História Meu Garoto de Programa - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Exibições 31
Palavras 1.936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Ecchi, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aviso importante la em baixo ta meu povo!

Boa leitura. 🔹🔸🔷🔶

Capítulo 4 - Fique longe


POV NAMJOON

Me acordei com uma enorme dor de cabeça, me virei para o lado à procura de Jin, o mesmo não estava ali, provavelmente com outro homem. Imagens da noite passada me atingiram, as lembranças dele em meus braços, me pedindo para que eu o fodesse. 

Agora entendo muito bem oque Yoongi falava sobre Jin ser o preferido, ele tem tudo para merecer esse título. Me atrevo também à dizer que foi uma das melhores transas que já tive. Eu entrei naquele quarto com o intuito de ser um monstro para qualquer um que entrasse no mesmo, mas fiz completamente o contrário. 

Quando olhei aquele ser perfeito à minha frente, foi como um feitiço, ele me envolveu de uma maneira inigualável, seus olhos, seus lábios, seu corpo, tudo em si me atiçava, tudo nele era chamativo demais, atraente demais. Ele retirou meu auto-controle em instantes, da forma mais deliciosa possível. 

Me levantei disposto à esquecer estes pensamentos que estavam me pertubando. Procurei por minhas peças de roupa vestindo-as, logo me dirigindo para fora daquele quarto andando pelos corredores em busca da saída. 

Quando já estava fora daquela "casa", fui caminhando pelas ruas procurando por alguma lanchonete onde eu poderia me alimentar. 

Depois de alguns minutos caminhanda eu encontrei uma lanchonete. Eu normalmente não costumo frequentar esses lugares, já que minhas refeições são feitas apenas em restaurantes de luxo, ou em minha casa. 

Entrei no estabelecimento já passando meus olhos por todo o local à procura de algum lugar para que eu pudesse sentar-me. Tinha um lugar perto da janela que eu proferi me sentar ali. Me acomodei no lugar, e chamai a garçonete. 

-- Pois não senhor, o que deseja? -- perguntou uma garota de cabelos negros e olhos azuis, que ao meu ver era linda. 

-- Traga-me um café sem açúcar por favor. -- fiz meu pedido e a garçonete saiu logo dali. Começei a observar as pessoas que ali se encontravam, todas elas falavam ou se preocupavam com as mesmas coisas banais do dia dia. Estava mais concentrado em observar um casal de namorados, trocando carícias, sorrindo feito idiotas um para o outro ou de vez em quando dando selares. Nunca vi tanta babaquice. Sou bruscamente retirado de meus devaneios por uma voz conhecida. 

-- Posso me sentar aqui com você? -- olhei para o dono da voz que se dirigiu à mim tão docemente e me surpreendi com quem me deparei. Jin. 

-- Claro! -- permiti que ele se sentasse no lugar vago à minha frente. Parecia que ele estava incomodado com algo, mas não quero me intrometer afinal é assunto dele. Também não deixei de reparar em seus olhos, um deles estava meio roxo e tambem estavam bem vermelhos, o que significava que ele teria chorado muito. Isso de certa forma me causou algo, ficar com uma hipótese de que algum monstro agrediu-o, me dava certa raiva. 

Não pronunciamos nenhuma palavra, o que já estava me incomodando de certa forma. A garçonete chegou assim carregando consigo meu café, me entregou e anotou o pedido de Jin. Depois que a moça foi embora dali eu resolvi me pronunciar. -- Então... O que você tem? Nem parece o mesmo de ontém. -- eu acho que sou um idiota por fazer uma pergunta dessa, mas eu queria escutar a voz de Jin, queria saber o que se passa por sua cabeça. 

-- Tenho certesa absoluta de que isso só diz respeito à mim. E também não vai me dizer que quer escutar uma vadia falar de seus problemas? -- ele me respondeu com sarcasmo na voz. 

-- Acho que se eu estou te perguntando é por que eu quero saber. E outra você dentro daquele lugar pode ser oque quizer! Mas fora dele, aqui sentado na minha frente eu não te vejo como uma vadia. Eu vejo uma pessoa normal como qualquer outra, Jin. -- não sei de onde tirei esse sentimentalismo idiota. Mas olhar para Jin se julgando assim me dói. Mas que droga! Ele é sim uma puta, uma vadia! Mas por mais que ele seja tudo isso, eu não o vejo assim. 

