocejando
Dakota: Sou inocente! Não tem ninguém além de mim no meu quarto! – ele levanta os braços em rendição.
Jade: Eu tenho que acordar cedo amanhã... Já chega de barulho! – é a primeira vez que escuto Jade gritar.
Dajan: Porra mano! – ele sai batendo a porta com força – tem treino amanhã cedinho!
Lysandre: Todos temos que acordar cedo, Dajan.
Leigh: Quem é o mal educado?
Castiel: Viktor ou Armim?
Viktor: Eu tô bem aqui...
Lysandre: Então é o Armim... – vou em direção a seu quarto e bato na porta – SE NÃO DÁ PRA CONTROLAR TANTA AO MENOS FAZÊ-LO MAIS BAIXO TEMOS QUE ACORDAR CEDO AMANHÃ, PESTE!
Viktor: Tá chamando uma pessoa de peste?
Armim: Tá certo!
Júlia: POXA ARMIM!!! QUERO DORMIR!!!
Os gemidos perdem a intensidade e os outros voltam a seus quartos. Agora certo pensamento invade minha mente... Júlia havia ido ao quarto de Armim para obriga-lo a abaixar o volume de seu jogo. Estranho... Abro a porta do quarto dela e não a encontro. Droga! Foi um soco na parede. Armim pode esperar... Amanhã seu dia será um inferno!
~POV ARMIM ON~
Lysandre: Então é o Armim... – ele bate na porta – SE NÃO DÁ PRA CONTROLAR TANTA AO MENOS FAZÊ-LO MAIS BAIXO TEMOS QUE ACORDAR CEDO AMANHÃ, PESTE!
Júlia: E agora? Ele vai perceber que...
Armim: Finja que está incomodada também... Tá certo!
Júlia: POXA ARMIM!!! QUERO DORMIR!!!
Armim: Vamos logo acabar com isso... – sou mordidas no colo de seus seios e volto a penetra-la não durou muito e chegamos ao ápice.
Júlia: Acho que vou voltar pro meu quarto... – ela faz menção de sair mas a seguro pelo braço.
Armim: Durma comigo hoje... Pegue uma toalha e tome um banho... Te empresto uma camisa minha...
Júlia: Tudo bem.
Ela toma banho e sai enrolada na toalha. Deu vontade de fazer tudo de novo, mas me controlei.
Armim: Essa camisa está boa pra você?
Júlia: Está... Se está acostumado a ficar com garotas superficiais, acostume-se não sou assim.
Armim: Desculpa! Não quis ofender!
Júlia: Tudo bem...
Armim: Agora vem aqui que eu ainda quero dar uns beijinhos antes de dormir.
Júlia: Fresco! – deito-a na cama. Depois de alguns beijos dormimos.


Notas Finais


O que querem para o próximo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...