Sem dizer mais nada ele se levantou e correu dali. Deixei o dinheiro em cima da mesa e saí atrás dele, o mesmo estava correndo muito rápido, em direção à um caminho onde eu nunca frequentei. 

Ele correu mais um pouco até em fim parar. E também parei para observar o lugar onde estavamos, era um tipo de parque, tinha árvores por todos os lados, crianças brincavam juntas, e famílias faziam piqueniques. Jin se sentou na grama e se apoiou no tronco de uma árvore que tinha ali perto. Caminhei até o mesmo que estava de olhos fechados. 

-- Por que me seguiu até aqui seu idiota? -- proferiu ele ainda de olhos fechados. 

-- Do que esta falando? Foi você que correu feito um louco quando estavamos conversando! -- 

-- Eu apenas quero ficar só, vá embora. Eu não quero a sua companhia. -- falou e virou-se para encarar-me 

-- mas foi você que me procurou e se sentou comigo. Então eu não irei embora. -- respondi olhando em seus olhos, ele desviou e se deitou na grama.

-- Pelo menos cale a boca e me deixe quieto tudo bem? -- confirmei com a cabeça e ele voltou a fechar seus olhos. 

-- Bom, desde quando você vem nesse lugar? -- perguntei a ele que bufou e começou a fitar o céu. 

-- Pare de me encher Namjoon! Não é da sua conta! -- poxa! Conversar com Jin é muito difícil ele nem olha para mim! 

-- Que coisa Jin! Eu quero conversar com você! Ser seu amigo! Mas você não está facilitando! --

--Namjoon eu apenas não quero ter algum tipo de relação com clientes-- esse papo já estava me irritando que droga! 

-- Jin... Eu não sou um cliente, eu sou um homem que deseja ser seu amigo! Poxa, eu quero poder escutar seus problemas, te aconselhar, ter sua confiança. -- me aproximei de seu ouvido e sussurrei -- Talvez possamos até ser algo mais... Você pode transar comigo de graça é so dizer -- coloquei minha mão por sua coxa que era cobrida apenas por uma calça jeans. Ele levantou rapidamente e me deu um tapa na cara, saindo novamente de perto de mim. -- Jin, volta aqui! -- gritei. 

-- Você é um pervertido Namjoon! Fique longe de mim! -- gritou de volta indo embora correndo. 

Fiquei parado por alguns instantes observando Jin desaparecer de meu campo de vista. Depois procurei meu celular logo discando o número de meu motorista, para que ele viesse me buscar. 

Lhe passei o endereço e ele não demorou a chegar, entrei no carro ignorando seu cumprimento. Eu estava bravo comigo mesmo, pelo simples fato de que eu não tirava Jin de minha cabeça, e o mesmo nem falar comigo quer. Mas talvez ele tenha razão, ele é apenas um garoto de programa e nada mas. 

POV JIN

Por que meu coração palpita tão rápido perto dele? Por que fico sem palavras quando estou com ele? Por que ele não saí de meus pensamentos? Por que? Eu não tenho resposta para minhas dúvidas, e isso chega a me irritar. 

Eu me encontrava já em frente ao bordel, adentrei a mesma indo para a cozinha, afinal eu não tinha me alimentado quando decidi dar uma volta depois do show que hoseok deu, e muito menos quando encontrei Namjoon na lanchonete. 

Entrei na cozinha onde se encontravam apenas Jimin e outra garota, os dois olharam para mim assim que perseberam minha presença. 

--O que é? Parece até que nunca me viram. -- comentei um pouco rude. Jimim veio até onde eu estava. Lá vem. 

-- Onde você estava? Não te vi no quarto quando cheguei. E também fiquei sabendo da briga que você teve com seu-- o interrompi antes que ele completasse a frase -- desculpe --

-- Não se desculpe, coisa minha. Eu só peço que não fale sobre isso na minha frente. -- Jimin não tinha culpa de meu passado ser tão contubado. Ele não tem culpa de ter escutado aquela conversa. -- E eu só saí um pouco pra relaxar -- respondi sua pergunta de antes, ele apenas assentiu e saiu da cozinha de cabeça baixa. Apenas fiz algo para comer e fiquei jogando conversa fora com a garota que estava conversando com Jimin. 

⏩⏩QUEBRA DE TEMPO⏪⏪


Eu estava agora junto aos outros meninos e meninas no camarim, estavamos nos arrumando. Eu estava apenas com um tipo de cueca boxer de couro e uma jaqueta tambem de couro preta, estava em frente ao espelho terminando de me maquiar. Um pensamento passou por minha cabeça como todo o dia. Namjoon. Será que ele virá hoje? Ou se ele me chamaria para ficar com ele essa noite. Eu sou um idiota por ficar pensando nele.

-- Vamos Jin! Já esta na hora da coreografia! -- vi uma fila se formar diante a porta de entrada e eu rapidamente me juntei à ele mas antes de entrar sinto-me ser puxado. Era Hoseok.

-- Não me venha com gracinhas hoje OK? Ou irá se ver comigo.-- ele sussurrou e foi embora. Respirei fundo e subi no palco já me posicionando para dançar. Estava escuro e só se ouvia a batida da musica, então luzes rosa iluminaram somente os dançarinos ao meu lado. Eu estava no centro. Como sempre. Eu comecei a dançar tambem mas nenhuma luz estava sobre mim. E então uma luz branca me iluminou, então todos os outros pararam de dançar. Por que aquela era minha parte. O meu momento de brilhar. Não demorei a ouvir gritos de homens e mulheres enquanto eu dançava.

Eu amo tanto isso. Eu dançava sensualmente para aquelas pessoas sedentas. A quem eles queriam enganar? Todos estavam ali apenas por mim. Apenas para ter uma hora comigo em qualquer quarto. E eu nem preciso dizer como isso me deixa.

A música havia acabado, e eu estava agora em um bar bebendo algo bem forte enquanto escutava palavras sujas de um homem sujo ao meu lado.

-- E então Jin vamos me acompanhe para um quarto. Me satisfaça com seu corpo. -- eu apenas assenti e o segui 


⏩⏩QUEBRA DE TEMPO⏪⏪


Eu estava bebado demais. Apenas naquela noite perdi a conta com quantas pessoas havia feito sexo, ou quantas veses gemeu o nome de Namjoon durante as transas. Estava saindo de mais um quarto quando fui surpreendido por ele. Namjoon.

-- Oque quer idiota? -- embaralhei as palavras na hora de falar

-- Ah Jin, por que bebeu? -- por que ele esta se impotando com isso agora?-- Você transou com vários hoje não foi?-- eu sinceramente não entendo essa preocupação toda.

-- Isso te não interessa! Agora me solte! Tem gente me querendo lá em baixo. -- eu respondi agora tentando me soltar de suas mãos, oque não ocorreu. Ele não me soltou. -- Vamos me solte! Eu tenho oque ir!-- por mais que eu me debatesse eu não conseguia me soltar. Ele começou a me apertar forte. Forte demais.

-- Jin você não está bem! E eu não quero você com esse homens imundos você é meu! Portanto não lhe soltarei-- ele só pode estar de brincadeira! Eu não pertenço a ninguém!

-- Que história é essa?! Eu não pertenço à ninguém! E não os chame de imundos pois você tambem é igual à eles! É sujo e nojento igual à eles! E se não for para transar comigo não quero que se aproxime de mim!-- gritei um pouco alto fazendo ele me largar e me olhar incrédulo. Olhei para seu rosto mais uma vez antes de sair dali cambaleando.

    

Continua...



Notas Finais


Iai meu povo!
Então gente eu preciso dar um aviso aqui né.
Como estamos no período que as aulas acabam, meus professores resolveram tomar todo nosso tempo e esforço, bom todo ano no meu colegio tem tipo uma conexão de apresentações e dessa vez eles querem que nós alunos façamos uma sala temática. Então minha sala ficou com o tema religiões, e esse trabalho esta tomando todo meu tempo e minha criatividade sem contar que talvez proxima semana começará as provas. Então eu so peço desculpas mas eu não irei deixar de escrever darei meu máximo pra postar sempre que der.

💟💟❇✳✅


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...